Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

Espaço do Leitor: Juazeirense agradece atendimento no Hospital Dom Malan

publicado em 07 de Março / 2012 às 11:05 | Espaço do Leitor

Caro amigo,

Gostaria que publicasse esse texto para toda a sociedade da nossa região.

Venho através desta agradecer a todos e todas, como também esclarecer a toda região sobre o atendimento do Hospital Dom Malan, porém, antes de mais nada, gostaria de contar rapidamente como foi toda essa história.

No dia 18 de Janeiro, por motivos injustificáveis pela medicina, a minha esposa de madrugada me acordou dizendo que a bolsa com a nossa filha teria estourado, por termos plano de saúde fomos rapidamente para o hospital Unimed aqui em Juazeiro, onde se constatou que realmente a bolsa teria rompido, mas que ela ficaria em observação para evitar mais perda de líquido.

Passamos o dia todo no hospital supracitado, onde, na manhã de 19 de Janeiro, o seu médico, Dr. Renato Nóbrega (Um ótimo médico em que aqui gostaria de também agradecer-lhe) encaminhou-a para o hospital Dom Malan em Petrolina, pois "Não haveria em toda a região um só hospital, público ou particular, que teria uma UTI Neo Natal".

No momento me deu uma grande raiva, como é que pode, 04 anos pagando um plano de saúde para na hora que precisarmos não poder atender? Indignei-me no inicio, mas depois fui tranquilizado quando o médico me disse que estaria lá, pois atende neste hospital também. Ainda me rodeava todo preconceito que temos quando se pensa em hospital público, mas fui surpreendido quando cheguei lá e quando começaram todos os procedimentos, desde o parto que fora feito com o maior cuidado, a minha filha, de nome LUARA,  nasceu no dia 23 de Janeiro, com exatamente 07 meses.

Foi encaminhada para o berçário de auto risco onde recebeu, além de todos os cuidados médicos, o carinho de enfermeiras e médicos onde com todos os procedimentos possíveis foi evoluindo o seu quadro. Não poderia esquecer do banco de leite, onde diariamente fornecia leite materno para minha filha e todas as outras crianças que se encontravam lá. Hoje ela está no "Mamãe Cangurú" que é um sistema em que a criança fica aos cuidados totais da mãe e através de uma "sacola" de tecido fica junta ao corpo da mãe várias vezes ao dia, e já com previsão total de alta.

Agradeço primeiramente a Deus que me deu a oportunidade de passar por todas estas experiências, principalmente de quebrar o preconceito, à minha esposa que é uma guerreira, que até hoje está lá com a minha guerreirinha, minha família e da minha esposa, aos amigos e amigas que apoiaram e estiveram juntos, lado a lado, aos médicos, Dr. Rossini, Dra Lilia, Dra. Verusca, Dra. Flávia, Dr. Renato, Dra. Marília e tantos outros que acompanharam e graças as mãos deles, ungidas por Deus, deram condições de minha filha estar tão bem. A todos enfermeiros e enfermeiras que nos ajudaram, enfim, a todos e todas. PARABÉNS DOM MALAN - EXEMPLO DE HOSPITAL PÚBLICO QUE FUNCIONA.

Porém também gostaria de enfatizar o quanto me entristece quando vejo esta Juazeiro nossa, com duas maternidades, e não dispor deste serviço prestado, onde segundo os próprios médicos, de cada 10 crianças nascidas, em torno de 07 são prematuros.

Como se pode dizer que o município está evoluindo na saúde com esta realidade? Quantas mães de Juazeiro estão lá em Petrolina?  Acredito que o número de crianças que nascem lá em Petrolina deve ser o triplo ou mais daqui, mas já se sabe a razão. E pensar que em discurso de campanha o prefeito atual prometeu que teríamos uma UTI neo Natal, mas uma vez, só discurso de campanha.

Entristece-me também pelos planos de saúde da nossa região, acho que esta merece ser melhor cuidado, afinal, pagamos caro e não temos o serviço amplo que pagamos. Enfim, Juazeiro merece de novo ter uma saúde que seja referência nacional, que leve o seu povo a sério e que ame realmente a sua sociedade como um todo.

Mauro de Macêdo Sousa

Coordenação - Departamento Recursos Hídricos SAJUC - Serviço de Assistência Sócio Ambiental do Campo e Cidade

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.