Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

Espaço do leitor: Em defesa de Sobradinho.

publicado em 12 de Março / 2012 às 08:10 | Espaço do Leitor

Senhor Geraldo José,

Moro em Sobradinho há exatos 40 anos, aqui cheguei com 6 anos de idade, meus pais foram atraídos pela obra de construção da barragem, éramos 04 filhos, eu como já disse com 06 anos, meu irmão mais velho com 10 e minhas duas irmãs uma com 06 meses e a outra com 3 anos, aqui nasceram mais dois. Apesar de pequeno na época, notei e entendi a diferença da cidade que morávamos, Cajazeiras no sertão da Paraíba, com o lugarejo que acabávamos de adotar como moradia, nem estrada asfaltada possuía. Sobradinho era só muita poeira e muitas dificuldades, aos poucos o sonho de ter um lugar digno para morar foi acontecendo. Depois de muitas idas e vindas apareceu um anjo que nos deu a mão, chamado Geraldo Silva.


No tempo do acampamento vivíamos bem, a CHESF era uma mãe, Dr. João Paulo então, um amor de pessoa, era abaixo de Deus o nosso pai.

Veio o desmembramento de Juazeiro em 1989, não tivemos muita sorte, pois a pessoa que lutou pela nossa independência, morreu com 100 dias de governo. Veio o Ivan Borba, depois meu amigo e Prof. Hamilton Pereira, sendo sucedido pela era Berti, (diga-se de passagem votei nele na sua primeira candidatura) nesta gestão a Chesf entregou a direção do Hospital a Prefeitura de Sobradinho, foi a nossa ruína.

Não sou defensor da atual gestão, mas, o faço por uma questão de justiça e não comungar com a política das meias verdades, que levam a efeito aqui em nossa terrinha.
Analisando a matéria jornalística publicada na última sexta-feira Política às 13:30 hs.

A realidade da saúde em Sobradinho, segundo Governo Federal, fui ao síitio do Ministério da Saúde e constatei a realidade abaixo:

Remanso  4,49
Pilão Arcado 2,50
Sento Sé 4,69
Casa Nova 5,42
Vitória da Conquista 5,06
Xique-Xique 4,99
Sobradinho 5,18
Senhor do Bonfim 4,96
Juazeiro 6,24
Campo Alegre de Lourdes 5,15
Campo Formoso 5,02
Curaçá 4,32

Cheguei a uma conclusão que Sobradinho está melhor que outras cidades próximas daqui como: Remanso com 4,49 – Pilão Arcado com 2,50 – Sento Sé com 4,69 – Xique-Xique com 4,99 – Senhor do Bonfim com 4,96 – Campo Alegre de Lourdes com 5,15 – Campo Formoso com 5,02 – Curaçá 4,32. Isso porque as cidades citadas estando com o IDSUS aquém de Sobradinho, tinham a obrigação de estar bem melhor, porque não passaram pelo descalabro administrativo que nós aqui passamos pelos últimos 12 anos anteriores a esta gestão. Piorou ainda mais na gestão de 2005 a 2008, a nossa alta-estima levaram embora, ficamos sem nada, o hospital que eles tanto culpam o atual gestor de ter fechado, deveriam falar a verdade, quem fechou foi a Vigilância Sanitária do Estado da Bahia, por culpa dos prefeitos anteriores, Luiz Berti, o recebeu da Chesf e Gilberto Balbino. O nosocômio funcionava a duras penas, eram: equipamentos enferrujados, sujos, mal conservados, quebrados. Parecia com tudo, menos uma casa de saúde. Um médico conhecido me reservo o direito em não declinar o nome, só recebeu o que lhe era de direito, durante a atual gestão, no governo passado o descaso era tão desmedido, que não lhe pagaram pelos meses trabalhados, e olha que o secretário de Saúde era o vereador Cícero da Madecon, “zeloso”, muitas pessoas hoje, o apelidam de Cicinho Calazar, ou Cicinho Mosquito da Dengue. Só sabe o que foi esse pesadelo para nós caríssimo Geraldo José, quem realmente morou aqui. Aqueles, que no momento mais difícil para Sobradinho, renunciou o seu mandato de vereador, atraído por um cargo de Secretário de Finanças em outra cidade, não sabe contar essa historia com tanta propriedade como nós cidadãos sobradienses que sofremos tanto naqueles anos. Esses, atualmente, vêm posando de grandes defensores do povo de Sobradinho.

Ao tomar posse em 2009, o prefeito Genilson, pegou o município totalmente arrasado, destruído, não tinha sequer um serviço funcionando nas expectativas da população. Juazeiro esta com o IDSUS de 6,24 gestão plena e Casa Nova com 5,42, mas alguém que visita as duas me diga se uma delas passou o que nós passamos em termos de gestão pública? Claro que não. Nenhuma cidade viveu o caos completo que Sobradinho viveu.

Meu pai, com 83 anos, sofre de pressão alta, mas o acompanhamento dele é feito por um profissional do município e o seu medicamento é fornecido pela farmácia básica, minha mãe, com 84 anos, tem problemas de diabetes e colesterol, os seus medicamentos são de igual forma, fornecidos pela farmácia básica da prefeitura. Como não estar satisfeito com a qualidade de um serviço que está se tentando dar certo. Igual ao que era antes não vai ficar.

Aliás, os opositores do governo municipal, que até pouco tempo antes eram também ferrenhos opositores do governo estadual, poderiam também estar criticando o Secretario de Saúde do Estado da Bahia Sr. Jorge Solla, pelo IDSUS 5,06 de sua cidade natal Vitoria da Conquista, com gestão plena, como se explica? Perguntem ao Jorge Solla.

Atenciosamente,

Carlos Henrique de Moura Neto

Funcionário Público Estadual – Cidadão de Sobradinho com muita honra que sonha e defende o seu desenvolvimento.

Imagem de aqruivo do blog

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.