Blog do Geraldo José - Espaço do Leitor
Vale do São Francisco - 20 de Junho de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479

Espaço do Leitor

publicado em 22 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: CRACK PROBLEMA CRESCENTE EM JUAZEIRO

Duas correspondências foram enviadas ao blog tratando de um mesmo problema crescente em toda Juazeiro, como no restante do País: O consumo de crack. Em ambos os emails, os leitores solicitam providências dos organismos de segurança pública. Confiram:

Geraldo,

Meu nome é Poliana Almeida e sou estudante de Psicologia. Estou morando em Juazeiro desde o ano passado e tenho observado que é crescente no município o número de usuários de crack por toda a cidade.

O problema está ganhando grandes dimensões e se não houver uma postura de reação da sociedade civil e das instituições que compõem o Poder Público, muito em breve o problema se tornará insustentável.

O crescimento do número de usuários que fizeram do terminal rodoviário urbano da cidade um local de consumo, por exemplo, é assustador! Moro nas imediações do terminal e confesso que sair e voltar para casa têm sido complicado. Com o passar dos dias os usuários de drogas se amontoam, em condições precárias e nada é feito por eles. Seria de grande importância que instituições públicas e privadas, órgãos de saúde pública e a Academia se unissem para oferecer melhores condições de vida a esses cidadãos, ao invés de marginalizá-los e tratá-los como um problema de segurança pública.

Este post é um convite para que a sociedade se proponha a ver os usuários de drogas com novos olhos e encarar os problemas que verdadeiramente envolvem essa questão.

Poliana Almeida

.x.x.

Amigo Geraldo José,

Conto com você para pedir socorro aos nossos governantes, às Polícias Militar e Civil, também a todas as entidades representantes do Poder Público de Juazeiro sobre a questão do consumo de Crack em nossa cidade. Recentemente, um fato me fez deixar a silenciosa indignação e fazer valer o meu direito de cidadão em cobrar segurança para mim, minha família e para todos os pais, mães e filhos das famílias juazeirenses. Por favor, publique a carta que segue e, se possível, colabore com a resolução de um drama crescente em nossa cidade. Desde já, agradeço.

Um forte abraço,

Claudionor Sena

Carta aos órgãos de Defesa Pública de Juazeiro

Dia 15 de setembro de 2011, mais precisamente às 06:30 da manhã, estava indo para o trabalho quando me deparei com uma cena que eu jamais vou esquecer: Cerca de 20 ou 25 pessoas, amontoadas feito bichos, sujas e esqueléticas brigavam, dormiam, transavam, bebiam e fumavam crack abertamente em uma calçada, na Avenida Oscar Ribeiro.

Um suposto ponto comercial, que na verdade é um ponto de tráfico e consumo de drogas, situado próximo nos fundos uma loja de móveis e eletros que não merece ter seu nome associado ao fato, se instalou ali há tempos e é conhecido por toda a população local. Mas atualmente, o número de freqüentadores e o volume da droga consumida por eles já não cabe no suposto ponto comercial e eles invadiram a rua por completo, as esquinas das ruas vizinhas e até mesmo o terminal rodoviário urbano, ameaçando a população que necessita deixar suas casas cedo para trabalhar ou estudar e que só retorna tarde aos seus lares.

Por muitas vezes já vi pessoas serem assaltadas e furtadas por freqüentadores deste espaço, também já soube de casos em que mulheres sofreram tentativas de estupro ou se viram ameaçadas por verdadeiros zumbis que tomaram conta do centro da cidade.

Eles hoje ocupam a Avenida Oscar Ribeiro, o Terminal, os Arcos da Ponte Presidente Dutra e cada ponto debaixo dela, a Orla quase por completa, incluindo os bares e até mesmo o Vaporzinho e o Casarão do ainda em construção Centro-Gastronômico.

Não entendo porque a população conhece esses fatos, mas os órgãos públicos parecem ignorar o que está acontecendo, digo isso porque não há segurança nessas ruas, nem mesmo no Terminal durante os horários de pico.

Já denunciei a existência desse ponto de tráfico e diversos fatos ocorridos na área, mas nada acontece, pois o socorro tarda demais a chegar ou ele se quer vem. Sei que a cidade é grande e que os problemas são muitos para que a polícia sozinha dê conta de resolvê-los, mas não acredito que remanejar parte daqueles tantos policiais que ficam no perímetro bancário, no comércio, nas praças e órgãos públicos para áreas residenciais que estão completamente desprotegidas e ameaçadas comprometa a segurança desse outros lugares.

Queria saber por que a guarda municipal, que atua de maneira tão eficiente multando o cidadão quando ele comete infrações de trânsito, não faz blitz no centro da cidade para combater o tráfico como quase todo dia tem em outros bairros, como o Dom José Rodrigues e João Paulo II?

Não sei por que, mas estamos deixando essa gente ocupar os espaços de nós que somos cidadãos, estamos nos trancando em casa enquanto eles estão à solta, porque temos de escoltar nossos filhos e esposas para que a violência não os alcance. Onde nós vamos parar? Socorro!

Gostaria que, na dúvida, minhas denúncias fossem averiguadas, e, que na comprovação daquilo que eu digo, as entidades se organizem, que intensifiquem a fiscalização, que realizem operações de combate ao tráfico também no centro da cidade, que aproveitem as informações da população para identificar e prender os criminosos, para fechar esses pontos de tráfico e prostituição. Conclamo que seja feito um mutirão em prol de nos oferecer paz e segurança, pois parece que o caos resolveu se instalar por aqui.

Claudionor Sena

Foto Ilustrativa Google
publicado em 21 de Setembro / 2011 às 07:40

ESPAÇO DO LEITOR: SECRETÁRIO DE SAÚDE NÃO CUMPRE NA ÍNTEGRA LEI APROVADA NA GESTÃO DO PC DO B EM JUAZEIRO

Caro Geraldo, 

Antes de mais uma vez me utilizar de seu espaço para partilhar com seus leitores as muitas razões de meu descontentamento com o Governo do PC do B, peço licença para esclarecer algo.

Quando sou reconhecido durante meu trabalho em toda a cidade de Juazeiro, chego a ser questionado pela população sobre o porquê de só me manifestar no blog para “falar mal” dos atos administrativos da gestão municipal. Isso é verdade. Já contribui com matérias tratando do trabalho da Vigilância Sanitária (VISA). Gostaria muito de poder utilizar o grande alcance desse instrumento de imprensa para divulgar as ações positivas da VISA e orientações de educação sanitária. Na última vez que tentei fazer isso, era uma nota explicando a farmacêuticos, balconistas, médicos e usuários as novas regras para retenção de receitas de antimicrobianos (RDC 44/10). Fui orientado a enviar primeiro o texto à Assessoria de Imprensa da Secretaria de Saúde – aquela mesma que contestou as informações que trouxe à sociedade sobre licitações. Como não quero minha credibilidade jogada ao vento, decidi permanecer calado no que tange a assuntos relacionados diretamente com as ações da Vigilância Sanitária até que essa bruxuleante chama da gestão vigente enfim se apague na alvorada de 2012.

Mas o que vim fazer aqui é mais uma vez lamentar a inércia do Secretário de Saúde no que diz respeito aos direitos dos Fiscais Sanitários. Talvez a mágoa por estes terem sido os primeiros, ainda em 2009, a abrir o olho da sociedade quanto ao erro que foi apostar numa mudança que, por fim, se mostrou fictícia, seja o motivo de tal tratamento.

