Blog do Geraldo José - ASPRA EMITE NOTA DE APOIO AOS POLICIAIS ACUSADOS DE AGRESSÃO NO CARNAVAL DE JUAZEIRO
15 de Agosto de 2018
publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 09:32

ASPRA EMITE NOTA DE APOIO AOS POLICIAIS ACUSADOS DE AGRESSÃO NO CARNAVAL DE JUAZEIRO

A Associação de Policiais e Bombeiros e de seus familiares do estado da Bahia – Aspra/BA vem em público divulgar nota de apoio aos policiais e bombeiros militares, bem como, parabenizá-los pelo excepcional trabalho que desenvolveram durante o carnaval antecipado da cidade de Juazeiro neste ano de 2018.

Alguns supostos fatos de violência policial têm sido noticiados nos meios de comunicação, sem ao menos ouvir todos os envolvidos, para buscar a veracidade dos acontecimentos, muitos estão condenando e maculando a imagem dos policiais.

A atual Constituição da República Federativa do Brasil garante que todos são inocentes até que se prove o contrário e o direito à ampla defesa e ao contraditório, por isso, como representante dos militares estaduais, viemos em público nos solidarizar e defender os policiais.

Não se tem prova suficiente e nem há sequer processo para condenar ou acusar os policiais por práticas supostamente ilegais.

Há apenas um vídeo incompleto e tendencioso, onde mostra o final de uma discussão entre um policial e uma pessoa.

Já no outro caso, não foi exibido o exame de corpo de delito, que é imprescindível para a constituição de provas, nesse caso, o que se tem é a versão da suposta vítima acusando uma guarnição de tê-la espancado, algo incomum na postura policial.

É importante mencionar que muitos policiais e bombeiros trabalharam as três noites do evento para que acontecesse o carnaval, sem direito a um descanso razoável, eles realizaram um trabalho excepcional, mesmo com o risco da própria vida.

Ainda tivemos situações em que alguns integrantes da sociedade, mal-intencionados, atentaram contra a saúde física de alguns policiais, resultando em lesões graves, como a fratura da perna de um policial.

Por fim, contamos que a sociedade não se deixe levar por boatos e notas pessoais e tendenciosas, com a intenção apenas de macular o nome dos profissionais de segurança pública compromissados com o bem estar da sociedade e que arriscam suas vidas diuturnamente para garantir a paz todos os dias.

Aspra /BA

POSTAR
18 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 09:49
Curiama

O trabalho da polícia também deve ser exaltado, foi um dos carnavais mais tranquilos para o folião mas a mídia só se ocupa em repercutir os poucos supostos excessos dos policiais. Porém não se divulga que tiveram policiais que levaram garrafadas no rosto, socos, e até com fratura na perna.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 10:08
João Sento Sé

Eu não vi notas parabenizando o trabalho dos policiais, deixando seus familiares em casa para garantir a segurança dos familiares de pessoas que eles nem mesmo conhecem, em uma escalada de violência que vive Juazeiro e Petrolina, nós não ouvimos falar de nenhum óbito no circuito ou próximo, e ninguém reconhece o trabalho deles?. Apurem-se os fatos e punam os culpados, repito, quem realmente tiver culpa. Não aproveita por ser ligado a curso de direito e queiram assim impor que não existe ninguém acima da lei. Pois ela é para todos. Pode até não parecer,mas é para todos.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 10:23
IDIOTA EU?

Que nota mais cínica!!!

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 10:31
Dida de Dede de Didi

Sou fã numero 1 da policia. Parabéns policiais pelo trabalho sério da policia. Falam mal da policia quem não conhece a vida de cada um deles que arriscam suas próprias vidas deixam suas familias esperando seu retorno após uma longa jornada de trabalho, para defender a população. Tem muita gente que não pensa nisso. Falam porque não conhecem o dia a dia destes heróis.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 11:10
Ana Sampaio

SUPOSTAMENTE? Eu não estou lendo isso! Tenho o maior respeito pela PM e concordo que as vezes é necessário o uso da força SIM mas tem dois vídeos que mostra o descontrole de alguns policiais. Vi na Adolfo Viana um polícia bem jovem levantar uma moça que escorregou na calçada e um pouco mais na frente ele meio que bater continência respondendo a uma criança e isso me mostrou que nem todos tem o comportamento inadequado e NÃO podemos generalizar quando falamos em truculência e abuso de poder. Mas acho que os excessos precisam ser investigados e punidos por seus Comandantes.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 11:50
Considerações sobre os fatos I

Concordo plenamente com a nota e o trabalho policial foi de excelência, vide os resultados. Infelizmente, somos vítimas da mídia que utilizando de pessoas de caráter duvidoso, extravasam suas iras e recalques. Cadê o resultado do exame de corpo de delito que a universitária foi submetida? Será que na ocasião da suposta agressão ninguém captou imagens do fato? E os amigos que acompanhavam a jovem futura advogada porque não se manifestaram publicamente, ou na polícia, ou nas redes sociais? Só ouço o relato da vítima, com palavras de ordem na defesa das minorias. Vamos ser mais responsáveis!

