Blog do Geraldo José - Projeto de Lei do deputado Roberto Carlos, que prevê a redução do consumo de sal, tramita na Assembleia Legislativa da Bahia
Vale do São Francisco - 24 de Outubro de 2017
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 29 de Abril / 2016 às 11:27

Projeto de Lei do deputado Roberto Carlos, que prevê a redução do consumo de sal, tramita na Assembleia Legislativa da Bahia

O Projeto de Lei de autoria do deputado Roberto Carlos (PDT), vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, que visa reduzir o consumo de sal de cozinha pelos baianos e, como consequência, a incidência da hipertensão, através da proibição da colocação de saleiros nas mesas de bares, restaurantes e lanchonetes, está em tramitação no legislativo, passando pela Comissão de Constituição e Justiça.

De acordo com o parlamentar, o sal só poderá ser levado à mesa, somente, se o cliente solicitar. “Não podemos proibir o consumo de sal, mas com essa medida, o sal fica fora do alcance dos clientes, que consumirão, muitas vezes, seus alimentos sem acrescentá-lo à refeição. Vale ressaltar, que o restaurante e similares poderão servir, caso o cliente solicite”, disse o deputado Roberto Carlos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o brasileiro consome cerca de 12 g de sal por dia, equivalente a 12 sachês ou uma colher de sopa. “O recomendado seria metade dessa quantidade, ou seja, uma colher de sobremesa”, alertou Roberto Carlos, na justificativa do documento. Ele lembrou ainda que, segundo os médicos, o sal de cozinha é um dos principais vilões da boa saúde e que a hipertensão é uma das doenças causadas pelo consumo excessivo do produto.

Esse excesso, acrescentou, pode acarretar ainda em sérias consequências ao nosso organismo, tais como inchaço, já que o sódio provoca retenção de líquidos, além de provocar o aumento da pressão arterial, podendo levar ao infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (derrame) e problemas renais. “É importante que todos tenham conscientização desse perigo, principalmente os indivíduos portadores de diabetes e doenças do coração, pois a necessidade do controle no consumo do sal nessas situações é de suma importância”, concluiu ele. O projeto prevê ainda que os estabelecimentos que não cumprirem o determinado sofrerão penalidades que vão de advertência à multa.

Ascom Dep. Roberto Carlos
POSTAR
5 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 29 de Abril / 2016 às 11:42
JR

Porque não faz um projeto para melhorar o atendimento no Hospital Regional, Senhor Deputado dos grandes projetos.

publicado em 29 de Abril / 2016 às 12:22
Maria do Socorro

O deputado saleiro volta atacar. Kkkkk

publicado em 29 de Abril / 2016 às 12:32
Jorge Costa - Fora PDT

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, aprovou com ressalvas as contas do Diretório Nacional do PT referentes ao ano de 2010. No entanto, ele determinou que o partido devolva R$ 7 milhões aos cofres públicos por conta das irregularidades detectadas. Na última terça-feira (26), o TSE também aprovou com ressalvas as contas do PSDB de 2010 e ordenou a devolução de R$ 1,1 milhão por problemas na apresentação de notas fiscais. Entre os problemas apontados pela Corte no uso dos recursos recebidos através do Fundo Partidário está o pagamento de uma dívida de R$ 1,3 milhão com o extinto Banco Rural. No julgamento do Mensalão, em 2012, ficou provado para a Justiça que o empréstimo era fictício. Na terça, o TSE analisou as contas de 11 partidos. Foram aprovadas com ressalvas as contas referentes a 2010 do PCdoB, PSB, PSDC, PV, PR, PSDB, PTN e PMDB. O PRTB, PMN e PDT tiveram as contas desaprovadas.

publicado em 29 de Abril / 2016 às 13:25
Carlos

A intencao é até boa, mas pelo amor de Deus, que projetinho hein?! Desse jeito realmente é o Dep q mais apreeenta projetos na câmara.

publicado em 29 de Abril / 2016 às 13:38
analista

vai procurar o q fazer roberto! proibir sal de cozinha nas mesas? fala sério! já q é pra ajudar, pq nao proíbe a venda do sal logo? voltaremos a idade das cavernas, sal nunca mais!

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2017. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.