Na época daquela greve, a reivindicação era a elaboração e envio à Câmara Municipal do projeto de Lei que reparava 8 anos de disparidade de tratamento em termos de gratificação entre as categorias de Fiscais do Município. Não sem muito desgaste, o projeto foi aprovado e virou Lei em julho de 2010 sendo o regulamento decretado em outubro do mesmo ano. Assim, todas as categorias fiscais da Prefeitura Municipal de Juazeiro (Obras, Posturas e Transporte) passaram a receber Gratificação por Tarefas e Metas, menos os Fiscais Sanitários apesar de todos estarem regidos pela mesma Lei.

Às vésperas de completar 1 ano de vigência, a Lei 2131/10 é solenemente ignorada pelo Secretário de Saúde em relação às Metas de Arrecadação. O mesmo já foi cobrado várias vezes pela chefia, fiscais e sindicatos quanto ao DEVER que ele tem com o cumprimento da Lei.

Porém o fato parece não preocupar muito o Paço Municipal pois esse assunto já foi levado ao conhecimento dos Vereadores que, de boca, ameaçaram apurar a improbidade administrativa do ato desobediência. Esse escriba também já solicitou tanto o SINTRAB-SAÚDE quanto recentemente o SINSERP para que acionem a Justiça a esse respeito, ainda aguardando uma resposta. E pensar que esse partido tinha um belíssimo histórico de luta em favor dos trabalhadores.

Há, sim, promessas. Desde fevereiro, quando findou o prazo para o Secretário de Saúde baixar a Portaria com as Metas de Arrecadação, os sindicatos e os fiscais vem sendo enrolados com a falácia de que no próximo contra cheque esse “lapso” será reparado. Eu nunca contei com o ovo na cloaca da galinha. Fiz bem.

Aliás, esse governo segue impune mesmo desrespeitando a Lei, tendo contas rejeitadas com a benção da Câmara de Vereadores, anunciando e colocando placas sobre obras que não existem ainda. Não vejo a hora, daqui a um ano, quando a propaganda política, nos proporcionar meios de abrir os olhos daqueles que ainda insistem em se manter cegos. Se até os componentes do alto escalão estão caindo fora, não vai ser uma tarefa muito difícil. 

GILDIVAN COELHO - FISCAL SANITÁRIO

PS: Esqueci de parabenizar a equipe pelo destaque nesse prêmio concedido à imprensa da região: melhor blog. Não é por acaso que só colaboro com esse.

publicado em 17 de Setembro / 2011 às 15:00

ESPAÇO DO LEITOR: SEMANA DE TRANSITO DE 18 A 25 DE SETEMBRO, VAMOS MUDAR, É SO QUERER

As noticias são fartas e se reproduzem rapidamente pelos meios de comunicação de todo o País, onde o trânsito nosso de cada dia, mostra que: atropelamento, colisões, choque e outros acidentes trágicos afetam famílias que perdem seu ente querido, quando estes não ficam mutilados.

 Muitos destes acidentes são decorrentes da negligência, ocorre quando o condutor deixa de realizar a manutenção do veiculo, imprudência, ocorre quando o condutor tem conhecimento das Leis e regras de Transito (AMBAS SÃO BOAS PARA QUEM ANDA CERTO E RUIM PARA QUEM ANDA ERRADO) e deixa de respeitá-las, e imperícia ocorre quando o condutor não possui conhecimento técnico ou habilidades para realizar manobras necessárias ao ato de dirigir. Segundo o Sistema Nacional de Transito (SNT) alguns condutores se arriscam e colocam em perigo seus semelhantes, sendo a bebida alcoólica a responsável por 75% dos acidentes automobilístico com vitimas  fatais e 30 mil mortes por ano.

A Direção defensiva é o ato de dirigir por nós e pelos outros, de modo a evitar acidentes. Devemos sempre focar valores como respeito, gentileza, cooperação, colaboração, tolerância, solidariedade e amizade, ou seja, buscar um TR

Trânsito mais educado em prol da vida, é o nosso bem  maior. Transito seguro é a gente que faz  e cabe aos  motoristas envolvidos em uma situação  de risco usar as precauções possíveis e razoáveis,  considerando os riscos, conhecer e aplicar as defesas e agir no momento certo para minimizar ou neutralizar um acidente, afinal é melhor ser  paciente no transito para não ser paciente no hospital.

A Semana Nacional do Transito  acontecem todos os anos entre 18 e 25 de  Setembro  e  foca a necessidade  de interação a rede de ensino, envolvendo a comunidade, como agentes multiplicadores de transito como "Educar para transformar, transformar para educar" são caminhos benéficos que nos leva a  "Não correr, não matar e não morrer!"

Transito seguro é a  gente que faz... tenha felicidade e Paz.

Jacobina, 16 de setembro de 2011

ADALBERTO CARVALHO NASCIMENTO - SUBTEN PM
publicado em 16 de Setembro / 2011 às 20:30

ESPAÇO DO LEITOR: A CIDADE CLAMA POR ÁGUA

Estudos mostram que a água doce será a causa principal de conflitos entre as nações. O total de água contida no planeta, não é suficiente para saciar a sede populacional. A equação do problema é fácil de entender: 97% das águas são salgadas, encontram-se nos oceanos e mares, 2,24% é doce, mas infelizmente, não está disponível e a maioria se encontra nas geleiras, áreas de difícil acesso.  Apenas 0,26% da água doce estão disponíveis. São dados preocupantes e as evidências demonstram que a próxima guerra não será pelo tão cobiçado petróleo, mas sim pelo líquido mais precioso que existe e, que é fundamental para a raça humana, como também para a fauna e a flora e todo ser vivo. Se bem que a nossa Amazônia desperta interesse do mundo todo, não só por suas riquezas naturais, mas também pelo próprio Rio Amazonas em si.

Devido a explosão demográfica no mundo inteiro, e as reservas de água doce serem insuficientes, não teremos em abundância para todos. Talvez por morarmos às margens de um belo rio, isso não nos assusta. O fato é que estamos caminhando para uma agravante situação, em relação ao consumo da água. Mesmo assim, estatisticamente, o Brasil é um país privilegiado, porém, a distribuição da água, ainda é muito desigual nas regiões.

Parece que Petrolina, cidade do sertão de Pernambuco, a terra dos impossíveis, conhecida internacionalmente pela sua constante exportação de frutas, e por sua representação política, a disputa pela água já começou. Em toda parte, da periferia ao interior do município, como também os projetos irrigados, o clamor da população diariamente é uma constante. Não existe água nas torneiras, a mesma não sobe para os reservatórios. Consequentemente, não há como tomar um banho e o mais grave ainda é não tê-la para consumir. Entretanto, a tarifa que é paga mensalmente, chega sem atrazo, mesmo sem o cidadão utilizar.

Quem são os verdadeiros culpados? Ninguém de direito assume a responsabilidade. Nesse conflito, estão envolvidos, o gestor municipal, a população e o Estado. Analisemos a situação: A culpa não está na população, a mesma é vítima, paga as contas e não recebe uma só gota em suas residências. O gestor municipal culpa a Compesa, pela má aplicabilidade dos recursos, a justificativa é que se parte da arrecadação fosse aplicado aqui, o povo não passaria por esse vexame, e aponta como solução a municipalização dos serviços da água.

Já o governo do Estado, afirma que está tendo investimento, e a solução do problema é uma questão de tempo. E nesse embate de idéias sem solução, todos sofrem, todos clamam, todos lamentam o descaso e não se resolve nada. O radialista, Edenevaldo Alves, através da audiência do seu programa de rádio, onde o ouvinte tem prioridade, tem se esforçado o máximo em prol da sociedade petrolinense. A maior parte das ligações que ele recebe, é sobre reclamações da Compesa. O mesmo através da sua equipe tem conversado com a gerência da empresa, na tentativa de dar uma resposta favorável as pessoas.

