Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

LEITOR DENUNCIA ABUSO DE AUTORIDADE NO MERCADO DO PRODUTOR DE JUAZEIRO, AMA RESPONDE

publicado em 06 de Maio / 2019 às 11:30 | Espaço do Leitor

Geraldo sou usuário do Mercado do Produtor de Juazeiro há muitos anos e gostaria de pedir sua ajuda para fazer uma denúncia a respeito da administração do mercado.

Pois bem!!

Me refiro a medidas que foram adotadas recentemente a respeito dos ambulantes que trabalham e sustentam suas famílias vendendo marmitas com cuscuz e mistura (apenas um lanche matinal) foi decidido em reunião com os donos de restaurantes que os mesmos estavam prejudicando o comércio deles por apresentar uma refeição de mais fácil acesso e mais em conta (a preços populares) e a administração do mercado por querer agradar os permissionários que pagam altos preços de aluguel dos seus pontos comerciais e que foram reajustados recentemente em até 300%... tomou a decisão arbitrária e sem nenhum aviso prévio de proibir a entrada e a circulação de ambulantes vendendo as marmitas (lanche) alegando falta de registro dos ambulantes sendo que foi exigido de todos ano passado a realização de um cadastro onde todos disponibilizaram seus dados para a permissão de trabalhar.

Esse registro não foi levado em conta na hora da efetivação da permissão.  Tem um casal específico que vendia cuscuz no interior do mercado há mais de 3 anos, eu tomava o meu café da manhã com eles e de repente foram expulsos de dentro do mercado pela administração alegando que era ordem da vigilância sanitária e posteriormente passou a ser ordem dos donos de restaurantes do interior do mercado.

O citado casal como guerreiro que é posicionou o seu carrinho com lanche para vender próximo a entrada do mercado. O administrador grita com os guardas pelo rádio e dá ordens para não deixar os mesmos entrar com as marmitas na sacola para entregar aos clientes e agora por último proibiu até dos próprios clientes de entrar com mais de uma marmita em mãos, caracterizando perseguição. Nos ajude, pois acreditamos no poder da imprensa como veículo de comunicação para amenizar as injustiças sociais, pois não existe em lugar algum tanto abuso de autoridade que possa proibir pessoas de ganhar seu pão honestamente.

Atenciosamente,

Sérgio Roberto

NOTA AMA

A direção da Autarquia Municipal de Abastecimento/AMA informa que dentro da atividade de comércio ambulante não é permitida a venda de refeições preparadas fora do Mercado do Produtor de Juazeiro, que deve obrigatoriamente estar acondicionada em embalagem apropriada e preparada no local de comercialização, ou seja, nas dependências do entreposto.

A AMA informa ainda que a direção do Mercado segue as normativas da Vigilância Sanitária e preza pela saúde dos consumidores e a higiene. Não há como controlar as refeições que são feitas fora do Ceasa e saber a maneira do preparo desses alimentos. 

Os ambulantes autorizados têm a permissão de comercializar os lanches rápidos que dispensam uso de embalagens, como salgados e doces, refrigerantes, sucos, acessórios pessoais, balas, picolés, entre outros. 

A AMA informa ainda ao leitor que o casal teve orientação da administração para buscar um espaço adequado no Ceasa de Juazeiro e comercializar as refeições.

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.