Blog do Geraldo José - Conselhos deliberativos e fiscal do IPJ pedem apuração de denúncia de Dalmir Pedra. Divulgação de nota acontece sem autorização dos conselhos
Vale do São Francisco - 25 de Junho de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 15 de Abril / 2019 às 13:28

Conselhos deliberativos e fiscal do IPJ pedem apuração de denúncia de Dalmir Pedra. Divulgação de nota acontece sem autorização dos conselhos

Semana passada o ex-Secretário de Saúde Dalmir Pedra que também é policial federal, efetuou nas redes sociais e no Programa Geraldo José (Transrio FM) uma possível fraude no concurso da Polícia Federal envolvendo um ocupante de cargo de confiança da Prefeitura Municipal de Juazeiro. Em vários áudios publicados em grupos de whatsapp Dalmir Pedra explicou que o caso diz respeito a um atestado médico falso que foi apresentado em concurso da Polícia Federal por uma pessoa da administração municipal que alegava ser portadora de deficiência física e que teria favorecido o médico em licitação recente do IPJ – Instituto Previdenciário de Juazeiro.

Ao longo da semana Dalmir Pedra e Voldi Alves travaram diversos embates na emissora cada um apresentando sua versão sobre o ocorrido (Veja aqui). Nesta segunda-feira, dia 15, Dalmir Pedra encaminuou à redação do Blog GJ Notícias nota pública do Conselho Deliberativo e Fiscal do IPJ solicitando rigorosa apuração da denúncia. Confira:

NOTA PÚBLICA

Os presidentes dos Conselhos Deliberativo e Fiscal do IPJ (Instituto de Previdência de Juazeiro) no uso de suas atribuições legais e no que lhes compete, outorgadas pela lei 2.152/2011 no seus Artigo. 66e 69. Vem a público, externar grande preocupaçãoEm face dasgraves denuncias  formuladas na imprensa pelo Sr. Dalmir Pedra, denunciando fraude na licitação de empresa prestadora de perícia médica no IPJ.

Diante das graves acusações, exigimos a imediata apuração dos fatos, visto que tal denuncia gera um ambiente hostil e de insegurança a todos os beneficiários.

Os Conselhos deliberativo e Fiscal esclarecem:

  1. A licitação e posterior contratação desta empresa que presta serviços na área de perícia não foram submetidas à apreciação, análise e nem aprovação destes Conselhos, portanto, violando os trâmites legais da Lei 2.152. no que se refere as atribuições dos conselhos;
  2. Denunciar mais uma vez a situação de desequilíbrio atuarial que permanece no IPJ em decorrência do grande número de contratos temporários que não geram contribuição para o IPJ;
  3. A falta de concurso público,(novos contribuintes), situação que só será resolvida quando for publicado o edital de novas vagas;
  4. Construção do prédio próprio do IPJ.

Juazeiro-Ba 14 de Abril de 2019

Gilmar Nery                                                                     José Suelio

Presidente                                                                        Presidente

Conselho Deliberativo                                                   Conselho Fiscal

OBS: Em contato com o Blog GJ Notícias o presidente do Conselho Deliberativo Gilmar Nery explicou que a nota elaborada pelos conselhos deveria ser apreciada em reunião programada para esta terça-feira, dia 16. "Nós divulgamos em um grupo dos membros dos conselhos no whatsapp e alguém, ferindo a confiança dos conselheiros, repassou a informação para terceiros. Nós vamos nos reunir nesta terça-feira e apreciar toda esta situação, inclusive, a publicação da nota pública ainda sem autorização dos conselhos" explicou.

Da redação
POSTAR
6 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 15 de Abril / 2019 às 14:37
Renan

Esse contrato de R$600mil foi assinado por quem? Como que vcs não sabiam? Outra aberraçao vai ser a construção do prédio na orla.

publicado em 15 de Abril / 2019 às 14:46
Ambrósio

A apuração se faz oportuna e necessária, mas a construção do prédio da sede do IPJ não vemos necessidade, uma vez que o município dispõe de imóveis fechados e construir uma sede é meio estranho, cheira muito mal.

publicado em 15 de Abril / 2019 às 16:08
J. Suélio

Fui extremamente surpreendido com a tal suposta NOTA PÚBLICA enviada pelo ex-vereador Dalmir Pedra, conforme consta na postagem. Sou o atual presidente do Conselho Fiscal do IPJ e só tomei conhecimento da referida NOTA PÚBLICA neste Blog e para ficar bem claro, não elaborei, não assinei e não autorizei qualquer pessoa a emitir tal nota em meu nome. Como presidente do conselho Fiscal do IPJ, estamos acompanhando as denúncias e averiguando os fatos para reunir os conselheiros em reunião extraordinária.

publicado em 15 de Abril / 2019 às 16:10
J. Suélio

Ainda sobre a NOTA PÚBLICA, gostaria que o blog me enviasse uma cópia do original para que eu possa tomar as medidas judiciais cabíveis.

publicado em 15 de Abril / 2019 às 20:52
paulo campos

se o suélio não fez a nota e nem assinou. então tem um grupo de mentirosos distribuindo merda. como chegou nas mãos do ex vereador e quem mandou ele distribuir a nota. ele é do conselho?

publicado em 15 de Abril / 2019 às 21:12
O Brasil tem que passar a limpo

Sem contar com o desvio do ex=Prefeito Isaac Carvalho fez no IPJ o povo não esqueceu,que ele parcelou em 60 mezes.

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.