Na verdade, esse comunicador, tem cumprido seu papel social. Já houve audiência pública, a discussão chegou à câmara de vereadores, situação e oposição se divergem na questão dessa municipalização, obviamente, cada um dos lados de forma democrática, tem suas razões e questionamentos, da aceitação ou não dessa proposta, e, fica o impasse sem definição. A radialista Néia Gonçalves, tem falado nesse assunto constantemente, o talentoso Carlos Augusto, tem se solidarizado com o sofrimento do povo, principalmente, àqueles dos bairros periféricos.

O blog de Carlos Britto, um dos mais conceituados da região, tem dado atenção a essa situação, Valdinei Passos da Ponte Fm, tem abordado o tema com muita propriedade, mas parece que o caos está longe de ser resolvido. Contudo, cremos que o governador Eduardo Campos, deve está sensibilizado com essas circunstâncias desagradáveis e encontrará uma saída definitiva para esse problema da água, não só em Petrolina, mas todo o Sertão do São Francisco.

Não adianta apedrejar ninguém, e sim corrigir os erros. A parceria entre o governo do Estado, o Município e se for o caso a União, é muito mais importante, pois, as necessidades vitais das pessoas estão acima das questões políticas. Afinal de contas, a nossa cidade também faz parte de Pernambuco. Está tão próximo do Rio São Francisco, e não ter água para o consumo, é o fim do mundo e no mínimo um absurdo!

Antonio Damião Oliveira da Silva - Professor de Matemática e Guarda Municipal de Petrolina
publicado em 16 de Setembro / 2011 às 12:10

ESPAÇO DO LEITOR: INÍCIO DE ANEL VIÁRIO EM JUAZEIRO ANTES DE 2016? ENGANA-ME QUE EU GOSTO!

Das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, apenas cinco já tiveram suas obras de mobilidade urbana iniciadas: Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ), de acordo com balanço apresentado esta semana pelo governo sobre os preparativos para o evento. Esses atrasos têm deixado o governo em "estado de alerta", disse o ministro do Esporte, Orlando Silva.

"Mobilidade é um assunto de relevância pelos legados que serão deixados. É um assunto que nos deixa em estado de alerta, no qual é muito importante o papel das cidades", acrescentou Orlando Silva durante a divulgação do balanço.

Apesar de ter a maior previsão de orçamento para a área de mobilidade urbana (R$ 2,86 bilhões), São Paulo está entre as cidades que não iniciaram as obras relativas. Segundo o documento, a única obra prevista é a Linha 17 do monotrilho - tipo de trem que usa pneus e trafega em vias elevadas. A obra já está contratada e a licença de instalação deverá ser obtida em outubro de 2011, para que seja iniciada em janeiro de 2012 e concluída em maio de 2014.

Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal e Salvador são as cidades que ainda não iniciaram as obras. Ao todo, serão investidos R$ 12,1 bilhões em 49 projetos de mobilidade urbana nas cidades-sede.

Detentor da segunda maior previsão de financiamento, o Rio de Janeiro já iniciou o projeto do BRT (sigla em inglês para trânsito rápido de ônibus) do Corredor Transcarioca. Iniciada em março último, a obra deve ser concluída em novembro de 2013.

A cidade que apresenta o maior número de projetos é Porto Alegre. Dos dez, apenas um teve os trabalhos iniciados, o da Avenida Severo Dullius. Iniciada em setembro, essa obra tem previsão de estar concluída em outubro de 2013. As demais foram licitadas neste mês e deverão estar terminadas até dezembro de 2013.

Em tempo: Anel viário também é mobilidade urbana.

José Raimundo dos Santos (Negão do Edson)

Fonte: Agência Brasil 

publicado em 16 de Setembro / 2011 às 11:00

ESPAÇO DO LEITOR: AGRADECIMENTOS À SECRETERIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS

Caro Geraldo José,

Antes da nossa fala (escrita) queremos deixar claro que nossa atitude é apartidária e sem paixões políticas, onde estamos nos manifestando, simplesmente, para registrar e agradecer o pronto atendimento da solicitação que fizemos à Secretaria de Serviços Públicos através do Secretário Paulo Bonfim, quando, nós moradores das chácaras localizadas logo após e em paralelo à rua H do bairro Dom José Rodrigues, solicitamos o patrolamento e o cascalhamento da rua que foi desobstruída com a intervenção e a boa vontade de Fabinho do SAAE no entendimento e recuo das cercas para o bem comum a todos na reabertura da rua e a colocação da rede de água.

Quando solicitamos todo material e serviços à referida Secretaria, o Sr. Paulo Bonfim, com sua presteza, nos atendeu no primeiro momento oportuno. Hoje temos rede de água tratada, rua totalmente aberta, cascalhada e pronta para uma futura pavimentação, tal como mostram as fotos.

Reiteramos os nossos agradecimentos à Secretaria de Serviços Públicos na pessoa do Secretário Paulo Bonfim, como também, à equipe do SAAEque, em conjunto, executaram esta melhoria para todos os moradores das chácaras ali existentes, como, também, mais uma alternativa de acesso para os moradores dos caminhos 43 ao 48 do nosso bairro Dom José Rodrigues, ao tempo em que, em virtude da escuridão que ali persiste e por sermos contribuintes da famosa TIP, a quem interessar possa, solicitamos e esperamos pela colocação de postes e iluminação em sua totalidade, pois parte já conta com iluminação, uma vez que a rua, hoje, é uma realidade e precisa de tratamento e atenção tal qual têm as demais. 

Em nome de todos os beneficiados, agradecemos.

Zelito Rodrigues

publicado em 15 de Setembro / 2011 às 15:10

ESPAÇO DO LEITOR: MUTIRÃO NA PRAÇA DA PAZ

Geraldo,

Quero agradecer pela sua ação de cidadania em postar a matéria sobre o vandaliamo que campeou na Praça da Paz e culminou com o incêndio de equipamentos, depredação de bancos, cestas de lixo e morte de plantas e grama. Com esta denúncia, o Poder Público Municipal, através da SESP, que tem como secretário Paulo Bonfim, enviou à praça hoje, prepostos e máquinas onde está realizando um mutirão de limpeza e avaliação para recuperação da praça e equipamentos bem como algumas intervenções no bairro Santo Antonio.

Os nossos agradecimentos ao blog Geraldo José, Rádio Cidade (Josélia) e à SESP.
 
Valterlino Pimentel (Pinguim) 

publicado em 14 de Setembro / 2011 às 15:10

ESPAÇO DO LEITOR: TRÂNSITO E SEGURANÇA, DOIS COELHOS DE UMA SÓ VEZ

 

Os políticos que me perdoem, mas fazer segurança pública é fácil. Basta que se tenha vontade.

A respeito, por exemplo, de um assunto que muitos juazeirenses tem reclamado, a falta de educação no trânsito por parte dos motoristas da cidade, verificamos, pela experiência de mais de 25 anos na área da Administração de Segurança Pública, que o problema poderá se resolvido no mesmo tempo em que se promoveria o fortalecimento da própria sensação de segurança da população. Falamos aqui da fiscalização do trânsito de forma efetiva.

Câmeras eletrônicas serão sempre bem vindas. Mas elas não inibem muito a ação delituosa de maus motoristas e de meliantes. Se não, não assistiríamos tantas cenas nos telejornais do país.

