Blog do Geraldo José - Espaço do Leitor: Carnaval de Juazeiro.
23 de Fevereiro de 2018
publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 11:00

Espaço do Leitor: Carnaval de Juazeiro.

Vivenciando desde criança o carnaval de Juazeiro, não me faltam histórias e emoções para descrever o que é participar desta festa há 15 anos. Atualmente tenho apenas 19, porém já presenciei ao longo destes carnavais as diversas alegrias que esse festejo proporciona. Lembro-me da primeira vez que assisti Ivete Sangalo na avenida, emoção essa que me persegue todos os anos a qual ela participa, recordo também da força que tinha esse carnaval, cada ano ganhando mais espaço nas agendas dos baianos e turistas. Porém, nesse último carnaval de 2018 foi a primeira vez que durante a passagem dos trios, percebi que além do agito que o circuito agora denominado Ivete Sangalo estava proporcionando, infelizmente era evidente entre os intervalos das bandas, um acontecimento que predominava nos olhares dos amantes desta festa, a tristeza do que ela tinha se tornado.

Foram muitos anos de consagração, a frase "O Carnaval da Bahia Começa Aqui", não é sem motivo, foi assim por muito e muito tempo. Realmente, o carnaval da Bahia primeiramente passava por Juazeiro, entretanto infelizmente isso não vem sendo mais uma realidade. Com o surgimento do palco no polo João Gilberto, uma tradição vem sendo quebrada, a de pular atrás do trio como não se houvesse amanhã. Já dizia a música: "Atrás do Trio elétrico, só não vai quem já morreu" de Caetano Veloso, música essa que retrata o verdadeiro sentido do carnaval da Bahia, o de seguir o agito atrás do caminhão. Durante os três dias de festa, a indignação de um festejo no palco fechado, no qual só chega perto de seu artista favorito aquele que paga mais, era evidente. Local esse, onde as bebidas eram barradas de entrar, inclusive copos pessoais, acontecimento esse que demonstrava logo na sua entrada o que tinha se tornado o carnaval de Juazeiro... uma festa para poucos, no qual quem não paga, tem o direito apenas de observar de longe o seu cantor predileto.

Venho por meio deste texto tentar resgatar a lembrança de todos do que era o nosso carnaval. Festa famosa por suas bandas de sucesso, com diversos dias na sua programação, fato que esse após a sua diminuição acabou culminando na saída dos blocos do carnaval, acontecimento que gera frutos negativos até hoje para o folião. Quem não se alegra em lembrar dos famosos blocos que agitavam nossa avenida? Eram eles...  Bloco Sei lá, Bloco A tribo, Bloco Batata, Bloco Carreta, Bloco Rural, Bloco Opass, Bloco AMIGO&CIA, Bloco As Poderosas, Bloco Cupido, Bloco Pinico, Bloco Recordar é Viver, Bloco Cabaré das Ilusões, Bloco Aula Vaga, Bloco Pimentinha e diversos outros que nos restam apenas na memória. Fica o pedido da nossa comunidade, voltemos ao nosso tradicional Carnaval nas ruas. Palco não é nossa tradição, por mais que seja lucrativo há outros meios de se garantir uma boa festa com a união entre o público e o privado sem destruí-la, basta querer. Aos carnavais fechados, o povo de Juazeiro em sua grande maioria grita NÃO!

Zyredine Zydane - Folião e Estudante de Engenharia (Univasf)

POSTAR
11 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 11:22
Cidadão Juazeirense

Os "prefeitos" não estão nem aí pra reclamações. O negócio é faturar. Como dizia um certo personagem de Chico Anísio: " O povo que se exploda ".

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 12:00
Luís Santana

Esse palco do vaqueiro e do... é mais um ... desse governo!!

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 12:01
Acabou amigo

Tudo nessa prefeituira é feito em razão de eleger isaac deputado, faça um favor a nossa gente, faça campanha contra.

