Blog do Geraldo José - Palestra sobre o universo e mostra de objetos científicos abrem a exposição ‘Luz – do fogo ao átomo’, em Petrolina (PE)
24 de Setembro de 2017
publicado em 17 de Agosto / 2016 às 19:30

Palestra sobre o universo e mostra de objetos científicos abrem a exposição ‘Luz – do fogo ao átomo’, em Petrolina (PE)

“Grande parte de tudo que somos e conhecemos está relacionado à luz, às partículas e ao átomo. Estar aqui é uma oportunidade para ter respostas a algumas curiosidades da minha vida”. A frase é de João Carlos Sales, estudante de 17 anos do Colégio da Polícia Militar (CPM) de Juazeiro, norte da Bahia, e um dos visitantes na abertura oficial da exposição ‘Luz – do fogo ao átomo’. O evento, promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), aconteceu na tarde desta terça-feira (16), na Univasf, em Petrolina (PE). Dele, participaram professores, alunos de Ensino Médio e Fundamental e pessoas interessadas pelas ciências.

Antes do público visitar a mostra, foi realizada uma cerimônia de abertura no auditório da universidade, no qual o vice-reitor da Univasf, Hélio Nobre, a coordenadora de Ciência do Sesc, Elisângela Magalhães, e o professor de Física e Astronomia, Militão Figueredo, falaram sobre as expectativas para o evento, a importância do conhecimento científico e as curiosidades que existem no universo – a partir da luz.  

Nobre enfatizou que se o Brasil deseja ser uma nação desenvolvida, deve investir nas ciências e tecnologias e abriu as portas para mais parcerias com o Sesc. “Esperamos que venham outras”, disse.   As propostas de ações em conjunto também foram bem recebidas por Elisângela Magalhães, que lembrou ainda que a exposição visa democratizar o conhecimento e desenvolver a curiosidade nas pessoas. “Principalmente nos locais de mais difícil acesso”, acrescenta a coordenadora.

Apresentando a história de bilhões de anos do universo, através de um calendário cósmico em pouco mais que 20 minutos, o professor Militão Figueredo atraiu a atenção do público quando apresentou a Terra, o Sol e a Via-Láctea na perspectiva do tempo, luz e espaço. Sua palestra foi uma introdução para a mostra que traz objetivos científicos, como o zootropo, o hológrafo e o banco óptico. Ele ainda apresentou alguns cientistas que, ao longo dos séculos, contribuíram para o avanço da Ciência. “No início do século 20, não se sabia que as galáxias existiam, hoje, procuramos por exoplanetas [planetas que pertencem a outros sistemas solares e com possibilidade de vida inteligente]”, afirma.

Impressão

Assim como João Carlos Sales, a estudante Ana Kamila Santos, também esteve na Luz – do fogo ao átomo. A jovem, que é pré-vestibulanda, foi ao evento com dois objetivos: obter mais conhecimentos para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e ver como funcionam os objetos expostos. “Todos eram muito curiosos, mas o que me chamou bastante a atenção foi a anamorfose”, indica Kamila. O aparelho, de ilusão ótica, deforma a imagem que, visto sob certo ângulo, assume o aspecto verdadeiro.

A mostra segue até dia 16 de setembro e terá seminários, palestras e oficinas práticas para os visitantes e alunos de escolas públicas e privadas, das 8h às 17h. A iniciativa faz parte do projeto itinerante Sesc Ciência, que percorre vários estados do país.

De acordo com Sesc Petrolina, a exposição vai atender  duas escolas  com quatro turmas por dia até o encerramento, quando a mostra segue para Aracaju, em Sergipe. Nesse caso, as unidades de ensino podem agendar a visita através dos telefones (87) 3866-7463 / 3866- 7460. Para as pessoas que forem em menor número, não é necessário agendamento.

Clas Comunicação
POSTAR
nenhum comentário
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2017. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.