Nos referimos, aqui, a uma fiscalização realizada pelos próprios seres humanos, os bons funcionários que trabalham no sistema de defesa social, ligados diretamente à segurança pública, há muito conhecidos como GUARDAS.

Em tempos não muito longínquos, até mesmo os Oficiais da Polícia Militar eram conhecidos como GUARDAS. E o que eles, digo nós fazíamos? Acertou quem respondeu que guardávamos a sociedade.

GUARDAS DE TRÂNSITO ou, simplesmente, GUARDAS eram, constantemente confundidos, em virtude destas funções serem exercidas pela mesma força pública. Na ocasião, as cidades eram melhor policiadas, pelo fato de em cada “sinaleira” (posto de policiamento de trânsito) haver um preposto da força pública exercendo sua autoridade. Até hoje os doutores na matéria mantém o posicionamento de que o policiamento de trânsito melhora, e muito, a condição do policiamento ostensivo, promovendo uma melhor segurança pública.

Ora, para que tantas informações históricas e técnicas, para tratarmos de dois assuntos tão importantes. Basta dizer que, com a descentralização da responsabilidade da fiscalização de trânsito, os municípios passaram a ser responsáveis por este serviço público. Bem verdade, porém, que os municípios têm autonomia para promover convênios com as polícias estaduais, para fortalece esta fiscalização que promoveria uma tranqüilidade maior entre as pessoas de uma cidade.

Então, para Juazeiro ou qualquer outro município com problemas nestas áreas, segue a sugestão de se promover o fortalecimento de uma só Guarda Municipal que realizasse, não somente a proteção dos espaços e monumentos públicos, mas, também, do trânsito da cidade. Contratações mediante concursos públicos e elaboração de convênios com a Polícia Militar poderão proporcionar uma mudança que, inclusive, promoveria a reeleição de qualquer pretendente aos respectivos cargos políticos.

 Então senhores, vamos pegar dois coelhos de uma só vez? 

Sidney Carvalho de Lima – Maj PM

Comando de Policiamento Regional

Baía de Todos os Santos – Salvador/Ba

Amante de Juazeiro

publicado em 13 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: JUAZEIRENSE SUGERE FISCALIZAÇÃO NO TRÂNSITO DA AVENIDA MESTRE LULA

Prezado Geraldo,

Gostaria de sensibilizar as autoridades competentes, através do seu blog, para que tomem alguma iniciativa a respeito dos motoristas mau educados, que insistem a passar na contramão na Av. Mestre Lula, no bairro Alagadiço em Juazeiro.

Em meia hora que fiquei na rua, aguardando a saída de meu filho da escola, presenciei carros e motos passando na contramão, como “algumas” das fotos acima tiradas, nesta segunda-feira (12) por volta das 16:40 às 17:30 h.

Como os agentes de trânsito já realizaram campanha educativa, recomendaria agora a punição, aplicando multas, para ver ser inibe mais este ato.

Sugiro que eles fiquem ‘camuflados’, pois os agentes de trânsito ficavam no início da rua, desviando os carros/motos e não deu muito certo. Quem sabe escondidos, pesaria no bolso desses indisciplinados, só assim apreenderiam. 

Gilvanna Régia Nunes

publicado em 12 de Setembro / 2011 às 15:40

ESPAÇO DO LEITOR: PRAÇA ALSUS SANGALO

Geraldo,

Alguém poderia me explicar o que é esse armengue que estão construindo em cima da Praça Alsus Sangalo?

É um quiosque para vender lembranças de Ivete Sangalo e do pai?

É uma barraca de venda de ingressos para a vaquejada de novembro?

É a filial do Country Club? Ou um posto de guarda para vigiar a estátua tão abandonada do pai de Ivete?

Será que os que ocuparam esta praça são os mesmos que ocuparam a praça do loteamento Carvalho?

Ou será o barraco da obra de calçamento das ruas do Quidé? Oxe! Bem que pode ser isso mesmo. Vão fazer o depósito de material das obras ali, longe do povo do Quidé, pra não ter problemas... (E vai ter obra?)

Ou será apenas falta de fiscalização, falta de vergonha na cara e falta de respeito com os equipamentos públicos desta cidade, que em quatro anos virou uma favela de ponta a ponta, não sobrando nem mesmo o Country Clube ileso?

Juju Neves

publicado em 12 de Setembro / 2011 às 14:00

ESPAÇO DO LEITOR: Parabéns ao Colégio da Polícia Militar Alfredo Viana pelo 1°lugar no ENEM no município de Juazeiro

Caro Geraldo,

É com muito orgulho que me dirijo a esse noticioso para dizer que o trabalho desenvolvido na Escola Pública Alfredo Viana (Colégio da Polícia Militar) é digno de aplausos. Parabenizo a toda equipe que faz parte daquele estabelecimento de ensino, desde a Direção pedagógica à Direção de disciplina, aos professores e demais funcionários, sem esquecer o corpo discente, os alunos, pois foram eles os responsáveis por colocar o C.P.M em 1° lugar entre as escolas públicas do município de Juazeiro, entre os estabelecimentos de ensino do grupo 2 (critério de participação entre 50% a 74% de alunos que realizaram a prova), no último exame do ENEM.

O Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2010). As escolas foram divididas em quatro categorias de acordo com a porcentagem de participação de seus estudantes no Enem: Grupo 1: de 75% a 100% (4.640 escolas), Grupo 2: de 50% a 74,9% (5.444 escolas),
Grupo 3: de 25% a 49,9% (8.616 escolas) e Grupo 4: de 2% a 24,9% (7.399 escolas)

Na tabela abaixo encontra-se o ranking de classificação das escolas públicas do município de Juazeiro – apenas as participantes do grupo 2, que tiveram de 50% a 74,9% de alunos, a participaram do certame.

Grupo 2:de 50% a 74,9% (5.444 escolas) 

Ranking

Pontuação

Estabelecimento Escolar

Taxa

Nota

1°lugar

1.642

Colégio da Polícia Militar–Alfredo Viana

61,5%

566,95

2°lugar

3.000

Colégio Modelo – L.E.M

74,4%

534,58

3°lugar

3.736

Centro Territ. de Educação Profissional

74,7%

516,74

4°lugar

4.002

Colégio Estadual Rui Barbosa

55,6%

509.08

5°lugar

4.024

Colégio Estadual Lomanto Junior

64%

508,35

6°lugar

4.583

Colégio Estadual Cecílio Matos

55,8

484,22

7°lugar

4.685

Colégio Estadual Misael Aguilar Silva

70,6%

474,89

8°lugar

4.722

Colégio Estadual Pedro Raimundo Moreira

57,8%

468,83

Fonte: INEP 

Caro Geraldo, deveríamos seguir o modelo Chileno de educação (uma marcha pública, este ano, com milhares de pessoas, foi realizada cobrando melhorias no ensino público - que já é um dos melhores da América do Sul), ou seja, ir às ruas e cobrar das autoridades responsáveis uma melhoria radical em nosso ensino público (não ficar a todo tempo marchando, entre outras coisas, por mais liberdade sexual  - já temos até demais, e também por liberalização de drogas – que é um dos grandes males que aflige a sociedade).

Mais uma vez parabéns ao CPM pelo brilhante desempenho e que sirva de exemplo, o modelo por lá implantado, aos demais estabelecimentos públicos de ensino.

Atenciosamente,

Paulo Cesar de Oliveira, Bacharel em Direito e Sargento da Polícia Militar (lotado na CIPE/CAATINGA)

publicado em 10 de Setembro / 2011 às 08:00

ESPAÇO DO LEITOR: MORADORA DIZ QUE SAAE ESTÁ LESANDO POPULAÇÃO DE CARNAÍBA DO SERTÃO

Geraldo,

Já há algum tempo a comunidade de Carnaíba do Sertão vem sofrendo com a péssima qualidade do serviço de abastecimento de água.

