Blog do Geraldo José - Espaço do Leitor
Vale do São Francisco - 15 de Julho de 2019
|
Redação: (74) 3613-3479

Espaço do Leitor

publicado em 06 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: MORADOR QUER EXPLICAÇÕES SOBRE A TITULARIDADE DAS CASAS DO JOÃO PAULO II

Prezado Geraldo José,

Os proprietários de casas e comércios aqui do bairro João Paulo II, vivem um dilema desde que o bairro foi fundado.

Até hoje ninguém tem a escritura dos terrenos e sem esse documento os proprietários não podem, por exemplo: vender, financiar um imóvel ou financiar a reforma de sua casa junto a Caixa Econômica Federal e demais instituições financeiras, já que para isso é fundamental ter a escritura para provar a existência do imóvel.

Gostaria de saber dos órgãos competentes (Urbes e Diocese) o que falta para que essas escrituras sejam entregues para os proprietários das casas e comércio aqui do bairro João Paulo II.

Por falta deste documento fica complicado investir em terrenos e casas no bairro.

Murilo Ricardo

Imagem da Internet
publicado em 05 de Setembro / 2011 às 15:10

ESPAÇO DO LEITOR: PT PODE GARANTIR RENOVAÇÃO DOS QUADROS POLÍTICOS DE JUAZEIRO

Juazeiro, norte da Bahia, cidade conhecida politicamente por seus personagens folclóricos, assumiu no último final de semana através do Partido dos Trabalhadores que está disposta a dar continuidade à renovação do seu quadro político.

Reunidos na Câmara de Vereadores para finalizar o Ciclo de Debates que teve iniciou a quatro meses atrás,  filiados e dirigentes do PT, apostaram na continuidade do Governo da Mudança, encabeçado pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB).

O evento que, para alguns, pretendia efetivar a candidatura (mais uma vez à prefeito de Juazeiro) do suplente de deputado federal Joseph Bandeira, terminou sem maiores surpresas. O PT decidiu que apóia o prefeito Isaac Carvalho.

Mobilizando petistas através de carro de som que percorreu as ruas da cidade, dias antes do evento, Bandeira tentou emplacar seu nome, sem comparecer ao evento e, menos ainda, debater internamente com o partido no âmbito municipal e estadual. Para o seu desagrado, logo pela manhã, filiados e dirigentes sequer discutiram candidatura própria e, logo mais à tarde, 16 dos 32 membros do diretório, decidiram aguardar a Calendário Nacional que deve ser divulgado nesta segunda-feira (05.09).

Prova clara de que, em Juazeiro, norte da Bahia, cidade também reconhecida por grandes artistas, estes que trazem por características peculiares, a criatividade, inovou e apostou, quem sabe, em um novo nome que possa dar continuidade à mudança, sobretudo de lideranças políticas que precisa para ter garantido o seu crescimento e autonomia.

Parabéns, Juazeiro!

Leitor

publicado em 05 de Setembro / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: EU TAMBÉM QUERO SER PREFEITA

O quadro sucessório de 2012 começa a ser desenhado, os artistas se iniciam no grande espetáculo da arte política e ansiosa para tentar fazer parte deste cortejo de abnegados sonhadores gostaria de expressar, com sinceridade, os motivos do meu desejo de ser prefeita.

Eu quero ser prefeita, para atender aos anseios da minha família e quando ganhar esquartejar a administração em partes para agradar meus parentes e amigos fazendo da prefeitura um meio de enriquecimento desses e com o pensamento de só ser capaz de me suceder um desses "competentes" inseparáveis. 

Eu quero ser prefeita, porque, na prefeitura, através das verbas publicas e dos conchavos favoráveis me capacitarei a ser uma excelente gestora, além de me levar à altivez de crer que cada habitante deste município, em vez de valores morais tem seu valor escrito na testa em forma de cifrão. E que os partidos políticos, todos, tem seu preço e eu poderei comprá-los e /ou comercializar cada um com cargos e com benefícios que a prefeitura pode ofertar, não importando se são capacitados para os cargos ou não.

Eu quero ser prefeita, para pegar os recursos que são destinados a efetivação das políticas públicas como: saúde, educação, saneamento, combate a exploração sexual infantil, combate ao trabalho infantil, apoio as pessoas idosas, ao Social entre tantos, e sair distribuindo a meu bel-prazer para quem eu achar que mereça, sem nenhum critério, alimentando a política comum do assistencialismo e deixar o povo viciado na maneira mais fácil de resolver um problema momentâneo, e, com o interesse maior de mantê-los cativos a minha pessoa e comprar as suas fidelidades políticas.

Eu quero ser prefeita para fazer de nossa cidade palco de discussão e com meus adversários campo de discórdia, colocando sempre a culpa do que não deu certo nos meus antecessores, perseguir aqueles que discordam de mim e trazer para meu lado tantos vereadores quantos forem necessários para aprovar tudo até receita de bolo que mandar para o poder legislativo, senão demitirei da prefeitura os amigos e correligionários que eles indicaram.

Eu quero ser prefeita, para construir um projeto político-partidário, sem participação das instituições representativas de nossa sociedade, dos grêmios estudantis, das associações de classes e de moradores e de todos partidos políticos alinhados, para jogar com eles e brincar com o povo dizendo sempre o que o povo quer ouvir, sabendo que na maioria das vezes tudo não passará de uma mentirona deslavada.

Eu quero ser prefeita para tentar calar a imprensa principalmente aqueles mais imparciais, campeões de audiência em seus programas e jornais e que são idôneos, estes eu pressionarei para tirar o microfone deles e colocarei alguém que fale a minha língua.

