Blog do Geraldo José - Sonora Brasil faz circuito em 10 cidades pernambucanas
22 de Novembro de 2017
publicado em 11 de Julho / 2016 às 12:00

Sonora Brasil faz circuito em 10 cidades pernambucanas

Os músicos Adelmo Arcoverde (PE), Raullino Silva (RN/PE) e Cássio Nobre (MA/BA), foram reunidos pelo Sesc para divulgarem o tema Viola no Nordeste, através do projeto de formação de ouvintes musicais Sonora Brasil. A abertura aconteceu quinta-feira (7), no Teatro Samuel Campelo, que fica no bairro de Piedade, em Jaboatão. As apresentações são gratuitas. No concerto, a viola no Nordeste é encontrada em sua forma mais tradicional e em suas variações típicas, como as usadas pelos repentistas, que possui um sistema acústico que melhora a projeção do som, e a machete, característica da região do Recôncavo Baiano. Recebem o circuito as cidades Belo Jardim (11), Garanhuns (13), Arcoverde (14), Buíque (15), Triunfo (16), Araripina (18) e Petrolina, no Teatro do SESC (19).

Sobre os músicos:

Adelmo Arcoverde – É um dos mais importantes representantes da viola nordestina. Traz um estilo virtuosístico e versátil. Da cidade de Serra Talhada, o pernambucano é compositor, instrumentista, arranjador e violeiro. Já ganhou de diversos prêmios.

Raullino Silva – Ele é potiguar, mas está radicado em Pernambuco. Repentista profissional desde os 19 anos de idade, acumula participações em centenas de competições. Em 2005, foi vencedor do 1º Festival Internacional de Trovadores e Repentistas, em Quixadá, ao lado do poeta João Paraibano.

Cássio Nobre - Maranhense, radicado em Salvador (BA), ele é compositor, violeiro e pesquisador do samba de roda do Recôncavo Baiano e em especial da viola machete. Suas pesquisas revelam as transformações da prática musical tradicional da na atualidade.

Sonora Brasil – É um projeto que tem como objetivo difundir expressões musicais identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil. Em sua 19ª edição, apresenta os temas Sonoros ofícios — cantos de trabalho e Violas brasileiras, que serão desenvolvidos no biênio 2015-2016, com a participação de quatro grupos em cada tema. O segundo tema traça um panorama da viola de cinco ordens e de variantes do instrumento que apresentam características peculiares e regionalizadas, relacionadas a práticas musicais restritas a ambientes geográficos pouco abrangentes.

Dupla Comunicação
POSTAR
nenhum comentário
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2017. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.