Blog do Geraldo José - PF conduz 43 eleitores suspeitos de crimes eleitorais para prestar esclarecimentos
Vale do São Francisco - 19 de Maio de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 07 de Outubro / 2018 às 11:54

PF conduz 43 eleitores suspeitos de crimes eleitorais para prestar esclarecimentos

A Polícia Federal (PF) informou na manhã deste domingo (7) que, por volta das 10h, havia conduzido 43 eleitores para as superintendências da corporação para prestarem esclarecimentos por terem sido encontrados em situações suspeitas de crimes eleitorais ou em flagrante. Os dados foram divulgados no Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições, em Brasília.

De acordo com a PF, a maior parte dos casos ocorreu no Ceará, com 13 eleitores conduzidos para prestar esclarecimentos.

O crime mais comum identificado até o momento, informou a corporação, foi o transporte ilegal de eleitores. Também foram identificados casos de boca de urna.

A votação para as eleições deste ano iniciaram no Brasil às 8h. Nos estados em que há diferença de fuso horário, as urnas foram liberadas quando a votação já estava em andamento em outras unidades da federação. O Acre, por exemplo, está duas horas atrás do horário de Brasília.

Em razão da biometria, há registro de filas enormas em diversas zonas eleitorais do país. Eleitores têm reclamado de terem ficado cerca de uma hora na fila para votar.

R$ 2 milhões apreendidos

A Polícia Federal também informou que apreendeu mais de R$ 2 milhões desde que foi ativado, na última segunda (1º), o Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições. A central foi criada em parceria com outros 13 órgãos para investigar crimes eleitorais.

Metade do dinheiro apreendido, segundo a PF, foi encontrada em malas que estavam dentro de um táxi em Tocantins. A origem e a destinação do dinheiro estão sendo investigadas pelos agentes do centro integrado.

No Amapá, os policiais federais apreenderam na manhã deste domingo, por exemplo, R$ 7 mil em dinheiro vivo e um veículo.

Na primeira semana de trabalho, o Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições já está investigando 81 suspeitas de crimes eleitorais. São 62 inquéritos e 19 termos circunstanciados, quando a pessoa é levada para prestar depoimento, assina o termo e é liberada.

De acordo com a Polícia Federal, os crimes eleitorais aumentaram em cerca de 50% na última semana de campanha do primeiro turno.

Urnas substituídas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou balanço parcial que mostra que, até as 10h deste domingo (7), haviam sido substituídas 310 urnasnas zonas eleitorais do país, correspondentes a 0,06% do total de 556.628 dispositivos instalados para viabilizar a votação. Os dados foram obtidos pelo TSE com os tribunais regionais eleitorais.

Segundo o balanço parcial do tribunal eleitoral, a maior parte das substituições de urnas ocorreram em três unidades da federação.

  • São Paulo: 49
  • Minas Gerais: 46
  • Sergipe: 35

O balanço do TSE também apontou que, até as 10h, nenhuma seção eleitoral havia tido a necessidade de recorrer ao sistema de votação manual.

G1
POSTAR
nenhum comentário
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.