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 11:57
Considerações sobre os fatos II

Ainda acerca dos fatos da violência não posso me calar, tampouco colocar panos quentes em defesa dos policiais. No caso da universitária, faltou um pouco de trato do policial na reação da injusta abordagem por parte da jovem que, talvez por se achar superior a todos, interpelou o policial no exercício da seu trabalho. Caberia prisão por desacato a ela, da mesma forma que um pedido de desculpas por parte do policial que se excedeu. Por fim, espero que esse fato seja esclarecido e o policial entre com representação por danos morais, após provar que não houve a agressão no nível propagado.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 12:11
jurema

Aspra, sempre tendenciosa e querendo minimizar os acontecimentos. Tenha ao menos respeito pelos que sofreram com as atitudes irresponsáveis de alguns PMs. Desde 2016 essa galera tá querendo BOMBAR no carnaval de Juazeiro. Trio de Luiz Caldas, um dos mais tranquilos, mas os policiais pareciam que estavam acompanhando trios com bandas de pagodes. ASPRA, sempre irônica e tendenciosa. Vão aprender direito

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 12:28
Trabalho Duro

Manda esses policiais arrogantes lá pro Rio de janeiro,tá precisando de retadões pra enfrentar os traficantes que por lá estão agindo!!!!

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 13:01
Lamentável

Por isso que o policial vai pra eu bater no povo, sabe que não dá em nada.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 14:05
Cleber Lucas S. Silva

Não sou contra o trabalho da polícia, mas discordo dos excessos. Tem oficial que acha que está acima da lei, que pode tudo. O próprio comandante do CPRN admitiu as falhas, afastou os indisciplinados e abriu processo administrativo. Qual a culpa da mídia. A imprensa divulgou a agressão a um policial como o fez contra as outras agressões. Entidade ser corporativista é uma coisa, agora defender o indefensável dá licença Astra perdeu um ponto comigo e o meu voto para o Soldado Prisco.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 15:12
o bem observado

ouvir os envolvidos? o cara deu um soco no rosto duma pessoa que cai no chão! se foi desacatado, rendesse a pessoa, usasse de outro modo pra deter! o que ele vai dizer? que foi provocado? menos corporativismo ai, por favor!

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 16:11
Sincero

Reconheço (e grande parte da população e sociedade também) o excelente trabalho e serviço que a PM vem prestando à todos(as), principalmente neste evento. Entretanto, não vou fingir que os atos de terror provados - não só pelas imagens, como também por quem estava presente - não foram nada demais, como sugere o texto acima, que aí sim, é tendencioso. É por esse tipo de apoio incondicional que esses casos ocorrem e continuam a ocorrer, envergonhando a população e fazendo a instituição perder a credibilidade e confiança.

publicado em 01 de Fevereiro / 2018 às 18:08
Renan

SUPOSTO? Não tem provas? E a filmagem não diz nada? Queria ler a nota interna,parabenizando pela truculência. Mas tem que defender quem paga a mensalidade

publicado em 02 de Fevereiro / 2018 às 05:46
Anderson

Esta nota da Aspra e uma vergonha. O Ministério Público instaurou processo investigatório criminal tendo como alvo o deputado estadual Marco Prisco (PPS), a Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares da Bahia (Aspra), Paulo Henrique Pereira de Souza e Fábio da Silva Brito. Coordenador geral da Aspra, Prisco é acusado de uma série de crimes, que vai desde sonegação de impostos, passando por lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, falsidade ideológica, apropriação indébita e organização criminosa. Grupo sem respeito nenhum que tentar expor uma nota sem consenso de realidade.

publicado em 02 de Fevereiro / 2018 às 09:38
Moisés

Essa mensagem da ASPRA é uma piada. As imagens da agressão falam por si só. Houve truculência do servidor público sim. Aquele soco poderia ter matado a moça. Essa ASPRA é muito corporativista. Andou errado tem que ser punido, conforme os rigores da Lei.

publicado em 02 de Fevereiro / 2018 às 20:53
Envergonhada

Estamos fritos. Absurdo da os parabens. Que belo trabalho foi esse?. Absurdo. Porque nao foi com ninguem da familia deles. Porisso ele parabeniliza a policia.

publicado em 04 de Fevereiro / 2018 às 12:32
Paulo Roberto

Tenho muito respeito a PM, porem não posso condordar com a truculencia que ocorreu no carnaval de Juazeiro e ocorre nas abordagens Policial, como cidadões nos sentimos humilhados quando isso aconteçe!

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2018. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.