Blog do Geraldo José - Credibilidade e imparcialidade
 

publicidade

Enquete

Carregando...

Pesquisar
Newsletter
cadastre seu e-mail e receba nossas notícias diariamente.
21,5%
Atualizado em: 25/05/2015
publicidade
Política
05 de Maio / 2013 às 17:00 | 8 Comentários

O líder do bloco parlamentar PMDB/DEM na Assembleia, deputado Luciano Simões, criticou a forma com que o governador Jaques Wagner tenta enganar os servidores estaduais através da mídia, informando que o reajuste salarial será de 5,84% quando, na verdade, o valor proposto está bem abaixo do índice da inflação do período.

"O Governador Wagner tenta mais uma vez enganar o servidor do estado utilizando de uma matemática que eu desconheço. Se você dá de janeiro a junho 2%, na verdade, você está dando 12% em seis meses e, a partir de julho até dezembro os 5,84% (que multiplicado dá 35,04%), a conta é simples: 12% nos primeiros seis meses, somados aos 35,04% nos segundo semestre, é igual a 47,4% que dividido por 12 é igual ao que o governador está dando por mês de reajuste aos servidores. 3,92% é o reajuste pífio que, através de manobra, Wagner tenta mais uma vez enganar os servidores públicos baianos. É um verdadeiro ‘presente de grego’. Um verdadeiro ‘Cavalo de Tróia’ que, ao invés de ser um presente é uma armadilha no bolso do servidor”, declarou o deputado.

O deputado afirmou ainda que na próxima segunda-feira, dia 4 de maio, conversará com o líder da oposição durante reunião da bancada, deputado Elmar Nascimento, no intuito de apresentar uma emenda ao projeto que dê, realmente, um reajuste digno à categoria.

Fonte: Assessoria de Comunicação
Política
05 de Maio / 2013 às 16:00 | Nenhum Comentário
 
O projeto é uma parceria da secretaria da Cultura com o Ministério da Cultura. A criançada  do bairro José e Maria terá um melhor acesso para a  sétima arte  nos próximos dias. De domingo até terça feira, a comunidade poderá assistir a filmes , a partir das 19h,  no Cine Treloso , na Praça Maria Amália.

O projeto é uma parceria da secretaria da Cultura com o Ministério da Cultura e será estendido a outros bairros. A entrada é franca.  Serão exibidos  cinco filmes : Os enrolados, O Rei Leão, O Rei Leão III, Dog Story e Irmão Urso.

Ascom/Prefeitura Municipal de Petrolina
Esporte
05 de Maio / 2013 às 15:00 | 2 Comentários

Realizada pela Prefeitura Municipal de Casa Nova, através da Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Esporte, a 22º Maratona Ciclística de 1º de Maio foi um sucesso. A largada da prova ocorreu no distrito de Santana do Sobrado indo até a sede do município de Casa Nova com um percurso de 28 quilômetro, atraindo dezenas de atletas de toda região, que se dividiram em cinco categorias. Ao todo foram distribuídos mais de R$ 4 mil em prêmios.  

O secretário de turismo, cultura e esportes do município, Marismário Hipólito da Fonseca (Mazola), enalteceu a importância da prova para o esporte casanovense. “Essa maratona ciclística é de grande valia para o esporte em nosso município, porque ela já está no nosso calendário esportivo há 22 anos. Ela abrange não só o município de Casa Nova como toda região”, disse Mazola.  

O prefeito Wilson Cota acompanhou a corrida, fez a entrega da premiação e parabenizou todos os participantes da prova. “Cada atleta que participou da Maratona Ciclística de Casa Nova contribuiu para abrilhantar ainda mais a nossa festa. Espero que nos próximos anos tenhamos mais inscritos, para termos uma festa ainda mais bonita”, ressalto o prefeito.

Texto: Emerson Rocha Ascom Casa Nova Fotos: Cesar Augusto
Política
05 de Maio / 2013 às 14:00 | Nenhum Comentário

O prefeito de Petrolina, Julio Lossio, visitou na noite de ontem (3) a Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Feincartes), dando início ao primeiro dia de realização do evento na cidade. Na companhia da esposa, Andréa Lossio, da coordenadora da feira, Maria Mathias, de secretários de governo e algumas representações sociais e políticas, Julio percorreu os mais de 200 estandes da feira, a fim de conferir as esculturas, pinturas e as diversas peças de artesanato dos 15 países e 14 estados brasileiros que integram essa 2ª edição da Feincartes. De acordo com o prefeito, a pretensão é que a Feincartes entre no calendário de eventos da cidade. “O artesanato de Petrolina começa a crescer e, sobretudo, após a feira do ano passado, onde nós tivemos maior visibilidade. Nossos artesãos passaram a expor em outros pontos do país e do mundo, e isso só fortalece a nossa cultura e economia”, ressalta Lossio.

A Secretária de Cultura de Petrolina, Esmelinda Amorim, que acompanhou a visita do prefeito aos estandes, falou do seu contentamento com a participação de mais de 150 artesãos de Petrolina e região do Vale do São Francisco. “Queremos dar apoio para a continuidade dessa feira, pelo benefício que ela traz na melhoria da qualidade do nosso artesanato, no acréscimo ao volume de produção e na valorização dessa arte”, argumenta. Para a coordenadora da Feincartes, Maria Mathias, a expectativa é receber durante os dez dias de feira um público de 40 mil pessoas. “Abrimos hoje a Feincartes com sucesso e já tem bastante público visitando. Agora, temos a expectativa da continuidade com a realização de outras edições”.  Maria conta ainda que a feira vai criando no cidadão o hábito de consumir o artesanato e os artesãos da cidade comemoram  a chegada dessa demanda.

O artesão Marlus Daniel, que expõe pela segunda vez seus quadros na Feincartes comenta que a feira é uma grande oportunidade. “Trocamos muitos contatos na feira e isso faz com que possamos trabalhar o ano todo com arte, e isso é maravilhoso. Essa feira é uma grande oportunidade para os artesãos, porque valoriza nosso trabalho e alavanca a cultura da nossa região, e ainda revela os nossos talentos”, conclui.

A Feincartes segue até o dia 12 de maio, no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho em Petrolina, das 17h às 23h. Quem visita a feira poderá conferir esculturas, pinturas, artigos de moda, peças em madeira, artesanato em tecido e retalho, entre outros artigos. Além dos estandes, a feira oferece uma praça de alimentação, com a comercialização de pratos da culinária regional. E a cada noite, os visitantes poderão conferir também apresentações culturais locais. O ingresso individual será comercializado a R$ 5,00 (inteira) e R$ 2,50 (meia). Crianças até 12 anos, acompanhadas dos pais, tem entrada livre. Idosos a partir dos 60 anos pagam meia-entrada.

Texto: Juliane Peixinho (Ascom PMP) Fotos: Gilson Pereira
Política
05 de Maio / 2013 às 13:00 | Nenhum Comentário

Armando, Eduardo e o prefeito de Bom Conselho, Dannilo Godoy, na Barragem Açude da Nação.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, deu uma boa noticia à população de Arcoverde, no Sertão, ao anunciar nesta sexta-feira (03), durante ato em Garanhuns, no agreste meridional, a destinação de recursos para a construção da adutora de Arcoverde e a perfuração de dois poços na bacia do Jatobá, em Ibimirim. O pleito havia sido apresentado pela prefeita do município, Madalena Brito, e pelo senador Armando Monteiro, em audiência com Fernando Bezerra no ultimo dia 17 de março, no Ministério da Integração Nacional, em Brasília.

Ao discursar em Garanhuns durante a solenidade de assinatura de varias ações voltadas para a área de segurança hídrica, ao lado do governador Eduardo Campos, o ministro Fernando Bezerra afirmou: "Tenho a alegria de anunciar aqui, Armando, que os recursos para atender às demandas apresentadas por você e pela prefeita Madalena já estão na conta do governo de Pernambuco". A obra, orçada em R$ 40 milhões, beneficiará toda a região. Somente em Arcoverde será acrescentado com a adutora 40% de volume de água aos 10% atuais.

Na solenidade em Garanhuns, o senador Armando Monteiro saudou os anúncios e as assinaturas de obras e ações feitas pelo ministro Fernando Bezerra e pelo governador Eduardo Campos. "Nós aqui podemos constatar que os governos federal e estadual atuam de maneira articulada para oferecer ações estruturantes que permitam o relançamento das atividades produtivas. Para minorar os sofrimentos da população", afirmou Armando.

No discurso, o senador também fez questão de destacar a atuação do ministro Fernando Bezerra e do secretario de Agricultura do Estado, Ranílson Ramos, pelo trabalho realizado, fruto da "capacidade executiva comprovada" de ambos. Para Armando, com as iniciativas que tem tomado para enfrentar a seca, o governador Eduardo Campos demonstra ao Brasil que Pernambuco se une para superar o atual quadro de adversidades.

Espaço do Leitor
05 de Maio / 2013 às 12:00 | 6 Comentários

Bom dia Geraldo,

Sou estudante, e fui ao estádio Adauto Moraes para comprar o ingresso do jogo JUAZEIRO X BAHIA, quando fui informado que o ingresso custava R$ 20,00. Apresentei minha carteira de estudante para garantir a MEIA-ENTRADA que custaria R$ 10,00, mas no momento que apresentei a minha carteira de estudante me informaram que o ingresso é de R$ 20,00 para todo mundo.

Juazeiro não tem lei não. 

