Blog do Geraldo José - Curitiba: Ex-presidente Lula faz primeiro discurso em liberdade
Vale do São Francisco - 14 de Novembro de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 08 de Novembro / 2019 às 18:00

Curitiba: Ex-presidente Lula faz primeiro discurso em liberdade

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a prisão em Curitiba após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira (8). Lula saiu da Superintendência da Polícia Federal (PF) por volta das 17h40. Lula faz seu discurso agradecendo as pessoas que o ajudaram neste percurso, com destaque para os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska T. Martin. Ele citou "os movimentos sociais e o povo mais sofrido que com ele teve a dignidade de fazer as três refeições".

Queridos companheiros e queridas companheiras, vocês não têm dimensão do significado de eu estar aqui junto com vocês. A vida inteira estive conversando com o povo brasileiro e não pensei que no dia de hoje eu poderia estar aqui conversando com homens e mulheres, que, durante 580 dias, gritaram aqui 'bom dia Lula', 'boa tarde Lula'. Não importava se estivesse chovendo, não importava que estivesse 40 graus, não importavam...Vocês eram o alimento da democracia que eu precisava para resistir”, disse o petista falando à vigília que se manteve em torno à sua cela durante todo o período de detenção. Ainda não se sabe quais serão os passos imediatos de Lula — circulava entre apoiadores a informação de que ele falará um discurso em São Bernardo do Campo, seu berço político, no sábado 9.

A determinação foi do juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba. Ele aceitou nesta sexta-feira (8) o pedido da defesa do ex-presidente do República Luiz Inácio Lula da Silva e o autorizou a deixar a prisão.

Condenado em duas instâncias no caso do triplex, Lula ficou 1 ano e 7 meses preso na Superintendência da Polícia Federal (PF) de Curitiba. Agora, ele terá o direito de recorrer em liberdade e só vai voltar a cumprir a pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias após o trânsito em julgado.

Os advogados pediram a soltura do petista depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou a prisão após condenação em segunda instância.

Na quinta-feira (7), por 6 votos a 5, o STF mudou um entendimento de 2016 e decidiu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

“A decisão da Suprema Corte confirma aquilo que nós sempre dissemos, que não havia a possibilidade de execução antecipada da pena”, disse Cristiano Zanin, advogado de Lula, logo após pedir o alvará de soltura.

Foto: Reprodução Globo News
POSTAR
14 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 08 de Novembro / 2019 às 18:28
QUIM

NEM BEM SAIU,VOLTOU A DESGRAÇAR O BRASIL,A BOLSA CAIU,O DOLAR SUBIU !

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 19:06
Juazeiro

Continua Ladrão!!!!

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 19:08
ERRY JUSTO -"RINDO À BEÇA" 1

UM RECADO PARA AS QUERIDAS FEMINISTAS QUE ESTÃO COMEMORANDO O "LULA LIVRE" - Querida FEMINISTA que está comemorando o LULA LIVRE, se seu companheiro te espancar, te jogar da sacada ou passar com o carro por cima de você, não venha nas redes sociais reclamar... a culpa por ele NUNCA se preso, é sua!

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 19:08
ERRY JUSTO -"RINDO À BEÇA" 2

Querido LGBT que está comemorando o LULA LIVRE, que vive pedindo respeito, que até pediu a criminalização da homofovia, se um dia apanhar na rua ou o seu colega for mrto porque é homossexual, não me venha reclamar que o ASSASSINO estiver nas ruas rindo da sua cara! Querido gritador de "MARIELLE VIVE"... Você sabe quando o assassino de Mariele vai ser preso? NUNCA! Então pare de me encher o saco!

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 19:09
ERRY JUSTO -"RINDO À BEÇA" 3

Querido LGBT que está comemorando o LULA LIVRE, que vive pedindo respeito, que até pediu a criminalização da homofovia, se um dia apanhar na rua ou o seu colega for mrto porque é homossexual, não me venha reclamar que o ASSASSINO estiver nas ruas rindo da sua cara! Querido gritador de "MARIELLE VIVE"... Você sabe quando o assassino de Mariele vai ser preso? NUNCA! Então pare de me encher o saco!Por fim: sabe o QUEIROZ do Carlos Bolsonaro? Nunca mais será preso! Continuem a festinha! Tá tão bom... (Texto de Flávia Ferronato - Advogada)

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 19:25
Fernando Costa

É MAIS FÁCIL MUDAR A LEI DO QUE PROVAR A INOCÊNCIA DO “HOMEM MAIS HONESTO DO MUNDO”.

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 19:26
Jorge Silva

Continua LADRÃO do mesmo jeito.

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 20:04
Esperança

Lula, o estadista brasileiro. Volta Lula!

publicado em 08 de Novembro / 2019 às 23:55
Isso é uma vergonha!

Será que agora, que soltaram o chefe, vão parar de gritar Marielle vive ? Ja que o assassino dela, não vai poder ser preso.

publicado em 09 de Novembro / 2019 às 06:58
Henrique Davi

Esse Erry Justo é o mais insginificante e chulo projeto de jornalista que já vi... Continue nesse teu círculo ilusório de pseudojornalismo, tá ótimo.

publicado em 09 de Novembro / 2019 às 07:37
Walnina

Continua ladrão e arrogante,só não conseguiu provar a inocência.LULA ladrão sempre.

publicado em 09 de Novembro / 2019 às 09:01
coxinha,o cara mais chato de juazeiro

Ate morrer continua sendo ladrão.

publicado em 09 de Novembro / 2019 às 09:52
verdade

HENRIQUE DAVI ! GOSTEI KA ,KA,KA ! TÔ RINDO À BEÇA

publicado em 09 de Novembro / 2019 às 12:51
Sincero

Erry Justo, chora não bebê. Todos esses crimes que você fala são práticas dos adoradores de Bolsonaro. Não venha com essa que você não engana ninguém com esse papinho de "jornalista"!

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.