Blog do Geraldo José - Você acredita em Papai Noel? diz Bolsonaro sobre avanço de sua reprovação
Vale do São Francisco - 15 de Setembro de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 02 de Setembro / 2019 às 14:13

Você acredita em Papai Noel? diz Bolsonaro sobre avanço de sua reprovação

O presidente Jair Bolsonaro criticou pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (2) que apontou o aumento de sua reprovação, inclusive entre a população mais rica. Em entrevista, ao deixar o Palácio da Alvorada, ele questionou se alguém ainda acredita no instituto de pesquisa. "Alguém acredita no Datafolha? Você acredita em Papai Noel? Outra pergunta", disse. 

Na entrevista, em seguida, o presidente foi lembrado pela Folha de S.Paulo que, no início deste mês, ele mesmo falou em dados compatíveis do instituto em pesquisa à época sobre a rejeição ao garimpo em áreas indígenas. "De vez em quando, quando a pesquisa não é politica, há uma tendência de fazer a coisa certa. Há uma tendência", disse Bolsonaro nesta segunda-feira.

Pesquisa nacional feita pelo Datafolha aponta a erosão da popularidade de Bolsonaro em pouco menos de dois meses. A reprovação do presidente subiu de 33% para 38% em relação ao levantamento anterior do instituto, feito no início de julho, e diversos indicadores apontam uma deterioração de sua imagem. Foram ouvidas 2.878 pessoas com mais de 16 anos em 175 municípios.

A aprovação de Bolsonaro também caiu, dentro do limite da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou menos, de 33% em julho para 29% agora. A avaliação do governo como regular ficou estável, passando de 31% para 30%.

A perda de apoio de Bolsonaro também foi acentuada entre aqueles mais ricos, com renda mensal acima de 10 salários mínimos. Neste segmento, a aprovação ao presidente caiu de 52% em julho para 37% agora -bastante significativa, ainda que se mantenha acima da média.

A pior avaliação do mandatário é entre os mais pobres, que ganham até dois salários mínimos (22%), os mais jovens (16 a 24 anos, 24%) e com escolaridade baixa (só ensino fundamental, 26%). Na pesquisa de julho e na anterior, de abril, estava consolidado um cenário em que o país se dividia em três partes iguais: quem achava Bolsonaro ótimo ou bom, ruim ou péssimo e regular.

De dois meses para cá, o presidente viu aprovada na Câmara a reforma da Previdência, sua principal bandeira de governo. Ato contínuo, iniciou uma escalada de radicalização, acenando a seu eleitorado mais ideológico com uma sucessão de polêmicas.

Neste período, Bolsonaro sugeriu que o pai do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) havia sido morto por colegas de luta armada na ditadura, indicou o filho Eduardo para a embaixada brasileira em Washington e criticou governadores do Nordeste -a quem também chamou de "paraíbas".

O último item coincide com a região em que mais disparou a rejeição a Bolsonaro. O Nordeste sempre foi uma fortaleza do voto antibolsonarista, mas seu índice de ruim e péssimo subiu de 41% para 52% na região de julho para cá.

Voltando ao corte regional, a disparada de rejeição no Nordeste é acompanhada também em áreas tradicionalmente bolsonaristas. A região Sul, por exemplo, teve um aumento de 25% para 31% entre os que avaliam o governo como ruim ou péssimo.

As mulheres seguem rejeitando mais o mandatário do que os homens: 43% delas o acham ruim ou péssimo, ante 34% dos homens. Com tudo isso, Bolsonaro segue sendo o presidente eleito mais mal avaliado em um primeiro mandato, considerando FHC, Lula e Dilma. 

Há outros indicativos dos motivos do azedume da população com o presidente, cujo Nada menos que 44% dos brasileiros não confia na palavra do presidente, enquanto 36% confiam eventualmente e 19%, sempre.

O estilo presidencial, que o entorno de Bolsonaro tenta vender como autêntico e direto, não está lhe rendendo também boa avaliação. É preponderante a percepção de que o presidente nunca se comporta conforme o cargo exige. Subiu de 25% para 32% o contingente que pensa assim -em abril, eram 23%. Já os que acham que Bolsonaro cumpre a liturgia do cargo caíram de 22% para 15%, ante 27% em abril.

