Blog do Geraldo José - Prefeitura de Juazeiro participa de reunião para a implantação de projeto que deve fortalecer e integrar a Rede PEBA
Vale do São Francisco - 24 de Setembro de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 11 de Setembro / 2019 às 13:13

Prefeitura de Juazeiro participa de reunião para a implantação de projeto que deve fortalecer e integrar a Rede PEBA

O Prefeito Paulo Bomfim participou na manhã desta terça-feira, 10, da 1ª Reunião de Pactuação Macrorregional - Pernambuco e Bahia/PEBA, que contou com a participação da Secretária da Saúde, Dra. Fabíola Ribeiro, do presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde/CONASEMS, Wilames Freire Bezerra, representantes do Governo do Estado e Ministério da Saúde, além de prefeitos, secretários de saúde e representantes dos municípios que compõem a rede PEBA. Na ocasião foi apresentado o projeto de Fortalecimento dos Processos de Governança, Organização e Integração da Rede de Atenção à Saúde/RAS. 

Na fala do prefeito ficou evidente a necessidade de rever o formato da rede e a pactuação, pois são 53 municípios que Juazeiro atende a baixa e média complexidade, sobrecarregando a estrutura de saúde local, além do custeio destes serviços para pacientes de outras cidades. “Nossa gestão tem criado soluções para lidar com as dificuldades do setor, como é o caso do reordenamento da rede Especializada de Saúde do município. São ações que visam melhorar a política de saúde de Juazeiro, fazendo com que toda rede esteja engajada. E vamos continuar nos esforçando para oferecer o melhor serviço”, garante Paulo Bomfim.

Durante o encontro, a secretária da Saúde destacou a importância da reunião, aguardada ansiosamente para o município de Juazeiro.

"Estávamos esperando esse momento de discussão aqui da rede PEBA, de forma ansiosa. Juazeiro vem arcando, financeiramente, com uma rede que tem importância interestadual. Então, para nós, esse encontro serve também como um apelo para que ela seja reconhecida pelo Ministério da Saúde, e que para junto desse reconhecimento venham questões técnicas e recursos financeiros para custeio dessa rede. Saímos daqui hoje motivados, acreditando que a presença do Hospital Oswaldo Cruz e do Proedi-SUS, instrumentos extremamente importantes, sirvam para fortalecer a nossa política de saúde e fazer com que ela tenha a importância em nível nacional, como realmente merece", ressaltou a Secretária da Saúde, Fabíola Ribeiro.

O projeto é uma idealização do CONASEMS em parceria com o Ministério da Saúde e o Hospital Alemão Oswaldo Cruz/HAOC, por meio do PROADI-SUS e tem como finalidade o fortalecimento da Rede de Atenção à Saúde/RAS. "Nós escolhemos uma região de saúde em cada região do país, aqui nós optamos pelo local onde a Rede PEBA atua (53 municípios). Nós vamos ter a oportunidade de organizar localmente o diagnóstico da saúde do município e organizar o diagnóstico regionalmente e isso faz com que a região seja privilegiada porque o produto elaborado aqui", disse o Presidente do CONASEMS, Wilames Freire Bezerra

Para a Subsecretária de Saúde do Estado da Bahia, Tereza Cristina Paim, a rede PEBA, instituída em 2011, está passando por algumas dificuldades e precisa da atenção dos governantes regionais. "Essa intervenção vem exatamente para termos a noção da situação atual e bem detalhada e, ainda, termos acesso do paciente seja ele de Pernambuco ou Bahia. Espero que possamos nos enxergar o quanto antes, porque os dois estados vão estar em conjunto e tendo assessoria técnica e mais o apoio do ministério da Saúde isso é de fundamental importância.", pontuou.

O Ministério da Saúde na Bahia está acompanhando todo esse processo de mudança e trabalha diretamente com os municípios e a população. De acordo com a Superintendente Estadual do Ministério da Saúde da Bahia, Madalena Braga, "Nós temos um setor no ministério que é chamado Apoio Institucional de Articulação Federativa que trabalha diretamente com os municípios e a população. Nós estamos agora iniciando o processo de acompanhamento da rede PEBA aqui, que teve um fortalecimento nos últimos anos.", concluiu.

Ao final da reunião, os prefeitos das cidades que fazem parte da Rede PEBA assinaram um documento que aponta como justificativa para a organização da RAS, além da fragmentação, a dificuldade em qualificar ações no âmbito da gestão do cuidado, tendo em vista o modelo de atenção à saúde vigente.

Priscila Guedes/SESAU
POSTAR
2 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 11 de Setembro / 2019 às 14:53
Valdemar Borges Vieira Júnior

Estamos falando da 32º (trigésima segunda) reunião para tratar deste assunto desde 2009 quando foi pactuado. Foi à mesma reunião que me colocaram para fora no dia 26/08/2019, realizada na secretaria de saúde em Recife, pergunte o que avançou! Ontem na reunião do conselho de saúde de Juazeiro, a secretária que participou desta reunião afirmou que não mudou em nada, verdadeiro “Sexo dos Anjos”, não sabe para onde seguir, precisa-se entender Consórcio Público entre Municípios e RIDE.

publicado em 11 de Setembro / 2019 às 19:26
brasil passando a limpo

O que o povo quer saber onde estão sendo empregado o dinheiro da saúde.o que queremos é prestação de conta do dinheiro.como a câmara de vereador de juazeiro ela é conivente com o descaso da cidade.chega de tanta mentira a sorte de juazeiro é que temos a cidade de Petrolina para poder socorrer juazeiro se não estava igual a cidade Queimada Nova Pi. que fica na divisa com a cidade de casa nova.A saúde de juazeiro ela esta no necrotério para saber a causa morte.Fazem tanta reunião e não resolve nada.

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.