Blog do Geraldo José - Espaço do Leitor
Vale do São Francisco - 23 de Janeiro de 2020
|
Redação: (74) 3613-3479

Espaço do Leitor

publicado em 23 de Janeiro / 2020 às 23:00

Artigo - A esquecida indústria brasileira

Ainda me lembro de que, nos anos 80, os empregos sobravam, o caderno de empregos do jornal O Estado de S. Paulo era enorme, a indústria brasileira contratava a níveis elevados. E o mais interessante é que a cada dia surgiam novas pequenas e médias empresas. Isso em pleno regime militar, com um número enorme de empresas estatais, que obtinham “dinheiro barato no exterior” desde 1965.

Se, numa análise perfunctória, observarmos o crescimento do Brasil desde 1980 até hoje, teremos um crescimento médio da economia de 2% ao ano. Naquela época, 1/3 da riqueza do nosso país vinha da indústria. Bons tempos aqueles. A grande verdade é que as sucessivas crises que abateram o mercado internacional desagregaram o capital outrora relativamente barato em temos de empréstimos, muito diferente do que ocorre hoje em dia.

Ler Matéria Completa
publicado em 23 de Janeiro / 2020 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: Bairro Alto do Alencar pede socorro

Olá prezado Geraldo José venho mais uma vez através desse importantíssimo meio de comunicação externar nossa insatisfação, nós moradores do bairro Alto do Alencar, em Juazeiro.

Estamos passando por enormes transtornos devido a grande falta de infraestrutura em nossas ruas, sem nenhum tipo de calçamento, principalmente em períodos de chuvas (como estamos passando agora), pois não estamos tendo uma simples condição de sair e entrar em nossas próprias casas. Nos sentimos bastante constrangidos e mais ainda quando é apresentado o IPTU de cada ano. Um verdadeiro "tapa na cara" de nós moradores. Pedimos providências urgentes à gestão atual em favor dessa situação.

Jarbas Silva

publicado em 22 de Janeiro / 2020 às 23:00

Denúncia contra Glenn não tem amparo legal e deve ser recusada

Não possui qualquer amparo legal e deve ser recusada pelo juiz a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do site The Intercept, por supostamente ter incentivado a invasão de celulares de autoridades brasileiras. Essa é a avaliação da jurista Jacqueline Valles, mestre em Direito Penal e especialista em Criminologia. Jacqueline destaca que o jornalista sequer foi investigado, o que, por si só, inviabilizaria a ação do MPF. “A denúncia deve ser feita em cima de algum ato investigado, seja por meio de inquérito policial ou outra investigação. É preciso ter atos que embasem essa denúncia, que é feita de dois elementos: o crime e indícios de autoria. Nós não temos nenhum desses requisitos e, por isso, o juiz não deve receber essa denúncia, por ela ser totalmente inepta”, afirma a jurista.

Jacqueline entende que, ao receber o material, como jornalista, Glenn Greenwald não pode ser implicado como co-autor do crime de invasão dos celulares do ministro Sergio Moro e dos procuradores da Lava Jato. Ela ressalta, ainda, que o artigo 220 da Constituição Federal ampara a liberdade de expressão e reforça que Glenn recorreu ao Supremo Tribunal Federal para que não fosse envolvido nessa investigação. “O ministro Gilmar Mendes emitiu uma Medida Cautelar na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (número 601) e entendeu que não há relação entre o jornalista e os hackers. Esse é outro motivo que deve fazer a denúncia ser recusada pelo juiz”, completou.

Ler Matéria Completa
publicado em 22 de Janeiro / 2020 às 11:30

COMUNITÁRIO DO CASTELO BRANCO COBRA CUMPRIMENTO DE PROMESSAS DE VEREADOR E SECRETÁRIO DE OBRAS

Venho por meio do blog externar a minha indignação como morador do querido  Bairro Castelo Branco em relação a promessa que Alex TANURI e o secretário Hemerson da SEDUR  fizeram numa missa dominical na igreja do Santo Afonso no bairro Castelo Branco, dia 27 de agosto do ano passado, quando na ocasião ambos subiram ao púlpito da igreja e em alto e bom  som prometerem para todos os cristão que estavam presentes de que iriam realizar a reforma das duas praças e construir outras praças nas quadras que se encontram abandonadas desde a fundação do bairro há 50 anos, como também o recapeamento asfáltico do corredor de ônibus do Castelo.

