Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

QUANTO CUSTA UM VEREADOR AOS COFRES DO MUNICÍPIO?

publicado em 20 de Maio / 2010 às 07:15 | Política

Quem conhece minhas posições sabe perfeitamente que sou contra a existência da Câmara de Vereadores e contra, também a existência do Senado Federal. As duas casas legislativas são duas entidades consumidoras do erário. As Câmaras que deveriam representar o povo não o fazem com legitimidade; os vereadores, com raras exceções, não passam de simples cabos eleitorais dos senhores deputados que também não atendem os anseios da descrente população.

A função das Câmaras deveria ser exercitada pelas comunidades, como ocorre na civilizada França, sem ferir os cofres públicos. Cada comunidade defenderia seus interesses. Quanto ao Senado, centro de corrupção, faz o mesmo papel da Câmara dos Deputados, diferenciando da outra casa por não possuir representatividade popular. O Senado é representado por castas com interesses econômicos visíveis...

Recentemente, o polemico apresentador da TV Itapoam/ Record, Raimundo Varela, denunciou que cada deputado da Assembléia Legislativa consumia, mensalmente do Estado da Bahia o assombroso valor de R$126.000,00, totalizado o vergonhoso gasto, mensal, de R$7,8 milhões...

Diante do escândalo, coube ao Presidente do Legislativo a tarefa de desmentir o fato, pois segundo o referido presidente, cada deputado “custa apenas” R$101.000,00, ou seja, R$6,2 milhões/mês...

Uma vergonha nacional; um preço enorme pago pelo governo com o suor do povo que paga os escorchantes impostos.

Política no Brasil virou meio de vida, como se fosse uma atividade profissional, digna de respeito publico.

Em Juazeiro a cidade continua esburacada, o Mercado do Produtor, além dos buracos é um verdadeiro lixo. Não ouço criticas por parte dos vereadores. Alias o povo não acredita nos nossos representantes. Se você prestar atenção o povo quando busca solução para seus problemas se dirige, não a Câmara, mas aos programas radiofônicos. Se fechada a Câmara, portanto, não faria a mínima falta...   

Eu quero na oportunidade parabenizar aos novos vereadores dissidentes que passam a formar uma oposição mais respeitável, pois do jeito que estava não podia continuar. A oposição, em qualquer lugar do mundo, é vista como o equilíbrio da democracia. Em Juazeiro, para um universo de 13 vereadores tínhamos, apenas 2 oposicionistas, ou seja 15,4% apenas.Com a nova oposição, teremos 38,5%, ou seja, 5 vereadores. Vejamos se com isso poderá melhorar a situação dessa esburacada Juazeiro.

Espero que, diante do exposto, o presidente da Câmara se sinta na obrigação de externar para o publico quanto custa, na verdade, um vereador para os sofridos cofres do Município de Juazeiro.

Joselino de Oliveira

Comentarista e Escritor, Membro da Academia de Cultura da Bahia

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.