“A Lei Estadual nº 7844 (de 13/05/92) que regula o acesso a este direito diz que os alunos matriculados em estabelecimentos regulares de ensino de primeiro, segundo e terceiro graus (fundamental, médio e superior) têm direito a pagar meia entrada"

Meia entrada é o direito que o estudante brasileiro tem de pagar 50% de desconto no ingresso (convite ou ticket), de eventos culturais e esportivos em todas as cidades do brasil.

Desse jeito ainda querem que os torcedores de Juazeiro compareçam ao estádio.

Cadê os direitos dos estudantes, idosos?

Carlos Dias

Política
05 de Maio / 2013 às 11:00 | Nenhum Comentário

O presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Elmo Vaz, e o chefe de gabinete da Casa Civil do Governo da Bahia, Carlos Mello, se reuniram sexta-feira (3), com prefeitos pertencentes aos Consórcios do Sertão do São Francisco e de Itaparica. A pauta foi composta pelas ações de democratização do acesso à água para estes municípios, que vêm sofrendo com as consequências da seca no estado.

A reunião é uma resposta à demanda surgida durante a reunião itinerante do Comitê Estadual para Ações de Convivência com o Semiárido, realizada no dia 28 de fevereiro deste ano, em Juazeiro, quando os prefeitos indicaram ao secretário Rui Costa (Casa Civil) a necessidade de uma conversa direta com o órgão federal, a fim de promover uma maior aproximação entre os três governos.

Dentre as ações destacadas na conversa, está a viabilização da construção de barragens subterrâneas pelos municípios. Elmo Vaz reforçou que os governos federal, por meio da Codevasf e do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), e estadual, através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vão doar aos municípios maquinário e lonas, para que sejam construídas as barragens, que vão trazer segurança hídricas a estas localidades.

Ações voltadas ao desenvolvimento econômico destas regiões também foram discutidas, visando a inclusão produtiva do pequeno produtor rural. Foi acordado que os consórcios formalizarão ao Governo do Estado um pedido de kits de irrigação e tanques de piscicultura. O pleito será encaminhado ao governo federal. Participaram do encontro prefeitos dos municípios de Chorrochó, Macururé, Rodelas, Sobradinho, Santa Brígida e Gloria.

Ascom/Laís Souza - Casa Civil
Espaço do Leitor
05 de Maio / 2013 às 10:00 | 26 Comentários

Geraldo,

Sexta-feira à noite um ônibus da ASTRASS quebrou em uma rua que dá acesso ao ponto de apoio da empresa no centro cidade, causando transtornos a todos. O que me chateia é que nem a ASTRASS, nem a prefeitura retiraram o veículo do local, o que mostra que Sento Sé é uma terra sem lei, onde todos fazem o que querem. Esse fato aponta também as péssimas condições desses ônibus que vivem quebrando, pois são muito velhos e a estrada é ruim, graças a Deus que dessa vez quebrou dentro da rua, pois se quebra na estrada tinha virado.

Cadê as autoridades dessa cidade?

Antonio da Silva

Política
05 de Maio / 2013 às 09:00 | 4 Comentários

Sexta-feira (03), a coligação O Povo vai vencer de novo, inaugurou o comitê Central da campanha para prefeito e vice-prefeito de Santa Maria da Boa Vista, com os candidatos Jetro Gomes e Humberto Mendes. A abertura oficial do comitê, que está localizado no centro da cidade, aconteceu às 19h e contou com a participação de lideranças políticas. Mais de 5 mil pessoas marcharam pelas ruas e avenidas da cidade. Além dos candidatos, estavam presentes vereadores e apoiadores da coligação que une PSB, PT, PSB, PTB, PP, PPS, PHS. No local, será possível encontrar materiais de campanha e agenda dos candidatos, de segunda a sábado, das 8h às 19h.

A palavra de ordem no arrastão foi Jetro é o prefeito que representa o povo; “Santa Maria precisa se desenvolver, não aceitamos nem perdoamos traição. Queremos Jetro para liderar o executivo de Boa Vista”, falava emocionado o mototaxista Edson Souza. Jetro foi eleito com larga vantagem nas eleições 2012, mas foi impedido de assumir a prefeitura do município. E, por decisão judicial, Eliane que era aliada de Jetro e presidente da Câmara, assumiu o cargo de prefeita. No entanto, Jetro não desiste do sonho de transformar Santa Maria em uma cidade que trabalha com a participação popular, promovendo o desenvolvimento econômico e social.

Durante seu discurso, Jetro pediu a proteção de Deus para a sua campanha e relembrou sua carreira política, destacando que “apesar da grande traição, o povo não permitirá ser enganado novamente, fui o candidato mais bem votado. No nosso governo faremos a mudança que o povo quer ver e viver. Precisamos transformar a realidade de Santa Maria da Boa Vista, para o pequeno ter voz e vez nesta cidade. Hoje volto aos palanques com a cabeça erguida e com a consciência de ter sido um bom líder para esta comidade, por isso peço novamente o apoio destes cidadãos”. Ainda em suas palavras, Jetro lembrou as ações que realizou na localidade durante seu governo como prefeito, em 20 meses. Todos os presentes se alegraram ao relembrar com ele a tão sonhada chegada do Instituto Federal na cidade, a valorização do piso salarial dos professores, motoristas e conselheiros tutelares, a iluminação rural, entre outras melhorias. E foi com muita animação que Jetro Gomes e Humberto Mendes inauguraram oficialmente o Comitê de Santa Maria.“Nas urnas o povo vai reafirmar que Jetro é o candidato que se preocupa com povo, que ama e cuida do povo.

Ascom Jetro Gomes
Esporte
05 de Maio / 2013 às 08:00 | 6 Comentários

Superação, essa foi a palavra mais utilizada pela torcida curaçaense na festa que aconteceu pelas ruas da Cidade de Curaçá, norte da Bahia, nesse sábado, 4 de abril. Superação porque a Seleção de Curaçá desbancou, durante as finais, os tradicionais times desse Evento Esportivo: Abaré e Cabrobó; esse último, campeão em 2012. Nas partidas finais, Curaçá sempre esteve atrás no placar, se recuperando e empatando ou virando jogos. Venceu, por exemplo, Cabrobó na partida final, hoje, pela manhã no Ginásio do SESC em Petrolina/PE. Foi nos pênaltis sim, por 4 x 3, porém perdia por 2 x 0 no tempo normal, empatando a menos de dois minutos do fim. Uma super ação do artilheiro Alex que marcou dois gols empatou o jogo e se consagrou artilheiro na competição (ganhou televisão de brinde) e foi campeão juntamente com os demais jogadores, comissão técnica, apoiadores, e aí se deve registrar o apoio da torcida (destaque em toda a Copa) que se apresentou com mais de 400 pessoas para gritar, juntamente com a Seleção Amarela e de todas as cores, é campeão!

Esse é um resumo curaçaense do inédito título de Curaçá na 17ª edição da Copa. Aí não teve jeito, as ruas da Cidade ficaram repletas de pessoas acompanhando, à tarde, o desfile dos jogadores e comissão técnica em carro aberto, onde estava também o Prefeito Carlinhos Brandão, representante de um Governo que apostou no apoio ao esporte e agora veio apresentar o primeiro resultado de um investimento num grupo que já demonstrava há tempos que teria capacidade de vencer, mas que não tinha o apoio necessário para chegar lá. Essa foi a observação do Prefeito que demonstrou estar muito feliz com a conquista da Seleção Curaçá. Além do Governo, muitos curaçaenses (empresários, funcionários públicos, desportistas) também contribuíram com: transporte de torcida, dinheiro, materiais esportivos, pequenos e médios custos; enfim, Curaçá jogou e venceu junto com sua Seleção, nessa Copa Regional.

“Valeu o empenho de todos indistintamente; não foi a vitória de uns e sim de um coletivo”, relatou Eneilton Ramos, Diretor Municipal de Esportes. “É inédito, mas nãopode parar. É se preparar para os próximos desafios. Foi bom demais vencer, pela primeira vez vestindo a camisa de nossa Seleção. Esse grupo não pode se desfazer, já mostramos superação, agora é continuar unidos”, disse o jogador Alex.

Informações de Maurízio Bim, Assessor de Comunicação da Prefeitura de Curaçá
Esporte
05 de Maio / 2013 às 07:00 | 5 Comentários

A abertura da 35ª edição dos Jogos Escolares de Juazeiro acontecerá nesta segunda-feira (06), às 18h, na Orla Nova da cidade. O evento, que marca o início da competição envolverá em torno de mil alunos da Rede Municipal de Ensino, Particular e Estadual, que disputarão as modalidades de Futsal; Futsal Society; Baleô; Handebol; Basquetebol; Voleibol e Atletismo. 

Na programação da solenidade de abertura as escolas realizarão o tradicional desfile, haverá o juramento dos atletas, acendimento da pira olímpica, apresentações de ginástica artística e fanfarra dos alunos do Colégio Municipal Paulo VI. 

De acordo com a coordenadora Iracelma Marins nesse dia os atletas terão a oportunidade de ter um primeiro contato e interagir. “A abertura é sempre uma bonita festa, da qual todos querem participar, mostrar suas agremiações e demonstrar o espírito esportivo. Temos a certeza de que mais uma vez será um evento de sucesso”, afirmou. 

As competições têm início no dia 07 de maio, com jogos acontecendo no Ginásio de Esportes Aloísio Viana, Ginásio de Esportes do Paulo VI, Campo do Adelhão (Futebol Society) e SESI (Atletismo). A 35ª edição dos Jogos Escolares é uma realização da Prefeitura de Juazeiro, através da Secretaria de Educação e Esportes. 