"Já se passaram mais de 6 meses desde a promessa feita na missa e o bairro contínua do jeito que sempre esteve, abandonado. Vale salientar que o atual governo só tem agora 11 meses de mandato e pelo visto as obras ficarão só nas promessas eleitoreiras. Como ele vai conseguir fazer essas obras em tão pouco tempo? Já se passaram três anos e não fez, será que foi apenas uma jogada eleitoreira de ambos?"

Carlos Augusto - Comunitário do Castelo Branco

publicado em 22 de Janeiro / 2020 às 10:00

ESPAÇO DO LEITOR: Morador da Itaberaba relata problemas de estrutura após chuvas

O leitor do blog, Fernando Gomes, relatou através de e-mail, problemas de estrutura após a chuva que cai desde a madrugada em Juazeiro. Segundo ele, a falta de pavimentação no segundo maior bairro mais  populoso de Juazeiro, Itaberaba, deixou as ruas cheias de buracos e água represada por suas irregularidades. Veja foto abaixo:

publicado em 21 de Janeiro / 2020 às 11:00

LEITORA DENUNCIA CRIME AMBIENTAL NA ORLA DE JUAZEIRO (BA)

Uma leitora do Blog GJ Notícias encaminhou fotos lamentando a sujeira na orla da cidade após os eventos realizados no final de semana com liberação da Prefeitura Municipal, no pátio de eventos da Orla 2.

“A Prefeitura que concede os alvarás para realização desses eventos deveria ser a primeira a fiscalizar para evitar crime ambiental contra o Rio São Francisco. Uma placa colocada pela própria prefeitura diz que o espaço territorial é especialmente protegido e cita a lei 1.708/2003 que determina: É CRIME DESMATAR, OCUPAR E JOGAR LIXO NESTE LOCAL” resta cumprir a lei.

PS: Por conta do comentário de um leitor, o Blog explica que a denúncia não tem nada a ver com o Centro Gastronômico, a sujeira partiu de frequentadores de um evento ao lado do Centro Gastronômico. Os espaços do Centro Gastronômico nem usam copos plásticos.

publicado em 20 de Janeiro / 2020 às 23:00

Artigo - Farmacêutico, um profissional primordial para a saúde

Desde 2007, celebra-se em 20 de janeiro o Dia do Farmacêutico. A data marca também a fundação da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF). A profissão é muito antiga, no Brasil, o primeiro registro de atividade foi a partir da chegada dos portugueses no período de colonização, por meio dos boticários. E a partir do século XIX, teve início o ensino da profissão no país.

Esse profissional da saúde entende os medicamentos, desde seu desenvolvimento até a dispensação para o cliente final. Segundo dados divulgados pelo portal Infomoney em 2018, o farmacêutico é considerado o terceiro especialista mais contratado no Brasil. São profissionais de fácil colocação no mercado por atuarem em segmentos bem diversificados como distribuidoras, hospitais, clínicas, laboratórios, pesquisas, indústrias, educação, entre outros.

Ler Matéria Completa
publicado em 19 de Janeiro / 2020 às 23:00

Artigo – “RECORDAR É VIVER...”

A vida é plena de recordações de vários matizes, sendo umas boas, e que inspiram reflexões e lições positivas para os dias atuais e futuros; e outras, ruins, que não têm esse condão, mas deixam ensinamentos de como não repetir certas experiências nem no presente, nem no futuro. Essa verdade fez parte de uma bela marchinha do Carnaval de 1955, composição de Aldacir Louro, Aloízio Marins e Adolfo Macedo, com interpretação de Gilberto Alves: “Recordar é viver, eu ontem sonhei com você”. Por exemplo, sonhar com a (o) amada (o) é algo sempre muito bom! E aqui vamos até radicalizar: quem não sonha com a (o) amada (o) não a (o) ama de verdade...!!!

Qual leitor, mercê de tantos e tão grandiosos avanços tecnológicos, recheados de novidades que impressionam, não tem reservado no cantinho da sua memória algo muito especial de longos anos passados, quiçá dos tempos da infância? Quantas rodas de bate-papos são enriquecidas por essas lembranças, provocando sorrisos e emoções, quando não expressões saudosas do tipo: “aquele era um tempo bom”!

Ler Matéria Completa
publicado em 17 de Janeiro / 2020 às 23:00

ARTIGO - PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO DO IPJ QUESTIONA ATITUDE DO PREFEITO PAULO BOMFIM

Foi com surpresa que soubemos que a câmara dos vereadores aprovou o projeto de Lei de uma “mine-reforma” da Previdência dos Servidores de Juazeiro.