Ressalte-se que neste quesito o prefeito nem poderá jogar a culpa no abandono dos “últimos 20 anos”, como ele sempre coloca.

Em maio de 1989, cinco meses após assumir a prefeitura em seu primeiro mandato, o prefeito Joseph Bandeira inaugurava a primeira etapa da obra que levava água do Rio São Francisco às torneiras da comunidade, contemplando Rua do Comércio e adjacências.

Em 8 de setembro do mesmo ano, inaugurou a segunda etapa, contemplando a Rua Vermelha e adjacências. Estava, assim, todo Distrito abastecido de “água doce”, quando até então o que tínhamos era água salobra.

Em 1996, salvo engano, o então prefeito Misael Aguilar inaugurou a estação de tratamento de água de Carnaíba do Sertão e ampliou a rede. Durante a última gestão, 2001/2004, o então prefeito Joseph Bandeira mais uma vez ampliou a rede colocando uma caixa d’água na Rua Vermelha.

Pois bem, a situação em carnaíba chegou a um limite tal, que a comunidade agora passou a ter água por revezamento. Ou seja, dia sim, dia não. 24 horas de água para uma parte do distrito e 24 horas para o outra parte.

O que queremos saber do SAAE é até quando teremos que continuar nesta questão, pois estamos pagando por 30 dias de água e recebendo apenas 15. Estamos sendo lesados.

Qual o planejamento do SAAE para voltar a nos ofertar um serviço digno e de qualidade. Já passou do limite da tolerância e precisamos da resolução urgente para o problema.

Muito obrigada pela oportunidade. 

Maria de Araújo Silva - Proprietária de Casa na Rua do Bispo

publicado em 09 de Setembro / 2011 às 18:40

ESPAÇO DO LEITOR: CONCLUÍDA PISTA DE ACESSO A ITAMOTINGA E VILA NH 01

AGRADECIMENTO AO PREFEITO ISAAC CARVALHO

È com grande orgulho que venho, através desta, externar nossos cumprimentos, parabenizando-o pelo excelente trabalho à frente da Prefeitura.

Nós moradores de Itamotinga, sede e distrito, há tempos reconhecemos a presteza e a seriedade da atual administração. A Administração Municipal hoje é a mais representativa que a nossa cidade já teve, pois ela foi formada pelo clamor do povo e para o povo.

A nossa comunidade e distrito nunca foi tão valorizada como nos dias de hoje, com direitos reconhecidos e uma grande obra realizada que há décadas essa população esperava acontecer, e só agora na atual gestão ela foi concretizada que é a pista de acesso a Itamotinga e Vila NH 01.

Para se acertar tem que se começar com responsabilidade e seriedade no que faz, qualidades estas mostradas pelo senhor Prefeito que reconhece o que se tem feito e que  possa dar seqüência a suas metas conseguindo assim os resultados desejados. Por isso, eu nunca deixei de acreditar na sua gestão, embora ainda há aqueles que acham e pensam ao contrário de mim,eu posso dizer essas palavras e dividir essa alegria com mais 100% de nossa população, pois esse sim acredita no governo Isaac Carvalho e seremos gratos por essa obra.

Acredite

“Faça aquilo em que acredita e acredite naquilo que faz.".

"Vontade de chegar, vontade de vencer, o desejo de usar todo o seu potencial, estas são as chaves para abrir a porta a sua excelência."

"O fracasso jamais é fatal. O que importa é a coragem para seguir adiante''.

Francisco Eulálio F. da Silva (Chiquinho) - Projeto Curaçá Vila NH 01 Itamotinga

Francisco Eulálio F. da Silva (Chiquinho)
publicado em 09 de Setembro / 2011 às 16:10

ESPAÇO DO LEITOR: Clima de insegurança toma conta dos curaçaenses

O clima de insegurança toma conta de Curaçá. Em cada esquina que se passa não se fala em outro assunto, a cada instante se ouve um novo boato de que já aconteceu mais um crime: são assaltos à mão armada no interior e na sede, roubo de carros e motos, roubo de animais, principalmente cabras e bodes, sem contar nas notícias de presos pela polícia no interior do município, acusados de plantio de maconha e porte de armas, além de cocaína.

Na última semana conta-se de presos pela Polícia Civil, três homens que não se tem notícia ao certo qual a razão dos mandados. Antes disso, as notícias veiculadas na imprensa regional de que a Polícia desarticulou uma quadrilha de roubo de carros e de bodes que agia dentro e fora do Município. Nesta semana, mais precisamente na terça-feira, dia 06, houve um roubo a proprietária da única casa lotérica existente na cidade. Segundo contam os populares, a mesma se deslocava de carro com sua irmã em direção ao Banco do Brasil, pela Avenida Dr. Pedro S. Torres, avenida principal, portando todos os valores da movimentação da lotérica, quando foi abordada por dois homens em uma moto que colocaram arma na janela do carro e, obrigando-as a seguirem para uma rua paralela a avenida, tomaram-lhe todo o dinheiro que portava.

Ainda na terça-feira, segundo informações, na estrada que liga a Sede ao distrito de Barro Vermelho, cerca de cinco homens armados tomaram uma moto modelo YBR 125, e seguiram em direção a Sede, ainda na mesma estrada, abandonaram a moto e abordaram um veículo de propriedade de um senhor conhecido como Altino, ainda não recuperado pela Polícia.

Enumeramos também os recentes assaltos a agência dos Correios, o caso de estupro a uma senhora em Barro Vermelho, as saidinhas no Banco do Brasil e posto do Bradesco, assassinatos, inclusive durante a movimentação da Festa dos Vaqueiros, enfim, os moradores passam por um momento de insegurança, dando conta que a violência dos grandes centros já chegou a Curaçá.

Com a palavra as autoridades.

Elias Fonseca Martins

Elias Fonseca Martins
publicado em 09 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: CÂMARA DE VEREADORES DE JUAZEIRO PERDE FINALIDADE

Com a decisão da Justiça que impediu a Câmara de Vereadores de apreciar as prestações de contas do ex-prefeito Misael Aguilar, ano 2006, e de Isaac Carvalho, ano 2009, a Câmara de Vereadores de Juazeiro deveria fechar porque sua função fiscalizatória foi tolhida pela ação da justiça.

Se os Vereadores de Juazeiro tivessem um pouco de responsabilidade com a função mais nobre assegurada pela Constituição Federal e Lei Orgânica do Municipal deveriam entrar em recesso enviando as chaves para Tribunal de Justiça da Bahia ou promover uma renúncia total dos seus mandatos.

Senhores Vereadores vocês perderam suas autoridades porque o papel que irão desempenhar é IRRELEVANTE. Fazer requerimentos, apresentar indicações e moções e soltar conversa fiada da tribuna da Câmara não representa nada em prol da comunidade.

Por outro lado, temos que condenar veementemente a atitude nefasta do ex-prefeito Misael Aguilar que deu início ao aniquilamento das prerrogativas da Câmara de Vereadores de Juazeiro.

O atual Prefeito Isaac Carvalho, que é cria de Misael Aguilar, segue os mesmos passos do seu criador. Os fatos e atos comprovam o que costumo dizer. Misael/Joseph/Isaac são farinha do mesmo saco. É triste mais é uma realidade.