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 14:52
Cruz

Apoiadissímo faço das minhas palavras as delas só esqueceu o Bloco "Vem Comigo" kkk enfim carnaval da vergonha, Carnaval da indiguinação, carnaval da Safadeza, Carnaval este da INSATISFAÇÃO, das INÚMERAS RECLAMAÇÕES só não ver quem não quer

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 14:56
Júlio César

Eu sou dos carnavais de antes desses, quando era na data certa, com batucadas, xeringa com água para jogar nos caretas,(rsrs, tinha um medo), chorava para meu irmão me levar com eles, um carnava sem violência que todos se respeitavam, que começava a tarde, que os trios vinha para o bairro STº Antonio e passava também por cima da banca, dando a volta para a avenida Adolfo Viana. Aí veio o carnaval antecipado com os blocos de trios e corda, eu já era um jovem e curte em muitos blocos: Vem comigo, Birita, Sapo, Pike, A Tribo, Sei lá, Se ligue, um carnaval muito bom, e hj vivemos de saudades.

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 15:00
Júlio César

Nessa época tanto a prefeitura quanto os blocos, traziam grandes artistas, e o carnaval começava com as poderosas uma semana antes, ai vinha na quarta feira seguinte a Lavagem da Orla ( da TV São Francisco) e blocos alternativos, e só terminava na madrugada da segunda feira. infelizmente nossa querida Juazeiro é a terra do já teve.

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 15:27
Juazeirense decepcionada

A palavra decepcionar é um sentimento considerado de total insatisfação que aparece quando as expectativas referidas a um desejo não são realizadas, o carnaval da minha querida terra JUAZEIRO-BA, foi assim ...só comentários que se continuar assim vai terminar acabando, nunca na minha vida vi um carnaval privatizado nem água mineral pude ter acesso ao espaço que é do povo, gente carnaval é do povo prefeito, pelo amor do povo reveja as suas falhas com seus assessores de eventos que o próximo sejam mais decentes com o povo.

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 17:40
maria@hotmail.com

concordo plenamente com vc amiga? esse palco na orla nova privatizado e uma vergonha tao grande para o foliao de juazeiro. o carnaval e para o povo e livre? a tradicao do carnaval atras do trio aqui em juazeiro a cada ano vai ficando de lado? o povo j nao tem aquela alegria como antigamente. aquela coisa ja e carnaval acorda pra ver ja nao e mais? ate como se compra cerveja, agua, refri. so com quem comprou o carnaval. isso nunca aconteceu . as pessoas tinha o direito de levar sua bebida avontade nao tinha essa que vem acontecendo em juazeiro um circo fechado para animais e isso ?

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 18:28
Sincero

Esse desgoverno do PC do B é puro capitalismo disfarçado. É só ver o quanto rico está o alto escalão. Nada da ideologia é respeitada. Então ninguém vota em Isaac esse ano. É a hora de dar a resposta. Mas se preparem, eles vão querer fazer algo para iludir quando chegar perto, muito cuidado!

publicado em 31 de Janeiro / 2018 às 20:46
DECEPÇÃO

Saudades, grandes recordações dos carnavais desde a minha infância, tristeza e desolação pelo desfecho de mais um carnaval mal sucedido. Lamentável a atual desse governo de acabar com uma festa popular e tradicional de Juazeiro, amadorismo e imaturidade é o transparece nos integrantes da coordenação da festa. Propagandas, fotos e entrevistas não irão modificar a decepção do juazeirense. Muitos erros, um palco na orla nova, proibição de pessoas portarem suas bebidas, camarotes em praças públicas, ruas sujas e sem lavagem, trios escuros e com adesivos de outras festas, atrações ruins...

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 08:34
Erivaldo dos SantosPaula

Juazeiro já perdeu a fama de cidade festeira a muito tempo, a noite da cidade nos fins de semana não tem absolutamente nada, o carnaval nosso grande festejo já era, agora é só uma quimera.

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2018. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.