Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

LÍQUIDO

publicado em 02 de Fevereiro / 2019 às 23:00 | Espaço do Leitor

Não, não tenho pretensão alguma de ser seu grande amor e de que você algum dia se apaixone por mim.

Sei que vivemos em tempos líquidos e em tempos líquidos tudo é passageiro, breve, rápido até os amores, nada foi feito para durar, nada.

Não posso sonhar com seus beijos e carícias constantes, seu coração é inconstante e efêmero, aliás, tudo que vem de você escorre entre os meus dedos como água.

Tudo em você é líquido e escorre entre os meus dedos.

Tudo em você é passageiro, efêmero, teu sorriso, teus afagos, teu carinho, teus beijos, teu sexo.

Tudo, tudo em você me remete a lembranças, saudades e solidão.

Edi Santana Barbosa

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.