Blog do Geraldo José - Espaço do Leitor
Vale do São Francisco - 16 de Julho de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479

Espaço do Leitor

publicado em 03 de Outubro / 2011 às 12:40

ESPAÇO DO LEITOR: PARCERIA COMUNIDADE E VEREADOR RECUPERA ILUMINAÇÃO NO BAIRRO NOVA ESPERANÇA

Geraldo,

É lamentável a situação em que nosso município se encontra, pois a nossa comunidade estava com 12 Lâmpadas queimadas nos postes, sendo que várias vezes solicitamos a reposição das mesmas ao setor competente da prefeitura e este não correspondeu.

Graças a uma parceria entre a Associação de Desenvolvimento Comunitário do bairro Nova Esperança e o vereador Bené Marques, a nossa situação foi resolvida, pois o nobre vereador comprou as lâmpadas e nós as colocamos nos postes.

O povo da nossa comunidade já estava com medo de sair de suas residências diante da falta de iluminação pública que por sinal todos da comunidade pagam suas devidas contribuições e a mesma é precária no bairro.

Então agradecemos ao vereador por ter firmado esta parceria conosco para sanar este problema.

Atenciosamente,

Júnior - Membro da diretoria da ADECOBANE (Associação de Desenvolvimento Comunitário do bairro Nova Esperança)

publicado em 03 de Outubro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: 07 PECADOS CAPITAIS DO NOSSO GESTOR PÚBLICO

A idéia básica contida neste tema é a de que uma adequada gestão pública tem que se apoiar nos seguintes pilares: planejamento, transparência, controle e responsabilidade. Estes também são os pilares que balizam a Lei de Responsabilidade Fiscal. Evidentemente que além desses princípios ainda é imprescindível que o gestor atue com ética, o que balizará o seu comportamento perante à sociedade que representa.

1º Pecado - Nosso gestor público não programa as suas ações de forma planejada, mas sim as concebe no dia-a-dia, conforme a urgência de cada situação ou ao sabor das denuncias.

Dica para o atual gestor como para os pretendentes ao Paço municipal - Programar as ações de forma planejada estrategicamente Toda ação requer planejamento para que se alcance os resultados pretendidos. Cabe ao gestor e sua equipe adotar estratégias que mostrarão os caminhos para se alcançar as metas traçadas. Tanto na iniciativa privada como pública isso é imprescindível, pois geralmente os desejos da população de um local são maiores que a capacidade de atendimento. 

2º Pecado - Nosso gestor público não dá importância ao orçamento público, concebendo-o como entrave burocrático à sua administração.

Mais uma dica - Nenhuma pessoa consegue planejar e/ou efetivar seus gastos sem possuir um orçamento. Considerar o Orçamento Público como instrumento que organize e facilite a vida do gestor Um orçamento consiste basicamente nas previsões de receitas e despesas planejadas para determinado exercício.

3º Pecado - Não gosta de descentralizar decisões, pois entende que isto significa perda de poder.

Outra dica - Descentralizar ações, a palavra descentralizar é muito utilizada na Administração (principalmente na gestão privada), porém na iniciativa pública muitos gestores tem receio de colocá-la em prática. Para muitos essa palavra significa perda de poder e controle, o que não é verdade. Não se trabalha ou se Administra sozinho, distribuir atividades e responsabilidades é muito relevante nas organizações. Desde que seja avaliada e acompanhada, a descentralização pode ser muito eficiente e eficaz na gestão pública. 

4º Pecado – Não vemos nosso gestor público investir em capacitação e nem tampouco busca as melhores referências profissionais. O seu foco é político e não técnico.

Mais uma dica de utilidade publica - O gestor Público deve investir em capacitação e buscar os profissionais mais bem preparados para as funções Uma Administração eficiente e eficaz necessita contar com os melhores profissionais para compor os diversos postos organizacionais. O gestor precisará de pessoas competentes para ajudá-lo no desenvolvimento de políticas públicas que visem a melhoria da sociedade. Olhar sob a lupa da competência, e não das negociatas políticas, deve ser regra para o gestor público. 

5º Pecado – Transparencia. Infelizmente o que vemos é um receio de ser transparente, pois teme ser questionado sobre as suas ações.

Ser transparente Disponibilizar as informações relativas às receitas e despesas à população para que a sociedade possa controlar. Não é nenhum favor do Sr. Prefeito, a Lei da Responsabilidade Fiscal obriga o gestor público a ter essa tranparência na sua gestão. Assim, ser transparente significa competência e acima de tudo respeito com o cidadão.

6º Pecado – Socialização. Não vejo em nosso gestor publico o hábito de socializar informações e de utilizá-las em sua estratégia de ação.

Devido a falta de uma ação planejada, e às vezes em decorrência da deficiência técnica da equipe de trabalho, não são produzidas informações para a tomada de decisões na gestão pública. Em geral, não se produzem indicadores de avaliação e desempenho e, mesmo quando existem não são utilizados como parâmetros de condução da coisa pública. Isto dificulta o acompanhamento da gestão administrativa por parte da sociedade, pois as informações não são disponibilizadas nem tampouco socializadas para todos e acabam certas decisões trazendo mais transtornos que acertos.

7º Pecado – O mais grave de todos. Nossos politicos ainda não acreditam que serão punidos se cometerem erros ou prejuízos à sociedade. Se acham acima da lei.

A Lei de Responsabilidade Fiscal introduziu novos conceitos na administração pública, principalmente no que diz respeito ao binômio probidade/eficiência. Em outras palavras, explicitou a necessidade de que a ação pública ocorra baseada nos princípios da moralidade, do combate à corrupção, e do alcance de resultados concretos. Para tanto, introduziu também mecanismos de punição para os maus gestores ou gestores ineficazes do ponto de vista administrativo.

Quem sabe, ainda não dá tempo de nosso gestor público rever seus conceitos, ou quem sabe os novos pretendentes pensem um pouco no assunto. 

Júlio Almeida

publicado em 02 de Outubro / 2011 às 23:00

ESPAÇO DO LEITOR: NOVELA CORDEL ENCANTADO É TEMA DE ESTUDO E PESQUISA EM ESCOLA PÚBLICA DE JUAZEIRO

Geraldo,

Sabendo da responsabilidade e seriedade com as informações disponibilizadas, segue reportagem de uma educadora de Juazeiro que realizou um brilhante projeto a partir da novela Cordel Encantado. A TV São Francisco exibiu na sexta-feira dia 23/09 e a repercussão está sendo imensa. A professora Gerlane Fernandes da Escola Municipal Joca de Souza Oliveira, fez estudo comparativo entre personagens da ficção e da realidade e estudou vários aspectos da cultura nordestina, além de desenvolver o senso crítico do aluno, o que é possível perceber nitidamente nos comentários dos alunos e evitar o alto índice de evasão escolar principalmente em uma turma de Educação de Jovens e Adultos – EJA.

