Blog do Geraldo José - URGENTE: Nove mortos em escola em São Paulo
Vale do São Francisco - 21 de Maio de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 13 de Março / 2019 às 10:27

URGENTE: Nove mortos em escola em São Paulo

Ainda não há informações sobre o que motivou os disparos

Cinco crianças e um funcionário foram mortos na manhã de hoje na escola estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (Grande São Paulo), após duas pessoas encapuzadas, aparentemente adolescentes, entrarem atirando no local, segundo informações da Polícia Militar. Os dois atiradores cometeram suicídio, após efetuarem vários tiros. Ainda segundo a PM, uma pessoa que havia sido socorrida morreu no hospital. Ainda não se sabe o que motivou o crime.

Polícia Militar informou ainda que há sete pessoas internadas em hospitais da região. Os adolescentes foram levados para o Hospital Santa Maria, que fica a 300 metros da unidade de ensino. Outros feridos foram levados para a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia, também em Suzano. Ainda não há informações sobre seus estados de saúde: "Dois encapuzados entraram na escola Raul Brasil, aparentemente dois adolescentes, eles se mataram. Efetuaram diversos disparos. [Há] cinco crianças em óbito e um funcionário", afirmou Cibele Marsolla, capitão da PM. Segundo Marsolla, a PM havia recebido um chamado nas proximidades da escola relacionado a disparo de arma de fogo. "Estávamos com uma viatura da Força Tática quando os policiais ouviram os gritos na escola. Quando chegaram lá viram as crianças baleadas e os criminosos mortos. Não podemos falar se há relação. As duas ocorrências foram muito próximas em um horário muito parecido", afirmou. Ela contou ainda que os policiais que ao ouvirem os tiros vindo da escola se dirigiram imediatamente a unidade de ensino. Dois helicópteros Águia e três unidades do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram deslocados para o local. Os bombeiros também enviaram seis unidades de resgate.

O governador de São Paulo, João Doria, cancelou a sua agenda prevista para a tarde de hoje e foi para o local acompanhar os trabalhos de resgate e atendimento aos feridos. Ele está acompanhado do secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, e o secretário de Segurança Pública de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos. No Twitter, ele disse ter recebido a "triste notícia de que crianças foram cruelmente assassinadas".

UOL
POSTAR
5 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 13 de Março / 2019 às 11:07
luciano

O MALUCO QUERENDO MAIS EM CIRCULAÇÃO.QUETA

publicado em 13 de Março / 2019 às 11:11
marta maria

MEU DEUS. OS LOUCOS, ESQUIZOFRENICOS... FASCISTAS...... DOIS ADOLESCENTES MENTALMENTE PERTURBADOS. MATAM E COMETEM SUICIDIO....... AQUI AGORA TEREMOS SITUAÇÕES DE TERROR COMO OS AMERICANOS... DO NADA, DE QUALQUER LUGARPODE APARECER UM LOUCO.... NAS ESCOLAS,, IGREJAS, SHOPPING, CINEMA.......

publicado em 13 de Março / 2019 às 11:16
maria do socorro

ESSE GOVERNO COMEÇOU BEM EM DOIS SÓ TRAGÉDIAS E ELE QUERENDO LIBERAR ARMAR,maluco

publicado em 13 de Março / 2019 às 12:41
Carlao

Essas ratazanas de politica como essa Maria do Socorro que se não for emprego político morre de fome,tudo que ver e que ler coloca a política no meio. Vá procurar um emprego minha filha deixa de mi mi mi.ja houve vários atiradores assim e vc nunca se manifestou. Vá procurar tratamento,não e momento de falar em política sua alucinada

publicado em 13 de Março / 2019 às 21:25
Fernando Costa

São 13 anos de um regime que combatia a família, onde se forma o cidadão. O resultado é isso: JOVENS ALIENADOS, sem amor ao próximo, e ignorantes do valor da vida. Os pais deles sabem da verdade.

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.