Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

A CIDADE ONDE NASCI

publicado em 08 de Janeiro / 2011 às 23:00 | Política

Eu vou partir mais cedo, e volto um dia
para ver de novo a terra onde nasci
pisar o mesmo chão onde briquei, quando criança
eu vou partir mais cedo e volto um dia

Que será que será que será
que será de minha cidade eu nao sei
ela hoje está perdida
o amanhã ainda virá
que será, so será o que será

Da mimha cidade que não tem mais alegria
os meus amigos vão pra não voltar
levados pelo sonho, de uma mudança de fantasia
não vou ficar aqui à esperar

Ver minha cidade se acabar, que será, que será
que será da minha cidade eu não sei.
Onde está  a mudança?

Meus amigos acreditaram na transformação da mudança! Praças, limpeza, asfalto, recolocação de calçamento, 13º dos funcionários públicos, segurança, saúde, educação, iluminação, cultura arte, os festejos comemorativos (carnaval, são joão, aniversário da cidade, gincanas, dia das crianças, mães, pais, Natal, fim de ano e tantos mais...)

Aonde estão os meus amigos que votaram na mudança para cantar comigo agora essa canção.

Eu vou deixar um grito de socorro de minha cidade em teus ouvidos,
você que foi o primeiro a acreditar no recorde
da mudança, veja como a cidade está sofrendo!
Hoje, o que vemos é greve e manifestação decorrente da insatisfação do povo,

Que será, que será, que será
que será da minha cidade eu não sei.
quando eu voltar um dia quero encontrar a cidade onde nasci de novo a brilhar as crianças nas praças a brincar e o povo de novo a sorri. Pois, amanhã ainda virá
que será, so será o que será.

OBS. Letra de altemar dutra com algumas modificações. 

Eduardo Santana de lima

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.