Blog do Geraldo José - Foliões de Petrolina reclamam nas redes sociais do modelo "privatizado" do carnaval
17 de Outubro de 2018
publicado em 09 de Fevereiro / 2018 às 23:45

Foliões de Petrolina reclamam nas redes sociais do modelo "privatizado" do carnaval

Dezenas de mensagens nas redes sociais reclamam do metódo e escolha da organização do Carnaval de Petrolina. Segundo os internautas o "carnaval não é do povo está privatizado. É proibido até circular nos polos da folia com bebidas que não sejam da marca do patrocinador da empresa  (vencedora da licitação realizada pela Prefeitura de Petrolina) que organiza o evento."

O carnaval começa oficialmente neste sábado (10). Mas "as barreiras e cercas já foram montadas", reclamam os foliões e ambulantes.  Leitores também criticam o novo modelo de acesso dos foliões ao espaço na orla da cidade e no Polo da Praça 21 de Setembro, segundo eles, será proibida a entrada de pessoas portando bebidas, garrafas de vidros, copos, isopores, bolsas térmicas ou qualquer outra forma de armazenar e transportar bebidas, sejam elas alcoólicas ou não.

Até o momento, a Prefeitura de Petrolina, não esclareceu os motivos da opção do mesmo formato do carnaval que também foi adotado em Juazeiro. O Carnaval de Petrolina é uma realização da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE), em parceria com a Faz Live, concessionária que venceu o processo licitatório para realizar o evento.

Redação blog Foto: redes sociais
POSTAR
4 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 10 de Fevereiro / 2018 às 08:43
carnaval já era

Acorda minha gente! carnaval deixou de existir há muito tempo,essa bagunça ai pode ser chamada de qualquer outro nome,menos de carnaval

publicado em 10 de Fevereiro / 2018 às 10:01
O poder público se excedeu sobre os direitos dos cidadãos.

O poder público sempre se excede. Não há culturalmente no país a preocupação com o bem estar do cidadão. Prefeitos, vereadores, servidores públicos não tem na consciência, na cabeça, que a consecução de toda atividade pública é o bem comum. Eles pensam que estão acima da sociedade, e deveriam mudar essa consciência. Como podem fechar uma via pública para que os moradores ("a pé") não possam ir e vir? E se houver uma emergência, um incêndio, um pânico?; para onde essas pessoas correriam? Houve um aviso anterior do interditamento? 48hrs e aviso de uma rota de fuga? Como manda a Lei?

publicado em 10 de Fevereiro / 2018 às 13:57
Nonato dos Santos

Isso nada mais é, que à ganância dos políticos.

publicado em 10 de Fevereiro / 2018 às 17:46
Hermes Alexandre Barbosa

Muito simples para o cidadão, é só não comparecer, não prestigiar.

© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2018. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.