Iniciativas como essa devem ser valorizadas e aplaudidas.

Um abraço,

Juliana Carla

Reportagem: Gisa Ramos Imagens: Ronaldo Silva da TV São Francisco
publicado em 02 de Outubro / 2011 às 10:00

ESPAÇO DO LEITOR: SOS - BAIRRO JOÃO PAULO II ESTÁ INFESTADO DE CACHORROS COM CALAZAR E OUTRAS DOENÇAS

Amigo Geraldo José,

O bairro João Paulo II está infestado de cachorros soltos pelas ruas e muitos deles apresentam sintomas de Calazar e outras doenças. Gostaria que o poder público tomasse providências o mais rápido possível, retirando os animais abandonados das ruas e dando o tratamento correto para cada um deles.

Grato pela compreensão.

Eis as fotos que retratam a situação de abandono

Murilo Ricardo - João Paulo II

publicado em 30 de Setembro / 2011 às 09:10

ESPAÇO DO LEITOR: EDUCAÇÃO E TRÂNSITO

Senhor Geraldo,

Durante toda a campanha da Semana Nacional de Trânsito, que se dá todo ano do dia 18 a 25 de setembro, o DMTRANS (Diretoria Municipal de Trânsito) órgão responsável pela administração do trânsito viário na cidade de Senhor do Bonfim-Ba, promoveu diversas palestras nas escolas da rede pública e privada além de empresas prestadoras de serviço. É importante salientar que as ações não aconteceram apenas nestes dias, pois a sociedade preocupada com o futuro de nossas crianças nos procurou, agendando dias e horários para que fizéssemos visitas nas escolas.

Quero contar-lhe que como agente de trânsito fiquei admirada com a preocupação da população de minha cidade com relação ao trânsito, dizer também que me realizei ao ver a participação deles na campanha. 

Atenciosamente,

Mayana V. Santana

publicado em 29 de Setembro / 2011 às 12:40

Espaço do Leitor: Obra de construção da quadra poliesportiva do João Paulo II está jogada as traças!

Caro amigo Geraldo José,

Todos nós sabemos que Juazeiro é um imenso canteiro de obras. Sim, de obras paradas, como a construção da quadra poliesportiva do Bairro João Paulo II. Obra esta com cerca de R$ 150.000,00 já aplicado e detalhe, construído mesmo só tem os vestiários e algumas colunas.

O problema é ainda maior, pois, além da obra está paralisada, não tem um vigilante se quer para fazer a segurança da estrutura que já foi construída, e com isso os tapumes que fazem o fechamento da área da obra estão sendo arrancados. Pagamos impostos altíssimos e queremos mais responsabilidade na aplicação dos recursos pelo Governo, seja ele Federal, Estadual ou Municipal.

Gostaria de saber se os vereadores não estão vendo o abandono que se encontra aquela obra!
 
Peço providências.
 
Seguem as fotos que comprovam o abandono.
 
Murilo Ricardo Rocha
publicado em 29 de Setembro / 2011 às 10:00

ESPAÇO DO LEITOR: DESCASO DA ATUAL GESTÃO COM O URBANISMO E POPULAÇÃO

Geraldo,

Olha o descaso da atual gestão com a urbanização e população.

Deste canteiro central, localizado na Rua Tiradentes, bairro Santo Antônio, caiu uma árvore atingindo dois carros, há quase três anos.

Estão esperando que o fato se repita ou que aconteça pior com crianças que brincam nas proximidades e pessoas que por ali transitam, como eu?

Ah! Juazeiro.

Internauta de Juazeiro

publicado em 27 de Setembro / 2011 às 11:40

ESPAÇO DO LEITOR: DINHEIRO RICO PARA A JUAZEIRO POBRE

Senhoras e senhores, cidadãs e cidadãos da nossa Juazeiro. É um verdadeiro descalabro e tamanha incompetência e irresponsabilidade de gestores públicos de nossa cidade para com o saneamento básico, desde a sua primeira etapa iniciada no final do primeiro mandato de Joseph Bandeira, seguindo por todo o primeiro mandato de Misael Aguilar que gerou uma dívida que penaliza até hoje a nossa população.

Aquela CPI foi um desastre vergonhoso, ninguém foi culpado. Agora na segunda etapa do saneamento, onde o governo federal, no final do segundo mandato do prefeito Misael Aguilar liberou mais de R$ 60 milhões de reais, com mais de R$ 6 milhões de contrapartida do governo do Estado, um verdadeiro crime contra o dinheiro público foi cometido e continua sendo, sem fiscalização e sem punição.

No afã de se reeleger prefeito, o Sr. Misael Aguilar abriu várias frentes na obra do saneamento, perdeu a eleição e o atual prefeito Isaac Carvalho, com o seu grupo, fez denúncias, prometeu auditorias e o saneamento continua parado, bairros destroçados e a nossa população penalizada sem saber qual será a solução.

Os vereadores deveriam urgentemente convocar o prefeito, o seu secretário Flávio Luiz e todos os responsáveis sobre esta obra inacabada, afinal são mais de R$ 65 milhões de reais do dinheiro público em jogo.

Lembro que há um tempo, a Rádio Juazeiro e o blog do Geraldo José divulgaram o montante dos recursos federais liberados para Juazeiro, comparados aos de Petrolina. Pasmem todos, Juazeiro continua recebendo muito mais. Este ano, até agosto, foram liberados para juazeiro mais de R$ 142 milhões de reais, e um pouco mais de R$ 120 milhões para Petrolina, segundo o Portal da Transparência.

Queremos justiça e verdade, a corrupção nos assombra mais não podemos desistir.

Em tempo: Cadê o resultado sobre as denúncias de fraudes no saneamento do bairro Itaberaba, na gestão de Misael Aguilar? Vereadores o povo espera e vem resposta ai em 2012.

Zé Carlos Carvalho

publicado em 26 de Setembro / 2011 às 23:20

ESPAÇO DO LEITOR: ILHA DO RODEADOURO

A ilha do Rodeadouro é uma das mais freqüentadas da região sanfranciscana, com belíssimas paisagens naturais e praias de areias, excelente para banho e lazer. Com uma razoável infra-estrutura a ilha possui barracas com bebidas e comidas com os mais variados pratos da região. A demanda chega a 2 mil pessoas por final de semana. 

A alta temporada na região expõe cada vez mais os problemas de infra-estrutura da Ilha, ponto turístico mais visitado nas cidades de Juazeiro e Petrolina.