Eu quero ser prefeita porque eu posso ser patrocinada por "alguém" por empresários para depois satisfazer seus caprichos e vontades, e, ficar em meu gabinete somente direcionando as licitações públicas para satisfazer aos competentes amigos que colocaram recursos na minha campanha política. E cumprir todos os acordos com eles vendendo a coleta de lixo para uma empresa, a iluminação publica para outra, a locação de carros para outra, a merenda escolar para outro e assim todos os amigões empresários estarão contemplados, que beleza.

Esta é a minha intenção na política. Espero o apoio do todos.

Muito obrigada e ate lá.

MARLA CONCEIÇÃO - CASTELO BRANCO

publicado em 01 de Setembro / 2011 às 15:40

ESPAÇO DO LEITOR: Justiça acata pedido de reintegração de servidor municipal de Sobradinho

Nesta quarta-feira,  a justiça determinou à Prefeitura de Sobradinho, a reintegração do servidor público municipal Alexandro Nunes (Sandro Neguinho), aos quadros efetivos daquele município.

 

Após a decisão judicial, o servidor enviou a seguinte nota ao blog:

Caros amigos de Sobradinho, depois de 271 dias afastado do quadro de funcionários da prefeitura municipal de Sobradinho por uma demissão injusta, volto a integrar esse quadro como funcionário por força da justiça. Quero agradecer de público aos amigos: Souza, Alcides, Bogard, Silvinho, Nalva, Didi, Luciana, Jean, Risonilde, Sônia, Zoraide, Zuleide, dona Josefa, Luiz Vicente, Mário Berti, Flávio Maia, minha mãe e vários outros amigos que torceram para que minha vitória fosse alcançada. Já aqueles que comemoram meu afastamento, desejo-lhes muita paz e não esqueçam que na vida existem muitas escadas.

Alexandro Nunes Lima

Alexandro Nunes Lima
publicado em 31 de Agosto / 2011 às 16:10

EMANCIPACIONISTA DE IZACOLÂNDIA ENTRA NO DEBATE SOBRE A MATÉRIA "ACORDA PETROLINA"

Prezado Geraldo José

Como leitor do vosso blog, venho participar do debate da matéria "ACORDA PETROLINA" do nobre Edson Lins, quando menciona perda da EMBRAPA de Petrolina para um novo município, porém esquece que a Embrapa faz parte desse semiárido nordestino e não somente de Petrolina.

Informo ao mesmo que os deputados citados Odacy e Gonzaga, não são os únicos que estão na luta, mas toda a classe política de nossa região já manifestou apoio. Para se ter uma idéia, na câmara federal todas as forças políticas já decidiram devolver a matéria das emancipações para os estados com 100% de assinaturas em requerimento feito pela frente parlamentar liderada pelo deputado federal também pernambucano José Augusto Maia.

01 - Com relação a afirmação conduzida pelo leitor em chamar de atitude eleitoreira do deputado Odacy, sobre o Distrito de Rajada – Não seria verídico uma vez que o movimento conduzido pela população do distrito com apoio do UPEDNMU – União Pernambucana em Defesa da Criação de Novos Municípios- foi abraçado não apenas por Odacy, mas também por vários deputados estaduais, inclusive, os de nossa região.

02- Todos contribuem para uma Petrolina estruturada, inclusive, quem sabe a capital do futuro estado do São Francisco. Por isso o tópico 02, quando o mesmo diz não ver o trabalho de um dos parlamentares sempre bem votado na cidade, o que é uma prova do reconhecimento da população e que descaracteriza a tese do que não precisa se mostrar, pois os nossos deputados federais estão realmente de parabéns GONZAGA PATRIOTA, FERNANDO FILHO e até mesmo OSVALDO COELHO e CLEMENTINO COELHO. Sem os mesmos, Petrolina não seria esse destaque, cada qual com suas características de trabalho que quando se junta transforma-se em oportunidades: um muito eficiente na agricultura (FRUTICULTURA IRRIGADA) – outro na educação (UNIVASF – ESCOLAS TÉCNICAS ETC...) – e assim as conquistas feitas por essa ala que por mais oposição que pareça, ambos acabam trazendo as mesmas coisas e a nossa cidade ou nossa região deveria sim, fortalecer muito mais os representantes na câmara federal.

03 - O que o mesmo chama de irresponsabilidade, chamamos de oportunidades – pois não seria perder a EMBRAPA – onde as funções e cargos permanecerão os mesmos, e nem criar cargos de vereadores, prefeitos e vice – mas sim gerar mais empregos oriundo de uma distribuição justa do dinheiro público – seria aproximar mais as soluções para os problemas da sociedade civil – tornando-o administrativamente mais visíveis e solúveis ao que a população precisa. Ainda faço menção às cidades emancipadas tipo Dormentes, Afrânio, Lagoa Grande, que o mesmo não vê o grande numero de geração de emprego pela qual saem de Petrolina, vários cargos mais especializados, tipo médicos, engenheiros, advogados, professores etc. Estes muitas vezes estão no exercício profissional devido à necessidade fortalecida por conta das emancipações – já imaginou só Petrolina - seriam muitos desempregados pois nossa prefeitura não comportaria o quadro existente somados cada cidade dessas citadas.

Em fim saliento ao nobre leitor, de um recurso da União, esses intactos, pois com o desmembramento a cidade mãe não perde receita – continua com o mesmo coeficiente por ser direito adquirido e de tabela se livra de despesa e ainda gera oportunidades de emprego e renda para as regiões – uma vez que as novas cidades já vão nascer com um percentual independente e vai impedir inclusive que o nosso dinheiro público que sai de nossos impostos, seja difundidos na imprensa do país como dólar na cueca, máfia das samguessugas e vários escândalos em favor de poderosos que se apossam dos nossos recursos – pois eles por lei tem que ser distribuídos de forma justa e necessária.

Júlio César - Presidente da União Pernambucana em Defesa da Criação de Novos Municípios – UPEDNMU

publicado em 30 de Agosto / 2011 às 20:30

ESPAÇO DO LEITOR: A SOLIDÃO DO PRÍNCIPE

 

Todo e qualquer governo deve está perto do seu povo e realizando, não o que lhe é conveniente, mas, o que a sociedade precisa. Aquele que assim não procede está fadado à solidão do poder.

