Blog do Geraldo José - Moradores reclamam do não cumprimento da lei do Silêncio em Juazeiro e Petrolina, Prefeitura de Juazeiro responde
Vale do São Francisco - 22 de Fevereiro de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 18:30

Moradores reclamam do não cumprimento da lei do Silêncio em Juazeiro e Petrolina, Prefeitura de Juazeiro responde

Moradores de Juazeiro e Petrolina reclamam da quebra da Lei do Silêncio. As denuncias em Petrolina são dos moradores que residem próximo ao Bododromo, Avenida São Francisco. Eles acusam que o som alto de uma casa de shows atormenta até às 4hs da manhã. Em Juazeiro, a denúncia atinge também o serviço de atendimento "190". Segundo email enviado a este Blog, o cidadão não consegue ligação.

"Quando precisamos do mesmo para ser respeitada a lei do silêncio depois das 22horas simplesmente eles nos ignoram. Sou morador do Bairro Parque Centenário, em Juazeiro/BA, e sábado, dia 09.02.19, eu e outras pessoas ligamos para o referido número, desde as 22:00h e falamos que tínhamos crianças em casa que não estavam conseguindo dormir. Na rua Madrepérola, às vezes até as 06 horas da manhã do outro dia o som é ligado alto", diz o leitor. 

"É um desrespeito, parece que fizeram esta lei em Juazeiro para ser descumprida. Não é a primeira vez que acionamos o 190, falam que vão verificar, mandar uma viatura, e infelizmente é um papo furado. O cumprimento da lei não é urgente nesta cidade", acusa o leitor que pediu para não ser identificado.

A Prefeitura de Juazeiro enviou nota e esclareceu como os cidadãos devem proceder.

Confira: NOTA SEMAURB

A Prefeitura de Juazeiro através da Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano – SEMAURB informa que diante da denúncia do leitor vai intensificar a fiscalização, não só no bairro Parque Centenário, mas em todo município.

A SEMAURB esclarece que em maio de 2015 foi firmado um Termo de Ajuste de Conduta – TAC entre a Prefeitura de Juazeiro, Ministério Público e Polícia Militar da Bahia visando combater a poluição sonora no município e desde então a ação conjunta dessas instituições tem obtido êxito.  

I forma ainda que o número 153 da Guarda Municipal também está disponível para atender as denúncias da população referente à manutenção do sossego público e Lei do Silêncio
 

Redação Blog
POSTAR
9 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 18:39
AUGUSTO

SEM DUVIDA TÁ DIFICIL DORMIR E ASSUSTIR TV COM A FAMILIA NESTA CIDADE NO ALTO DO ALENCAR CAMPO DO CSU PAREDÕES INFERNIZAM A POPULAÇÃO JUAZEIRO VIROU CIDADE SEM LEI.

publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 18:40
AUGUSTO

SEM DUVIDA TÁ DIFICIL DORMIR E ASSISTIR TV COM A FAMILIA NESTA CIDADE NO ALTO DO ALENCAR CAMPO DO CSU PAREDÕES INFERNIZAM A POPULAÇÃO JUAZEIRO VIROU CIDADE SEM LEI.

publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 19:44
Leonardo Alves

Pior é nos bairros que não se respeita hora nenhuma e ainda tem um club tical que é a noite toda, e som estremece até às casas parece que está dentro da casa, em uma cidade sem lei igual a Juazeiro tudo pode, se pagar.

publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 20:47
Lea

No alto da aliança em juazeiro ba tbm tem esse problema

publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 21:13
Eduardo Sampaio

Coisa é aqui na avenida Adolfo Viana. Além de carros de som, bares colocam mesas e cadeiras nas calçadas impedindo o direito das pessoas de irem e virem. Absurdo.

publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 21:59
Ana Sampaio

É um inferno nos Residenciais. Barulho de crianca, barulho de mala de carros, barulho de evangelicos, paredão até altas horas da madrugada. Em quase todo bloco tem um bar. Como pode bar em apartamentos? Tenho certeza que eles não tem licença para isso. No Brisa e no São Francisco adolescentes ficam bebendo nas esquinas fazendo arruaça. Sem falar que muitos usam drogas nas escadas e nenhum morador tem coragem de reclamar com medo de represálias. Socorro órgãos públicos!

publicado em 11 de Fevereiro / 2019 às 22:19
Simara

Sem dúvida nenhuma, o bairro mais barulhento de Juazeiro Ba chama-se Dom José Rodrigues, os donos de bares não tem respeito nenhum pelos moradores, um absurdo.

publicado em 12 de Fevereiro / 2019 às 01:44
Pedro Henrique

Isso é um absurdo! É muito sofrimento para a população de bem. Moro nas margens da BA 210 e próximo ao Matadouro Municipal o som alto não tem limite. Existe encontros de paredões e lá nesse lugar também vivem pessoas idosas. A Polícia ja foi lá porém parece que passam a mão na cabeça. Inclusive acidentes acontecem próximo a base da polícia PRE que pôr vez não sabemos pra quê serve,aliás apenas pra apreender moto 50tinhas,exigindo documentos. Onde o Detran não emite, e aí??? Isso tb seja abuso.

publicado em 12 de Fevereiro / 2019 às 08:10
Patricia Pimenta

Nas imediações da Adolfo Viana os famosos paredões estão tirando o sono de várias famílias, quando vc liga para reclamar, simplesmente nos respondem que tem alvará... E a lei não vigora??? Juazeiro é uma terra sem lei!

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.