Além mais dos problemas de infra-estrutura a Ilha, apresenta dificuldades que começam desde a travessia até  o atendimento ao público. Os barcos ancoram num ponto distante que fica a mais de 300 metros das barracas, exigindo dos usuários uma desconfortável caminhada, por um corredor, a beira de um penhasco, sem proteção, limpeza, segurança e sinalização.

A movimentação no feriadão de sete de setembro mostrou, claramente, as péssimas condições do balneário; o abandono e a falta de uma política de turismo voltada para a ilha, circunstâncias que tem deixado os visitantes indignados pelo desconforto, pelas condições de acesso, falta de atendimento nas barracas e sanitários públicos.

É lamentável o estado em que a ilha se encontra. A atual estrutura é insuficiente para atender a demanda, nos finais de semana e feriados. O espaço geográfico da Ilha está defasado em tamanho e estrutura. Muitas casas foram construídas ao longo do espaço, deixando o acesso reduzido em forma de corredor, de aproximadamente um metro e meio de largura, para passagem de centenas de pessoas, uma “via crusis”, horrível, lembrando mais aquelas passagens de animais, uma verdadeira falta de respeito aos freqüentadores.

Diante das deploráveis condições estruturais, banhistas de juazeiro, mesmo tendo que enfrentar uma distancia maior, preferem atravessar pelo lado de Petrolina, “Travessia do Juarez” por oferecer melhores condições, conforto e tranqüilidade.  

Carlos Alberto
publicado em 26 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: MORADOR QUER SABER SOBRE A CONCLUSÃO DO SANEAMENTO NO JOÃO PAULO II

Prezado blogueiro!

Gostaria de saber do poder publico até quando os moradores do João Paulo II vão ter que esperar para ter suas ruas saneadas?

É uma vergonha entra prefeito sai prefeito e nada. Ha praticamente dois anos as obras de saneamento aqui do bairro estão paradas e ninguém se pronuncia sobre o assunto.

Cadê o presidente do bairro? Os vereadores que nós elegemos? Ninguém fala nada. Eles acordam todos os dias com o mau cheiro pisando em lama e não dizem nada.

Será que até as olimpíadas de 2016 o saneamento vai estar pronto ou não?

Com a palavra o poder público.

2012 vêm ai!

Murilo Ricardo da Rocha

publicado em 25 de Setembro / 2011 às 18:00

ESPAÇO DO LEITOR: MÃE DE ALUNO PARABENIZA ESCOLA DE JUAZEIRO

Caro Geraldo,

Como mãe da Escola do Cisne, aproveito esse espaço para saudar toda equipe gestora, coordenadora, professores, funcionários e alunos, por mais uma conquista importante.

No biênio 2009/2010, a Escola do Cisne foi uma das vencedoras, em nível nacional, da 2ª edição do Prêmio SESI “Qualidade da Educação/PSQE”, cujo objetivo seria estimular a melhoria da educação básica no país, por meio da identificação e reconhecimento de instituições educacionais públicas e privadas que desenvolvem educação de qualidade.

A Escola ficou em terceiro lugar e além da quantia em dinheiro recebida para investir na Escola, a Gestora teve a honra de ser convidada a uma visita técnica, em Toronto/Canadá, para conhecer experiência de referência em Educação Básica. A viagem acontecerá no período de 21 a 29 de Outubro e será acompanhada pela comitiva do SESI e por representantes das escolas premiadas no PQSE.

Diante dessa conquista, não só para a Escola do Cisne, mas para toda sociedade Juazeirense, parabenizamos a equipe de profissionais da escola, destacando o empenho e a dedicação dos professores e o esforço da gestora que por mais de 20 de anos vêm construindo uma educação de qualidade pautada em princípios, valores, planejamento, projetos como a Escola de Pais, parcerias com outras instituições de ensino, além de ações que contribuem de forma efetiva para uma Educação Básica de Qualidade no nosso País.    

Então, Escola do Cisne traga experiências de educação importantes para a nossa cidade!

Aline Almeida

publicado em 22 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: CRACK PROBLEMA CRESCENTE EM JUAZEIRO

Duas correspondências foram enviadas ao blog tratando de um mesmo problema crescente em toda Juazeiro, como no restante do País: O consumo de crack. Em ambos os emails, os leitores solicitam providências dos organismos de segurança pública. Confiram:

Geraldo,

Meu nome é Poliana Almeida e sou estudante de Psicologia. Estou morando em Juazeiro desde o ano passado e tenho observado que é crescente no município o número de usuários de crack por toda a cidade.

O problema está ganhando grandes dimensões e se não houver uma postura de reação da sociedade civil e das instituições que compõem o Poder Público, muito em breve o problema se tornará insustentável.

O crescimento do número de usuários que fizeram do terminal rodoviário urbano da cidade um local de consumo, por exemplo, é assustador! Moro nas imediações do terminal e confesso que sair e voltar para casa têm sido complicado. Com o passar dos dias os usuários de drogas se amontoam, em condições precárias e nada é feito por eles. Seria de grande importância que instituições públicas e privadas, órgãos de saúde pública e a Academia se unissem para oferecer melhores condições de vida a esses cidadãos, ao invés de marginalizá-los e tratá-los como um problema de segurança pública.

Este post é um convite para que a sociedade se proponha a ver os usuários de drogas com novos olhos e encarar os problemas que verdadeiramente envolvem essa questão.

Poliana Almeida

.x.x.

Amigo Geraldo José,

Conto com você para pedir socorro aos nossos governantes, às Polícias Militar e Civil, também a todas as entidades representantes do Poder Público de Juazeiro sobre a questão do consumo de Crack em nossa cidade. Recentemente, um fato me fez deixar a silenciosa indignação e fazer valer o meu direito de cidadão em cobrar segurança para mim, minha família e para todos os pais, mães e filhos das famílias juazeirenses. Por favor, publique a carta que segue e, se possível, colabore com a resolução de um drama crescente em nossa cidade. Desde já, agradeço.

Um forte abraço,

Claudionor Sena

Carta aos órgãos de Defesa Pública de Juazeiro

Dia 15 de setembro de 2011, mais precisamente às 06:30 da manhã, estava indo para o trabalho quando me deparei com uma cena que eu jamais vou esquecer: Cerca de 20 ou 25 pessoas, amontoadas feito bichos, sujas e esqueléticas brigavam, dormiam, transavam, bebiam e fumavam crack abertamente em uma calçada, na Avenida Oscar Ribeiro.

Um suposto ponto comercial, que na verdade é um ponto de tráfico e consumo de drogas, situado próximo nos fundos uma loja de móveis e eletros que não merece ter seu nome associado ao fato, se instalou ali há tempos e é conhecido por toda a população local. Mas atualmente, o número de freqüentadores e o volume da droga consumida por eles já não cabe no suposto ponto comercial e eles invadiram a rua por completo, as esquinas das ruas vizinhas e até mesmo o terminal rodoviário urbano, ameaçando a população que necessita deixar suas casas cedo para trabalhar ou estudar e que só retorna tarde aos seus lares.

