Blog do Geraldo José - Uneb revela que aluna agredida recebeu murro no rosto e alvo seriam as pessoas negras do grupo
23 de Fevereiro de 2018
publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 14:00

Uneb revela que aluna agredida recebeu murro no rosto e alvo seriam as pessoas negras do grupo

A Direção do Departamento do Departamento de Ciências Sociais e Tecnologia da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro, publicou uma nova nota e clamou o público a denunciar a abordagem violenta sofrida por uma aluna do curso de Direito da Universidade realizada pela Polícia Militar, no circuito do Carnaval, durante a madrugada do último domingo (28).

Segundo depoimento da aluna, ela recebeu um murro no rosto e no estômago, usaram força brutal e ela desmaiou na avenida. Tudo isso porque questionou a forma violenta da abordagem sofrida por um grupo de amigos. Ainda enfatizou que os alvos foram as pessoas negras do grupo. Uma mulher jovem, estudante brutalmente agredida pelas forças do Estado.

O nome da aluna não foi divulgado pela universidade.

A nota segue apontando que 'em 05 de maio de 2017 a UNEB sediou uma audiência pública, promovida pela Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa da Bahia e pelo Conselho de Promoção da Igualdade Racial de Juazeiro (Compir) sobre abordagem policial, a qual ouviu vários depoimentos referentes a abordagens violentas. O resultado foi a elaboração de um documento encaminhado a todas as forças policiais, judiciais e universidades do município solicitando revisão desses procedimentos e colocando a UNEB a disposição para formações e debates. Sugeria ainda um pacto de conduta de todos os entes supracitados. Infelizmente nenhuma resposta foi enviada aos promotores do evento".

A Uneb solicitou do comando da corporação Polícia Militar e das demais autoridades competentes a imediata apuração e responsabilização do(s) envolvido(s) e a resposta ao documento referente a Audiência Pública realizada nesta Universidade. Acreditamos que essa questão deva ter um encaminhamento compartilhado e a punição dos agressores.”

Hoje pela manhã, durante entrevista coletiva, o Comando do CPRN – Comando de Policiamento Regional Norte renovou a promessa de averiguar e punir os diversos casos de agressão policial no Carnaval de Juazeiro este ano.

Após a reunião de avaliação do Carnaval a Professora Márcia Guena Diretora do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual da Bahia em Juazeiro e Luana Rodrigues secretária do COMPIR - Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial endossaram o pedido de providências sobre a agressão sofrida por uma aluna da UNEB e pela transexual entre outros casos denunciados pela Sociedade.

Elas solicitaram respostas também a respeito da audiência pública realizada pelo COMPIR e a Comissão de Diretos Humanos da Assembléia Legislativa da Bahia em maio de 2017, denunciando as abordagens violentas de policiais da RONDESP, denúncias recebidas pelo COMPIR. Uma delas foi o caso de espancamento da Professora Neide e toda a sua família em plena Avenida no Carnaval de 2017.

Redação blog Foto Geraldo José
POSTAR
27 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 14:04
Atencioso

Estava demorando para começarem com esse mimimi de racismo.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 14:21
Verdade

Só o que faltava agora, deixa de querer fantasiar as coisas, o que mais tinha la era gente da pele morens , ou melhor "negros", essa UNEB quer pegar vôo na desgraça dos outros oxe que coisa feia.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 14:35
Apague a luiz o ultimo que sair.

Geraldo vc vai ficar descendo a pau nos policias, o que tem haver essa questão de negro, tão querendo inventar história para agravar a situação.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 14:38
THANUS

Vamos deixar mimimi, TODO ANO ISSO. A garota pode até ter sido agredida, mas toda vez esse povinho da uneb vem com a mesma ladainha: "Ah agressão só pq era negro." " só bateu em negros." "só fez isso pq é negro." ahhhhh... #cheiosdedireito #mimados

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 14:51
Apague a luiz o ultimo que sair.