Confira as tabelas dos jogos:

Jogos Escolares

Futebol Society

Por Anna Monteiro / Seduc
Espaço do Leitor
04 de Maio / 2013 às 23:00 | 7 Comentários

E se você parasse um pouco e refletisse sobre essa amargura que cobre seus dias de um peso, muitas vezes, desnecessário...

E se você se permitisse sorrir mais, brigar menos, respirar de forma correta, sentindo a vida, de fato, invadir seu ser...

E se você abrisse a porta do seu quarto e deixasse o sol entrar, permitisse sair todo mofo e cheiro de coisa velha que vive trancada dentro desse seu mundo cinza...

E se você, de repente, se olhasse no espelho e experimentasse mudar algo, melhorar algo, inovar algo em você...

E se você optasse por despir-se dessa armadura pesada que reveste sua vida e empurra-lhe sempre para um caminho onde o “não” é soberano absoluto...

E se você concordasse, vez ou outra, com as pessoas que sorriem por sorrir, que se divertem por se divertir, que amam por amar e, concordando com isso, você não sentisse culpa alguma...

E se você baixasse a guarda por um instante apenas e enxergasse no mundo coisas além das obscuras que você releva com tanto afinco...

E se você experimentasse o novo, largasse o velho dentro de uma gaveta trancada e se jogasse nas oportunidades fresquinhas que surgem a cada instante...

E se você procurasse entender que as coisas andam, avançam e isso não significa que estão erradas, apenas, mudaram. Acompanhe-as...

E se você, enfim, assumisse a coragem de abrir a boca e o coração e dizer: “Eu sou feliz!”...

E se você tivesse essa coragem? A coragem de ser diferente, de criar sua própria filosofia e pregá-la com o seu próprio exemplo... E fazer dela a sua "arma" na "guerra" por dias melhores, por pessoas melhores...

Tenta... Dizer "Não" a tudo, muitas vezes é mais fácil do que sorrir e assumir a sua capacidade de ser feliz mesmo diante de tanta adversidade.

E isso não é ser alienado, isso é ser corajoso!

Por Cinthya Danielle do Blog "O Divã Dellas"

Política
04 de Maio / 2013 às 22:00 | 21 Comentários

Com a geração de mais de 500 empregos diretos e indiretos, Juazeiro abraçou na manhã desta sexta-feira, 3, a chegada de mais um grande empreendimento com a inauguração da primeira loja da rede Assaí Atacadista, do Grupo Pão de Açúcar na Bahia.O prefeito Isaac Carvalho, que estava acompanhado do secretário de Planejamento do Estado, Sérgio Gabrielli, do deputado federal, Daniel Almeida, do chefe de Gabinete da Secretaria de Relações Institucionais da Bahia, Pedro Alcântara, secretários municipais e vereadores, expressou a importância do momento. “Agradecemos a rede Assaí e ao Grupo Pão de Açúcar por ter escolhido Juazeiro para entrar na Bahia e, segundo o presidente me passou, essa é a maior loja do Brasil e isso nos orgulha muito. Juazeiro hoje se consolida como pólo de varejo e atacado, atraindo mais investimentos e desenvolvimento para nossa região. Sem dúvidas, é o povo de Juazeiro quem ganha com isso”, expressou o prefeito.

Depois de um ano e oito meses desempregada, tempo em que retornou de São Paulo para Juazeiro, Fabiana Ferreira não escondia a ansiedade para começar o novo trabalho como operadora de caixa. “Espero poder dar o melhor de mim para crescer junto com a empresa e que bom que voltei pra minha cidade num momento tão bom como esse em que empresas consolidadas estão chegando”, comentou Fabiana.

A chegada do novo empreendimento também foi uma ótima oportunidade para Paulo Filgueira. Natural da cidade de São Paulo, Paulo veio passear na cidade e acabou decidindo por fixar residência em Juazeiro. “Essa é uma cidade acolhedora e como tenho família aqui e sempre vinha passear, considerei o momento ideal para morar aqui de vez e graças a Deus estou aqui e empregado porque temos vivido o crescimento da cidade”, falou um entusiasmado Paulo, que assume a função de chefe de setor da rede Assaí Atacadista – loja Juazeiro.  Nona loja do nordeste, e a 65ª da rede, o novo empreendimento, de acordo com Belmiro Gomes, presidente da rede, teve investimentos da ordem de R$ 35 milhões. O espaço ocupa mais de 14 mil/m² de área construída, quase 6,3 mil/m² são da área de venda, dispondo de 22 caixas e 437 vagas de estacionamento para os clientes.

“O Assaí chega a região com a certeza que vai contribuir para a economia local, gerar empregos, investimentos, ou seja, vem pra fazer parte da cidade”, falou o presidente da rede Assaí que destacou o apoio do poder público para a vinda do empreendimento. “Contamos com o apoio muito forte da prefeitura para viabilizar o empreendimento. Nós hoje estamos construindo em 12 cidades brasileiras e a cidade que nos deu a melhor receptividade, agilidade em todo o processo foi Juazeiro. Agradecemos muito ao poder público pelo apoio com as tratativas, viabilizando uma loja desse porte em Juazeiro”, encerrou Belmiro Gomes, presidente da rede Assaí, informando ainda que o grupo estará inaugurando nos próximos três anos mais 60 lojas no país, sendo 25 delas na região Nordeste e cinco na Bahia.

Ascom PMJ
Esporte
04 de Maio / 2013 às 21:08 | 12 Comentários

O time do Juazeiro Social Clube bem que tentou, mas não deu para repetir a campanha de 2001, quando o Tricolor das Carrancas chegou às finais do Campeonato Baiano. O time do técnico Janílson ficou com a maior posse de bola durante quase toda a partida, mas a "camisa" do Bahia prevaleceu e mesmo jogando mal, conseguiu fazer um gol com Talisca ainda no primeiro tempo e saiu vencedor da partida por 1 a 0.

O Juazeiro ainda perdeu um penalti, no começo do segundo tempo. Márcio, zagueiro da equipe, tirou a bola do goleiro, mas também do gol. É importante parabenizar à diretoia, comissão técnica e jogadores, por essa bela campanha, colocando o time entre os quatro melhores do estado, mesmo com todas as dificuldades encontradas por um time do interior. Amanhã, é a vez da Juazeirense, que precisa de uma goleada para passar pelo Vitória, vale nossa torcida. O jogo será as 16 horas no Adauto Moraes.

Política
04 de Maio / 2013 às 21:00 | Nenhum Comentário

Doenças fúngicas são responsáveis por perdas significativas de árvores em Salvador e Região Metropolitana, e o governo do Estado já vem realizando as devidas ações de manejo das pragas. Hoje (03), pela manhã, foi assinado um termo de cooperação técnica entre órgãos do Governo (Sedur/Sucab, Seagri/Adab e EBDA) para conjugar esforços por meio de fiscalização, monitoramento, educação sanitária e controle das pragas Lasiodiplodia theobromae, Ceratocystis fimbiata e Hypocryphalus Mangiferea, agentes causais e disseminadores da Seca da Mangueira.

“Não existe “cura”, mas o controle e algumas ações de prevenção. Por já existirem casos da praga em outras culturas frutíferas, o trabalho torna-se intenso, por isso estabelecemos níveis de controle da praga: o cultural e o biológico (ainda em estudo)”, explica o diretor de defesa sanitária vegetal da Adab, Armando Sá, lembrando que, por estar ocorrendo dentro do perímetro urbano, as medidas de combate às pragas se tornam mais restritas e o uso de defensivos agrícolas não é recomendado.

Para o secretário de Agricultura, o engenheiro agrônomo Eduardo Salles a cadeia produtiva não pode sair prejudicada por ser de extrema importância para o agronegócio. “O controle preventivo mais coerente é por meio da exclusão, ou seja, com auxílio de medidas legais de Defesa Vegetal, para impedir que a doença entre em áreas ou regiões isentas do problema”, orienta Salles, enfatizando que, atualmente, a manga é uma das mais importantes e representativas frutas tropicais e o Nordeste lidera o ranking nacional.

A Secretaria de Agricultura (Seagri), por meio da Agência de Defesa Agropecuária das Bahia (Adab) e da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), e a Superintendência de Construções Administrativas da Bahia (Sucab), órgão vinculado a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, estão trabalhando conjuntamente no controle fitossanitário da praga, cada órgão com suas funções e responsabilidades. “Fiquei impressionado pela cooperação entre os órgãos governamentais. Creio que a Defesa Vegetal saiu mais fortalecida e que essa ação conjunta pode ser utilizada como modelo”, ressalta o diretor geral da Adab, Paulo Emílio Torres, informando ainda que a linha de frente da Agência e Sucab já atuou, hoje (03), na região do Centro Administrativo da Bahia (CAB) em prol do controle mais eficiente e eficaz das pragas da mangueira, bem como no trabalho de educação sanitária, orientando a população e distribuindo cartazes e folders informativos.

AS PRAGAS E SUAS RECOMENDAÇÕES – A Seca da Mangueira começa a se desenvolver dentro dos vasos internos da árvore e bloqueia os fluxos de seiva. Com isso, a planta começa a secar, desde a parte aérea até a raiz, atingindo totalmente a árvore, e morre. Desta forma, o principal disseminador é um besouro, normalmente encontrado nos galhos e troncos. O principal sintoma é o amarelecimento, murcha e seca dos galhos, que geralmente têm início num ramo da extremidade da copa.