Por muitas vezes já vi pessoas serem assaltadas e furtadas por freqüentadores deste espaço, também já soube de casos em que mulheres sofreram tentativas de estupro ou se viram ameaçadas por verdadeiros zumbis que tomaram conta do centro da cidade.

Eles hoje ocupam a Avenida Oscar Ribeiro, o Terminal, os Arcos da Ponte Presidente Dutra e cada ponto debaixo dela, a Orla quase por completa, incluindo os bares e até mesmo o Vaporzinho e o Casarão do ainda em construção Centro-Gastronômico.

Não entendo porque a população conhece esses fatos, mas os órgãos públicos parecem ignorar o que está acontecendo, digo isso porque não há segurança nessas ruas, nem mesmo no Terminal durante os horários de pico.

Já denunciei a existência desse ponto de tráfico e diversos fatos ocorridos na área, mas nada acontece, pois o socorro tarda demais a chegar ou ele se quer vem. Sei que a cidade é grande e que os problemas são muitos para que a polícia sozinha dê conta de resolvê-los, mas não acredito que remanejar parte daqueles tantos policiais que ficam no perímetro bancário, no comércio, nas praças e órgãos públicos para áreas residenciais que estão completamente desprotegidas e ameaçadas comprometa a segurança desse outros lugares.

Queria saber por que a guarda municipal, que atua de maneira tão eficiente multando o cidadão quando ele comete infrações de trânsito, não faz blitz no centro da cidade para combater o tráfico como quase todo dia tem em outros bairros, como o Dom José Rodrigues e João Paulo II?

Não sei por que, mas estamos deixando essa gente ocupar os espaços de nós que somos cidadãos, estamos nos trancando em casa enquanto eles estão à solta, porque temos de escoltar nossos filhos e esposas para que a violência não os alcance. Onde nós vamos parar? Socorro!

Gostaria que, na dúvida, minhas denúncias fossem averiguadas, e, que na comprovação daquilo que eu digo, as entidades se organizem, que intensifiquem a fiscalização, que realizem operações de combate ao tráfico também no centro da cidade, que aproveitem as informações da população para identificar e prender os criminosos, para fechar esses pontos de tráfico e prostituição. Conclamo que seja feito um mutirão em prol de nos oferecer paz e segurança, pois parece que o caos resolveu se instalar por aqui.

Claudionor Sena

Foto Ilustrativa Google
publicado em 21 de Setembro / 2011 às 07:40

ESPAÇO DO LEITOR: SECRETÁRIO DE SAÚDE NÃO CUMPRE NA ÍNTEGRA LEI APROVADA NA GESTÃO DO PC DO B EM JUAZEIRO

Caro Geraldo, 

Antes de mais uma vez me utilizar de seu espaço para partilhar com seus leitores as muitas razões de meu descontentamento com o Governo do PC do B, peço licença para esclarecer algo.

Quando sou reconhecido durante meu trabalho em toda a cidade de Juazeiro, chego a ser questionado pela população sobre o porquê de só me manifestar no blog para “falar mal” dos atos administrativos da gestão municipal. Isso é verdade. Já contribui com matérias tratando do trabalho da Vigilância Sanitária (VISA). Gostaria muito de poder utilizar o grande alcance desse instrumento de imprensa para divulgar as ações positivas da VISA e orientações de educação sanitária. Na última vez que tentei fazer isso, era uma nota explicando a farmacêuticos, balconistas, médicos e usuários as novas regras para retenção de receitas de antimicrobianos (RDC 44/10). Fui orientado a enviar primeiro o texto à Assessoria de Imprensa da Secretaria de Saúde – aquela mesma que contestou as informações que trouxe à sociedade sobre licitações. Como não quero minha credibilidade jogada ao vento, decidi permanecer calado no que tange a assuntos relacionados diretamente com as ações da Vigilância Sanitária até que essa bruxuleante chama da gestão vigente enfim se apague na alvorada de 2012.

Mas o que vim fazer aqui é mais uma vez lamentar a inércia do Secretário de Saúde no que diz respeito aos direitos dos Fiscais Sanitários. Talvez a mágoa por estes terem sido os primeiros, ainda em 2009, a abrir o olho da sociedade quanto ao erro que foi apostar numa mudança que, por fim, se mostrou fictícia, seja o motivo de tal tratamento.

Na época daquela greve, a reivindicação era a elaboração e envio à Câmara Municipal do projeto de Lei que reparava 8 anos de disparidade de tratamento em termos de gratificação entre as categorias de Fiscais do Município. Não sem muito desgaste, o projeto foi aprovado e virou Lei em julho de 2010 sendo o regulamento decretado em outubro do mesmo ano. Assim, todas as categorias fiscais da Prefeitura Municipal de Juazeiro (Obras, Posturas e Transporte) passaram a receber Gratificação por Tarefas e Metas, menos os Fiscais Sanitários apesar de todos estarem regidos pela mesma Lei.

Às vésperas de completar 1 ano de vigência, a Lei 2131/10 é solenemente ignorada pelo Secretário de Saúde em relação às Metas de Arrecadação. O mesmo já foi cobrado várias vezes pela chefia, fiscais e sindicatos quanto ao DEVER que ele tem com o cumprimento da Lei.

Porém o fato parece não preocupar muito o Paço Municipal pois esse assunto já foi levado ao conhecimento dos Vereadores que, de boca, ameaçaram apurar a improbidade administrativa do ato desobediência. Esse escriba também já solicitou tanto o SINTRAB-SAÚDE quanto recentemente o SINSERP para que acionem a Justiça a esse respeito, ainda aguardando uma resposta. E pensar que esse partido tinha um belíssimo histórico de luta em favor dos trabalhadores.

Há, sim, promessas. Desde fevereiro, quando findou o prazo para o Secretário de Saúde baixar a Portaria com as Metas de Arrecadação, os sindicatos e os fiscais vem sendo enrolados com a falácia de que no próximo contra cheque esse “lapso” será reparado. Eu nunca contei com o ovo na cloaca da galinha. Fiz bem.

Aliás, esse governo segue impune mesmo desrespeitando a Lei, tendo contas rejeitadas com a benção da Câmara de Vereadores, anunciando e colocando placas sobre obras que não existem ainda. Não vejo a hora, daqui a um ano, quando a propaganda política, nos proporcionar meios de abrir os olhos daqueles que ainda insistem em se manter cegos. Se até os componentes do alto escalão estão caindo fora, não vai ser uma tarefa muito difícil. 