Esse blog ´´e...partidário, tem umas 10 postagem sobre os policiais, só para acabar a imagem da policia...! Nota da redação: Lamentamos que pense assim, as notícias veiculadas são notas assinadas por instituições e denuncias de conhecimento público. Boa parte das notícias veiculadas são oriundas da própria corporação, elogiando o esforço dos bons e propondo punições para os que erraram, reconhecendo assim que excessos existiram . Onde está a parcialidade do Blog? De toda forma obrigado pela audiência.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 15:32
Eduardo

Infelizmente as pessoas negras são as mais visadas nas abordagens polícias. Já vi negro apanhando do nada e depois a polícia liberando. Isso tem que acabar. Se um fato desse acontecesse comigo eu ia no ministério público, corregedoria da polícia, na promotoria , onde fosse, mas esse polícia perderia a farda. Não podemos aceitar esse tipo de conduta na corporação militar.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 15:47
Eduardo

Infelizmente negro e pobre aínda são os mais vitimizadas no Brasil. Nas abordagens polícias são os que mais sofrem!

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 16:36
Pensador

Ainda da tempo de apagar essa postagem ridicula, Geraldo. O que tem uma coisa relacionada a outra? O Policial errou sim e deve ser afastado, e até preso por ter agredido a mulher sem motivo aparente. Mas dizer que ele agrediu ela por ser negra??? Que viagem!! Chega a ser vergonhoso.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 17:09
Como assim?

A policia é filmada espancando e o blog é partidário por mostrar? O único "defeito" dese blog é publicar os comentários de um monte de imbecil que só fala besteira. Parabéns Geraldo. Porquê não houve pancadaria nos camarotes????

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 17:18
Besteira

Pq a uneb não divulga esse fato http ://valeemfoco18.blogspot.com.br/2018/01/estudante-de-direito-da-uneb-e-preso.html E faz uma nota de repúdio também.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 17:52
Gustavo

Infelizmente nao há justificativa para a agressão, porém temos ciência de que a mesma não foi por nada, garanto que houve falta de respeito por parte da estudante a AUTORIDADE, pois os estudantes de direito em geral, se acham conhecedores da lei e são cheios de direito. Se a polícia agindo desta forma já está sendo cada vez mais ostilizada é agredida imagine se baixar a guarda! Sou a favor daquele que me protege.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 18:26
Rafael

Não vi na mídia local e estadual a parte em que o policial leva um soco no rosto. Como sempre só tem um lado da história ne. PS: POLICIAL É AGREDIDO POR FOLIÃO DURANTE CARNAVAL DE JUAZEIRO, VEJA VÍDEO: http://www.geraldojose.com.br/index.php?sessao=noticia&cod_noticia=98235

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 18:34
Amaral

Parece que existe um racismo contra estudantes de ciências sociais , essa classe é pequena e seu estômago e rosto vive no cassetete da policia . Será coincidência?

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 18:53
JORGE

QUERO VER AGORA A NOTA DA UNEB SOBRE O ESTUDANTE DE DIREITO QUE ESTAVA ESTAGIANDO NO FORUM DE JUAZEIRO EM UM CONVENIO FIRMADO ENTRE A UNIVERSIDADE E O TJ.BA QUE FOI PRESO HOJE ROUBANDO DENTRO DO FORUM QUEM O PRENDEU FOI O PROPIO O JUIZ O QUAL ELE ERA SUBORDINADO

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 18:56
Marisa Soares

Também há policiais negros. Isso é estratégia comunista, colocar grupos contra grupos. Deixem de ser idiotas. Na UNEB só tem camarão.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 19:02
João Marceneiro

Estudante de direito da UNEB é preso roubando no fórum de Juazeiro* http://valeemfoco18.blogspot.com.br/2018/01/estudante-de-direito-da-uneb-e-preso.html - Cadê a Nota de Repúdio da UNEB e OAB?

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 19:15
Amandinha

Isso não vai mudar mesmo, lá vem o coitadismo desse povo. A militância, esse povo tá fazendo politica é. ? Parabéns a policia militar que trabalhou incansavelmente pra que não ocorresse nada, agora em 100 mil pessoas algum conflito iria acontecer e sempre é com esse povo, estudante, professor que já trata a policia de forma desprezível. Tem cidades na Bahia que nem tem policia pra fazer segurança, Juazeiro tem centenas e ficam reclamando, trás tudo pra minha cidade e deixa Juazeiro sem policia pra vcs verem

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 19:33
Eu Pergunto

Quando o marido agride a mulher é punido pela Lei Maria da Penha, e quando policial agride mulher negra é punido por qual Lei? esse policial será punido pela Secretaria de Segurança Pública, ou não?