É o que esta acontecendo em Juazeiro, muitos partidos, muitos homens, alguns sérios, se juntaram para promover a alternância do poder na nossa cidade o que era um anseio da maioria da população. Às vezes é preciso experimentar o sal para entender a doçura do açúcar, não que outros governos fossem doce, porém, esse é salgado demais, chega ser amargo.

Sempre que escrevo algum comentário, ou envio algum texto para esse honrado blog, procuro não explicitar o nome de pessoas, até porque uma coisa é o governo ao qual pagamos, outra é o homem na sua integridade pessoal, que somente a ele diz respeito e seria covarde e indigno atacar o homem na sua pessoalidade.

No entanto me sinto levado, pelos fatos, a fazer referência ao nosso prefeito, não para difamá-lo ou denegrir a sua imagem, mas para alertá-lo quanto a um futuro que se apresenta de forma insofismável a ele e todos aqueles que se afastam do bem, muitas vezes em nome de interesse que supostamente não são nem dele nem da população, mas, a ingerência de gananciosos e enganadores carrega esse homem a cometer “enganos” que, mais tarde somente o príncipe pagará por eles.

Se contas foram rejeitadas a responsabilidade não é somente do prefeito, porém somente ele foi e será punido, somente ele devolverá dinheiro, enfim somente ele será condenado e nessa ocasião ele experimentará a solidão do poder e caminhará inexoravelmente para a forca ou cela aonde não mais receberá visitas, salvo de sua família, se ainda tiver.

Enquanto isso os abutres procuram outro pobre príncipe para transformá-lo em mais um animal em decomposição para o banquete.

Prefeito eu não sei se o senhor é muito esperto ou tão ingênuo que não consegue enxergar o óbvio.  Um dia o senhor saberá o porquê da “solidão do príncipe”.

 É lamentável.

Lucien Paulo

publicado em 30 de Agosto / 2011 às 14:40

Gonzaga Patriota responde matéria: Acorda Petrolina

Primeiro que não sou e jamais, como cidadão e como político, fiz qualquer coisa com irresponsabilidade.

Ao defender  a emancipação de um Distrito ou de uma área para se tornar Estado, estou legislando no que está na Constituição Federal Brasileira e nas leis do país e, isso só acontecerá se a população do Município ou do Estado a ceder à área que deseja ser emancipada, será ouvida em eleição plebiscitária.

Se essa rapaz que se diz petrolinense tem essa posição, é só votar contra as emancipações.

Um grande abraço, extensivo ao amigo Geraldo José.

GONZAGA PATRIOTA

publicado em 30 de Agosto / 2011 às 14:00

ESPAÇO DO LEITOR: JUAZEIRO FUTSAL CLUBE BI-CAMPEÃO ESTADUAL FORA DO BAIANO 2011

Geraldo,

Com muita tristeza levo ao conhecimento dos desportistas Juazeirenses da ausência da equipe Sub -20 de Futsal da Nossa cidade no Campeonato Baiano da Categoria.

Não entendemos e nem compreendemos que uma equipe do potencial em que nas últimas participações conquistou o Vice-Campeonato Brasileiro de Seleções da 1ª divisão; o atual Bi- Campeão Baiano de Futsal, 3º Lugar do Campeonato Brasileiro de Clubes realizado e organizado em Juazeiro (JUNHO 2011), é inadmissível que a Prefeitura Municipal de Juazeiro, não cumpra com o seu papel como reza a nossa Lei Orgânica do Município quando no seu Capitulo V Art. 114 – “ O Município fomentará as praticas desportivas formais e não formais, dando prioridade aos alunos da rede de ensino e a promoção desportiva dos clubes locais de caráter amadorista e para todas as modalidades oficiais.”

Como Ex. Presidente da Liga Juazeirense de Futsal, Representante da Federação Bahiana de Futebol de Salão – Região Norte, expresso aqui toda minha indignação da falta de compromisso, com aquilo que deveria ser prioridade quando no discurso, o esporte é a ferramenta imprescindível na socialização de crianças e jovens, mas, não é o que tem acontecido dentro da proposta organizacional da Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da Secretaria Municipal de Educação e Esportes. Com um custo operacional de aproximadamente de R$ 15.000,00, interrompe um trabalho de 06 anos de respeito, potencialidade, supremacia, oportunidades de nossos atletas e acima de tudo interromper o sonho do TRI-CAMPEONATO BAIANO e CAMPEONATO BRASILEIRO.

Atenciosamente, 

Marcelo Passos - Diretor Regional da FBFS

publicado em 29 de Agosto / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: SIGNIFICADO DE OPOSIÇÃO

Resistência que se opõe a uma ação; hostilidade. Empecilho, obstáculo, estorvo, dificuldade (Dic. Aurélio).

Do ponto de vista de democracia, fazem-se mais do que necessários atos de oposição ao longo de uma gestão pública exercida em quaisquer que sejam as esferas de poder. Desde que o mundo é mundo, ouvimos falar de oposições. Para os criacionistas (os que crêem na criação do mundo a partir dos relatos do Gênesis – Bíblia Sagrada), a oposição aconteceu antes da criação do mundo quando Lúcifer se opôs ao Criador e foi lançado às trevas.

E, na raça humana, logo na primeira “tiragem”, lemos sobre Adão e Eva discordando sobre a Arvore da Vida e, vencido o discordante, ao comerem do fruto, resultou no pecado que maculou toda a humanidade eternidade à fora. Caim e Abel, Davi e Absalão, Israel e Ismael (atualmente israelitas e muçulmanos) são modelos fortes de oposição. Na modernidade, dias atuais, no Brasil, fizemos oposição à Escravidão de Negros, à Ditadura Militar e, à corrupção do governo Collor de Melo que levou milhões de caras pintadas às ruas para o chamado impeachment (impedimento). Fomos muitas vezes ás ruas lutar contra centenas de atos da gestão pública praticados contra a população.