GILDIVAN COELHO - FISCAL SANITÁRIO

PS: Esqueci de parabenizar a equipe pelo destaque nesse prêmio concedido à imprensa da região: melhor blog. Não é por acaso que só colaboro com esse.

publicado em 17 de Setembro / 2011 às 15:00

ESPAÇO DO LEITOR: SEMANA DE TRANSITO DE 18 A 25 DE SETEMBRO, VAMOS MUDAR, É SO QUERER

As noticias são fartas e se reproduzem rapidamente pelos meios de comunicação de todo o País, onde o trânsito nosso de cada dia, mostra que: atropelamento, colisões, choque e outros acidentes trágicos afetam famílias que perdem seu ente querido, quando estes não ficam mutilados.

 Muitos destes acidentes são decorrentes da negligência, ocorre quando o condutor deixa de realizar a manutenção do veiculo, imprudência, ocorre quando o condutor tem conhecimento das Leis e regras de Transito (AMBAS SÃO BOAS PARA QUEM ANDA CERTO E RUIM PARA QUEM ANDA ERRADO) e deixa de respeitá-las, e imperícia ocorre quando o condutor não possui conhecimento técnico ou habilidades para realizar manobras necessárias ao ato de dirigir. Segundo o Sistema Nacional de Transito (SNT) alguns condutores se arriscam e colocam em perigo seus semelhantes, sendo a bebida alcoólica a responsável por 75% dos acidentes automobilístico com vitimas  fatais e 30 mil mortes por ano.

A Direção defensiva é o ato de dirigir por nós e pelos outros, de modo a evitar acidentes. Devemos sempre focar valores como respeito, gentileza, cooperação, colaboração, tolerância, solidariedade e amizade, ou seja, buscar um TR

Trânsito mais educado em prol da vida, é o nosso bem  maior. Transito seguro é a gente que faz  e cabe aos  motoristas envolvidos em uma situação  de risco usar as precauções possíveis e razoáveis,  considerando os riscos, conhecer e aplicar as defesas e agir no momento certo para minimizar ou neutralizar um acidente, afinal é melhor ser  paciente no transito para não ser paciente no hospital.

A Semana Nacional do Transito  acontecem todos os anos entre 18 e 25 de  Setembro  e  foca a necessidade  de interação a rede de ensino, envolvendo a comunidade, como agentes multiplicadores de transito como "Educar para transformar, transformar para educar" são caminhos benéficos que nos leva a  "Não correr, não matar e não morrer!"

Transito seguro é a  gente que faz... tenha felicidade e Paz.

Jacobina, 16 de setembro de 2011

ADALBERTO CARVALHO NASCIMENTO - SUBTEN PM
publicado em 16 de Setembro / 2011 às 20:30

ESPAÇO DO LEITOR: A CIDADE CLAMA POR ÁGUA

Estudos mostram que a água doce será a causa principal de conflitos entre as nações. O total de água contida no planeta, não é suficiente para saciar a sede populacional. A equação do problema é fácil de entender: 97% das águas são salgadas, encontram-se nos oceanos e mares, 2,24% é doce, mas infelizmente, não está disponível e a maioria se encontra nas geleiras, áreas de difícil acesso.  Apenas 0,26% da água doce estão disponíveis. São dados preocupantes e as evidências demonstram que a próxima guerra não será pelo tão cobiçado petróleo, mas sim pelo líquido mais precioso que existe e, que é fundamental para a raça humana, como também para a fauna e a flora e todo ser vivo. Se bem que a nossa Amazônia desperta interesse do mundo todo, não só por suas riquezas naturais, mas também pelo próprio Rio Amazonas em si.

Devido a explosão demográfica no mundo inteiro, e as reservas de água doce serem insuficientes, não teremos em abundância para todos. Talvez por morarmos às margens de um belo rio, isso não nos assusta. O fato é que estamos caminhando para uma agravante situação, em relação ao consumo da água. Mesmo assim, estatisticamente, o Brasil é um país privilegiado, porém, a distribuição da água, ainda é muito desigual nas regiões.

Parece que Petrolina, cidade do sertão de Pernambuco, a terra dos impossíveis, conhecida internacionalmente pela sua constante exportação de frutas, e por sua representação política, a disputa pela água já começou. Em toda parte, da periferia ao interior do município, como também os projetos irrigados, o clamor da população diariamente é uma constante. Não existe água nas torneiras, a mesma não sobe para os reservatórios. Consequentemente, não há como tomar um banho e o mais grave ainda é não tê-la para consumir. Entretanto, a tarifa que é paga mensalmente, chega sem atrazo, mesmo sem o cidadão utilizar.

Quem são os verdadeiros culpados? Ninguém de direito assume a responsabilidade. Nesse conflito, estão envolvidos, o gestor municipal, a população e o Estado. Analisemos a situação: A culpa não está na população, a mesma é vítima, paga as contas e não recebe uma só gota em suas residências. O gestor municipal culpa a Compesa, pela má aplicabilidade dos recursos, a justificativa é que se parte da arrecadação fosse aplicado aqui, o povo não passaria por esse vexame, e aponta como solução a municipalização dos serviços da água.

Já o governo do Estado, afirma que está tendo investimento, e a solução do problema é uma questão de tempo. E nesse embate de idéias sem solução, todos sofrem, todos clamam, todos lamentam o descaso e não se resolve nada. O radialista, Edenevaldo Alves, através da audiência do seu programa de rádio, onde o ouvinte tem prioridade, tem se esforçado o máximo em prol da sociedade petrolinense. A maior parte das ligações que ele recebe, é sobre reclamações da Compesa. O mesmo através da sua equipe tem conversado com a gerência da empresa, na tentativa de dar uma resposta favorável as pessoas.

Na verdade, esse comunicador, tem cumprido seu papel social. Já houve audiência pública, a discussão chegou à câmara de vereadores, situação e oposição se divergem na questão dessa municipalização, obviamente, cada um dos lados de forma democrática, tem suas razões e questionamentos, da aceitação ou não dessa proposta, e, fica o impasse sem definição. A radialista Néia Gonçalves, tem falado nesse assunto constantemente, o talentoso Carlos Augusto, tem se solidarizado com o sofrimento do povo, principalmente, àqueles dos bairros periféricos.

O blog de Carlos Britto, um dos mais conceituados da região, tem dado atenção a essa situação, Valdinei Passos da Ponte Fm, tem abordado o tema com muita propriedade, mas parece que o caos está longe de ser resolvido. Contudo, cremos que o governador Eduardo Campos, deve está sensibilizado com essas circunstâncias desagradáveis e encontrará uma saída definitiva para esse problema da água, não só em Petrolina, mas todo o Sertão do São Francisco.