Para reduzir o problema, recomendam-se várias medidas, como cortar e queimar os ramos secos da planta, eliminar os galhos e ramos doentes 40 centímetros abaixo do local afetado, pincelar o local podado com uma pasta cúprica (à base de cobre) e queimar imediatamente os galhos cortados, para eliminar os besouros neles existentes. “A Sedur, via Sucab, se compromete a realizar tais ações nas árvores situadas na região do CAB, de acordo com as exigências do Termo de Cooperação Técnica”, afirma o secretário de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro.

“Dentre as estratégias para a contenção do avanço da praga, pesquisadores da EMBRAPA/Mandioca e Fruticultura preconizam vistorias periódicas do pomar nas áreas afetadas, principalmente nos meses quentes”, afirma a fiscal estadual agropecuária e coordenadora do Projeto de Controle de Mosca-das-frutas, Rita de Cássia Costa, lembrando que a Agência é o órgão responsável pela fitossanidade do Estado. Na última segunda-feira, 29 de abril, a equipe operacional da Adab, EBDA e Sucab foi capacitada para uniformização de procedimentos. E foram discutidos assuntos como os aspectos gerais das pragas, bem como as dificuldades de controle e manejo cultural, sem perder o foco nas ações específicas para as árvores dispostas em zona urbana da capital e cidades circunvizinhas.

Ascom/Adab
Espaço do Leitor
04 de Maio / 2013 às 20:00 | 11 Comentários

Discussão calorosa mais uma vez é levantada no Brasil sobre o tema redução da maioridade penal, que consiste na modificação do Art. 228, da Constituição Federal que declara “São penalmente inimputáveis os menores de dezoito anos, sujeitos às normas da legislação especial”, bem como do Art. 27, do Código Penal Brasileiro, que estabelece “Os menores de 18 (dezoito) anos são penalmente inimputáveis, ficando sujeitos às normas estabelecidas na legislação especial”, reduzindo a responsabilidade penal, ou seja, que os adolescentes respondam pelos seus atos delituosos, a partir dos 16 anos de idade, visando com isso a redução e repressão dos atos de selvageria perpetrado por adolescentes notoriamente vinculados através dos meios de comunicação.

Contudo, no Brasil existe uma cultura legislativa, que por sinal deve ser repensada, de se querer criar leis, em situações de extrema comoção social, quando são noticiados fatos grotescos e violentos que trazem uma intensa repulsa por parte da sociedade. Isso é insano porque no calor das emoções, acabamos por incitar a criação de leis que na verdade servem apenas com uma resposta imediata por parte dos agentes políticos, que se aproveitam para fazer populismo, para uma sociedade que deseja ver que algo seja feito, e espera piamente que a criação de uma lei modifique uma realidade social, sendo que no que tange a violência e outros problemas da sociedade hodierna, modificações legislativas, são apenas mudanças no tecido da lei, todavia se não houver um aparato infra estrutural dado pelo estado, para que a lei saia do plano abstrato e realmente produza mudanças na realidade social, as referidas leis tornam-se letras mortas, não tendo eficácia prática. Tomemos por exemplo recente, a medida adotada no estado de São Paulo no dia 11 de janeiro de 2013, de internação compulsória para dependentes químicos, já disciplinada pela Lei Federal de Psiquiatria (Nº 10.216, de 2001). Ocorre que na primeira semana de implementação da medida, o Estado de São Paulo não dispunha de leitos suficientes, para atendimento da grande demanda de dependentes químicos necessitando de internações, não há naquele estado, como na maioria, uma estrutura para o cumprimento do comando legal, provando com isso que não basta mudar a lei, é preciso criar mecanismo práticos a curto e longo prazo, para vê-la produzindo as mudanças tão esperadas. Resquício ainda da referida cultura legislativa, consiste em fazer comparações do ordenamento jurídico pátrio, com outros modelos legislativos de Nações desenvolvidas, que não possuem os abismos sociais que ainda existem no nosso querido Brasil. Tomemos como exemplo a liberação do uso da maconha na Holanda, um país europeu rico, altamente desenvolvido, com um sistema de polícia judiciária eficiente, que facilita o controle e punição dos excessos, bem como contando com uma população consciente de suas responsabilidades civis e penais, cenário social totalmente diferente do visto aqui no Brasil. O mesmo princípio pode ser aplicado, quando se refere a maioridade penal no sistema americano, relacionando-o com o nosso, o pano de fundo político-criminal, policial, processual penal, punitivo, carcerário e social dos EUA difere em muito da nossa realidade brasileira. Criticando essa cultura, Guilherme de Souza Nucci, Mestre e Doutor em Direito Processual Penal – PUC-SP, Desembargador na Seção Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo: “o sabor da legislação penal midiática é nítido e lamentável. O sistema entra em colapso, justamente porque, vez ou outra, concretiza-se um crime qualquer, que ingressa nos meios de comunicação, com fervor, provocando alterações na legislação penal e processual penal. Não se legisla com racionalidade, mas com pura emoção”. Prisões e Liberdades, página 22, ed. Revista dos Tribunais.

No nosso ordenamento jurídico, temos várias modificações legislativas penais, que carregam o nome de pessoas que foram vítimas de crimes, a lei 11.340/2006 leva o codinome de Maria da Penha, em função de ter sido uma das vítimas da violência doméstica e familiar perpetrada por seu companheiro. A lei 8.072/90, Lei dos Crimes Hediondos, popularmente conhecida como lei Glória Perez, teve grande repercussão na mídia, pois teria sido criada por iniciativa popular, o que na verdade não foi, encabeçada pela novelista Glória Perez, depois do assassinato de sua filha a atriz Daniella Perez. Nesta, primeiramente, elevaram-se as penas e proibiu-se a progressão de regime, bem como a liberdade provisória para os crimes catalogados como hediondos (homicídio qualificado, extorsão qualificada pela morte, estupro, estupro de vulnerável, latrocínio...).  Já a lei 12.706/2012 alterou o art. 306 dispositivo do CTB – Código de Transito Brasileiro, lei 9.503/1997, fornecendo amparo legal para a configuração de flagrante, sem o tão recusado teste de alcoolemia. Toda essa legislação penal é importantíssima no combate a criminalidade, todavia o próprio Poder Executivo Federal constatou a superlotação carcerária, da qual nunca deu conta satisfatoriamente, passando a agir nos bastidores do Legislativo Federal da derrubar os rigores das legislações que outrora eles mesmos editaram, em especial a dos crimes hediondos.  Cuidaram de editar a lei 11.464/2007, autorizando a progressão de regime mais brando, liberdade provisória sem fiança, bem como removendo a integralidade do cumprimento total da pena em regime fechado para os incursos nos crimes imputados de hediondos. Recentemente, uma das primeiras leis sancionada pela Presidente Dilma foi a lei 12.403/2012, conhecida como lei antiprisão, medidas cautelares descarcerizadoras, fomentando o fundamento constitucional de que a prisão é a exceção e a liberdade é a regra, transmitido a imagem velada aos olhos dos desatentos, de que o estado brasileiro não dispõe de um sistema processual célere, bem como de meios estruturais para acomodar população carcerária que tristemente cresce no Brasil. Posto essas ponderações, ser ou não ser favorável a redução da maioridade penal?

Sou a favor da redução da maioridade penal se os crimes e improbidades perpetrados pelos agentes políticos (presidente, governadores de estado, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores) fossem apurados, julgados, condenados e recolhido ao cárcere, gerando um sentimento de justiça, se acabassem com a impunidade não esferas superiores do poder, vejam o exemplo atual do mensalão. Se extirpassem do nosso ordenamento jurídico o instituto do “foro por prerrogativa de função ou foro privilegiado” onde agentes políticos são julgados por cortes maculadas pela parcialidade;

Sou a favor da redução da maioridade penal se os atos de improbidade administrativa praticados por chefes de estados e os agentes públicos da administração direta e indireta, autárquica e fundacional da União, Estados, Município e DF fossem devidamente punidos, com perdas dos bens e ressarcimento ao erário, se a lei 8.429/1992, cujas sanções são aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função, o que na maioria das vezes, caem no esquecimento;

Sou a favor da redução da maioridade penal quando os crimes de colarinho branco, disciplinados pela lei 7.492/1986 forem divulgados pela grande mídia brasileira, por que o que se vê a massificação de uma violência pontual, perpetrada por pobres, denunciando assim a extorsão de massa, velada, praticada por grandes grupos financeiros neste país;

Sou a favor da redução da maioridade penal se acabassem a aposentadoria compulsória para magistrados, como sanção administrativa por delitos cometidos por eles, bem como a revogação da prisão especial para algumas classes de pessoas (exemplo portadores de diploma de curso superior);

Sou a favor da redução da maioridade penal quando o processo penal brasileiro for célere, preciso, na aplicação da justiça criminal. Nem todo delito cometido é tipificado; nem todo delito tipificado é registrado; nem todo delito registrado é investigado pela Polícia; nem todo delito investigado é apontado o autor; muitos inquéritos são arquivados; nem todo crime é denunciado; a denúncia nem sempre termina em julgamento; o julgamento nem sempre termina em condenação;

Sou a favor da redução da maioridade penal quando a cifra negra (diferença existente entre a criminalidade real e a criminalidade registrada) cifra essa que mostra a ausência de um aparelho estatal forte no combate a criminalidade ficar em níveis toleráveis.