Digo, surpresa, pois o tal projeto não foi submetido aos conselhos do Instituto de Previdência de Juazeiro- IPJ e como presidente do Conselho Deliberativo me sinto desrespeitado. Tudo que envolve o IPJ deve passar antes pelos conselhos conforme consta no artigo 63 da Lei 2.135 de 2011, lei que criou o IPJ:  “A administração do IPJ é exercida pelos seguintes órgãos: Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Diretoria Executiva”

De acordo com a portaria nº 1.348, de 3 de dezembro de 2019 as alterações dos Regimes de Previdências Próprias dos Estados e Municípios com aplicação imediata devem ser apresentadas por cada ente até 31 de julho/2020.

Ler Matéria Completa
publicado em 17 de Janeiro / 2020 às 21:00

Leitor reclama de falta de energia nos bairros Jardim Flórida e São Geraldo

Leitores reclamam da constante falta de energia elétrica no Bairro São Geraldo e Jardim Flórida. Na noite de ontem, 16, houve falta de energia elétrica no bairro São Geraldo.

Confiram:

Olá, Geraldo, me chamo Júnior, venho através desta para reforçar o que já é sabido: o péssimo serviço da nossa companhia de energia elétrica, Coelba! Esta empresa que presta serviço para o estado inteiro é uma grande vergonha - pelo menos na cidade.

Na noite do dia 14/01, a energia do bairro Jardim Flórida (somente algumas ruas) caiu cinco vezes em um intervalo de uma hora. Além do transtorno de ficar morrendo de calor, impossibilita quem trabalha/estuda utilizando aparelhos eletrônicos (notebook, computador), muitas vezes pode danificar ou até mesmo queimá-los devido a esse desserviço que é prestado pela mesma. O pior que esse tipo de incômodo não acontece somente neste bairro (...), quando eu morava no bairro Alto da Maravilha também sofria com essas quedas constantes de energia, infelizmente não tem muito o que ser feito, a população fica de mãos atadas nesse tipo de situação, o que dá para ser feito é pedir a sua ajuda para que chame atenção da prestadora para que se tome alguma providência. Desculpa o incômodo, boa noite.

Espaço Leitor Foto: Ilustrativa
publicado em 17 de Janeiro / 2020 às 18:00

ESPAÇO DO LEITOR: Leitor denuncia condições dos banheiros do Parque Municipal em Petrolina

Em contato via e-mai com o blog do Geraldo José, o leitor Caio Roberto, faz um alerta sobre a situação dos banheiros do Parque Municipal Josepha Coelho, em Petrolina. Veja abaixo na íntegra:

"Venho através desse blog mostrar as péssimas condições em que se encontra o banheiro do Parque Municipal Josefa Coelho. O banheiro está com as paredes pichadas pelos vândalos, alguns dos banheiros estão sem portas e as fechaduras quebradas. A privada encardida, muitas vezes o banheiro não tem água na torneira, e nem papel higiênico.

Espero que alguma atitude seja tomada, pois o parque é muito frequentado e não é legal ter que usar o banheiro em condições como essas. Ah! Queria convidar o prefeito Miguel que é um dos frequentadores do parque para entrar no banheiro e ver com seus próprios olhos e tirar sua própria conclusão, a respeito da situação em que se encontra.

publicado em 16 de Janeiro / 2020 às 23:00

Artigo - Ou as vacas de Bolsonaro na Amazônia, ou as uvas dos gaúchos no Sul

O governo Bolsonaro vai enviar projeto para liberar a pecuária, extrativismo mineral e cultivo de soja em territórios indígenas. O pretexto é sempre o desenvolvimento, geração de renda e emprego, essa trilogia mortal que é a permanente bandeira do mundo capitalista, inclusive o mais predador.

Estudos comparativos já demonstram com absoluta solidez que a floresta amazônica em pé gera mais riqueza que as monoculturas empobrecedoras da população e da biodiversidade. O açaí gera mais riqueza que a soja por hectare, assim como no caso da pecuária.

Ler Matéria Completa
Espaço do Leitor
publicado em 16 de Janeiro / 2020 às 07:00

Espaço do Leitor: Do que Juazeiro precisa!

Prezado Geraldo José e leitores do Blog,

Diante da vivência atual em um ano eleitoral, onde iremos eleger um prefeito para um novo mandato em nossa cidade; da apresentação de tantos pré-candidatos a este cargo; e das necessidades que a cidade enfrenta, venho apresentar uma opinião sobre o que Juazeiro precisa, a meu ver.

