Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

UM JORNALISTA SEM CREDIBILIDADE

publicado em 01 de Julho / 2019 às 11:30 | Espaço do Leitor

Pois é, enquanto o mundo gira, vemos pessoas se desequilibrarem na tontura dos acontecimentos e caírem em suas próprias contradições. Foi o caso do jornalista mais odiado da TV brasileira, Paulo Henrique Amorim. Ele vai sumir por alguns tempos depois de 14 anos ininterruptos à frente do programa vespertino Domingo Espetacular. A Record convocou o apresentador para uma reunião na tarde de ontem, (segunda-feira, 24 de junho) e lhe comunicou que está fora do programa. Amorim, que tem contrato até 2021, não será ainda demitido. Segundo nota, a emissora do Bispo Edir Macedo disse:

"Paulo Henrique Amorim deixa o programa e permanece na emissora à disposição para novos projetos", disse a direção da emissora em nota oficial. Sendo assim, o apresentador-militante deixa o Domingo Espetacular após um histórico de polêmicas, acusações e resistência. Esquerdista barulhento no seu blog de nome "Conversa Afiada," ele teve a cabeça pedida à Record inúmeras vezes desde 2014, quando a polarização entre esquerda e direita ficou mais acirrada. A emissora resistiu, afinal uma pesquisa apontou que o rosto do profissional era, apesar de tudo, fundamental para a credibilidade da revista eletrônica.

Por ser um ferrenho crítico do governo de Jair Bolsonaro (PSL) e principalmente do ministro da Justiça, Sérgio Moro, Paulo Henrique Amorim conseguiu em tão pouco tempo adquirir nas redes sociais uma gigantesca rejeição por parte da maioria Conservadora, que mesmo assim, com ele à frente do programa, ainda assistia a programação da Record pelo fato desta não perseguir o presidente com notícias tendenciosas e mentirosas. Colecionador de inúmeros processos na Justiça, Amorim ainda está enfrentando a maior de todas as suas crises financeiras, já que o seu "site panfletário" não recebe mais as gordas verbas financeiras do Governo Federal, como eram nos áureos tempos da bandidagem Lulista!

Existe ainda um boato envolvendo o nome apresentador com um post nas redes sociais, afirmando que o general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional está formalizando um pedido de prisão. Isso porque o apresentador num de seus vídeos de seu blog chega a provocar uma espécie de "ameaça de morte" velada, num tom de piada com um trecho do hino do Clube de Regatas Flamengo onde diz:

"Bolsonaro é Flamenguista? Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer – breve..." insinuando que o Presidente morrerá "em breve," novamente vítima de um possível atentado.

A notícia do pedido de prisão, obviamente, é falsa. "É fake news das grandes", afirmou a assessoria do ministro Augusto Heleno a esse Blog. Tudo indica que a perda de credibilidade do apresentador e militante do PT foi determinante para seu afastamento do Domingo Espetacular. Mas, cá entre nós: pelo menos o Paulo Henrique Amorim era explícito e assumia suas palavras sem se camuflar ou se esconder. Pior ainda são certos apresentadores da Rede Globo que a mando de seus diretores e chefes de redação, espalham informações desencontradas e tendenciosas onde a difamação caluniosa e manipulativa contra o Presidente é explícita, porém ninguém é punido.

Sigam o Fluxo gente Amiga!

ERRY JUSTO

Radialista e Jornalista

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.