Tivemos motivos com sobras para elegermos o presidente Lula e darmos continuidade ao seu governo elegendo Dilma Roussef. Razões maiores ainda tivemos para derrotar o carlismo na Bahia e elegermos o governador Jaques Wagner. Nem precisamos citar os atos carrascos e imorais que marcaram a história do povo baiano para justificar a eleição do atual governador. Isso é fato!

Em Juazeiro, nossa querida cidade, até que as nossas constantes tentativas não foram debalde. Dentre os nomes apresentados, um deles nem vale citar porque a força que o impulsionava, era a mesma que pretendíamos e derrotamos na Bahia. Quando os representantes do “carlismo” tentaram escravizar o nosso povo, a força socialista de Juazeiro quis acreditar que seria possível a resistência e fomos às ruas reclamar o exercício de um direito político-social para melhorar as nossas condições de vida ou de trabalho.

Outro nome! Infelizmente, nesse também, detectamos a causa que não nos possibilitou, enquanto juazeirenses, o avanço. Foi o de termos apoiado alguém que mais tarde, conseqüência do ranço de suas origens, se recusaria a dar continuidade ao projeto da esquerda socialista que pensa e vê o povo como sua principal motivação de luta e não como sua inspiração para sagra-se como mito ou lenda.

A esse nos opusemos muitas vezes! Juazeiro que tem em sua característica principal a coragem de lutar foi às ruas e escolheu um nome novo que a fizesse alimentar o sonho da mudança que chegou ao Brasil e à Bahia. Um partido de esquerda com mais de oitenta anos de história consegue eleger um representante! Óbvio que a mudança almejada, não chegaria instantaneamente. Não se materializaria como em passe de mágica. O que mudamos de fato?

Mudamos as lideranças de Juazeiro que fizeram uso do povo para personalizarem a política. Tiramos do poder público municipal um nome que não tem mais em quem se apoiar politicamente no estado e no país. E, tiramos outro, que diz aos quatro cantos que é amigo de tantos, mas, quando recebemos visitas dos ilustres governantes das esferas federal e estadual, o que vemos é uma “cabeça-branca” isolada no tempo, escoltada por meia-dúzia de seguidores.

A isso, nos opomos!  

Juazeiro mostrou que sabe o que quer! Mostrou que sabe fazer oposição! Juazeiro sabe e fará oposição sábia aos que se perderam nos seus discursos vazios e nem a si mesmos conseguem mais convencer. Estão vencidos por mérito próprio! Juazeiro está no rumo da mudança, sim!

Porém, essa mudança esperada somente será materializada quando as pessoas de coragem desta cidade (e temos muitas), entenderem que não precisam de personalidades para mudar a história de uma nação e, sim, da força dos que sabem lutar pelo bem do povo!

E, isso, meus nobres, só quem sabe é o próprio povo!

Com a palavra, o povo!

J.S.S.

publicado em 29 de Agosto / 2011 às 09:10

ESPAÇO DO LEITOR: SUPLENTES EM EXERCÍCIO

Geraldo

Abaixo, segue página virtual do Portal da Câmara dos Deputados onde mostra quais foram os Deputados Federais da Bahia que estão licenciados e respectivos Suplentes em Exercício. Como podemos ver, foi necessário que quatro deputados federais da base aliada se licenciassem para que o candidato a deputado federal pelo PT em Juazeiro, conseguisse uma vaga de suplente em exercício.

Perguntamos: Para quê? O que esse senhor está fazendo para merecer uma vaga, mesmo que seja de suplente? Será que está empenhado em fazer outra campanha para prefeito de Juazeiro? Não era assim que atuavam os deputados Jorge Khoury e Edson Duarte e não foram reeleitos. Imagine você...

Juazeiro precisa de mais! Muito mais!

Suplentes em Exercício

Bahia

Coligação: PRB / PP / PDT / PT / PHS / PSB / PC DO B

Titular Licenciado

AFONSO FLORENCE (PT) - Saiu em 02/02/11

MÁRIO NEGROMONTE (PP) - Saiu em 02/02/11

ZEZÉU RIBEIRO (PT) - Saiu em 02/02/11

JOÃO LEÃO (PP) - Saiu em 16/03/11

Suplentes em Exercício

1º ACELINO POPÓ (PRB) - Entrou em 03/02/11

2º EMILIANO JOSÉ (PT) - Entrou em 03/02/11

3º SÉRGIO BARRADAS CARNEIRO (PT) - Entrou em 03/02/11

4º JOSEPH BANDEIRA (PT) - Entrou em 16/03/11

Joaquim Santana

publicado em 28 de Agosto / 2011 às 16:00

ESPAÇO DO LEITOR: ACORDA PETROLINA

Prezado Geraldo José,

Acompanho seu blog e seus comentários na rádio e queria que você publicasse um manifesto meu de alerta aos petrolinenses sobre a possível perda da EMBRAPA de Petrolina para um novo município a ser criado.

O Deputado Federal Gonzaga Patriota e o deputado estadual Odacy Amorim, estão numa luta juntamente com a comissão de emancipação do distrito de Izacolândia, para que o distrito se torne cidade. Duas opiniões:

1 – Atitude puramente eleitoreira, já que Odacy, por exemplo, pretende ver Rajada emancipada e conseqüentemente uma nova prefeitura a ser implantada;

2 – Gonzaga tenta a todo custo mostrar serviços, mas, até agora, nós, petrolinenses não vemos tais serviços;

3 – O resultado dessa irresponsabilidade é que Petrolina corre o risco de perder a EMBRAPA, por uma comissão de emancipação que sonha em ter vários empregos de prefeito, vice e vereadores, quando a solução certa seria a anexação à Lagoa Grande, que seria imensamente menos onerosa para a população, uma vez que Izacolândia não tem estrutura para ser cidade.

