Blog do Geraldo José - Taxistas de Juazeiro e Petrolina cobram maior fiscalização do Uber; Prefeitura de Petrolina diz que vai regularizar a prestação de serviços
Vale do São Francisco - 20 de Junho de 2018
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 13 de Março / 2018 às 10:30

Taxistas de Juazeiro e Petrolina cobram maior fiscalização do Uber; Prefeitura de Petrolina diz que vai regularizar a prestação de serviços

Os taxistas de Juazeiro e Petrolina protestaram na manhã desta terça-feira (13). Unidos Os motoristas realizaram a manifestação na frente da Prefeitura de Petrolina e na Câmara de Vereadores. A reivindicação é para que as autoridades de Juazeiro e Petrolina fiscalizem a atuação do Uber, motoristas particulares contratados via aplicativos de celular. Os taxistas se sentem desrespeitados em seus direitos.

Segundos a categoria dos taxistas os carros do Uber estão atuando "sem nenhuma fiscalização e a forma prejudica os que trabalham pagando impostos e são fiscalizados para trabalhar e manter a segurança no trânsito".  A manifestação causou engarrafamentos na cidade.  

Segundo a diretoria das Associações dos Taxistas,  o Uber "não são regularizados como táxis e sim atendimentos via aplicativos e eles estão fazendo o que bem querem para ter clientes". Desde que iniciou os trabalhos em Juazeiro e Petrolina o Uber tem provocado polêmica nas duas cidades. 

De acordo com as regras o motorista parceiro-Uber  pode escolher o horário em que deseja se conectar à plataforma - mas ficar online no aplicativo sem estar disponível para iniciar a viagem e se locomover para buscar o usuário não é uma conduta aceitável.

Em nota enviada a este Blog a  Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) informa que o Uber ainda não foi regulamentado em Juazeiro e por isso o serviço ainda não é legalizado no município. Portanto, a manifestação ocorrida na manhã desta terça-feira (13), embora tenha a participação da Associação dos Taxistas de Juazeiro (ASTAXI), é direcionada à cidade de Petrolina, que já regularizou o serviço no município.

A CSTT está aguardando que a Lei que regulamenta o serviço do Uber e demais aplicativos seja sancionada pelo Presidente para só depois ser implementada em Juazeiro.

Já a AMMPLA - Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina esclareceu que desde que logo após o Governo Federal deliberar que a regulamentação do Uber é de Competência Municipal, a AMMPLA encaminhou projeto de imediato, para a Procuradoria do Municipio que já analisou e está aguardando o prefeito Miguel Coelho retornar de Brasilia para assinar e encaminhar o Projeto para a Câmera de Vereadores para a devida aprovação, fato que deverá ocorrer nos próximos dias. A AMMPLA informa ainda que só poderá fiscalizar as atividades do UBER em Petrolina após a aprovação do referido projeto. Porém, o orgão informa que vai intensificar a fiscalização em relação ao transporte público.

Redação blog Foto: Ney Vital
POSTAR
9 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 13 de Março / 2018 às 12:42
Paulo

O Uber é uma realidade mundial. O que precisa é o serviço de taxi melhorar, evoluir. Todos precisam de preços meçlhores e serviços melhores e o Uber atende a isso.

publicado em 13 de Março / 2018 às 14:59
EDNALDO ALVES

Chovendo no molhado. O Uber é uma realidade mundial e o que taxista tem que fazer é se adaptar à nova realidade, cobrar menos, oferecer melhor serviço e revindicar taxas mais baixas da prefeitura. Gritar contra o UBER é gritar contra o próprio cliente, que deseja bons serviços e preço. Os mototaxistas vão no mesmo caminho, um dia desses era serviço barato, hoje cobram como táxi e reclamam peda de clientes. cada burro com sua carga...ainda não entenderam

publicado em 13 de Março / 2018 às 15:11
Mario

Tá doendo no bolso dos taxistas né? duro é pagar do lomanto pra o aeroporto R$ 75,00 enquanto de uber pago no máximo R$ 30,00, basta a roubalheira dos politicos!

publicado em 13 de Março / 2018 às 15:30
QUIM

A CONCORRÊNCIA É LIVRE E SAUDÁVEL !

publicado em 13 de Março / 2018 às 16:40
Cidadão

Uber é um exemplo de serviço e organização. Preco custo benefício. Taxistas são vampiros. Brutos, ignorantes, mal educados, fedorentos. Uber pega a gente em qualquer lugar. Táxi a gente tem que ir atrás. Uber plataforma de trabalho atualizada. Táxi, ultrapassada. Se o político tirar o Uber vai se queimar.

publicado em 13 de Março / 2018 às 16:54
Vou de táxi

Sinceramente o serviço uber além de prático, eu chamar pelo aplicativo o preços das corridas é infinitamente menor. Carros limpos. Os taxistas precisam melhorar muito. Alguns são CHEIO DE MARRA. VOU DE UBER

publicado em 13 de Março / 2018 às 18:28
Joao nascimento

Não foi petrolina quem inventou a roda. o UBER é uma tendência mundial! Portanto taxistas melhorem seus serviços !

publicado em 13 de Março / 2018 às 18:40
Eliana

Gostaria de deixar meu comentário em relação ao trabalho da Uber em Petrolina. A realidade é que os taxistas estão revoltados em relação ao preço entre táxi e Uber. Se a Uber tem um preço diferenciado isso significa que não estão tendo prejuízo, e na crise que estamos enfrentando nada mais justo de poder optar por um serviço que cabe no nosso bolso. A diferença de preço é grande, porque ao invés de querer derrubar quem também precisa trabalhar não colocam um preço justo. A Uber tem um ótimo atendimento, respeito aos clientes e pontualidade.

publicado em 14 de Março / 2018 às 03:53
João Paulo

Os taxistas afirmam que os preços mais elevados é devido aos impostos que os mesmos pagam... Quanto é o desconto no preço de um carro novo para taxistas? Melhorem os serviços, atendam melhor, reduzam os lucros. Vou de Uber.

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2018. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.