Blog do Geraldo José - NAS RUAS DE JUAZEIRO, MARIELLE PRESENTE!
Vale do São Francisco - 20 de Maio de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 15 de Março / 2019 às 18:00

NAS RUAS DE JUAZEIRO, MARIELLE PRESENTE!

Milhares de pessoas ao redor do mundo estiveram presentes nas ruas ao longo do dia do último 14 de março de 2019 (ontem). E em Juazeiro Bahia não foi diferente, ocupamos a Avenida Adolfo Viana em direção à Praça Barão do Rio Branco onde fizemos um ato para cobrar justiça por Marielle, Anderson, Beatriz e por todos os outros casos que permanecem sem solução no Vale do São Francisco e no mundo, para nós toda vida importa! 

Na caminhada pautamos os direitos das mulheres, como a reforma da previdência que ataca diretamente as mulheres, que desempenham duplas ou triplas jornadas de trabalho – em casa e fora dela. A liberação do porte de arma, em um país onde uma mulher sofre violência a cada 7 segundos, resultará em mais mortes de mulheres. Bem como os outros direitos específicos que atingem as mulheres de Juazeiro/BA.

Marielle Franco representava diversas lutas, sendo mulher, negra, lésbica, mãe, socialista, feminista, defensora dos Direitos Humanos, cria da Maré, militante do PSOL e em 2016 foi eleita vereadora da Câmara do Rio de Janeiro, a quinta mais votada na cidade. Foi assassinada no dia 14/03/2018, depois de uma atividade sobre mulheres negras movendo estruturas. Junto com ela morreu Anderson Gomes, que dirigia o carro. Então tentaram parar uma mulher que ousou mover estruturas, culminando em um crime político.

Esperavam calar Marielle e tudo que ela representava, mas mal sabiam que éramos sementes, e ontem vimos isso em Juazeiro Bahia e ao redor do mundo, com lindas demonstrações de amor, afeto, solidariedade e união. Apesar das últimas notícias desta semana, indicando a prisão do suspeito em efetuar os disparos bem como a prisão do motorista que conduzia o veículo para o atirador, a pergunta ainda continua: Quem mandou matar Marielle?

Ascom PSOL Juazeiro/BA
POSTAR
5 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 15 de Março / 2019 às 23:15
Fernando Costa

Meus caros colegas do esfaqueador ADÉLIO BISPO, eu não me meto em briga de narcotraficante, principalmente dos que elegeram essa vereadora para cuidar dos interesses das facções. Quem defende bandido nas favelas cariocas (conversa esse negôcio de defender mulher negra), pode sofrer represália. Essa canonização não passa.

publicado em 15 de Março / 2019 às 23:44
Marcelo Silva

Parlamentares do PSOL intermediaram o pagamento de bolsa da Open Society para a família da Marielle assegurando benefícios de R$ 300 mil por oito anos, numa tentativa de atenuar conflitos pela herança da vereadora. COITADINHOS. A viúva vai processar a família da “líder comunitária que morava na favela”. Estão brigando até pelo carro. POBREZINHOS.

publicado em 16 de Março / 2019 às 06:57
Diego

Chegaram até os suspeitos de terem executado a ex-vereadora do Rio de Janeiro, porém não se sabe o motivo. Como vai ficar a cara dese povo "se" descobrirem que ela tinha envolvimento com "coisas erradas"??? não se descarta qualquer possibilidade né???? o certo é aguardar as investigações.

publicado em 16 de Março / 2019 às 08:50
Francisca

Essa pessoas não se organizaram livremente, receberam uma ordem para fazer essa manifestação. Não é por mariele, é pela esquerda que esta aprontando mais uma, aguardem. Enquanto a sociedade permitir liberdade , vamos sofrer. Temos que criminalizar esses partidos juntamente com a ujs, que só quem esteve dentro sabe o que é na verdade.

publicado em 16 de Março / 2019 às 15:42
Marcos Cardoso Alves

ESSA MARIELLE AJUDAVA TANTO BANDIDO QUE ACABOU MORRENDO POR UM DELES!

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.