Não adianta apedrejar ninguém, e sim corrigir os erros. A parceria entre o governo do Estado, o Município e se for o caso a União, é muito mais importante, pois, as necessidades vitais das pessoas estão acima das questões políticas. Afinal de contas, a nossa cidade também faz parte de Pernambuco. Está tão próximo do Rio São Francisco, e não ter água para o consumo, é o fim do mundo e no mínimo um absurdo!

Antonio Damião Oliveira da Silva - Professor de Matemática e Guarda Municipal de Petrolina
publicado em 16 de Setembro / 2011 às 12:10

ESPAÇO DO LEITOR: INÍCIO DE ANEL VIÁRIO EM JUAZEIRO ANTES DE 2016? ENGANA-ME QUE EU GOSTO!

Das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, apenas cinco já tiveram suas obras de mobilidade urbana iniciadas: Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ), de acordo com balanço apresentado esta semana pelo governo sobre os preparativos para o evento. Esses atrasos têm deixado o governo em "estado de alerta", disse o ministro do Esporte, Orlando Silva.

"Mobilidade é um assunto de relevância pelos legados que serão deixados. É um assunto que nos deixa em estado de alerta, no qual é muito importante o papel das cidades", acrescentou Orlando Silva durante a divulgação do balanço.

Apesar de ter a maior previsão de orçamento para a área de mobilidade urbana (R$ 2,86 bilhões), São Paulo está entre as cidades que não iniciaram as obras relativas. Segundo o documento, a única obra prevista é a Linha 17 do monotrilho - tipo de trem que usa pneus e trafega em vias elevadas. A obra já está contratada e a licença de instalação deverá ser obtida em outubro de 2011, para que seja iniciada em janeiro de 2012 e concluída em maio de 2014.

Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal e Salvador são as cidades que ainda não iniciaram as obras. Ao todo, serão investidos R$ 12,1 bilhões em 49 projetos de mobilidade urbana nas cidades-sede.

Detentor da segunda maior previsão de financiamento, o Rio de Janeiro já iniciou o projeto do BRT (sigla em inglês para trânsito rápido de ônibus) do Corredor Transcarioca. Iniciada em março último, a obra deve ser concluída em novembro de 2013.

A cidade que apresenta o maior número de projetos é Porto Alegre. Dos dez, apenas um teve os trabalhos iniciados, o da Avenida Severo Dullius. Iniciada em setembro, essa obra tem previsão de estar concluída em outubro de 2013. As demais foram licitadas neste mês e deverão estar terminadas até dezembro de 2013.

Em tempo: Anel viário também é mobilidade urbana.

José Raimundo dos Santos (Negão do Edson)

Fonte: Agência Brasil 

publicado em 16 de Setembro / 2011 às 11:00

ESPAÇO DO LEITOR: AGRADECIMENTOS À SECRETERIA DE SERVIÇOS PÚBLICOS

Caro Geraldo José,

Antes da nossa fala (escrita) queremos deixar claro que nossa atitude é apartidária e sem paixões políticas, onde estamos nos manifestando, simplesmente, para registrar e agradecer o pronto atendimento da solicitação que fizemos à Secretaria de Serviços Públicos através do Secretário Paulo Bonfim, quando, nós moradores das chácaras localizadas logo após e em paralelo à rua H do bairro Dom José Rodrigues, solicitamos o patrolamento e o cascalhamento da rua que foi desobstruída com a intervenção e a boa vontade de Fabinho do SAAE no entendimento e recuo das cercas para o bem comum a todos na reabertura da rua e a colocação da rede de água.

Quando solicitamos todo material e serviços à referida Secretaria, o Sr. Paulo Bonfim, com sua presteza, nos atendeu no primeiro momento oportuno. Hoje temos rede de água tratada, rua totalmente aberta, cascalhada e pronta para uma futura pavimentação, tal como mostram as fotos.

Reiteramos os nossos agradecimentos à Secretaria de Serviços Públicos na pessoa do Secretário Paulo Bonfim, como também, à equipe do SAAEque, em conjunto, executaram esta melhoria para todos os moradores das chácaras ali existentes, como, também, mais uma alternativa de acesso para os moradores dos caminhos 43 ao 48 do nosso bairro Dom José Rodrigues, ao tempo em que, em virtude da escuridão que ali persiste e por sermos contribuintes da famosa TIP, a quem interessar possa, solicitamos e esperamos pela colocação de postes e iluminação em sua totalidade, pois parte já conta com iluminação, uma vez que a rua, hoje, é uma realidade e precisa de tratamento e atenção tal qual têm as demais. 

Em nome de todos os beneficiados, agradecemos.

Zelito Rodrigues

publicado em 15 de Setembro / 2011 às 15:10

ESPAÇO DO LEITOR: MUTIRÃO NA PRAÇA DA PAZ

Geraldo,

Quero agradecer pela sua ação de cidadania em postar a matéria sobre o vandaliamo que campeou na Praça da Paz e culminou com o incêndio de equipamentos, depredação de bancos, cestas de lixo e morte de plantas e grama. Com esta denúncia, o Poder Público Municipal, através da SESP, que tem como secretário Paulo Bonfim, enviou à praça hoje, prepostos e máquinas onde está realizando um mutirão de limpeza e avaliação para recuperação da praça e equipamentos bem como algumas intervenções no bairro Santo Antonio.

Os nossos agradecimentos ao blog Geraldo José, Rádio Cidade (Josélia) e à SESP.
 
Valterlino Pimentel (Pinguim) 

publicado em 14 de Setembro / 2011 às 15:10

ESPAÇO DO LEITOR: TRÂNSITO E SEGURANÇA, DOIS COELHOS DE UMA SÓ VEZ

 

Os políticos que me perdoem, mas fazer segurança pública é fácil. Basta que se tenha vontade.

A respeito, por exemplo, de um assunto que muitos juazeirenses tem reclamado, a falta de educação no trânsito por parte dos motoristas da cidade, verificamos, pela experiência de mais de 25 anos na área da Administração de Segurança Pública, que o problema poderá se resolvido no mesmo tempo em que se promoveria o fortalecimento da própria sensação de segurança da população. Falamos aqui da fiscalização do trânsito de forma efetiva.

Câmeras eletrônicas serão sempre bem vindas. Mas elas não inibem muito a ação delituosa de maus motoristas e de meliantes. Se não, não assistiríamos tantas cenas nos telejornais do país.

Nos referimos, aqui, a uma fiscalização realizada pelos próprios seres humanos, os bons funcionários que trabalham no sistema de defesa social, ligados diretamente à segurança pública, há muito conhecidos como GUARDAS.