Resumo: Eu como petrolinense, vou condenar pelo resto da vida estes dois deputados, caso Petrolina fique sem a EMBRAPA. Petrolinenses abram os olhos e analisem a intenção destes dois deputados.

Fica a análise: Se estes dois deputados sonham em ser prefeitos de Petrolina, porque jogam contra a cidade? Amigos leitores analisem e respondam à sociedade.

Deixo claro que não tenho ligações políticas e nem pretensões sobre o tema, apenas comecei a analisar as atitudes dos dois deputados que foram bem votados em Petrolina.

EDSON LINS

Petrolinense preocupado

publicado em 28 de Agosto / 2011 às 12:00

ESPAÇO DO LEITOR: PREFEITO E CÂMARA MUNICIPAL DE SOBRADINHO SÃO OS PIORES DA BAHIA

Geraldo,

É impressionante o índice de impopularidade do prefeito de Sobradinho o senhor Genilson Babosa da Silva (PT), isso talvez seja reflexo da sua má administração que já mostrou em recente pesquisa sobre a avaliação de seu mandato, onde juntando ruim e péssima chega a 63%.

Alem de ter abandonado seu grupo político depois de eleito, coisa que nenhum prefeito anterior o fez, Genilson crê que o poder é eterno, prova disso é adotar o sistema usado por autoridades mundiais que andam em veículos brindados com vidros 100% fumê, alto esquema de segurança para que a população não se aproxime, sem falar do abandono de ações no município.

O prefeito tem uma resigna tão grande a nossa cidade, que o mercado municipal fica a 92 metros de sua residência e ninguém nunca o viu comprando um mói de coentro, ou até mesmo fazendo uma visita aos feirantes que ali trabalham.

A quadra poliesportiva 7 de setembro é exemplo entre outras desse abandono, vejam que mesmo sendo o único local usado por todos os sobradinhenses para a pratica de esporte e usado até mesmo pela a prefeitura para vários eventos, ela se encontra em estado deplorável, o telhando se não for reparado imediatamente, logo entrará para o “guinness book” como a primeira quadra poliesportiva com teto solar feito pela a natureza.

Não vou aqui atribuir o caos da administração petista e a falta de zelo que a coisa pública merece só ao prefeito, grande parte desse descaso acontece por que não temos vereadores com compromisso com o município e muito menos em desempenhar o papel de vereador, é por isso que também temos uma das piores Câmaras.

Agradeço de já o espaço que este Blog tem dado a todos de Sobradinho, seja ele para mostrar a realidade nua e crua, ou para aqueles que querem maquiar, esconder, ou seja, aqueles que tentam deixar a administração bem na fita.

 Alexandro Nunes Lima

publicado em 28 de Agosto / 2011 às 07:00

ESPAÇO DO LEITOR: USUÁRIO QUESTIONA FECHAMENTO DO MERCADO DO PRODUTOR PARA LIMPEZA E MANUTENÇÃO

Geraldo,

O Mercado do Produtor de Juazeiro vem passando por vários problemas, entre eles a falta de segurança e a própria limpeza. Sexta-feira (26), o mercado foi fechado para limpeza e manutenção, mas quando cheguei ao mercado me perguntei, onde era que tinham feito a limpeza, pois o entreposto estava com lama e muita sujeira espalhada por todos os lados? Fica então a pergunta: Pra que o mercado fechado se eles não fazem a sua manutenção e limpeza?

Iranildo Silva

publicado em 27 de Agosto / 2011 às 10:00

ESPAÇO DO LEITOR: INSTRUTOR SUGERE MELHORIAS NO TRÂNSITO DA BR 407 - ENTRADA DO BAIRRO CASTELO BRANCO

Prezado Geraldo José,

Na oportunidade venho por meio deste conceituado blog chamar à atenção de nossas autoridades para que possam, através de Audiência Pública, cobrar do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte - DNIT soluções emergenciais na Rodovia Lomanto Júnior, mais precisamente na área que compreende o Detran ao bairro Alto do Cruzeiro, pois já estamos cansados e indignados de perdermos amigos em acidentes, como o do último sábado (20/08), que vitimou o nosso querido amigo e profissional da área de trânsito “Alexandre Mariano Nascimento”, e outros mais que já tiveram suas vidas ceifadas, ou que passaram a viver com deficiências por conseqüências de acidentes.

Essa é uma situação que nos preocupa muito, pois sempre que nos deslocamos no sentido Castelo Branco/Centro ou vice-versa, passamos por situações de risco, mas para isso seria necessário uma boa sinalização da área,  disciplinar o uso do calçadão asfaltado em frente as lojas, a implantação de algumas lombadas no  trecho, ou até mesmo de se fazer uma  rotatória no sentido de amenizar o número de acidentes e de vítimas.

Mário Augusto de Barros Neto

Instrutor de Trânsito, Fiscal de Postura e Agente de Proteção ao Menor

publicado em 26 de Agosto / 2011 às 20:30

LEITOR SAI EM DEFESA DA PERMANÊNCIA DE ISAAC CARVALHO NO COMANDO DA PREFEITURA DE JUAZEIRO

  

Caros Amigos e Amigas que fazem a comunicação no Vale do São Francisco (Geraldo José, Antonio Pedro, Cristina Laura, Farnésio Silva, Vera Lúcia, Wellington Alves, Carlos Brito, entre tantos outros)... Conheço o nordeste do Brasil e norte da Bahia desde os anos 70. Tive a felicidade de vir a essa terra chamada Juazeiro quando na minha tenra idade era meu pai que dirigia meus passos.

