Blog do Geraldo José - O Brasil mata 5 mil mulheres por ano e Estupros aumentam 8,4% em um ano
Vale do São Francisco - 13 de Dezembro de 2018
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 10 de Agosto / 2018 às 08:00

O Brasil mata 5 mil mulheres por ano e Estupros aumentam 8,4% em um ano

A situação da violência no Brasil se agrava a cada ano e atingiu um novo recorde: em 2017, foram registrados 63,8 mil homicídios no país. Um aumento de 2,9% em relação ao ano anterior. Isso representa 175 casos por dia. Para as mulheres, o número é ainda pior. Foram 60 mil ocorrências de estupro — aumento de 8,4%. E 221,2 mil de violência doméstica, o que representa 606 casos por dia.

Os dados foram divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública ontem. As maiores taxas de violência foram registradas no Rio Grande do Norte — 68 para cada 100 mil habitantes —; no Acre,  63,8; e no Ceará, 59,1. As menores foram registradas nos estados de São Paulo (10,7), Santa Catarina (16,5), e Distrito Federal (18,2).

De acordo com o sociólogo da Universidade de Brasília (UnB), especialista em violência social e segurança pública, Antônio Flávio Testa, analisar o índice expressivo de violência no país não é tão simples. “Temos diversas causas para homicídios hoje em dia, desde narcotráfico, acerto de contas, até crimes passionais”, comentou. Mas o Brasil vive um surto na segurança pública, principalmente em regiões do Nordeste, onde o Estado não se faz presente. “No Ceará, por exemplo, o crime organizado tomou conta e a população vive refém das facções”, analisou.

Sobre os casos de violência contra a mulher, Testa afirma que os dados sempre foram alarmantes. Além do estupro e violência doméstica, o estudo registrou 1,1 mil feminicídios. “O Brasil mata 5 mil mulheres por ano. De 1980 a 2014, foram assassinadas 90 mil mulheres. Temos um problema estrutural quando falamos de crimes contra o sexo feminino”, avaliou.

Ao todo, 367 policiais militares foram mortos em serviço, o que representa um assassinato por dia — redução de 4,9% em relação a 2016. No entanto, 5,1 mil pessoas foram mortas em intervenções militares ao longo do ano, aumento de 20%, Nesse caso, foram registrados 14 mortes por dia.

Correio Braziliense
POSTAR
nenhum comentário
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2018. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.