Em tempos não muito longínquos, até mesmo os Oficiais da Polícia Militar eram conhecidos como GUARDAS. E o que eles, digo nós fazíamos? Acertou quem respondeu que guardávamos a sociedade.

GUARDAS DE TRÂNSITO ou, simplesmente, GUARDAS eram, constantemente confundidos, em virtude destas funções serem exercidas pela mesma força pública. Na ocasião, as cidades eram melhor policiadas, pelo fato de em cada “sinaleira” (posto de policiamento de trânsito) haver um preposto da força pública exercendo sua autoridade. Até hoje os doutores na matéria mantém o posicionamento de que o policiamento de trânsito melhora, e muito, a condição do policiamento ostensivo, promovendo uma melhor segurança pública.

Ora, para que tantas informações históricas e técnicas, para tratarmos de dois assuntos tão importantes. Basta dizer que, com a descentralização da responsabilidade da fiscalização de trânsito, os municípios passaram a ser responsáveis por este serviço público. Bem verdade, porém, que os municípios têm autonomia para promover convênios com as polícias estaduais, para fortalece esta fiscalização que promoveria uma tranqüilidade maior entre as pessoas de uma cidade.

Então, para Juazeiro ou qualquer outro município com problemas nestas áreas, segue a sugestão de se promover o fortalecimento de uma só Guarda Municipal que realizasse, não somente a proteção dos espaços e monumentos públicos, mas, também, do trânsito da cidade. Contratações mediante concursos públicos e elaboração de convênios com a Polícia Militar poderão proporcionar uma mudança que, inclusive, promoveria a reeleição de qualquer pretendente aos respectivos cargos políticos.

 Então senhores, vamos pegar dois coelhos de uma só vez? 

Sidney Carvalho de Lima – Maj PM

Comando de Policiamento Regional

Baía de Todos os Santos – Salvador/Ba

Amante de Juazeiro

publicado em 13 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: JUAZEIRENSE SUGERE FISCALIZAÇÃO NO TRÂNSITO DA AVENIDA MESTRE LULA

Prezado Geraldo,

Gostaria de sensibilizar as autoridades competentes, através do seu blog, para que tomem alguma iniciativa a respeito dos motoristas mau educados, que insistem a passar na contramão na Av. Mestre Lula, no bairro Alagadiço em Juazeiro.

Em meia hora que fiquei na rua, aguardando a saída de meu filho da escola, presenciei carros e motos passando na contramão, como “algumas” das fotos acima tiradas, nesta segunda-feira (12) por volta das 16:40 às 17:30 h.

Como os agentes de trânsito já realizaram campanha educativa, recomendaria agora a punição, aplicando multas, para ver ser inibe mais este ato.

Sugiro que eles fiquem ‘camuflados’, pois os agentes de trânsito ficavam no início da rua, desviando os carros/motos e não deu muito certo. Quem sabe escondidos, pesaria no bolso desses indisciplinados, só assim apreenderiam. 

Gilvanna Régia Nunes

publicado em 12 de Setembro / 2011 às 15:40

ESPAÇO DO LEITOR: PRAÇA ALSUS SANGALO

Geraldo,

Alguém poderia me explicar o que é esse armengue que estão construindo em cima da Praça Alsus Sangalo?

É um quiosque para vender lembranças de Ivete Sangalo e do pai?

É uma barraca de venda de ingressos para a vaquejada de novembro?

É a filial do Country Club? Ou um posto de guarda para vigiar a estátua tão abandonada do pai de Ivete?

Será que os que ocuparam esta praça são os mesmos que ocuparam a praça do loteamento Carvalho?

Ou será o barraco da obra de calçamento das ruas do Quidé? Oxe! Bem que pode ser isso mesmo. Vão fazer o depósito de material das obras ali, longe do povo do Quidé, pra não ter problemas... (E vai ter obra?)

Ou será apenas falta de fiscalização, falta de vergonha na cara e falta de respeito com os equipamentos públicos desta cidade, que em quatro anos virou uma favela de ponta a ponta, não sobrando nem mesmo o Country Clube ileso?

Juju Neves

publicado em 12 de Setembro / 2011 às 14:00

ESPAÇO DO LEITOR: Parabéns ao Colégio da Polícia Militar Alfredo Viana pelo 1°lugar no ENEM no município de Juazeiro

Caro Geraldo,

É com muito orgulho que me dirijo a esse noticioso para dizer que o trabalho desenvolvido na Escola Pública Alfredo Viana (Colégio da Polícia Militar) é digno de aplausos. Parabenizo a toda equipe que faz parte daquele estabelecimento de ensino, desde a Direção pedagógica à Direção de disciplina, aos professores e demais funcionários, sem esquecer o corpo discente, os alunos, pois foram eles os responsáveis por colocar o C.P.M em 1° lugar entre as escolas públicas do município de Juazeiro, entre os estabelecimentos de ensino do grupo 2 (critério de participação entre 50% a 74% de alunos que realizaram a prova), no último exame do ENEM.

O Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2010). As escolas foram divididas em quatro categorias de acordo com a porcentagem de participação de seus estudantes no Enem: Grupo 1: de 75% a 100% (4.640 escolas), Grupo 2: de 50% a 74,9% (5.444 escolas),
Grupo 3: de 25% a 49,9% (8.616 escolas) e Grupo 4: de 2% a 24,9% (7.399 escolas)

Na tabela abaixo encontra-se o ranking de classificação das escolas públicas do município de Juazeiro – apenas as participantes do grupo 2, que tiveram de 50% a 74,9% de alunos, a participaram do certame.

Grupo 2:de 50% a 74,9% (5.444 escolas) 

Ranking

Pontuação

Estabelecimento Escolar

Taxa

Nota

1°lugar

1.642

Colégio da Polícia Militar–Alfredo Viana

61,5%

566,95

2°lugar

3.000

Colégio Modelo – L.E.M

74,4%

534,58

3°lugar

3.736

Centro Territ. de Educação Profissional

74,7%

516,74

4°lugar

4.002

Colégio Estadual Rui Barbosa

55,6%

509.08

5°lugar

4.024

Colégio Estadual Lomanto Junior

64%

508,35

6°lugar

4.583

Colégio Estadual Cecílio Matos

55,8

484,22

7°lugar

4.685

Colégio Estadual Misael Aguilar Silva

70,6%

474,89

8°lugar

4.722

Colégio Estadual Pedro Raimundo Moreira

57,8%

468,83

Fonte: INEP 

Caro Geraldo, deveríamos seguir o modelo Chileno de educação (uma marcha pública, este ano, com milhares de pessoas, foi realizada cobrando melhorias no ensino público - que já é um dos melhores da América do Sul), ou seja, ir às ruas e cobrar das autoridades responsáveis uma melhoria radical em nosso ensino público (não ficar a todo tempo marchando, entre outras coisas, por mais liberdade sexual  - já temos até demais, e também por liberalização de drogas – que é um dos grandes males que aflige a sociedade).

