Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

ESPAÇO DO LEITOR: AS ESTRADAS DE WAGNER - UM "NOVO VELHOR" CAPÍTULO

publicado em 14 de Outubro / 2011 às 17:30 | Espaço do Leitor

A cada dia que se passa, mais e mais desmandos se sucedem no Governo Wagner.

Me refiro às infames obras de recuperação da BA-210 mais uma vez. Parece estranho reclamar por uma obra que está sendo executada, como se tal reclamação fosse pura birra de quem é contrário ao Governo e não sabe argumentar. Mas não se trata disso não. O problema consiste basicamente na obra mau executada, de péssima qualidade, que certamente nos gerará extremas dores de cabeça num futuro bem próximo, apesar do dinheiro empregado; bem como nos transtornos e perigos proporcionados pela mesma, que poderiam ser evitados caso o Governo estivesse comprometido com o bem estar do cidadão, desde a elaboração do projeto até à execução do mesmo.

Desta vez, venho falar da segunda etapa da recuperação da BA-210, trecho Juazeiro-Curaçá. A 1ª etapa, licitada em 46 Km à partir de Juazeiro, começada em maio do ano passado AINDA não foi concluída, restando apenas o trecho urbano da obra que está em fase de duplicação. O restante do caminho até Curaçá, foi inciado em Julho deste ano por outra construtura, e alguns problemas já vividos ao longo desse último ano na 1ª etapa, estão se repetindo.

Tal como a anterior, a construtora da nova etapa também optou por quebrar um grande trecho da estrada para terraplanagem. Porém o asfalto que deveria vir logo atrás, caminha a passos de tartaruga. O resultado é um mix de carros de passeio, vans, motos, caminhões, carretas, muita poeira e nenhum desvio. Em determinados pontos da estrada a visibilidade do condutor é zero, e o risco de um grave acidente é potencializado, principalmente no período da noite como mostra o vídeo abaixo. Não há se quer carros pipas para amenizar a poeira na estrada. Um verdadeiro absurdo!

Para completar, em alguns trechos parcialmente quebrados, há motoristas que insistem em trafegar no lado da terra, fazendo uma volumosa nuvem de poeira para quem vem logo atrás.

No final das contas, somando-se o perigo da trafegabilidade, mas os transtornos causados pelo moroso andamento da obra, e a péssima qualidade do asfalto, sobra-se apenas uma população carente de estrutura e principalmente de atenção daqueles que foram eleitos para garantir justamente o contrário.
 
É por essa e por outras que você deve avaliar bem o que fazer com o seu voto nas próximas eleições!!!
Júnior Silveira

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.