Sou a favor da redução da maioridade penal quando o perfil da população carcerária seja diferente. A maioria absoluta é formada por pessoas pobres, da classe baixa. Setenta por cento deles não completaram o ensino fundamental e 10,5% são analfabetas. Só dezoito por cento desenvolve alguma atividade educativa e 72% vive em total ociosidade. Uma população carcerária que é jovem: 55% são pessoas de 18 a 29 anos, homens ou mulheres. Quase metade dos presos do Brasil estão atrás das grades por terem cometido roubo (121.611). A segunda maior razão para as prisões são o tráfico de entorpecentes (59.447), seguidos de furto (56.933) e homicídio (46.363).  Crimes relacionados com o “patrimônio” pobreza.

Sou a favor da maioridade penal se tivessem um sistema carcerário que abrigasse com dignidade os presos. Há uma superlotação de presos. Imagine o que a redução da maioridade penal poderia provocar.

Por isso tudo, com esse cenário, veementemente não sou a favor da redução da maioridade penal. Seria se o cenário ora apresentado fosse diferente.

Graças a Deus, que há neste país ainda bons políticos, policiais militares e civis, delegados, juízes, promotores, líderes religiosos, procuradores, defensores públicos, advogados, servidores nas três esferas do poder, jornalistas, radialista, enfim cidadãos que acreditam, lutam e contribuem para o aperfeiçoamento da sociedade brasileira.

A paz é fruto da justiça, enquanto houver impunidade, injustiça, desigualdade social será difícil combater a criminalidade criando somente leis. A pergunta que não quer calar é o que fazer então? A resposta é a inversão dos valores criticados no texto, assim como o homem voltar a ter pudor e temor para com as coisas de Deus.

JEAN LIMA DOS SANTOS, é juazeirense, bacharel em direito, advogado inscrito na OAB/BA nº.37.142, professor e pastor.

Variadas
04 de Maio / 2013 às 19:00 | Nenhum Comentário

As comemorações do 81º aniversário da 1ª IEC (Igreja Evangélica Congregacional) de Juazeiro serão realizadas nos dias 25 a 26 de maio, em seu templo-sede, situado à praça Dr. José Inácio da Silva, nº 14, com o tema: “Desafios e resultados de ser uma família que edifica”, que será explanado pelo Missionário Ricardo Medeiros (IEC de Teresina/PI). A parte musical ficará a cargo do Ministério de Louvor local.

Como de costume, será comemorado também o aniversário da Associação Regional, que tomará parte na programação com a saudação do Presidente Pr. Antonio Germano, bem como outras participações por ele indicadas. Todas as atividades serão realizadas no templo central, obedecendo aos seguintes horários: sábado (25) às 19:30hs e domingo (26) às 9:00hs e às 18:00hs.

Política
04 de Maio / 2013 às 18:00 | 1 Comentário

Em reunião com o prefeito Júlio Lóssio na manhã desta sexta-feira (3 de maio) o deputado estadual Odacy Amorim (PT/PE) junto com uma comissão dos barraqueiros da Avenida 7 de Setembro, confirmou que o prefeito irá atender sua sugestão de construir uma praça de alimentação na área para atender os comerciantes que tiveram os barracos destruídos há cerca de 15 dias.

Os barraqueiros que atuavam há mais de 20 anos na área, foram obrigados a deixar o local por recomendação do Dnit (Departamento Nacional de Infraesturura de Transportes) e alguns tiveram os barracos destruídos por estarem invadindo um terreno particular. “Os comerciantes me procuraram no dia que tiveram seus barracos derrubados e no momento entrei em contato com o prefeito e fiz a sugestão. Hoje o prefeito disse que irá ceder a área para a construção da praça de alimentação e vai conversar com os bancos para financiar a implantação dos restaurantes”, revelou Odacy.

Essa sugestão era projeto antigo de Odacy para urbanizar e oferecer um ambiente melhor para quem trabalha ou utiliza os serviços dos barraqueiros da 7 de Setembro. “O prefeito foi sensível e deixou os comerciantes saírem dessa crise, maiores do que entraram. A praça da alimentação na Avenida 7 de Setembro ficará em direção à UPAe e deverá ser outro importante ponto de comercialização na área da feira do Jardim Maravilha, que fica perto do local”, explicou o deputado.

O deputado acrescentou que até a estruturação do novo pólo gastronômico, pedirá ao Dnit que deixe os comerciantes trabalhando no local. “Estou encaminhando um pedido ao Dnit e vou propor que deixe os comerciantes permanecerem na área enquanto a Prefeitura elabora o projeto. Vamos buscar os bancos para financiar os restaurantes e construir uma praça bonita como existe hoje o pólo do Galinhodrómo e do Bododrómo”, concluiu o deputado Odacy Amorim.

Ascom Deputado Odacy Amorim
Política
04 de Maio / 2013 às 18:00 | Nenhum Comentário

O programa Água para Todos possui uma série de canais de interlocução com a sociedade para esclarecer dúvidas e encaminhar sugestões e queixas. Além de dar suporte aos beneficiários diretos das ações, estes canais proveem informações sobre os critérios usados para o direcionamento das atividades e permite que eventuais denúncias sejam registradas. “É importante que as comunidades participem deste processo que busca facilitar o acesso a água em áreas de escassez. Ter clareza sobre como a água é armazenada, como deve ser tratada, por que determinadas famílias recebem as cisternas de abastecimento e outras não recebem, quais são os requisitos essenciais para ser beneficiado e qual é a autoridade mais próxima habilitada a encaminhar soluções são orientações fundamentais para o sucesso do Água para Todos”, aponta Carlos Hermínio de Oliveira, coordenador do programa na Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), uma das entidades executoras.

As famílias beneficiadas com as cisternas de consumo instaladas pela Codevasf dispõem de uma linha de atendimento gratuito para o esclarecimento de dúvidas. O telefone 0800-0816060, mantido pela Acqualimp, empresa que fabrica os reservatórios, atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Informações sobre características do equipamento e cuidados para conservação e limpeza, por exemplo, podem ser obtidas por este número. Os reservatórios têm garantia de cinco anos contra eventuais defeitos de fabricação e por este canal os beneficiários também podem vir a acioná-la. “Queremos que os beneficiados tenham a melhor experiência possível com as cisternas de polietileno. É natural que nem todos dominem a utilização do equipamento, por isso nada mais adequado do que oferecer uma linha gratuita para esclarecer todas as dúvidas”, afirma Amauri Ramos, diretor da empresa fabricante.

Paralelamente, o Ministério da Integração Nacional (MI), instituição que coordena o Água para Todos, mantém uma Ouvidoria para esclarecer dúvidas, registrar reclamações e fornecer informações sobre o trabalho da instituição. O número 0800-610021 atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30. Quem preferir pode enviar mensagem para o e-mail ouvidoria.mi@integracao.gov.br. Na avaliação do secretário de desenvolvimento regional do MI, Sérgio Castro, uma das principais características do Água para Todos é o envolvimento das comunidades em sua execução e controle.

"O Água para Todos é um programa que se preocupou desde o início com o controle e a participação social. Sua realização é antecedida pela organização de Comitês Gestores Municipais, com a participação da sociedade civil e dos futuros usuários, pois são eles que definem a demanda e que acompanham a implantação dos equipamentos. Após a instalação da cisterna e durante sua utilização, caso o usuário, que já foi treinado, tenha algum problema, ou queira dar sugestões, ou relatar dificuldades, é fundamental que ele possa utilizar os canais de comunicação”, diz Castro.

A Codevasf, empresa pública vinculada ao MI, é responsável por instalar cisternas do Água para Todos nos estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Piauí e Maranhão. Em todos estes estados a Companhia possui superintendências que coordenam as atividades do programa e assessoram os municípios na composição dos Comitês Gestores Municipais. Os Comitês são responsáveis por identificar famílias que preencham os requisitos para ser beneficiadas – como o de viver em áreas rurais, em situação de extrema pobreza ou pobreza, com carência de acesso a água, renda per capita de até R$ 140,00 e inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal.

“Estes Comitês são focos de disseminação de informações e estão aptos a esclarecer as comunidades. Sempre há participação do poder público municipal nestes grupos, então a prefeitura local é uma boa referência para a população informar-se sobre a presença do programa no município”, afirma Carlos Hermínio de Oliveira. A Codevasf também mantém canal de contato com as comunidades, por meio de sua Ouvidoria.

Ascom Codevasf
Política
04 de Maio / 2013 às 18:00 | 10 Comentários

Em reunião na Governadoria da Bahia quinta-feira (02/05), o ministro dos Transportes César Borges assegurou que o Ministério vai investir mais de R$ 5 bilhões nos próximos cinco anos em rodovias, ferrovias e hidrovias na Bahia. O objetivo do encontro do ministro com o governador Jaques Wagner e demais autoridades foi detalhar as obras de transportes do governo federal no estado e discutir problemas e soluções.

“Queremos avançar na duplicação da BR 116, no trecho concedido, vamos iniciar o processo de duplicação da BR 101 e melhorar as BRs 242 e 235 com programas de manutenção”, assegurou Borges. Em ferrovias, o ministro ressaltou o Programa de Investimentos em Logística (PIL) que prevê a construção de três grandes ferrovias novas no estado: os trechos entre Belo Horizonte (MG)-Salvador; Salvador-Juazeiro; e Salvador-Recife. Também lembrou que deverá ser concluída a obra da Ferrovia de Integração Oeste-Leste( Fiol) que está em implantação. “ Queremos que o trecho Ilhéus-Caetité esteja pronto até o final de 2014, e a ligação entre Caetité e Barreiras até o final do ano seguinte”, completou.