Nossa cidade possui uma ocupação urbana historicamente problemática. Por um lado, apresentou uma situação fundiária onde a Igreja Católica era possuidora da maioria dos terrenos, a qual não ajudou a ordenar esta ocupação.  Por outro, houve um rápido crescimento por conta da explosão econômica provocada pela fruticultura irrigada. O resultado: muitos bairros oriundos de invasões, sem ordenamento topográfico algum e sem estrutura mínima habitável, como  padronização dos lotes, acesso a saneamento e pavimentação, iluminação adequada ou redes de água e drenagem. Não há calçadas decentes para transitar, nem ciclovias para as bicicletas. Carros, pedestres, ciclistas e carroceiros se misturam em confusão nas vias apertadas da cidade. Não há como negar. É a nossa história.

Ler Matéria Completa
publicado em 13 de Janeiro / 2020 às 23:00

Nelson Gonçalves, 100 anos do cantor com voz de trovão em céu de brigadeiro

Em 2019 comemoramos o centenário do nascimento de Nelson Gonçalves, talvez o maior cantor brasileiro de todos os tempos. Não tenho a pretensão de narrar sua atribulada e vitoriosa vida, mas apenas relembrar marcantes fatos que povoaram fortemente sua existência.

Nasceu  no ano de 1919, em Santana do Livramento, Rio Grande do Sul, filho de pais portugueses imigrantes após a primeira guerra mundial, recebendo o nome de batismo de Antonio Gonçalves Sobral. Aos seis anos de idade mudou-se para São Paulo, onde foi vendedor de jornais, engraxate, fez vários bicos e quase não frequentou as bancas escolares sendo a vida sua mestra. Mais tarde tentou, sem êxito, ser lutador de boxe. Seu modo atropelado de falar deu-lhe o apelido de metralha.

Ler Matéria Completa
publicado em 13 de Janeiro / 2020 às 12:00

MUNÍCIPE DENUNCIA ANIMAIS VADIOS NO BAIRRO DE PIRANGA EM JUAZEIRO (BA)

Geraldo inúmeras vezes observei no seu blog a postagem de reclamações de munícipes sobre o fato de animais vadios andarem perambulando pelas ruas e avenidas de Juazeiro colocando a vida de transeuntes e motoristas em risco. Este final de semana, mais precisamente no sábado, dia 12, fiz este flagra na convergência entre a rua do Riso e a rua Pedro Pacheco, no bairro de Piranga.

A SEMAURB informa que dispõe de um curral municipal para que os animais de médio e grande porte que são encontrados soltos pelas vias públicas possam ser alojados e permanecer por até 72h, até que o responsável realize a retirada do animal, mediante pagamento de multa. A não procura dentro do prazo ocasiona na doação do animal. A SEMAURB pede ainda à população que, se presenciar bois, vacas, bodes, porcos, cavalos, mulas e jegues circulando pelas vias da cidade, informe ao órgão de fiscalização, n o entanto, não vemos aquelas ações fiscalizadoras e de retirada desses animais das ruas.

Fica então o meu protesto e o desejo que o Poder Público faça o seu papel.

Leonardo S. Silva

publicado em 13 de Janeiro / 2020 às 11:00

LEITOR QUESTIONA QUALIDADE DA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA NO BAIRRO PIRANGA I

O leitor Manoel Marques, morador do bairro Piranga I, em Juazeiro (BA), gravou novo vídeo e o encaminhou ao Blog GJ Notícias reclamando da qualidade na obra de pavimentação asfáltica numa das principais avenidas da comunidade. Confira o vídeo:

publicado em 12 de Janeiro / 2020 às 23:00

Artigo 380 – APESAR DISSO...!

Tem sido interessante observar o grau de dicotomia que vem permeando os conceitos contidos nas avaliações dos analistas políticos de rádio e televisão - em nível nacional -, com relação ao atual Governo Federal. Embora seja normal e compreensível que tenham posições ideológicas eventualmente divergentes, é gritante observar que esse não alinhamento tem sido motivado, geralmente, pelo desengajamento do novo Governo em manter o patrocínio comercial dos últimos anos das respectivas empresas, por razões óbvias e lógicas.