Lembro-me muito bem, quando agarrado aos cós das calças do meu pai, eu subia e descia as ruas e avenidas “limitadas de encanto” de Juazeiro.Vi também, meu pai acompanhar diversas campanhas e candidaturas. Era homem simples, porém, sábio e que reconhecia o valor das pessoas. Estava, portanto, sempre a lutar para que um dia, as pessoas mais necessitadas de Juazeiro pudessem vislumbrar o que ele já vivenciara em suas constantes viagens Brasil a fora.

Por acompanhar meu pai em viagens, pude também conhecer diversos “brasis”. Vi muita beleza, também, vi muita pobreza! Vi muitos avanços e vi também muitos atrasos. Motivos diversos podem levar à sociedade ao atraso ou ao avanço. Não teria tempo de citar muitos, todavia, quero aqui, citar um forte exemplo que contribui para o atraso de Juazeiro em alguns aspectos.

Nobres amigos, eu lamento dizer que a política em Juazeiro é uma razão das maiores de minha tristeza. É algo que me entristece violentamente coração! Como pode uma terra que se emprenha de filhos e filhas tão nobres em aspectos diversos, vacilar tanto para escolher quem a represente? Moro nesta terra há anos. De forasteiro, não posso ser chamado! Sei da dor e aflição que sentiram e sentem os que querem o bem desta terra e, deste modo, não posso digerir que Juazeiro ainda oscile pensando em trazer de volta ao poder homens e mulheres que envergonharam e humilharam a nossa cidade no estado da Bahia e no Brasil.

Governaram para si mesmos! Não respeitaram seus partidos, seus aliados, menos ainda, seus eleitores! Juazeiro amarga a decepção de sangrar seus cofres mês a mês a amortizar uma dívida IMPAGÁVEL, em nome de um saneamento básico que enche de maus odores as nossas ruas, becos e avenidas e adoece nossos pequenos e também nossos anciãos! Juazeiro responde judicialmente e sofreu por anos com uma área defasada e doente onde se jogam os lixos desta cidade. Onde famílias e gerações tiram seus sustentos.

Somente agora, falamos em remediação de uma de suas áreas adoecida brutalmente, sem contar com o seu rio, o Velho Chico que recebe diariamente seus chorumes. Meus amigos, tantas são as marcas negativas deixadas por governantes que por aqui passaram que nem vale à pena lembrar. Quero apenas registrar aqui, ali e acolá a minha indignação ao constatar que aqueles que maltrataram a nossa Juazeiro, querem desavergonhadamente, voltar ao poder público.

Querem gritar ou cochichar nas esquinas que querem Juazeiro melhor!

Querem erguer suas mãos brancas, não limpas, ao céu e clamar por JUSTIÇA (?)!!!

Pretendem ainda adentrar nas residências de pessoas honestas com lamas trazidas por seus pés que andam em caminhos sujos.

Que discursos trarão em suas vozes roucas e cansadas de tanto mentir aos gritos?

Qual será o argumento utilizado para enganar as pessoas de bem desta cidade?

Dirão que são amigos de Lula, Dilma, Wagner...

Ah, tem ainda os amigos de ou de Gedel Vieira, Coubert Martins e ACM, César Borges...

Quem se importa com amigos de amigos, se já temos um prefeito com relações sólidas, não pessoais, mas, políticas com Lula, Dilma e Wagner, senadores, ministros, deputados federais, deputados estaduais, secretários estaduais, etc., etc., e etc.? Vale aqui lembrar que, os governos do PT estabelecidos no país e no estado da Bahia, unem-se aos prefeitos comprometidos com o povo, independente de suas bandeiras partidárias ( Não é o caso do prefeito de Juazeiro que é filiado a um partido que tem aliança histórica com o partido da presidente e do governador).

Exemplo prático: o prefeito Orlando Xavier da nossa vizinha Casa Nova – BA que não pôde por questões partidárias assumir publicamente seu compromisso com o governador que não cansa de declarar seu apoio todas as vezes que vem à região. Assim, nobres amigos e amigas comunicadores, eu finalizo o presente desabafo de vergonha, essa, em nome dos que não a tem ou a jogaram no lixo da mentira, da roubalheira e do engano.

Avança Juazeiro!

Deixa o que ficou para trás ir de vez para o esquecimento!

Renovem seus pensamentos!

Renovem suas mentes!

Deixa Juazeiro, que os atrasados cheguem por último!

Chegaremos nós onde queremos: Juazeiro melhor para todos o que acreditam e amam seus filhos e suas filhas!

Um abraço fraterno do amigo João S Soares

publicado em 26 de Agosto / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: MORADOR REIVINDICA MELHORIA NO ACESSO AO CEMITÉRIO DO JOÃO PAULO II

Prezado blogueiro,

Gostaria de solicitar do Poder Público mais atenção para o bairro João Paulo II, mais precisamente a rua que dá acesso ao cemitério. Geraldo, a rua não tem pavimentação está cheia de buracos, esgoto a céu aberto e existe um trecho que as pessoas têm que passar por dentro da Lama.

Peço providências, pois, no momento em que alguém vai enterrar um ente querido, que transite por um local adequado e sem ter que passar pelo constrangimento de estar pulando buracos ou passando por dentro de Lama.

Peço providências.

Murilo Ricardo Rocha

publicado em 25 de Agosto / 2011 às 18:40

ESPAÇO DO LEITOR: DIA DO SOLDADO - PROFISSÃO DE FÉ

Ser soldado é uma profissão de fé. A grande maioria dos militares, quando ingressa na carreira, não é levada por nenhum outro motivo que não o de servir à pátria. Os vínculos que os prendem ao seu país e à sua gente são de tamanha profundidade que, para eles, o ato de ser soldado vai muito além de simplesmente vestir uma farda e cumprir com as obrigações militares. O soldado tem no seu elenco de valores um profundo sentimento de interação com a pátria, que é essencialmente dinâmico e começa no compromisso de colocar todo seu potencial intelectual e físico inteiramente ao serviço dela, culminando com o juramento solene de defendê-la com o sacrifício da própria vida.