Mais uma vez parabéns ao CPM pelo brilhante desempenho e que sirva de exemplo, o modelo por lá implantado, aos demais estabelecimentos públicos de ensino.

Atenciosamente,

Paulo Cesar de Oliveira, Bacharel em Direito e Sargento da Polícia Militar (lotado na CIPE/CAATINGA)

publicado em 10 de Setembro / 2011 às 08:00

ESPAÇO DO LEITOR: MORADORA DIZ QUE SAAE ESTÁ LESANDO POPULAÇÃO DE CARNAÍBA DO SERTÃO

Geraldo,

Já há algum tempo a comunidade de Carnaíba do Sertão vem sofrendo com a péssima qualidade do serviço de abastecimento de água.

Ressalte-se que neste quesito o prefeito nem poderá jogar a culpa no abandono dos “últimos 20 anos”, como ele sempre coloca.

Em maio de 1989, cinco meses após assumir a prefeitura em seu primeiro mandato, o prefeito Joseph Bandeira inaugurava a primeira etapa da obra que levava água do Rio São Francisco às torneiras da comunidade, contemplando Rua do Comércio e adjacências.

Em 8 de setembro do mesmo ano, inaugurou a segunda etapa, contemplando a Rua Vermelha e adjacências. Estava, assim, todo Distrito abastecido de “água doce”, quando até então o que tínhamos era água salobra.

Em 1996, salvo engano, o então prefeito Misael Aguilar inaugurou a estação de tratamento de água de Carnaíba do Sertão e ampliou a rede. Durante a última gestão, 2001/2004, o então prefeito Joseph Bandeira mais uma vez ampliou a rede colocando uma caixa d’água na Rua Vermelha.

Pois bem, a situação em carnaíba chegou a um limite tal, que a comunidade agora passou a ter água por revezamento. Ou seja, dia sim, dia não. 24 horas de água para uma parte do distrito e 24 horas para o outra parte.

O que queremos saber do SAAE é até quando teremos que continuar nesta questão, pois estamos pagando por 30 dias de água e recebendo apenas 15. Estamos sendo lesados.

Qual o planejamento do SAAE para voltar a nos ofertar um serviço digno e de qualidade. Já passou do limite da tolerância e precisamos da resolução urgente para o problema.

Muito obrigada pela oportunidade. 

Maria de Araújo Silva - Proprietária de Casa na Rua do Bispo

publicado em 09 de Setembro / 2011 às 18:40

ESPAÇO DO LEITOR: CONCLUÍDA PISTA DE ACESSO A ITAMOTINGA E VILA NH 01

AGRADECIMENTO AO PREFEITO ISAAC CARVALHO

È com grande orgulho que venho, através desta, externar nossos cumprimentos, parabenizando-o pelo excelente trabalho à frente da Prefeitura.

Nós moradores de Itamotinga, sede e distrito, há tempos reconhecemos a presteza e a seriedade da atual administração. A Administração Municipal hoje é a mais representativa que a nossa cidade já teve, pois ela foi formada pelo clamor do povo e para o povo.

A nossa comunidade e distrito nunca foi tão valorizada como nos dias de hoje, com direitos reconhecidos e uma grande obra realizada que há décadas essa população esperava acontecer, e só agora na atual gestão ela foi concretizada que é a pista de acesso a Itamotinga e Vila NH 01.

Para se acertar tem que se começar com responsabilidade e seriedade no que faz, qualidades estas mostradas pelo senhor Prefeito que reconhece o que se tem feito e que  possa dar seqüência a suas metas conseguindo assim os resultados desejados. Por isso, eu nunca deixei de acreditar na sua gestão, embora ainda há aqueles que acham e pensam ao contrário de mim,eu posso dizer essas palavras e dividir essa alegria com mais 100% de nossa população, pois esse sim acredita no governo Isaac Carvalho e seremos gratos por essa obra.

Acredite

“Faça aquilo em que acredita e acredite naquilo que faz.".

"Vontade de chegar, vontade de vencer, o desejo de usar todo o seu potencial, estas são as chaves para abrir a porta a sua excelência."

"O fracasso jamais é fatal. O que importa é a coragem para seguir adiante''.

Francisco Eulálio F. da Silva (Chiquinho) - Projeto Curaçá Vila NH 01 Itamotinga

Francisco Eulálio F. da Silva (Chiquinho)
publicado em 09 de Setembro / 2011 às 16:10

ESPAÇO DO LEITOR: Clima de insegurança toma conta dos curaçaenses

O clima de insegurança toma conta de Curaçá. Em cada esquina que se passa não se fala em outro assunto, a cada instante se ouve um novo boato de que já aconteceu mais um crime: são assaltos à mão armada no interior e na sede, roubo de carros e motos, roubo de animais, principalmente cabras e bodes, sem contar nas notícias de presos pela polícia no interior do município, acusados de plantio de maconha e porte de armas, além de cocaína.

Na última semana conta-se de presos pela Polícia Civil, três homens que não se tem notícia ao certo qual a razão dos mandados. Antes disso, as notícias veiculadas na imprensa regional de que a Polícia desarticulou uma quadrilha de roubo de carros e de bodes que agia dentro e fora do Município. Nesta semana, mais precisamente na terça-feira, dia 06, houve um roubo a proprietária da única casa lotérica existente na cidade. Segundo contam os populares, a mesma se deslocava de carro com sua irmã em direção ao Banco do Brasil, pela Avenida Dr. Pedro S. Torres, avenida principal, portando todos os valores da movimentação da lotérica, quando foi abordada por dois homens em uma moto que colocaram arma na janela do carro e, obrigando-as a seguirem para uma rua paralela a avenida, tomaram-lhe todo o dinheiro que portava.

Ainda na terça-feira, segundo informações, na estrada que liga a Sede ao distrito de Barro Vermelho, cerca de cinco homens armados tomaram uma moto modelo YBR 125, e seguiram em direção a Sede, ainda na mesma estrada, abandonaram a moto e abordaram um veículo de propriedade de um senhor conhecido como Altino, ainda não recuperado pela Polícia.

Enumeramos também os recentes assaltos a agência dos Correios, o caso de estupro a uma senhora em Barro Vermelho, as saidinhas no Banco do Brasil e posto do Bradesco, assassinatos, inclusive durante a movimentação da Festa dos Vaqueiros, enfim, os moradores passam por um momento de insegurança, dando conta que a violência dos grandes centros já chegou a Curaçá.

Com a palavra as autoridades.

Elias Fonseca Martins

Elias Fonseca Martins
Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.