No modal hidroviário, o ministro disse que “ queremos tornar realidade a hidrovia do São Francisco” . Segundo ele, a meta é tornar a hidrovia plenamente navegável, principalmente no trecho entre Bom Jesus da Lapa e Juazeiro.  Ao lado do ministro César Borges e do governador Jaques Wagner, participaram da reunião o chefe da Casa Civil do governo baiano, Rui Costa; o vice-governador Otto Alencar; o diretor-geral da Derba, Saulo Pontes; o secretário executivo do Ministério dos Transportes, Miguel Masella; o presidente da Valec, Josias Sampaio Cavalcante; o diretor-geral do DNIT, Jorge Fraxe;  os diretores da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT),  Carlos Fernando do Nascimento e  Natalia Marcassa de Souza ;  o diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT, Roger Pegas; e o diretor de Engenharia da Va lec, Oziris dos Santos

Agecom
Variadas
04 de Maio / 2013 às 17:00 | Nenhum Comentário

 

A diretora de Valorização do Professor e Formação Continuada da Secretaria de Educação e Esportes de Juazeiro, Luzanilde Aguiar, participou nesta sexta-feira (03) de um Painel de Debates do curso de pós-graduação da Universidade do Estado da Bahia que trabalha a “Educação Contextualizada para a Convivência com o Semiárido”. O encontro aconteceu no Departamento de Ciências Humanas do Campus III da UNEB e contou com a participação dos pós-graduandos e profissionais da Escola de Formação dos Educadores de Juazeiro (EFEJ).  

A convite do curso, a diretora apresentou a realidade do município e o que vem sendo desenvolvido na perspectiva da educação contextualizada. De acordo com Luzanilde, algumas mudanças positivas já podem ser observadas na Rede Municipal de Ensino, que está construindo as diretrizes do setor através de uma parceria da SEDUC, EFEJ, IRPAA e professores do município. “Estamos elaborando essa proposta coletivamente e esperamos que, muito em breve, o trabalho com a contextualização seja inerente ao professor, tanto da zona rural quanto da área urbana”, explicou. 

A aluna Lidiane Braga achou interessante a troca de experiências, que promoveu a construção de um paralelo entre o que está sendo discutido na universidade e o que está sendo feito na prática.  Na opinião da pós-graduanda, o maior desafio ainda é a mudança de concepção individual dos professores. “Construir políticas públicas e diretrizes gerais é um pouco mais fácil. Agora, fazer com que o educador absorva novos conceitos sobre a educação contextualizada vai bem mais além. Mas, acho que já demos os primeiros passos. Essa pós e a formação dos professores da Rede Municipal são bons exemplos disso”, acredita. 

Na avaliação do educador Antônio Carvalho a implantação da EFEJ – que é pioneira no estado e referência no nordeste – é de grande importância para essa mudança de perspectiva, que ele considera processual. “O fato de termos um espaço de formação para os professores que aborda, entre outras temáticas, a Educação Contextualizada é um grande diferencial. Acredito que a Escola de Formação de Educadores de Juazeiro seja esse elo estratégico entre o governo, a Rede Municipal de Ensino e a universidade, que converge para uma educação de melhor qualidade”, ressaltou. 

Para Luzanilde Aguiar, além de participar e contribuir com as discussões, ter professores e formadores do município fazendo a pós-graduação é motivo de entusiasmo. “Fico feliz porque é gente nossa se especializando em um segmento que ainda precisa de muitos avanços. Nós da SEDUC e EFEJ acreditamos nessa parceria com a UNEB e demais instituições de ensino e entendemos que é dessa forma que se constrói educação pública”, justificou. Ainda no debate e exposição de painéis desta sexta-feira, outros temas igualmente relevantes como o ensino das culturas afro-brasileiras e indígenas foram abordados.

Ascom/Prefeitura Municipal de Juazeiro
Política
04 de Maio / 2013 às 16:00 | Nenhum Comentário

Nesta sexta-feira (03), aconteceu a primeira noite de novena do festejo de Nossa Senhora de Fátima, do município de Parnamirim. O evento contou com a presença marcante dos fiéis católicos e simpatizantes da cidade, além do deputado federal Gonzaga Patriota, prefeito Ferdinando Carvalho (Nininho), a primeira-dama Tarciana Carvalho e autoridades locais. A Santa missa foi presidida pelo o Pe.  Orlando Natel.

A abertura aconteceu com a realização da procissão saindo da Praça de Eventos José Sampaio, seguindo até a igreja que leva o nome da santa, no bairro Cohab, onde aconteceu o hasteamento da bandeira com a imagem de Nossa Senhora de Fátima e a celebração da Santa Missa.

O prefeito Ferdinando Carvalho, destacou o evento como sendo grandioso para a comunidade católica. “Em 2011 foi declarado feriado municipal no dia 13 de maio em homenagem a Nossa Senhora de Fátima. Este momento é de felicidade e louvor. A cada ano aumenta a participação da comunidade católica neste evento grandioso”, disse o prefeito.

O deputado federal Gonzaga Patriota descreveu o momento como gratificante. “Foi um evento muito bonito. Um momento de reflexão religiosa que mostrou a fé do povo de Parnamirim em Nossa Senhora de Fátima. Muita gente participando. Fiquei feliz em ter tido a oportunidade de participar desse momento tradicional e religioso”, revelou Patriota. O evento católico, que já é tradição há seis anos, reúne anualmente grande parte da população do município numa demonstração de fé e amor fraterno.

Aline Benevides Ascom Gonzaga Patriota
Variadas
04 de Maio / 2013 às 15:00 | Nenhum Comentário

A HEMOBA e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia lançaram oficialmente no dia 30 de Abril, a I Taça HEMOBA da Solidariedade, que tem como objetivo estimular uma competição saudável entre os rivais históricos Bahia e Vitória. Em todo o Estado da Bahia, a população será convidada a doar sangue em nome dos seus times e, ao final do Campeonato Baiano, será possível descobrir quem é a torcida mais solidária do Estado.

OBJETIVO:

Em abril, a Fundação Hemoba coletou 6.398 bolsas de sangue em todas as suas unidades do Estado. Esse número ainda pode crescer. Com a campanha, esperamos aumentar em 20% o quantitativo de bolsas coletadas para ficarmos confortáveis no mês de junho já que, além do São João, teremos a Copa das Confederações e precisaremos estar preparados para receber a população temporária.

MECÂNICA

Os representantes das  principais torcidas de Bahia e Vitória já foram acionados para que, cada um a seu modo , incentive a sua torcida a “levar” esse campeonato.  Um “torcidômetro” na página da Hemoba no Facebook será a ferramenta que dirá em quanto está o placar parcial de bolsas doadas por toda a torcida, diariamente.

FECHAMENTO

No dia 19 de maio, quando acontecerá o último jogo do Campeonato Baiano, na Arena Itaipava Fonte Nova, a Hemoba divulgará o vencedor da I Taça HEMOBA da Solidariedade, na presença dos representantes da torcida vencedora - que receberá um troféu de agradecimento pelo empenho. A torcida adversária ganhará também um troféu pela participação, já que principal mensagem que a HEMOBA quer passar é de que “nesse Campeonato todo mundo é vencedor”, e o principal objetivo é abastecer os estoques de sangue da Fundação Hemoba com a presença da população que é apaixonada por Futebol.

Variadas
04 de Maio / 2013 às 14:00 | 1 Comentário

Um grande público e muitas novidades marcaram a noite de abertura, na última sexta-feira (03), no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, em Petrolina da Feira Internacional de Artesanato e Decoração – Feincartes. O evento, que reúne até o dia  12, mais de 200 expositores de 15 países  e 14 estados brasileiros, além de 180 artesãos de Petrolina, surpreendeu os visitantes com uma diversidade de peças étnicas, esculturas, pinturas e artigos de moda, a exemplo das toalhas da Capadócia (Turquia), os tapetes de Lagoa do Carro – PE, as cerâmicas da Palestina e o capim dourado de Minas Gerais.

 Durante a abertura oficial, o prefeito de Petrolina Julio Lóssio destacou a iniciativa, que já faz parte do calendário nacional de grandes eventos de artesanato e é uma realização da Mathias Feiras e Eventos com apoio da Prefeitura de Petrolina. “Esta segunda edição da Feincartes promete reeditar o sucesso da primeira feira pela qualidade dos produtos e a valorização do nosso artesão através do programa Cria Petrolina. Além de uma ótima oportunidade de negócios, a boa receptividade do público, também incentiva o intercâmbio cultural, gera trabalho, renda e incrementa o turismo movimentando as redes hoteleira e gastronômica”, completou o prefeito. Segundo a realizadora do evento, Maria Mathias a segunda edição foi ampliada com a participação de mais países e estados, e também com a presença de inúmeras associações de artesãos de várias partes do Brasil. “Tudo isso se traduz num leque maior de novidades, de estilos e diversidade. Um passeio pelo mundo sem sair de Petrolina”, definiu.

 Para a professora Lizete de Paula, a Feincartes, além de representar uma verdadeira viagem pela cultura e a história de países, a exemplo da Bolívia, China e Dubai (Emirado Árabe), e estados brasileiros, a exemplo do Rio de Janeiro, Ceará e Espírito Santo, também agrada pela oferta gratuita de cursos, oficinas e apresentações artísticas com talentos regionais.  “Gostei muito desta integração entre o artesanato regional e os produtos vindos de outros países. Os preços são bons e estou levando algumas peças. Fiz também minha inscrição numa oficina e volto no sábado para aprender mais”. A feira oferece uma série de oficinas gratuitas que ensinam técnicas para fazer flores de escama de peixe, porta lápis em fibra de bananeira, porta latinhas de sisal, tricô de dedo, entre outras.Monitoradas por especialistas em artesanato de várias partes do país, as oficinas prosseguem até o próximo dia 12, sempre a partir das 16h30, com participação de designers, que vão ensinar como adequar o produto a realidade atual do mercado.  