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 21:03
Ana carolina

Ah peraí! que palhaçada é essa desses esquerdinhas da UNEB quererem politizar esse episódio!...policiais x negros. Que absurdo. Querem racializar tudo! hipocrisia e falta de educação caseira.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 21:11
Envergonhada

Concordo com todos em relaçao ao negro. Posso ate ta enganada. Mas de uma coisa eu tenho certeza, os policias trabalharam mal. Merece puniçao sim. Colocaram blocos sobre a mulher e esse bloco dos policiais que estavam na rua para nos defender e pelo que vi so foi violencia com foliões. Comandante, tome suas providencia. Isso acaba com a imagem de Juazeiro. Os videos ja circulam pelo mundo todo.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 22:40
QUE TRISTE ISSO.

Olhando os comentário sobre estes casos de agressão de policia neste carnaval de juazeiro fico pasmo quando vejo alguns falando q tem q respeitar mesmo a policia. outros dizem q achou foi bom q o policial levou um soco . Minha gente isso tudo errado. policial nao é para agredir cidadão nenhum, muito menos ser agredido um policial. E nao existe esta coisa de q estudante de direitos é todo cheio de direito não viu seus desenformados . porq eu mesmo não sou cheio de direito , apenas quero respeito , assim como eu tbm respeito o policial q é um pai de família assim como eu.

publicado em 30 de Janeiro / 2018 às 22:55
ESTUDANTE .

Estava observado q em outras postagem com relação a esta agressão do policial onde o policial foi agredido com um soco teve alguém q cometeu crime na suas mensagem .falando q achou foi bom q o policial levou um soco,cuidado no que escreve gente, veja oq diz o Artigo 286 do CP:Incitar,publicamente, a prática de crime. Detenção: 3 a 6 meses.Então ,não sou defensor de policial . nem sou a favor de agressão nem de policia com cidadão e nem de cidadão com policial. que houve uma agressão isso houve, é fato . Um policial se faz respeitado não por sua truculência mas sim pelo seu ótimo trabalh

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 06:30
Hildemario

Bom seria se tivesse um registro claro em vídeo e áudio dos fatos ocorridos. A reação foi truculenta do policial porque houve de fato uma ação por parte dos envolvidos. A policia não vai sair distribuindo porrada de graças a bel prazer porque é lindo e maravilhoso.De qualquer maneira é uma força desproporcional.

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 18:39
Silva

Se a jovem foi agredida o policial que fez isso tá errado! Por ter usado a força desproporcional, mas sem dúvida alguma ela ou alguns dos colegás dela devem ter afrontado o mesmo. O policial perseguia um elemento que sem duvida deve ter feito algum crime. Então não caberia a essa jovem se meter no trabalho da lei e muito menos inventar Mimi sobre racismo, já que na bahia a maioria dos PMS são negros. Outra situação foi sobre o travesti, que aliás é muito conhecido em juazeiro por agredir pessoas e tbm por ter envolvimento com o mundo do tráfico. Quem estava próximo viu quando ele cuspiu no pm.

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 18:41
Silva

Tá de parabéns a PM e continuem assim. Trabalhando com excelência. E que os excessos sejam observados e corrigidos. Pois quem não gosta do sv policial, que na hora do sufoco, não os chamem ok.

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 21:25
Luciana Leite

CHEGA A DOER OUVIR TUDO ISSO:ATÉ QUE PONTO CHEGAMOS???QUEM DEVE NOS DEFENDER...NOS AGREDINDO!!!???E SE FOSSE SEU FILHO??SUA IRMÃ???SEI SOBRINHO??GENTE,VAMOS NOS COLOCAR NO LUGAR DO SER HUMANO...QUE É O QUE SOMOS.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 10:20
Super sincero

Vão procurar o q fazer baboes de policia!! Só quem sabe o constrangimento e a dor é quem foi agredido sem ao menos ter feito nada.. A policia estava la para nos dar segurança Nao para por medo nos cidadãos q saem d casa com sua familia para se divertir e vem de la com lesões!! Q sejam punidos tds q cometeram excessos!!Cadê o monitoramento deles nessa hora!! tem varios casos q nem tiveram como prestar queixa por Nao saber nem quem foi o agressor... O certo é o certo

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2018. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.