Blog do Geraldo José - TRAGÉDIA: Jogador da Juazeirense tem infarto durante treino e veio a falecer; Confira:
Vale do São Francisco - 16 de Agosto de 2018
|
Redação: (74) 3613-3479
publicado em 13 de Fevereiro / 2018 às 18:33

TRAGÉDIA: Jogador da Juazeirense tem infarto durante treino e veio a falecer; Confira:

O futebol, em especial o baiano, está de luto. O meia Danilinho, de 32 anos, sofreu um infarto durante o treino da Juazeirense, nesta terça-feira (13), e morreu. A atividade ocorreu no estádio Paulo Coelho, na vizinha Petrolina (PE), e o jogador foi encaminhado para o Hospital Memorial, também em Petrolina, mas não resistiu e faleceu por volta das 17h30.

De acordo com a assessoria de comunicação da Juazeirense, Danilinho estava sentado à beira do campo, observando o treino, no momento em que sofreu um mal súbito. O jogador foi levado no carro do presidente do clube, Roberto Carlos, para o hospital, a menos de 10 minutos do local. Segundo o diretor de futebol Sérgio Fernandes, em contato por telefone com o CORREIO, o meia passou por exames médicos na época da sua contratação e nada foi detectado.

Danilo Caçador, o Danilinho, foi contratado pela Juazeirense em dezembro do ano passado. É paulista de Bauru e passou por Chapecoense, Figueirense, Atlético Goianiense, Cuiabá, Itumbiara e Icasa, entre outros. No ano passado, jogou a Série C pelo Remo. Ele deixa um filho de 10 anos. O meia só entrou em campo uma vez com a camisa do Cancão, na estreia do Campeonato Baiano, contra o Vitória, no Barradão. Era o camisa 10 e jogou por 61 minutos no empate de 2x2. Contra Jacobina e Jacuipense, ficou no banco de reservas.

A Juazeirense divulgou uma nota de pesar. "É com muito pesar que a Sociedade Desportiva Juazeirense comunica o falecimento do atleta Danilo Caçador, 32 anos. Danilinho sofreu um mal súbito às 16h55 desta terça-feira durante o treinamento da equipe no estádio Paulo Coelho, em Petrolina. Atendido ainda em campo, o atleta foi removido para o Hospital Memorial de Petrolina, onde deu entrada às 17h05. A equipe de emergência do hospital fez todos os procedimentos de urgência, o atleta chegou a ser reanimado, mas não resistiu à parada cardíaca e veio a óbito".

Atual líder do estadual, a Juazeirense vai disputar a Série C do Brasileirão pela primeira vez nesta temporada, a partir de abril. Apesar do crescimento em campo, o clube ainda carece de estrutura. O Cancão de Fogo não possui, por exemplo, um aparelho desfibrilador para ser utilizado nos treinos - algo que times como Bahia e Vitória possuem e que ajuda nos primeiros socorros em casos de arritmias. No Brasil, o desfibrilador é item obrigatório durante os jogos de futebol profissional, mas não em treinos. (Atualizado às 18:45h)

Fonte: Correio da Bahia
POSTAR
7 comentários
Antes de comentar qualquer matéria leia as regras de utilização do blog. Qualquer comentário que violar as regras será automaticamente excluído por nossa equipe.

É proibido inserir links (urls) dentro do comentário, caso contrário o mesmo será deletado por nossa equipe.
publicado em 13 de Fevereiro / 2018 às 19:51
Yara

Que triste. Deus conforte toda familia e amigos.

publicado em 13 de Fevereiro / 2018 às 20:45
QUIM

PRA MORRER,SÓ BASTA UM PRETEXTO !

publicado em 13 de Fevereiro / 2018 às 21:12
Francisco José

Quero aqui externar meus sentimentos e família de Danilinho que Deus nesse momento de dor esteja ao lado deles para continuar suas vidas ,e que o senhor receba ele Danilinho em seu Reino ,estou muito triste todos acompanho a juazeirense nos treinos força família juazeirense Deus é contigo

publicado em 13 de Fevereiro / 2018 às 22:43
Guarabira Queiroz Lima

O mistério da vida é a morte. E ela vem para todos nós, em qualquer idade, sem exceção, mais cedo ou mais tarde, da morte ninguém escapa, por poderoso e rico que seja na sociedade, da morte não se livra. Quando ela vem não tem doutor que dê jeito. A gente tem que se conformar com a morte, e colocar a barba de molho, "com a boca escancarada cheia de dentes, sentado em um trono em um apartamento" ou debaixo de um pé de juazeiro, quando tem a sorte de morrer em uma sombra. Sem falar nas fatalidades do destino, quando a morte é violenta.

publicado em 13 de Fevereiro / 2018 às 23:09
Ricardo - Quim??

Muito triste. Sem pretexto Quim. Aliás no Brasil hoje só tristeza. Temir e Bolsolixo e Huk e Alquimi Aesiu pó so tristeza e morte de Teori??? PS: Votar no *PARAISO DO TUIUTI* que teve o enredo contra o Golpe de 2016. Carteiras de trabalho rasgadas, manipulados com camisa da CBF montados em patos amarelos, vampirão TEMERoso, volta da escravidão e muito mais compôs o desfile que arrebatou o público.

publicado em 14 de Fevereiro / 2018 às 00:03
walter dourado

Meu Deus!!! sou torçedor assíduo do Juazeirense assisto todos os treinos do time no estádio, sem, palavras. Meus pêsames ao Juazeirense

publicado em 14 de Fevereiro / 2018 às 08:31
Reginaldo

Nem na hra de falar Sobre uma tragédia,esses mortadela não dão trégua?.. colok política no meio.. Doente degenerado.

Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2018. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.