Antonio Carlos Chaves ex-vice-prefeito de Juazeiro

publicado em 08 de Setembro / 2011 às 12:40

ESPAÇO DO LEITOR: A FESTA DE MARIA E AS LIÇÕES PARA A MISSÃO

Pe. Gilvan Régio Nunes* 

Dia 8 de setembro a Igreja celebra a festa da Natividade de Maria. Em Juazeiro, no norte baiano, celebra-se a festa de Nossa Senhora das Grotas. Este ano, a festa está dentro das comemorações do jubileu diocesano, cujo tema é “50 anos de missão a serviço da vida”. A abertura do novenário contou com a presença do Núncio Apostólico e da maioria dos Bispos do Regional Nordeste III da CNBB. Na cidade, dizia-se que cada noite estava mais bonita que a outra... Da festa de Maria, padroeira da diocese jubilanda, aprendamos algumas lições.

Na carta de convocação do jubileu, Dom José Geraldo, bispo diocesano fez uma proposta: “iniciemos em toda a diocese uma grande missão: visitar todos os lares levando a Palavra de Deus, os símbolos do nosso Jubileu e sua mensagem” A visita às casas é, pois, a tônica da missão.

Em se tratando de visita, logo no início, o Evangelho de Lucas registra a visita de Maria à sua prima Isabel (Lc 1, 39-56). Maria disponibiliza-se para servir, para ser solidária. Ela e sua prima receberam a graça da fecundidade. Além do encontro das mães, também ocorreu o encontro dos filhos, João com Jesus, o Precursor com o Salvador.

Nesses encontros é possível reconhecer o agir do Espírito divino.Isabel e João, representantes da antiga Aliança, reconhecem a ação de Deus em Maria e Jesus, representantes da nova Aliança. Da mesma forma que Maria ficou três meses com Isabel, a Arca da antiga Aliança ficara três meses na casa de Obed-Edom (2Sm 6, 11). A misericórdia de Deus na antiga Aliança realiza-se plenamente em Jesus de Nazaré.

Como reação de Maria à saudação de Isabel vem o Magnificat, pelo qual se celebra a esperança na realização da vontade de Deus que liberta e convidam-se os seguidores de Jesus para colocar-se a serviço do projeto de Deus, de modo que também em cada seguidor se realize a sua Palavra.

A visita aos lares é uma das ações evangelizadoras característica de muitos planos diocesanos e paroquiais. É necessário que se veja nisso uma oportunidade de encontro, de serviço e de solidariedade, não uma forma de cooptar os que não estão na igreja.

Ultimamente tem-se a tentação de procurar sucesso, grandes números, por um método mais requintado de atrair multidões que se afastaram da igreja. Isto não é evangelização, este não é o método de Deus, advertia-nos o então Cardeal Joseph Ratzinger, na suaIntervenção durante o Congresso dos catequistas e dos professores de religião, em Roma, no dia 10 de dezembro de 2000.

Refletindo sobre o que não é evangelização, ensina Bento XVI, “não procuramos escuta para nós, não queremos aumentar o poder e a extensão das nossas instituições, mas desejamos servir o bem das pessoas e da humanidade dando espaço Àquele que é a Vida”

A escuta para si e o falar em seu nome é sinal do Anticristo. O sinal do Filho é a sua comunhão com o Pai. Ele nos introduz na comunhão trinitária, leva-nos ao círculo do eterno amor, cujas pessoas são "relações puras". Sendo assim, concluía o Cardeal Ratzinger, “evangelizar não é simplesmente uma forma de falar, mas uma forma de viver:  viver em escuta e fazer-se voz do Pai”.

Em cinqüenta anos de diocese muitas visitas e encontros traduziram-se na missão a serviço da vida: a visita dos líderes da pastoral da criança aos seus cadastrados; o encontro dos agentes da pastoral da terra com os trabalhadores rurais nos rincões da diocese; a visita dos vicentinos aos seus assistidos; o encontro das pessoas da pastoral da mulher com as mulheres em situação de prostituição; a visita dos voluntários da pastoral carcerária aos presos; o encontro dos membros da pastoral familiar com os que vivem em situação especial, excluídos da comunhão eucarística; a visita dos líderes da pastoral da pessoa idosa aos seus beneficiados; o encontro dos agentes da pastoral dos pescadores com os que sobrevivem da pesca...

A festa de Maria nos ensina a valorizar as visitas para o serviço e para a solidariedade, dando espaço Àquele que é a Vida, e a fazer dos encontros um sinal da ação do Espírito divino em nosso meio. 

* Pe. Gilvan Régio Nunes é sacerdote da diocese de Juazeiro e pós-graduando em filosofia e direito.

publicado em 06 de Setembro / 2011 às 23:20

ESPAÇO DO LEITOR: INDIGNAÇÃO - DESCASO COM A UPE

A situação da UPE – Universidade está ficando insustentável. Após manifestação na manhã desta terça-feira quando interditaram parte da Ponte Presidente Dutra, do lado de Petrolina, a estudante Elisa Marques enviou o seguinte texto ao blog:

Confesso que o dia seria melhor se eu pudesse ir à faculdade e tivesse professores me esperando para momentos de prazer com a aquisição de conhecimentos, no entanto, esse é um desejo que não sei quando será satisfeito. Sou aluna do curso de Letras - Português, concluinte da graduação e estou sentindo na pele o que tantos já "profetizaram". Confesso que não é fácil ouvir as pessoas falando mal da sua instituição de ensino... Mas, de quem é a culpa? Nosso reitor é, literalmente, "Callado" e o governador do estado, onde está? Onde está Eduardo Campos enquanto nós estamos aqui sofrendo com o descaso do seu governo?! Sinceramente, o real problema da UPE é um problema do descaso político com a educação. E um governo que é contra a educação é contra o povo!

Incontáveis às vezes em que fomos avisados da presença do nosso "digníssimo" (?) reitor na universidade, mais incontáveis ainda às vezes em que ele simplesmente não veio.

E o pronunciamento do governador? Só aparece para prometer coisas que não cumpre e pedir votos...

Quando ingressei na universidade, tinha muitos sonhos e expectativas... Ouvi falar sobre um tal tripé que estaria presente em nossas vidas a partir daquele dia: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. Pesquisa e extensão sempre foram pura utopia... Agora, para piorar ainda mais as coisas, o ensino também está se tornando... Como vamos ter força e determinação para transformar a educação desse país se o ensino superior é tratado com tamanho descaso?

Conto com sua colaboração para mostrar essa triste realidade para o mundo... As pessoas precisam saber do real valor, ou melhor, "desvalor" que a educação tem para nosso "ilustre" governador!

Elisa Marques

 

publicado em 06 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: MORADOR QUER EXPLICAÇÕES SOBRE A TITULARIDADE DAS CASAS DO JOÃO PAULO II

Prezado Geraldo José,

Os proprietários de casas e comércios aqui do bairro João Paulo II, vivem um dilema desde que o bairro foi fundado.

Até hoje ninguém tem a escritura dos terrenos e sem esse documento os proprietários não podem, por exemplo: vender, financiar um imóvel ou financiar a reforma de sua casa junto a Caixa Econômica Federal e demais instituições financeiras, já que para isso é fundamental ter a escritura para provar a existência do imóvel.

Gostaria de saber dos órgãos competentes (Urbes e Diocese) o que falta para que essas escrituras sejam entregues para os proprietários das casas e comércio aqui do bairro João Paulo II.

Por falta deste documento fica complicado investir em terrenos e casas no bairro.