É uma relação muitas vezes não compreendida por integrantes de outros segmentos da sociedade, principalmente nos momentos de crise da nação, quando o compromisso de lealdade do soldado para com os destinos de sua pátria atinge a sublimação, para o bem ou para o mal de ambos. Engana-se quem pensa que o soldado, quando passa à inatividade, livra-se das servidões da sua profissão, abandona seus valores, sente-se descompromissado com o solene juramento que fez quando ainda jovem. Ao contrário, a simbologia da farda, expressa no ato de servir à pátria, continua presente no seu estado de espírito, como uma segunda pele a acompanhá-lo até a morte.

Jamais um soldado assistirá impassível a sua pátria ser vilipendiada e humilhada. Mesmo açoitado pelo tempo, carcomido pela idade, fragilizado fisicamente, mesmo sem poder expressar a sua inconformidade, ele será sempre parte do solo, dos rios, das florestas, do povo de seu país e seu coração será o primeiro e o último a chorar por ele.

O compromisso de servir à pátria é uma chama viva que arde no peito de cada soldado, não importa a idade. Para defendê-la nos momentos de perigo não é preciso que ele seja convocado. Atender ao chamado da pátria faz parte de um compromisso solene que o soldado assumiu na oportunidade em que a vocação lhe mostrou o caminho da carreira das armas.

POR GENERAL DE DIVISÃO FLÁVIO OSCAR MAURER - COMANDANTE DO 7º BATALHÃO DE SUEZ/RS ENVIADO POR VALTERLINO PIMENTEL (PINGUIM)

publicado em 25 de Agosto / 2011 às 17:30

ESPAÇO DO LEITOR: HOMENAGEM A LEANDRO SANTANA

A morte não é nada (Por Santo Agostinho)


Eu somente passei 
para o outro lado do Caminho.
Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês, 
eu continuarei sendo.
Me dêem o nome 
que vocês sempre me deram, 
falem comigo 
como vocês sempre fizeram.
Vocês continuam vivendo 
no mundo das criaturas, 
eu estou vivendo 
no mundo do Criador.
Não utilizem um tom solene 
ou triste, continuem a rir 
daquilo que nos fazia rir juntos.
Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.
Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi, 
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.
A vida significa tudo 
o que ela sempre significou, 
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora 
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora de suas vistas?
Eu não estou longe, 
apenas estou 
do outro lado do Caminho...
Você que aí ficou, 
siga em frente,
a vida continua, 
linda e bela como sempre foi. 

HOMENAGEM  DE VALTER JUNIOR , LAIANE XAVIER, CLAUDIA ROCHA , EDNA CARVALHO, LUCELIA MORAIS E DEMAIS AMIGOS

publicado em 25 de Agosto / 2011 às 13:30

ESPAÇO DO LEITOR: A PENÚRIA DO CORPO DE BOMBEIROS EM JUAZEIRO E NA BAHIA

Nos últimos dias, acontecimentos fatídicos em Juazeiro, mostram que chegou ao grau mais avançado, a situação de sucateamento do 9º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM). Ao longo dos últimos 30 anos, a instituição não recebe a devida atenção e investimentos por parte do Governo da Bahia. Isso resulta na falta de equipamentos para prestar assistência à população, como no grave acidente ocorrido na BR-407 ou no caso do rapaz que se atirou para a morte da cobertura de um hotel. Humilhante, ter que depender de equipamentos emprestados do Corpo de Bombeiros da vizinha cidade de Petrolina (PE), humilhante ver suas viaturas caindo aos pedaços, quebradas no meio da rua.

Mas, o abandono que começou nos governo anteriores e persiste na gestão do governador Jacques Wagner (PT), não afeta somente Juazeiro. Na Bahia como um todo, o Corpo de Bombeiros está na penúria. De acordo com levantamento recente realizado pelo Jornal A Tarde, da capital, tudo começa pelo déficit de 12 mil homens, a considerar recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU), de 2 bombeiros para cada grupo de mil habitantes, caso em que a Bahia deveria oferecer 14 mil, e atualmente só tem cerca de 2 mil, em todas as regiões do estado. Possui o mísero número de 203 viaturas, quase todas velhas, quando precisaria de ao menos 1.400, no mínimo em bom estado de conservação. Além disso, faltam escadas, fardamento, capacetes e outros equipamentos de segurança, resgate e salvamento. 

As cidades crescem, as construções se verticalizam, cada vez temos mais veículos nas vias, sobretudo motos, os riscos de acidentes aumentam, e o estado vai ser a subsede de eventos importantes como a Copa do Mundo de 2014. Como fica toda essa demanda por serviços do Corpo de Bombeiros? Os profissionais que atuam na corporação podem ser considerados herois, pois mesmo diante deste quadro lastimável continuam desenvolvendo suas atividades, sem falar na baixa remuneração.

Acostumado a socorrer a população, com o lema: “Vidas alheias e riquezas salvar”, agora é o Corpo de Bombeiros que necessita de um SOS.

Ramos Filho - Jornalista e Radialista

publicado em 24 de Agosto / 2011 às 23:20

ESPAÇO DO LEITOR: TERRA DO NUNCA

Quando eu era criança, estudando na Escola Reunidas Dr. José Inácio da Silva, hoje emprestando o seu prédio para servir a DIREC 15, e justo naquela época eu me deparava pela vez primeira com uma biblioteca, onde, diante de tantos livros a minha predileção era pelas Histórias de Peter Pan, O Sítio do Pica-pau Amarelo e tantos outros, onde os meus pensamentos de criança criavam asas e viam-se envoltos pelas brumas do “sem fim”, viajavam pelo sítio onde bonecos de pano e de sabugo de milho falavam e a terra do nunca era uma realidade palpável aos meus  sentidos e aos de tantas  outras criança do meu tempo.

