Blog do Geraldo José - Direto das redes sociais: Comunitário questiona prefeito de Curaçá sobre formato da festa de Patamuté
Vale do São Francisco - 30 de Maio de 2017
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 19 de Maio / 2017 às 12:27

Direto das redes sociais: Comunitário questiona prefeito de Curaçá sobre formato da festa de Patamuté

Anselmo Vital, curaçaense, cobrou esta semana nas suas redes sociais, uma mudança no que considerou como uma decisão que “destrói uma tradição, uma história”, o formato anunciado pelo prefeito Pedro Oliveira, de Curaçá, em relação a realização dos festejos dos vaqueiros de Patamuté.

Anselmo questionou a quantidade de forrozeiros contratados para um único dia e a ausência de programação para o dia 12 de junho, dia em que é comemorado o Padroeiro da comunidade. Confira:

“Bom dia, Prefeito Pedro Oliveira.
Não tive a oportunidade de conversar com V. Excia, como também, não conversei com a equipe da Prefeitura que organiza a festa dos Vaqueiros de Patamuté. Vamos aos fatos, o foco do questionamento não são os valores das bandas e sim a realização das duas festas em uma única data. Concordo com a redução das despesas, também sou a favor de que a festa dos vaqueiros tem que ser com forrozeiros originais, natos, valorizando nossa cultura maior, afinal a festa é dos Vaqueiros. Por que três forrozeiros em uma única noite? Esqueceram nossas tradições de festejos do Padroeiro Santo Antônio e que a principal festa sempre foi dia 12 de junho, este ano sem nenhuma programação? Há anos sempre tivemos festas nesta data, quadrilhas, encontros das comunidades, noite das famílias, encontro dos filhos do distrito que moram distantes, trezena de Santo Antônio (1º a 13), missa, batizados, procissão. Afinal a festa mesmo é dos Vaqueiros ou do Padroeiro Santo Antônio, por que não reprogramar um dos três sanfoneiros para o dia 12 de junho? A festa dos Vaqueiros é cultural, raízes, identidade e de valor imaterial. É preciso entender que a grande maioria da comunidade não aceita esta decisão, foram próximo de 20 pessoas que decidiram essas mudanças, não se quebra, não se destrói uma tradição uma história dessa forma. Desculpe, eu como pessoa que organizei essa festa a dos Vaqueiros por longos e consecutivos anos não concordo, respeito à decisão, estou aberto, espero que na próxima festa sua equipe organize melhor. Deixo bem claro não estou questionando bandas ou valores e sim a manutenção da nossa tradição cultural e histórica.
Em dimensões proporcionais você já imaginou qual seria a reação em tentar fazer a Festa dos Vaqueiros de Curaçá junto com a Festa de São Benedito? Não é crítica é sugestão.

Anselmo Vital.”

Com a palavra o prefeito Pedro Oliveira.

Foto: facebook
POSTAR
1 comentário
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 20 de Maio / 2017 às 16:30
Anderson Brandão

Concordo com Anselmo Vital, ele está querendo manter uma tradição do seu município, como nascido e criado em patamute ele está certo de cobrar os seus direitos como cidadão.

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2017. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.