Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

UM NOVO TEMPO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR DA REGIÃO

publicado em 20 de Maio / 2010 às 22:43 | Política

UM NOVO TEMPO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR DA REGIÃO: UNIVASF, IF SERTÃO DE PERNAMBUCO E UNEB juntam as suas competências para capacitar jovens assentados da reforma agrária dos municípios de Juazeiro e Petrolina

Docentes e discentes dos vários cursos da UNIVASF e das instituições IF Sertão de Pernambuco e UNEB, na compreensão de que a ciência compartimentalizada já não dá conta dos desafios da sociedade moderna, decidiram juntar as suas competências e habilidades sociais, políticas, técnicas, humanas e tecnológicas e investirem em capital social e humano dos assentados da reforma agrária dos municípios de Juazeiro e Petrolina, fazendo uma releitura da sua missão social. A ponderação que norteou as ponderações dos educadores e educandos é que não é mais possível ensinar e aprender como antes, pois a noção de competência exige a formação da capacidade de estar em condições de responder ao não prescrito, apresentando soluções positivas para os problemas da coletividade.

Nessa perspectiva, o Núcleo Temático Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável que se constitui na UNIVASF um mecanismo inovador de educação contextualizada por priorizar a interdisciplinaridade e o estabelecimento de práxis pedagógica que vivencia em meio real as teorias discutidas nas várias disciplinas dos diversos cursos, tomou o projeto “Formação de Agentes de Desenvolvimento: a extensão rural como estratégia de educação sustentável no campo para agricultores familiares”, como temática a ser vivenciada, não para, mas com 45 atores de quatro assentamentos da região.

Trata-se de projeto interinstitucional de desenvolvimento rural sustentável, cujo objetivo maior é combater a pobreza e a exclusão social e econômica de mulheres e homens que ao se educarem, se instrumentalizam para buscarem no local onde vivem as condições materiais para a sua libertação e autonomia. É um novo modo de pensar o desenvolvimento, onde a eficiência não é apenas uma vantagem, mas o requisito principal para sobreviver no mundo globalizado, em cujo contexto as instituições de ensino superior da região ganham importância, uma vez que o elevado grau de competitividade amplia a demanda por conhecimentos e informações que os agricultores familiares assentados não dominam e que precisam para gerar trabalho e renda.

Do trabalhador hoje, exige-se que saiba compreender processos, incorporar novas idéias, trabalhar em grupo, tomar decisões, assumir responsabilidades, ser sociável e atuar como cidadão, daí a compreensão de que a sustentabilidade deve ser entendida como o processo pelo qual as sociedades administram as condições materiais de sua reprodução, redefinindo os princípios éticos e sócio – políticos que orientam a distribuição de seus recursos ambientais, o que pressupõe uma abordagem multidisciplinar.

Aqui está embutido o componente Responsabilidade Social das instituições, mas sobretudo, dos seus técnicos, que a cada dia tem de enfrentar os desafios do desencastelamento acadêmico, da incompreensão de que custos com projetos sociais são investimentos e não despesas desnecessárias, de que agir solidariamente é formar jovens cidadãos preocupados com as questões da sociedade. Formar o homem todo, em todas as suas dimensões é o foco da proposta. Praticando a interdisciplinaridade, trocando saberes, ensinando com o sabor de quem está vivenciando a realidade a ser transformada, alunos, professores, gestores, empreendedores e comunidades constroem um outro ideal de sociedade, onde viver,significa mais do que estar nela.Significa usar a palavra para dizer dos seus interesses e motivações; escrever a sua história; sonhar os seus ideais; preocupar-se com o outro;lutar pela justiça. Como afirmava o cartunista Henfil: “ao se plantar uma idéia, espera-se que ela dê frutos.Se não der, valerá pela beleza das flores.Senão tiver flores, valerá pela sombra das folhas. Se não tiver folhas, valerá pela intenção.”

Lúcia Marisy Souza Ribeiro de Oliveira - Profa.Dra. da UNIVASF

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.