Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

"Mesário do Futuro" cadastra adolescentes interessados em atuar nas eleições após completarem 18 anos

publicado em 23 de Maio / 2016 às 16:00 | Charges

O estudante secundarista Douglas Lisboa, 17 anos, foi o primeiro jovem da Bahia a solicitar inscrição para o projeto "Mesário do Futuro". Ele deu início ao cadastro de voluntários, que este ano começa a ser mantido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

A ideia é consolidar um banco de dados formado por eleitores, com idade entre 16 e 17 anos, que tenham interesse em prestar serviço como mesário ao completarem a maioridade – pessoas como Douglas (foto), que desde cedo já mostra interesse pela participação no processo democrático do País. "Sempre gostei de política. Já fui líder de turma na escola e tenho como exemplo meu irmão, que foi mesário na última eleição. Acho que o voto é uma das grandes conquistas do povo brasileiro. Votar é ser cidadão", reflete o estudante.

A vontade de servir como mesário fez com que Douglas procurasse a sede do TRE da Bahia. Foi quando soube que era possível antecipar a sua inscrição, por meio do "Mesário do Futuro", projeto idealizado pelo Cartório da 7ª Zona Eleitoral de Minas Gerais e adotado, este ano, pelo TRE-BA, após adaptação realizada pelo Grupo de Trabalho Mesários do Regional baiano.

O projeto

A Presidente do Grupo de Trabalho Mesários Bahia (GT-Mesários/BA), Verônica Silva, contou que conheceu o projeto da 7ª zona de Minas durante o "I Fórum Nacional de Chefes de Cartório", em 2015. A partir daí, ela e outros membros do GT-Mesários/BA perceberam a potencialidade da ação e propuseram incorporá-la à realidade da Bahia com o nome "Mesário do Futuro". "A gente vem buscando aumentar o número de mesários voluntários e o 'Mesário do Futuro' é um dos projetos que adotamos para alcançar esse objetivo", afirmou.

Além do papel colaborativo dos mesários para a realização das eleições, a servidora lembra que o mais interessante no projeto é despertar o interesse dos jovens pelo processo democrático brasileiro.

Conforme a presidente do GT-Mesários/BA, a participação voluntária vem crescendo no TRE-BA, "graças à junção de forças do GT-Mesários, cartórios eleitorais, Assessoria de Comunicação, Escola Judiciária e às parcerias com instituições de ensino conveniadas, que conferem aos estudantes das universidades participantes horas de atividades complementares a partir do tempo de serviço prestado como mesários", explicou.

Inscrições

Para solicitar inscrição no projeto "Mesário do Futuro", os jovens interessados devem enviar e-mail ao cartório da zona eleitoral ao qual está vinculado (veja os endereços). Mais informações sobre o projeto ou os contatos telefônicos dos cartórios podem ser obtidos por meio de uma consulta ao site do TRE-BA (www.tre-ba.jus.br), clicando-se no banner do "Mesário Voluntário" (na home page) e, em seguida, na opção "Mesário do Futuro".

Verônica explica que, solicitada a inscrição, bastará ao jovem "aguardar o contato do cartório eleitoral para participar do projeto". Um sistema próprio, em fase de desenvolvimento pela Secretaria de Tecnologia e Informação (STI) do TRE-BA, atenderá os interessados futuramente. "Quando o sistema já estiver funcionando a inscrição será feita online, bastando o preenchimento do formulário eletrônico", pontuou a servidora.

Confira qual o e-mail de seu cartório e se inscreva (PDF)

Asscom

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.