Pelo ralo da permissividade escoavam altos valores em bilhões de reais, além do beneplácito de não cobrar dívidas acumuladas em impostos, apropriação indébita das contribuições não recolhidas à Previdência, etc. Para quem acompanha diariamente esse noticiário, percebe que a carga exagerada de notícias e comentários contrários, apega-se de forma imperdoável a detalhes isolados e, às vezes, despreza enxergar um conjunto de medidas voltadas ao esforço de recuperação nacional. Isso é um fato a olhos vistos e, só não o ver, o ceticismo cego e irracional.

Ler Matéria Completa
publicado em 09 de Janeiro / 2020 às 23:00

Artigo - As cidades e suas novas estruturas e divisões urbanas

As avenidas, ruas, praças, parques, travessas, largos e demais espaços que compõem a estrutura de uma cidade dizem muito sobre a sua identidade. Na contemporaneidade muitas cidades têm tomado novos rumos estruturais e começam a observar suas consequências. Dentre os lugares diversos, existem os espaços de vivência e os de transição, e assim, os espaços públicos e privados; mas a rua deixa de ser um local, para ser apenas uma ligação. É sabido que todos os elementos precisam ser muito bem pensados e planejados na estrutura de uma cidade para que ela possa oferecer condições socioculturais necessárias à população.

Em um território que se forma pelo somatório de edifícios e grandes construções, o espaço público é ou não concretizado fisicamente com tais construções, de maneira alguma pode ser substituído ou mesmo abandonado. Infelizmente, não é o que vem acontecendo; inclusive, os espaços de transição começam a tomar conta do urbanismo das cidades que ampliam sua estrutura basicamente com lugares apenas de passagem. Com isso os locais de vivência deixam de existir para dar espaço a ambientes de circulação efêmera que não provocam o sentimento de pertencimento na população. Pois, se o planejamento urbano não favorecer o conteúdo simbólico da cidade, essa passa a ser apenas um grande emaranhado de tecidos soltos sem muitos significados ou pregnância.

Ler Matéria Completa
publicado em 08 de Janeiro / 2020 às 11:00

Espaço do Leitor: Resgate da juazeiranidade pelo Cais

Olá Geraldo, estive recentemente na Vila Bossa Nova e fiquei positivamente impressionado com a estrutura, o movimento das famílias e turistas, e a energia baiana que só Juàzeiro tem. Encontrei em meu acervo algumas imagens doadas por amigos e fiz a comparação, entre o atual momento da Orla II e o passado da Orla I (imagens em anexo). 

Gostaria de inserir a seguinte reflexão: seria este o resgate de nossa juazeiranidade? Acredito que podemos estender essa ideia louvável, de restaurar prédios históricos (e a balaústre) e devolvê-los à nossa população. Não somente com empreendimentos de lazer (o caso da Vila Bossa Nova), mas também com os espaços comerciais. No centro da cidade há vários estabelecimentos que escondem as antigas platibandas, com letreiros extravagantes. 

Um abraço,

Harisson Feeling

publicado em 08 de Janeiro / 2020 às 10:00

Morador do Castelo Branco reclama de situação no bairro, após chuvas desta semana

A chegada das chuvas na região, ao tempo que trazem alento para o homem do campo, que espera ansioso por essa benção, traz também consequências para que mora na sede do município, principalmente nos bairros.

Um leitor, que pediu sigilo da fonte, cobrou uma providencia da municipalidade no sentido de resolver um problema ocasionado pelas chuvas no bairro Castelo Branco:

Ler Matéria Completa
publicado em 07 de Janeiro / 2020 às 10:00

MAIS UM LIXÃO SE FORMA EM JUAZEIRO, SAAE RESPONDE

Geraldo é com muita tristeza que venho denunciar o descaso da prefeitura de Juazeiro bem como o SAAE, sou morador da avenida Laudelino dos Santos, no Jardim Vitória. Veja o lixao que foi implantado na referida avenida. Tudo de ruim está entrando nas residencias a exemplo de baratas, ratos , muriçócas e o mau cheiro Também estão sendo registrados alguns incêndios. Esperamos que a Prefeitura, como o SAAE tomem as devidas  providências.

Almir Queiroz - Morador.

Nota: SAAE mantém remoção de entulhos em todos os bairros da cidade

O Setor de Resíduos Sólidos do Serviço de Água e Saneamento Ambiental – SAAE/ Juazeiro informa que vai colocar na programação dos próximos dias, a coleta do entulho da Avenida Laudelino dos Santos, no Jardim Vitória, atendendo o cronograma de solicitações.