 A programação artística elaborada pela Secretaria de Cultura de Petrolina, prossegue neste sábado (04), sempre às 19h, com o Maracatujaba; domingo (05) orquestra Novos Talentos; segunda-feira (06) Samba de Véio; terça-feira (07) Matingueiros; quarta-feira (08) Roda de São Gonçalo; quinta-feira (09) Reisado da Vila Mocó; sexta-feira (10) Show Afro de Capoeira; sábado (11) Bloco de Carnaval Os que Ficaram e domingo (12) Clebyson Bolão (voz e violão – todos os dias).A Feincartes funciona das 17h às 23h. O ingresso custa R$ 5,00 e pessoas a partir de 60 anos pagam meia entrada. Crianças até 12 anos acompanhadas dos pais são isentas. Mais informações: www.feincartes.com.br

Clas Comunicação
Política
04 de Maio / 2013 às 13:00 | 3 Comentários

Nesta sexta-feira, dia 3, o prefeito Isaac Carvalho participou do encontro promovido pelo Governo do Estado, que contou com a presença do secretário de Planejamento da Bahia, Sergio Gabrieli, do subsecretário de Relações Institucionais do Estado, Pedro Alcântara, e do deputado federal, Daniel Almeida.

Na oportunidade, foi apresentada aos cidadãos a plataforma de ação do Governo do Estado, a partir do que já foi executado, o que está sendo realizado e as ações previstas na Lei Orçamentária (LOA) de 2013 e nos dois últimos anos do PPA (2014-15), além das realizações executadas pelo Estado no Território do Sertão do São Francisco.

“É fazendo parte desse diálogo que vamos conhecer o que é prioridade para a nossa região. Essa é a oportunidade de não só discutir a seca, mas o desenvolvimento integrado do nosso Estado e hoje podemos dizer que temos a presença ativa dos governos do estado e federal na região Norte”, disse Isaac Carvalho.

Ascom PMJ
Política
04 de Maio / 2013 às 12:00 | Nenhum Comentário
 
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolina, José Tenório, candidato á releição, intensifica neste sábado, dia 4, algumas visitas de campanha para fortalecer a sua candidatura e divulgar o seu projeto no comando do maior sindicato da categoria no Nordeste
 
O roteiro começa pela Assentamento Nossa Senhora de Fátima, onde Tenório realiza contatos com os assentados e aproveita para reforçar as suas ações caso se seja eleito para um segundo mandato. O encontro no assentamento começou por volta das 10h. Depois dessa visita, Tenório tem algumas reuniões internas de campanha e no final da tarde segue para a área de sequeiro, prestigiar finais de torneiros de futebol e eventos locais.
Texto e Foto Cinara Marques - assessoria de imprensa José Tenório
Variadas
04 de Maio / 2013 às 11:00 | 3 Comentários

O sertão invadiu a capital baiana na noite de sexta-feira (3). E foi com casa cheia que Targino Gondim comandou o espetáculo 'Sertão da Gente', que abriu a segunda edição do projeto Celebração das Culturas dos Sertões, no Teatro Castro Alves. O espetáculo musical teve um repertório voltado para as manifestações que acontecem na região do semi-árido e homenageou dois veteranos: Bule-Bule e Dominguinhos.

"Foi emocionante porque além de fazer um espetáculo em uma casa como o TCA, também estava junto dos amigos, tocando as coisas que eu gosto de tocar e contando histórias do meu povo, o povo sertanejo", disse Targino ao iBahia sobre a emoção de apresentar um projeto como este.Ao lado da sua banda e do Quinteto Sanfônico do São Francisco, Targino recebeu convidados especiais e emocionou a plateia em cerca de duas horas de apresentação. Para abrir a noite, o grupo Samba de Véio do Rodeadouro esquentou o palco.

Depois foi a vez de Zezinho Aboiador se apresentar e anunciar o anfitrião da festa. Nilton Freitas, João Omar, Xangai e Elba Ramalho completaram as participações especiais da noite. Sob direção artística de Fernando Marinho, um dos destaques do show foi o cenário. De bandeirolas estampadas em preto e branco a lua cheia, de casamento da roça a uma moça na janela, de bolinhas a bandeirolas coloridas, tudo em perfeita harmonia com a iluminação e a direção musical, assinada pelo próprio Targino Gondim.


No repertório, um dos pontos altos da noite foram as canções 'Juazeiro', 'Esperando na Janela' e 'Eu Só Quero um Xodó'. "Uma vez Dominguinhos me disse: O (Gilberto) Gil fez com você - sobre 'Esperando na Janela' - o mesmo que fez comigo - por 'Eu Só Quero um Xodó' - na década de 70. O Brasil inteiro passou a conhecer a nossa música", relembrou Targino. Um dos momentos mais esperados da noite foi a participação de Elba Ramalho que entrou com a música 'De Volta Para o Meu Aconchego', e seguiu com 'Carcará' e 'Lendas de São João'."Foi linda a festa e eu adoro Targino. Quando a gente divide palco com um artista que a gente tem afinidade, amizade e admiração tudo funciona bacana. E outro adendo positivo, que aqui é imbatível, é o fato de cantar no Teatro Castro Alves que eu amo de paixão. Foi tudo maravilhoso, fiquei muito feliz", contou Elba Ramalho ao iBahia. 

Para fechar a festa, Targino apresentou a banda em 'Asa Branca', com solos dos sanfoneiros Flavio Baião, Vanderlei do Nordeste, Rennan Mendes, Cicinho de Assis e Gel Barbosa. Depois, reuniu todos os convidados e liberou o forró para a plateia, que se animou pertinho do palco.A plateia emocionada, vibrou, aplaudiu e se sacudiu na cadeira do teatro. "Como sou do interior, e a minha cidade também sofreu com essa seca, achei o show emocionante.  Quando ele falou que basta chover um pouco para tudo ficar verde, isso realmente acontece, é bem real. E também sou louca por forró, lembrei de casa e fiquei com saudade do São João", comentou a estudante de comunicação, Suzana Rebouças, que nasceu na cidade de Marcionílio Souza. 

"É um sentimento renovado tratar desse assunto: do sertão. É uma coisa que muito me alegra e me atrai. Eu sou um rapaz do sertão, sou sertanejo, sou vaqueiro, sou cantador e junto com esses músicos maravilhosos, esses poetas, eu me sinto mais feliz ainda", comentou Xangai."O show mostrou o que a gente tem de mais forte: a nossa cultura, história, nosso povo e nossos artistas. Foi um espetáculo", encerrou Targino.

Por Carol Andrade do Ibahia
Política
04 de Maio / 2013 às 10:00 | Nenhum Comentário

A Deputada Isabel Cristina de Oliveira (PT) congratulou-se com os dirigentes do Sindbeb, que tem os empregados da Pepsico como filiados, felicitando-os pelo encerramento da greve e pelas conquistas alcançadas.

Para a deputada Isabel Cristina, que esteve solidária com os empregados grevistas e se comprometeu em ajudar para ver suas reivindicações atendidas, disse que se sentia feliz, embora não se tenha conseguido 100%, valeu a luta pelos direitos.

Segundo a deputada, foi alcançado um piso de R$ 715,00, reivindicava-se R$ 750,00. A cesta básica passou de R$ 68,00 para R$ 98,00. O reajuste, para quem ganha acima do piso, ficou em 7%, quando se pleiteava 8%. "Como pode-se ver, houve ganhos para a categoria. Isto é importante", concluiu a deputada Isabel Cristina.

Ascom Dep. Isabel Cristina
Espaço do Leitor
04 de Maio / 2013 às 09:00 | 32 Comentários

Oi Geraldo,

Gostaria que você postasse essas fotos no seu blog, pois é assim que se encontra o PSF do Alto do Cruzeiro. Na última quinta-feira, dia 02/05 fui até lá, e fiquei indignado com a situação desde, pois as cadeiras estão todas danificadas, as paredes e o forro cheios de mofo e nem água tem para os pacientes tomar.

Os pacientes ficam mais de duas horas esperando para serem atendidos e tem que ficar sem tomar água, pois lá no local do bebedouro tem é uma lata de lixo como você pode ver ai nas fotos. Sem falar que a dentista não esta atendendo desde o mês de dezembro de 2012 por falta de material.

Obs.: Senhor secretário o senhor chegou dizendo que ia fazer e acontecer, mas até agora nada.   

Daniel de Souza

Variadas
04 de Maio / 2013 às 08:00 | Nenhum Comentário

 

Coordenadores pedagógicos do Programa Saúde na Escola (PSE) participaram,ontem, 03, no Centro de Saúde III, de formação continuada desenvolvida pela Prefeitura de Juazeiro, através das Secretarias da Saúde e Educação. A ação teve como objetivo apresentar o plano de estratégias para realização da 1º Campanha de Hanseníase e Verminoses, a ser promovida no município de 20 de maio a 07 de junho e na Bahia, de 20 a 29 de maio.

A capacitação foi ministrada pela enfermeira da 15º Dires e responsável pelo Programa Regional de Hanseníase, Geania Rocha. Segundo a enfermeira a campanha terá tratamento diferenciado na região devido a grande demanda de pessoas com a doença “A região é considerada hiperendêmica e merece atenção especial. A campanha será voltada para crianças e adolescentes nas escolas públicas para que a busca de casos suspeitos sejam encaminhados aos postos de saúde para inicio precoce do tratamento”, disse.