Ao mesmo tempo, cai a expectativa sobre o governo. Acreditavam em abril que Bolsonaro faria uma gestão ótima ou boa à frente 59%. Em julho, eram 51% e agora, 45%. Na mão contrária, creem numa administração ruim ou péssima 32% -eram 24% em julho e 23%, em abril.

Folha Press
POSTAR
7 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 02 de Setembro / 2019 às 14:50
Fernando Costa

Kkkkk Chuuupppaaaaa PeTralhada.

publicado em 02 de Setembro / 2019 às 15:51
Eu heim

Vou te contar! Estamos ferruado! aí pra os menos ESCLARECIDOS fernando e quim! Na carteira do presidente da câmara RODRIGO MAIA tem aproximadamente 18 pedidos de IMPEATCHAM! é mole! me diga aí.

publicado em 02 de Setembro / 2019 às 19:34
Paulo Henrique

Interessante as pesquisas só tinham validade quando na campanha davam vitória a esse doido, agora não tem validade, ai ficam esses bobões do quim e do fernando costa falando besteira, mais tb só pode pra ser admirador de um maluco desse. Kkkkkkk.

publicado em 02 de Setembro / 2019 às 21:36
QUIM

PAULO HENRIQUE-AMIGO,ANTES DE VOCE CHAMAR ALGUEM DE BOBÃO,OLHE PRIMEIRO NO ESPELHO,POIS VOCE ESTA FALANDO DE SI PRÓPRIO.COMO PODE SER CONFIÁVEL UMA PESQUISA,QUE SÓ OUVE 16 PESSOAS EM CADA CIDADE QUE PESQUISOU ? LOROTA AO CUBO ! POR OUTRO LADO,POPULARIDADE ,QUE IMPORTA NA ORDEM DAS COISAS ? LULADRÃO TINHA 80% DE POPULARIDADE,FEZ O QUE DE BOM PRA ESTE PAIS A NÃO SER COLOCAR O BRASIL E TODOS NÓS NA MERDA ? AGORA,ONDE ELE ESTA MESMO ? LEIA A DELAÇÃO DO PALOCCI,É CHUMBO GROSSO,BOTA GROSSO NISTO E TEM MAIS,EXUBERANDO EM PROVAS INCONTESTÁVEIS SE VOCE QUER SABER.

publicado em 02 de Setembro / 2019 às 21:36
QUIM

PAULO HENRIQUE-AMIGO,ANTES DE VOCE CHAMAR ALGUEM DE BOBÃO,OLHE PRIMEIRO NO ESPELHO,POIS VOCE ESTA FALANDO DE SI PRÓPRIO.COMO PODE SER CONFIÁVEL UMA PESQUISA,QUE SÓ OUVE 16 PESSOAS EM CADA CIDADE QUE PESQUISOU ? LOROTA AO CUBO ! POR OUTRO LADO,POPULARIDADE ,QUE IMPORTA NA ORDEM DAS COISAS ? LULADRÃO TINHA 80% DE POPULARIDADE,FEZ O QUE DE BOM PRA ESTE PAIS A NÃO SER COLOCAR O BRASIL E TODOS NÓS NA MERDA ? AGORA,ONDE ELE ESTA MESMO ? LEIA A DELAÇÃO DO PALOCCI,É CHUMBO GROSSO,BOTA GROSSO NISTO E TEM MAIS,EXUBERANDO EM PROVAS INCONTESTÁVEIS SE VOCE QUER SABER.

publicado em 02 de Setembro / 2019 às 21:44
QUIM

EU HEIM-POSSO SER MENOS ESCLARECIDO,MAS,QUE DIFERENÇA FAZ ? SE EU TENHO A PERCEPÇÃO SUFICIENTE PARA SABER DIFERENÇA ENTRE O CAPITÃO QUE ESTA TIRANDO O BRASIL DA MERDA E O LADRÃO QUE COLOCOU O BRASIL NA MERDA ? VA LER A DELAÇÃO DO PALOCCI, EXUBERANTE,COM AS PROVAS AS MAIS ACACHAPANTES .QUEM SABE VOCE ACORDA PARA UMA REALIDADE E PERCEBA A TEMPO O QUANTO TE FIZERAM DE BOBO.

publicado em 03 de Setembro / 2019 às 07:28
Eliete

Fernando, como você é Bobo

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.