Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

Artigo - Sistema de Abastecimento e Esgotamento Sanitário em Sento-Sé

publicado em 02 de Outubro / 2019 às 23:00 | Espaço do Leitor

Contribuindo com o debate político social, que vi no Blog do Geraldo José e no Site Sento-Sé Notícia, e que sempre atraiu pessoas daqui, no que tange abastecimento de água e saneamento básico, historiando e detalhando sobre os dois temas interligados!... Há 40 anos foi construída a nova cidade e com ela o primeiro sistema de água e esgotamento sanitário para atender, a mais ou menos, 4,5 mil pessoas da sede, que hoje tem quase 20 mil!

Por volta de 2006 o Governo Federal estava com o Projeto de Revitalização do rio SF e o Ministério das Cidades enviou o Jonas Paulo para reunir-se com prefeituras na Codevesf e oferecer recurso financeiro para quem tivesse projeto técnico pronto para realizar obas de Saneamento Básico Ambiental e Sistema de Capitação, Armazenamento, Tratamento e Distribuição de Água. Ao constatar que haviam apenas dois projetos, foi criada uma “força tarefa”, envolvendo o corpo técnico da Codevasf e as prefeituras para fazer levantamento de comunidades até 15 km da margem do rio, observando local para "ponto seguro” de capitação de água e aprop riado para a “central de tratamento de esgoto”. Eu fui acompanhante do engenheiro Chaves em Sento-Sé.

Um dos dois projetos prontos era o do saneamento de Sento-Sé que Dr. Welton avia conseguido R$ 40 mil para o financiamento com a Chesf. Ele estava com coordenador do Fórum de Desenvolvimento do Entorno do Rio (...), pois, na época a Chesf precisou renovar o seu licenciamento ambiental e o governo determinou que ela criaria o fórum para corrigir em parte, a problemática deixada pela Barragem de Sobradinho. À Fundação Josué de Castro de Recife/PE foi contratada para monitorar o processo envolvendo poder público, sociedade civil e representação empresarial.

Sento-Sé foi contemplado com 16 sistemas de água e o saneamento, que por defeito técnico foi embargado e só agora está em andamento a conclusão da obra, através de adendo da ordem de R$ 5 Mi, feito pela Codevasf.

Lamentavelmente o rio tem um histórico de agressão ambiental por todas as cidades, povoados e empesa que ficam na sua margem, umas mais e outras menos: fezes; urina; animais mortos; venenos se destacam nesse mundo de agressividades!... O Sistema de abastecimento da cidade é insuficiente e precisa de muitos milhões de reais para resolver financeiramente. Politicamente o SAAE – Sistema Autônomo de Agua e Esgoto tem um problemão social histórico, que precisa do conhecimento geral, comprometimento e da responsabilidade de todos e todas que tem a ver com isso!

Me lembro dos técnicos da Codevasf envolvidos na “foça tarefa”: Dr. Chaves; Dr. Virgulino; Dr. Rodrigo; Dr. Joselito; Dr. Hélio; Dr. Amâncio; e deve ter mais alguém que eu não lembro no momento. Dr. Welton, Jackson Coelho e eu tinha o apoio do então prefeito Juvenilson Passos para representar o município.

Laurenço Aguiar

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.