Informa ainda que trabalha diariamente na remoção de entulhos em todos os bairros da cidade e solicita apoio da população para não fazer descarte de entulhos em locais impróprios. 

publicado em 07 de Janeiro / 2020 às 07:00

COMUNITÁRIO REIVINDICA LIMPEZA NO BAIRRO CASTELO BRANCO, SESP informa que a limpeza Já está na programação

O comunitário Carlos Augusto encaminhou e-mail e fotos ao Blog GJ Notícias solicitando a limpeza no bairro Castelo Branco, Veja: “Venho mais uma vez por meio do blog externar a minha indignação, sentimento esse também da população do bairro Castelo Branco para com a Secretaria de Serviços Públicos (SESP) que há meses não vem realizando o serviço de limpeza ou seja varrição do nosso bairro. Avenidas e quadras sujas, tomadas pelo mato, lixo, entulho. É o que se vê. O problema que vai se arrastando sem uma solução é de indignar a população. Resíduos de toda espécie, vão dando um tom de abandono as principais vias do bairro uma obrigação do setor de limpeza pública da cidade. A população do bairro está indignada com a situação que há meses não vê varredores nas avenidas e quadras do nosso bairro”.

NOTA: SESP informa que a limpeza no bairro Castelo Branco já está na programação

A Secretaria de Serviços Públicos de Juazeiro esclarece ao leitor do blog Carlos Augusto que consta no relatório do setor limpeza da SESP que a equipe esteve no bairro Castelo Branco nos dias 11, 12, 13 e 27 de dezembro realizando mutirão de limpeza, com capinação, varrição, recolhimento de resíduos e pintura de meio fio. Mas, que já está na programação do setor para realizar a próxima limpeza no bairro.

A Secretaria pede a colaboração dos moradores para manter o bairro limpo e conservado após a passagem dos agentes, além de colocar o lixo no dia e horário corretos. Lembra ainda que disponibiliza o número de atendimento 3612 5411 para qualquer solicitação de demandas.  

publicado em 06 de Janeiro / 2020 às 22:00

A comunidade de Itamotinga realiza o 3° mutirão de limpeza do Rio São Francisco

Confiram informações da Comunidade de Itamotinga que deveria ser um exemplo para todos que convivem às margens do Rio São Francisco: Geraldo, a comunidade de  Itamotinga realizou o 3° mutirão de limpeza do Rio São Francisco, no porto do distrito. Com a realização da Accardi e apoio de alguns comerciantes.

Foi removida toda sujeira que estava no fundo do rio, com ajuda da equipe de mergulhadores da comunidade. O lixo que se encontrava nas margens também foi retirado. A novidade foi a remoção das ervas daninhas que se encontravam no local natural do rio, quando está em período de cheia.

Ler Matéria Completa
Foto: Divulgação
publicado em 06 de Janeiro / 2020 às 15:00

ESPAÇO DO LEITOR: UM PODER PERVERSO E VERGONHOSO...

É domingo, primeiro do ano, e eu aqui lembrando meus tempos quando tinha um tempinho e, como digo, juntava umas e outras palavras e o blog gentilmente publicava em atenção ao seu modesto leitor assíduo como gosto e faço questão de dizer onde quer que eu vá...

De repente, lendo algumas postagens de uma rede social da qual faço parte, deparo-me com essa foto acima, e as seguintes palavras: “Escravizados na colheita do café, Rio de Janeiro em 1882.” Fiquei olhando bem a imagem, lendo e relendo a frase descrita, e lá também deixei meu comentário: Só VERGONHA. Poder SACANA!

Mas, não foi só o meu comentário que foi duro, verdadeiro e contundente. Até o momento, enquanto escrevo esse texto, já se vão centenas de curtidas e comentários, e daí escolhi o que disseram alguns, entre tantos, para compartilhar com vocês a indignação geral:

Ler Matéria Completa
publicado em 06 de Janeiro / 2020 às 13:00

ARTIGO - GERAÇÃO MERTHIOLATE

Ultimamente estou nostálgico, rememorando minha geração, refiro-me aqueles que hoje tem 40 acima de idade. Para quem não sabe isso é merthiolate, um remédio usado para ferimentos. Ele ardia e queimava quando aplicado, e ainda essa peneirinha quando grudava na casca da ferida causava tanta dor, uhh. Mas usávamos tranquilamente, pois naquela época, os medicamentos geralmente eram amargos e indigestos.

Parece que fomos forjados para saber lidar com a dor.

Fiquei surpreendido quando vi na farmácia recentemente, merthiolate em spray e com a frase: não arde e não causa dor, vi dipirona sabor framboesa.

Ler Matéria Completa
Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2020. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.