Murilo Ricardo

Imagem da Internet
publicado em 05 de Setembro / 2011 às 15:10

ESPAÇO DO LEITOR: PT PODE GARANTIR RENOVAÇÃO DOS QUADROS POLÍTICOS DE JUAZEIRO

Juazeiro, norte da Bahia, cidade conhecida politicamente por seus personagens folclóricos, assumiu no último final de semana através do Partido dos Trabalhadores que está disposta a dar continuidade à renovação do seu quadro político.

Reunidos na Câmara de Vereadores para finalizar o Ciclo de Debates que teve iniciou a quatro meses atrás,  filiados e dirigentes do PT, apostaram na continuidade do Governo da Mudança, encabeçado pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

O evento que, para alguns, pretendia efetivar a candidatura (mais uma vez à prefeito de Juazeiro) do suplente de deputado federal Joseph Bandeira, terminou sem maiores surpresas. O PT decidiu que apóia o prefeito Isaac Carvalho.

Mobilizando petistas através de carro de som que percorreu as ruas da cidade, dias antes do evento, Bandeira tentou emplacar seu nome, sem comparecer ao evento e, menos ainda, debater internamente com o partido no âmbito municipal e estadual. Para o seu desagrado, logo pela manhã, filiados e dirigentes sequer discutiram candidatura própria e, logo mais à tarde, 16 dos 32 membros do diretório, decidiram aguardar a Calendário Nacional que deve ser divulgado nesta segunda-feira (05.09).

Prova clara de que, em Juazeiro, norte da Bahia, cidade também reconhecida por grandes artistas, estes que trazem por características peculiares, a criatividade, inovou e apostou, quem sabe, em um novo nome que possa dar continuidade à mudança, sobretudo de lideranças políticas que precisa para ter garantido o seu crescimento e autonomia.

Parabéns, Juazeiro!

Leitor

publicado em 05 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: EU TAMBÉM QUERO SER PREFEITA

O quadro sucessório de 2012 começa a ser desenhado, os artistas se iniciam no grande espetáculo da arte política e ansiosa para tentar fazer parte deste cortejo de abnegados sonhadores gostaria de expressar, com sinceridade, os motivos do meu desejo de ser prefeita.

Eu quero ser prefeita, para atender aos anseios da minha família e quando ganhar esquartejar a administração em partes para agradar meus parentes e amigos fazendo da prefeitura um meio de enriquecimento desses e com o pensamento de só ser capaz de me suceder um desses "competentes" inseparáveis. 

Eu quero ser prefeita, porque, na prefeitura, através das verbas publicas e dos conchavos favoráveis me capacitarei a ser uma excelente gestora, além de me levar à altivez de crer que cada habitante deste município, em vez de valores morais tem seu valor escrito na testa em forma de cifrão. E que os partidos políticos, todos, tem seu preço e eu poderei comprá-los e /ou comercializar cada um com cargos e com benefícios que a prefeitura pode ofertar, não importando se são capacitados para os cargos ou não.

Eu quero ser prefeita, para pegar os recursos que são destinados a efetivação das políticas públicas como: saúde, educação, saneamento, combate a exploração sexual infantil, combate ao trabalho infantil, apoio as pessoas idosas, ao Social entre tantos, e sair distribuindo a meu bel-prazer para quem eu achar que mereça, sem nenhum critério, alimentando a política comum do assistencialismo e deixar o povo viciado na maneira mais fácil de resolver um problema momentâneo, e, com o interesse maior de mantê-los cativos a minha pessoa e comprar as suas fidelidades políticas.

Eu quero ser prefeita para fazer de nossa cidade palco de discussão e com meus adversários campo de discórdia, colocando sempre a culpa do que não deu certo nos meus antecessores, perseguir aqueles que discordam de mim e trazer para meu lado tantos vereadores quantos forem necessários para aprovar tudo até receita de bolo que mandar para o poder legislativo, senão demitirei da prefeitura os amigos e correligionários que eles indicaram.

Eu quero ser prefeita, para construir um projeto político-partidário, sem participação das instituições representativas de nossa sociedade, dos grêmios estudantis, das associações de classes e de moradores e de todos partidos políticos alinhados, para jogar com eles e brincar com o povo dizendo sempre o que o povo quer ouvir, sabendo que na maioria das vezes tudo não passará de uma mentirona deslavada.

Eu quero ser prefeita para tentar calar a imprensa principalmente aqueles mais imparciais, campeões de audiência em seus programas e jornais e que são idôneos, estes eu pressionarei para tirar o microfone deles e colocarei alguém que fale a minha língua.

Eu quero ser prefeita porque eu posso ser patrocinada por "alguém" por empresários para depois satisfazer seus caprichos e vontades, e, ficar em meu gabinete somente direcionando as licitações públicas para satisfazer aos competentes amigos que colocaram recursos na minha campanha política. E cumprir todos os acordos com eles vendendo a coleta de lixo para uma empresa, a iluminação publica para outra, a locação de carros para outra, a merenda escolar para outro e assim todos os amigões empresários estarão contemplados, que beleza.

Esta é a minha intenção na política. Espero o apoio do todos.

Muito obrigada e ate lá.

MARLA CONCEIÇÃO - CASTELO BRANCO

publicado em 01 de Setembro / 2011 às 15:40

ESPAÇO DO LEITOR: Justiça acata pedido de reintegração de servidor municipal de Sobradinho

Nesta quarta-feira,  a justiça determinou à Prefeitura de Sobradinho, a reintegração do servidor público municipal Alexandro Nunes (Sandro Neguinho), aos quadros efetivos daquele município.

 

Após a decisão judicial, o servidor enviou a seguinte nota ao blog:

Caros amigos de Sobradinho, depois de 271 dias afastado do quadro de funcionários da prefeitura municipal de Sobradinho por uma demissão injusta, volto a integrar esse quadro como funcionário por força da justiça. Quero agradecer de público aos amigos: Souza, Alcides, Bogard, Silvinho, Nalva, Didi, Luciana, Jean, Risonilde, Sônia, Zoraide, Zuleide, dona Josefa, Luiz Vicente, Mário Berti, Flávio Maia, minha mãe e vários outros amigos que torceram para que minha vitória fosse alcançada. Já aqueles que comemoram meu afastamento, desejo-lhes muita paz e não esqueçam que na vida existem muitas escadas.

Alexandro Nunes Lima

Alexandro Nunes Lima
publicado em 31 de Agosto / 2011 às 16:10

EMANCIPACIONISTA DE IZACOLÂNDIA ENTRA NO DEBATE SOBRE A MATÉRIA "ACORDA PETROLINA"

Prezado Geraldo José

Como leitor do vosso blog, venho participar do debate da matéria "ACORDA PETROLINA" do nobre Edson Lins, quando menciona perda da EMBRAPA de Petrolina para um novo município, porém esquece que a Embrapa faz parte desse semiárido nordestino e não somente de Petrolina.

Informo ao mesmo que os deputados citados Odacy e Gonzaga, não são os únicos que estão na luta, mas toda a classe política de nossa região já manifestou apoio. Para se ter uma idéia, na câmara federal todas as forças políticas já decidiram devolver a matéria das emancipações para os estados com 100% de assinaturas em requerimento feito pela frente parlamentar liderada pelo deputado federal também pernambucano José Augusto Maia.

01 - Com relação a afirmação conduzida pelo leitor em chamar de atitude eleitoreira do deputado Odacy, sobre o Distrito de Rajada – Não seria verídico uma vez que o movimento conduzido pela população do distrito com apoio do UPEDNMU – União Pernambucana em Defesa da Criação de Novos Municípios- foi abraçado não apenas por Odacy, mas também por vários deputados estaduais, inclusive, os de nossa região.