Geania Rocha explica que hanseníase é uma doença crônica que causa manifestações neurológicas e dermatológicas e, as verminoses são comuns em menores de 15 anos, causando anemia. “A vigilância deve ser constante e o tratamento beneficiará as crianças a crescerem com mais saúde. A hanseníase provoca incapacidades e deformidades e queremos garantir que os estudantes estejam livres da doença, principalmente na fase jovem”, argumentou. O objetivo da formação foi buscar maior número de adesão das escolas e envolvimento dos profissionais para o sucesso do PSE e para que o enfrentamento das doenças seja eficaz e resolutivo.

Durante a campanha, os professores passarão aos pais uma ficha de autoimagem para preenchimento de dados e mapeamento das lesões que podem ser hanseníase. Se for registrado algum caso suspeito, a criança será encaminhada pela escola aos postos de saúde. Também serão distribuídos medicamentos aos estudantes do ensino fundamental mediante aceitação dos pais. “Se os pais não aceitarem, assinarão termo de consentimento confirmando que seu filho não terá a verminose tratada”, afirmou Geania Rocha. A oferta e a supervisão do tratamento das verminoses serão realizadas pelos profisisonais de saúde.

Por Vânia Castro/SESAU
Política
04 de Maio / 2013 às 07:00 | 12 Comentários

O deputado Roberto Carlos (PDT) promoveu, nesta quinta-feira (02), uma audiência entre o governador Jaques Wagner e os prefeitos de Uauá, Casa Nova, Sobradinho, Itanagra, Biritinga, Araçi, São Miguel das Matas, Filadélfia, Ibipitanga e a prefeita de Pojuca para apresentar as principais necessidades de cada município.

De acordo com o parlamentar, a reunião foi bastante produtiva uma vez que apontou, ao governador Jaques Wagner, as principais demandas das cidades representadas e o governo garantiu soluções para cada município.

Ascom Dep. Roberto Carlos
Espaço do Leitor
03 de Maio / 2013 às 23:00 | 1 Comentário

Luiz Duarte (*)

A ética é uma qualidade inata do ser humano segundo alguns tratados. Em todas sa latitudes e longitudes encontram-se exemplos espalhados no tempo que dignificam e enaltecem as virtudes dos homens e das mulheres cujos comportamentos são regidos por princípios morais.

Desgraçadamente existem em todos os ramos da atividade humana os que pensam e agem sem se importar com os meios. Para eles o que importa é o resultado. Seguem seus instintos no afã de conseguir atingir seus objetivos com todas as artimanhas e espertezas deixando de lado a probidade, o decoro, a dignidade, o zelo e a lealdade.

É por isso que se faz necessário regulamentar a ética profissional por meio de rigorosos códigos de conduta.

Os Códigos de Ética, além de frear impulsos e estabelecer punições, servem para indicar aos profissionais de todas as áreas, principalmente aos que não conhecem ou fazem questão de desconhecer, o prazer indescritível de ser livre, a sensação inenarrável de ser leal aos princípios que cada um tem dentro de si, a fim de que se tenha a consciência de que não se perde absolutamente nada quando se mantém a honra.

Foi por estas e outras razões que um jornalista pernambucano, num dia não muito distante, optou por descumprir uma ordem, correu o risco de perder o emprego (e perdeu), mas permaneceu com sua dignidade, com seus princípios éticos e, o que é mais importante, manteve a sua honra.

Esse jornalista deu a todos que exercem uma profissão um exemplo dignificante que enaltece as virtudes, tanto pela firmeza do seu caráter quanto pelo decoro com que conduziu naquele momento a sua vida profissional. Isto porque aquele jornalista recebeu uma ordem do seu superior hierárquico para fazer uma matéria sobre um fato extremamente desagradável. E a ordem era para não voltar sem a matéria que tinha o objetivo declarado de denegrir a imagem de uma pessoa e escandalizar a sociedade, pois a imprensa nanica vive dos escândalos que elevam o que se convencionou chamar de ibope, a exemplo dos tablóides ingleses que devem envergonhar Gutenberg. Então aconteceu um imprevisto. O jornalista, antes de começar a matéria, atendeu ao chamado de um desconhecido que lhe demonstrou quantos malefícios a divulgação daquele fato traria para a vítima da injustiça e para seus familiares e amigos.

Aquele jornalista responsável tinha ouvidos para ouvir, tinha olhos para ver e atendeu aos pedidos daquele desconhecido. Não obedeceu, portanto, a ordem do seu chefe e como conseqüência de sua insubordinação perdeu o emprego. Perdeu o emprego, mas não perdeu a honra nem a dignidade. E mesmo que tivesse perdido tudo, o que felizmente não ocorreu, e só lhe tivesse restado a honra, pouco ou nada teria perdido, pois de que adianta ganhar o mundo se o homem vier a perder a sua alma?

Este tipo de atitude, neste mundo sem nexo, que deveria e bem que poderia ser a regra geral, passou a ser exceção, deixou de ser natural para ser anormal, mas merece um local de destaque nas mentes e nos corações dos que sabem com firmeza porque têm a certeza que o ser é mais importante que o ter. E aquele jornalista respeitável e responsável vive em paz consigo mesmo, porque tem a consciência tranqüila pois, apesar de ter desobedecido uma ordem, sabe no seu íntimo que cumpriu muito bem o seu dever. 

(*) Engenheiro Agrônomo, Advogado e Membro da Academia Juazeirense de Letras – AJL

Política
03 de Maio / 2013 às 22:30 | 2 Comentários

O prefeito de Petrolina, Julio Lossio, recebeu a visita do prefeito Geranilson Requião, da cidade de Catu, localizada a 78km da capital baiana e também o prefeito de Bodocó, Danilo Rodrigues, que aproveitaram a ocasião para trocar experiências sobre gestão em educação e saúde.

O Programa Nova Semente foi o principal motivo da visita dos dois gestores à Petrolina. “O Nova Semente é um projeto maravilhoso que eu tanto ouvia falar e agora estou conhecendo. Já entrei em contato com o Instituto Alfa e Beto e esperamos implantar esse projeto no nosso município”, enaltece Requião.

Fernanda Marins Secom PMP Fotos: Gilson Pereira
Variadas
03 de Maio / 2013 às 22:00 | Nenhum Comentário

A Escola de Formação de Educadores de Juazeiro (EFEJ) recebeu nesta quinta-feira (02) a visita dos índios da tribo Fulni-ô (Povo da Beira do Rio), de Águas Belas – PE. A iniciativa de proporcionar aos formadores um momento de cultura e diversidade partiu da gestão da EFEJ, com o objetivo de provocar, trabalhar a interdisciplinaridade, contextualização, valorização das origens e quebra de estereótipos.

Os índios Fulni-ô apresentaram seus costumes, danças, artesanato e responderam a questionamentos dos educadores, curiosos em saber sobre o processo de miscigenação, contato com os brancos e período em que ficam reclusos no município pernambucano. De acordo com a gestora Rosemar Duarte, a expectativa é de que aconteça uma desmistificação da figura do índio, que muitas vezes só é abordada no dia 19 de abril e de uma forma aculturada.

Leia mais.

Por Anna Monteiro / SEDUC
Política
03 de Maio / 2013 às 21:30 | 4 Comentários

A indisponibilidade de milho para ração animal começa a ser superada na Bahia. Segundo informações Superintendência Regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab),8 mil toneladas de milho, para venda a preços subsidiados, estão disponíveis nos 13 polos de venda do estado. O Programa Venda em Balcão é uma inciativa do governo federal, por meio da Conab, e está inserido nas ações emergenciais de convivência com o semiárido. O grão pode ser encontrados nos polos localizados nos municípios de Irecê, Santa Maria da Vitória, Entre Rios, Itaberaba, Ribeira do Pombal, Feira de Santana, Juazeiro, Vitória da Conquista, Guanambi, Paulo Afonso, Seabra, Conceição do Coité e Jequié.

O secretário estadual da Casa Civil e coordenador do Comitê Estadual para Ações de Convivência com o Semiárido, Rui Costa, destacou que esta é mais uma conquista, fruto de um trabalho em parceria. “Graças ao esforço conjunto entre os governos estadual e federal, conseguimos ampliar a disponibilidade de milho. O desafio, agora, é comercializar todo o milho disponível, para que mais grãos cheguem e os rebanhos se mantenham supridos de alimento. Precisamos fortalecer cada vez mais a agropecuária e o pequeno produtor”, declarou Rui. Para fazer a retirada do milho, o criador deve procurar os escritórios da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA)para receber as orientações necessárias. A quantidade de milho para aquisição varia de acordo com o plantel de cada criador, respeitando os limite máximo de 6 toneladas.

Delivery – Além de disponibilizar mais de 50 técnicos da EBDA e alugar galpões para a implantação dos polos de venda de milho, o Governo do Estado realizou uma operação chamada de Delivery, que consiste em transportar o grão de outros estados e entregá-lo diretamente nos municípios. Mais de 4 mil criadores residentes em municípios mais distantes dos polos de venda foram beneficiados com o transporte de 8.800 toneladas de milho, isentando-os do custo com o transporte. 

Ascom Casa Civil GOV/BA

publicidade

51 anos de vida, 33 destes dedicados à informação com credibilidade. Este é Geraldo José um dos funcionários mais antigos da pioneira Rádio Juazeiro
Blog do Geraldo José. © 2009 - Todos os direitos reservados.
Curta nossa fanpage