Blog do Geraldo José - Imprimir Matéria

CAPS na Praça: Usuários do serviço realizam exposição de talentos no Dia Nacional da Luta Antimanicomial

publicado em 19 de Maio / 2017 às 14:00 | Variadas

Quem passou pela Praça Barão do Rio Branco nesta quinta-feira (18), foi surpreendido por uma exposição de talentos realizada no local. A ação foi realizada pelos usuários dos três Centros de Atenção Psicossocial - Álcool e Drogas (AD), infantil (i) e II (que atende pessoas com transtornos mentais). Na ocasião, houve a apresentação de um coral, leitura de poesias, pintura em telas, exposição de arte em couro, entre outras atividades.

Tiago Gonçalves (12) é autista. Ele começou a fazer tratamento no CAPS i há três anos. Hoje, o rapaz cantou junto com o coral, emocionando muita gente, uma em especial: sua mãe. “Amei tudo, fico muito feliz por ver um evento que é deles. Eu nunca deixei que ele fosse excluído ou se excluísse, sempre fiz de tudo para trazê-lo para o meu mundo”, revela.

De acordo com a diretora de Saúde Mental da Secretaria de Saúde de Juazeiro (Sesau), Siane Cavalcante, a data celebrada hoje é também um dia de reflexão. “A nossa luta é para oferecer um cuidado para o usuário, olhando o indivíduo como parte integrante da comunidade e não como excluído. O CAPS na Praça é uma atividade extra, onde levamos para a comunidade uma pequena exposição das práticas que são realizadas nos serviços”, explica.

“Há cerca de um ano faço acompanhamento e tem sido muito bom. Essa atividade de hoje é boa para a gente se sentir inserido na comunidade”, diz D.L.S.M. que é usuário do CAPS AD. Ele assegurou que o serviço oferecido pelo CAPS AD com proposta de portas abertas, cantou com sua equipe durante o evento e ficou satisfeito com o resultado .

A ação ainda contou com a parceria dos estudantes do curso de Farmácia da Universidade do Vale do São Francisco. Ellivânia Cruz, que está cursando o 6º período, explica que o objetivo é conscientizar a população para o uso racional dos medicamentos psicotrópicos.

“Muitas pessoas têm dificuldades para dormir e acabam tomando remédios por conta própria, o que não é recomendado. Por isto, estamos dando dicas de como fazer para dormir bem”, exemplifica. As pessoas que conversaram com a estudante, ainda receberam informações sobre depressão e armazenamento correto de medicamentos. 

Andréa Meireles / PMJ

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2017. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.