02- Todos contribuem para uma Petrolina estruturada, inclusive, quem sabe a capital do futuro estado do São Francisco. Por isso o tópico 02, quando o mesmo diz não ver o trabalho de um dos parlamentares sempre bem votado na cidade, o que é uma prova do reconhecimento da população e que descaracteriza a tese do que não precisa se mostrar, pois os nossos deputados federais estão realmente de parabéns GONZAGA PATRIOTA, FERNANDO FILHO e até mesmo OSVALDO COELHO e CLEMENTINO COELHO. Sem os mesmos, Petrolina não seria esse destaque, cada qual com suas características de trabalho que quando se junta transforma-se em oportunidades: um muito eficiente na agricultura (FRUTICULTURA IRRIGADA) – outro na educação (UNIVASF – ESCOLAS TÉCNICAS ETC...) – e assim as conquistas feitas por essa ala que por mais oposição que pareça, ambos acabam trazendo as mesmas coisas e a nossa cidade ou nossa região deveria sim, fortalecer muito mais os representantes na câmara federal.

03 - O que o mesmo chama de irresponsabilidade, chamamos de oportunidades – pois não seria perder a EMBRAPA – onde as funções e cargos permanecerão os mesmos, e nem criar cargos de vereadores, prefeitos e vice – mas sim gerar mais empregos oriundo de uma distribuição justa do dinheiro público – seria aproximar mais as soluções para os problemas da sociedade civil – tornando-o administrativamente mais visíveis e solúveis ao que a população precisa. Ainda faço menção às cidades emancipadas tipo Dormentes, Afrânio, Lagoa Grande, que o mesmo não vê o grande numero de geração de emprego pela qual saem de Petrolina, vários cargos mais especializados, tipo médicos, engenheiros, advogados, professores etc. Estes muitas vezes estão no exercício profissional devido à necessidade fortalecida por conta das emancipações – já imaginou só Petrolina - seriam muitos desempregados pois nossa prefeitura não comportaria o quadro existente somados cada cidade dessas citadas.

Em fim saliento ao nobre leitor, de um recurso da União, esses intactos, pois com o desmembramento a cidade mãe não perde receita – continua com o mesmo coeficiente por ser direito adquirido e de tabela se livra de despesa e ainda gera oportunidades de emprego e renda para as regiões – uma vez que as novas cidades já vão nascer com um percentual independente e vai impedir inclusive que o nosso dinheiro público que sai de nossos impostos, seja difundidos na imprensa do país como dólar na cueca, máfia das samguessugas e vários escândalos em favor de poderosos que se apossam dos nossos recursos – pois eles por lei tem que ser distribuídos de forma justa e necessária.

Júlio César - Presidente da União Pernambucana em Defesa da Criação de Novos Municípios – UPEDNMU

publicado em 30 de Agosto / 2011 às 20:30

ESPAÇO DO LEITOR: A SOLIDÃO DO PRÍNCIPE

 

Todo e qualquer governo deve está perto do seu povo e realizando, não o que lhe é conveniente, mas, o que a sociedade precisa. Aquele que assim não procede está fadado à solidão do poder.

É o que esta acontecendo em Juazeiro, muitos partidos, muitos homens, alguns sérios, se juntaram para promover a alternância do poder na nossa cidade o que era um anseio da maioria da população. Às vezes é preciso experimentar o sal para entender a doçura do açúcar, não que outros governos fossem doce, porém, esse é salgado demais, chega ser amargo.

Sempre que escrevo algum comentário, ou envio algum texto para esse honrado blog, procuro não explicitar o nome de pessoas, até porque uma coisa é o governo ao qual pagamos, outra é o homem na sua integridade pessoal, que somente a ele diz respeito e seria covarde e indigno atacar o homem na sua pessoalidade.

No entanto me sinto levado, pelos fatos, a fazer referência ao nosso prefeito, não para difamá-lo ou denegrir a sua imagem, mas para alertá-lo quanto a um futuro que se apresenta de forma insofismável a ele e todos aqueles que se afastam do bem, muitas vezes em nome de interesse que supostamente não são nem dele nem da população, mas, a ingerência de gananciosos e enganadores carrega esse homem a cometer “enganos” que, mais tarde somente o príncipe pagará por eles.

Se contas foram rejeitadas a responsabilidade não é somente do prefeito, porém somente ele foi e será punido, somente ele devolverá dinheiro, enfim somente ele será condenado e nessa ocasião ele experimentará a solidão do poder e caminhará inexoravelmente para a forca ou cela aonde não mais receberá visitas, salvo de sua família, se ainda tiver.

Enquanto isso os abutres procuram outro pobre príncipe para transformá-lo em mais um animal em decomposição para o banquete.

Prefeito eu não sei se o senhor é muito esperto ou tão ingênuo que não consegue enxergar o óbvio.  Um dia o senhor saberá o porquê da “solidão do príncipe”.

 É lamentável.

Lucien Paulo

publicado em 30 de Agosto / 2011 às 14:40

Gonzaga Patriota responde matéria: Acorda Petrolina

Primeiro que não sou e jamais, como cidadão e como político, fiz qualquer coisa com irresponsabilidade.

Ao defender  a emancipação de um Distrito ou de uma área para se tornar Estado, estou legislando no que está na Constituição Federal Brasileira e nas leis do país e, isso só acontecerá se a população do Município ou do Estado a ceder à área que deseja ser emancipada, será ouvida em eleição plebiscitária.

Se essa rapaz que se diz petrolinense tem essa posição, é só votar contra as emancipações.

Um grande abraço, extensivo ao amigo Geraldo José.

GONZAGA PATRIOTA

publicado em 30 de Agosto / 2011 às 14:00

ESPAÇO DO LEITOR: JUAZEIRO FUTSAL CLUBE BI-CAMPEÃO ESTADUAL FORA DO BAIANO 2011

Geraldo,

Com muita tristeza levo ao conhecimento dos desportistas Juazeirenses da ausência da equipe Sub -20 de Futsal da Nossa cidade no Campeonato Baiano da Categoria.

Não entendemos e nem compreendemos que uma equipe do potencial em que nas últimas participações conquistou o Vice-Campeonato Brasileiro de Seleções da 1ª divisão; o atual Bi- Campeão Baiano de Futsal, 3º Lugar do Campeonato Brasileiro de Clubes realizado e organizado em Juazeiro (JUNHO 2011), é inadmissível que a Prefeitura Municipal de Juazeiro, não cumpra com o seu papel como reza a nossa Lei Orgânica do Município quando no seu Capitulo V Art. 114 – “ O Município fomentará as praticas desportivas formais e não formais, dando prioridade aos alunos da rede de ensino e a promoção desportiva dos clubes locais de caráter amadorista e para todas as modalidades oficiais.”

Como Ex. Presidente da Liga Juazeirense de Futsal, Representante da Federação Bahiana de Futebol de Salão – Região Norte, expresso aqui toda minha indignação da falta de compromisso, com aquilo que deveria ser prioridade quando no discurso, o esporte é a ferramenta imprescindível na socialização de crianças e jovens, mas, não é o que tem acontecido dentro da proposta organizacional da Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da Secretaria Municipal de Educação e Esportes. Com um custo operacional de aproximadamente de R$ 15.000,00, interrompe um trabalho de 06 anos de respeito, potencialidade, supremacia, oportunidades de nossos atletas e acima de tudo interromper o sonho do TRI-CAMPEONATO BAIANO e CAMPEONATO BRASILEIRO.

Atenciosamente, 

Marcelo Passos - Diretor Regional da FBFS

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.