Hoje, quando os meus cabelos já começam a encarniçarem, movidos pela força inexorável do tempo e, olhem que dizem que preto quando pinta, três vezes trinta, eu às vezes me pego brincando com aquelas lembranças, como no passado.

É lógico que não estou querendo falar dos livros que li na minha infância, quero apenas fazer uma comparação entre a sociedade e os poderes da atual republica tupiniquim do Brasil. Onde uns podem tudo, enquanto outros não podem nada e até, mesmo o que pensam poder, não passa de mero pensar.

Façam os funcionários de qualquer outro poder da República uma greve, e que ela dure noventa dias, tal como a greve dos trabalhadores de Justiça Federal já está durando, para vir de cima para baixo uma ordem de um Juiz qualquer do trabalho, apenas se passem uma ou duas semanas, considerando a greve ilegal, e infligindo uma multa esdrúxula ao Sindicato da Categoria, caso não acabem em vinte e quatro horas com a mesma.

Entretanto, a greve dos funcionários da Justiça Federal já dura noventa dias e, até essa data, ainda não houve nenhum Juiz que fosse capaz de fazer justiça cortando no próprio corpo os excessos, a fim de colocar o trem nos trilhos.

Seria muito bom, para todos os brasileiros, que a justiça, se quer mostrar que é cega, surda e muda, começasse a agir dentro de casa, consertando os seus próprios erros. E não se contentasse apenas em ser o algoz dos outros, e nem de apenas exclamar: Façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço. 

Dr. Carlos Augusto Cruz

Médico/Advogado

publicado em 23 de Agosto / 2011 às 20:30

ESPAÇO DO LEITOR: MORADOR COBRA AÇÕES E RESPOSTAS POR PARTE DE COMUNITÁRIO DO BAIRRO CASTELO BRANCO

Prezado Geraldo,

Gostaria que o blog publicasse esta nota de interesse dos moradores do Bairro Castelo Branco.  Trata-se da ausência ou omissão do Presidente da Associação de Moradores do Bairro, Sr. José Carlos Batista, mais conhecido como Cacai dos Correios, para alguns “Cai-Cai” do Castelo Branco. 

Pois bem, esse rapaz desde quando foi eleito até esta data nunca fez uma reunião sequer, não sabemos nem conhecemos nenhuma ação da associação, e como se não bastasse não é apresentada a prestação de contas nem ninguém sabe como anda o patrimônio da entidade como mesas, cadeiras, computadores arquivos etc.

Gostaríamos que o referido cidadão baixasse pelo menos o edital de convocação para eleições, o que seria talvez a única e melhor ação dele como presidente e deixasse o cargo para quem quisesse trabalhar. Ai do bairro não fosse a ação de alguns comunitários que conseguem as coisas, como limpeza, poda de arvores, troca de lâmpadas etc. tudo solicitação de alguns comunitários junto a prefeitura que até hoje, graças a Deus, tem atendido a esses pedidos, já que nem sequer sabe se existe um Presidente aqui.

E basta um comentário: A Coelba cortou a luz da Associação levando fios e relógio por falta de pagamento.  

Atenciosamente,

CARLOS ALBERTO LOPES

QUADRA E 31-A

CASTELO BRANCO - JUAZEIRO BAHIA

PS: Ressaltamos que a parte política que constava no texto foi suprimida a pedido do próprio autor.

Foto da entrada do bairro Castelo Branco
publicado em 21 de Agosto / 2011 às 23:00

ESPAÇO DO LEITOR: A CUÍCA TEM QUE RONCAR!

A sociedade não suporta mais a frouxidão do Estado. Estamos no exercício da anarquia desenfreada. Não se teme às leis. Matam juízes, promotores, policiais militares, prefeitos e vereadores, como se pisoteia uma barata. Os facínoras têm as autoridades constituídas como uma coisa efêmera, sem importância.

Exterminam a vida de autoridades em plena luz cristalina do sol, quanto mais as das pessoas do povo desprotegidas. Com quaisquer duzentos reais, e até menos, tira-se a vida de um pai de família. Veja, por favor, se é certo que bandidos penetrem nos quartéis das Forças Armadas e furtem dos paióis suas armas e explosivos, bem como arrombem seus cofres, na maior tranquilidade? Não somente os juízes e promotores de justiça merecem a segurança contra os facínoras, mas também a cidadania, o estado de direito e a nossa soberania; esta anarquia reflete mal no exterior.

A tranquilidade social acha-se vergonhosamente na profundeza do inferno! Colégios são cenários de horror e matança de grande quantidade de alunos. Quem manda nas residências alheias são os marginais, os criminosos que ditam seus códigos de morte, e os chefes do lar e seus filhos têm a vida ceifada. Testemunhas são sentenciadas de morte, caso pensem em dizer aquilo que assistiram. Mais de cem juízes estão sentenciados à morte, tendo o estado do Paraná o maior número, 30 juízes a serem exterminados por uma máfia assemelhada à siciliana.

Enfeitar mentirosamente que há uma lídima paz social, segurança individual ou coletiva neste solo tupiniquim é uma utopia, “mentira de cabelos compridos” e os criminosos hediondos desdenham da fragilidade e das escapatórias das nossas leis geradoras de impunidade.

Aconselho que os nossos magistrados e a sociedade protejam-se com as bênçãos de Deus e de uma armadura de bronze estampada no peito e na cabeça. Temos inversão de valores, escândalos horríveis na seara da administração pública federal, estadual e municipal. Surripiadores do erário nas três esferas da administração pública, como se fosse uma epidemia disseminadora. Enquanto isso, os companheiros policiais têm salário não condizente com a tarefa que desempenham. Alguns governos pagam aos policiais verdadeiras “migalhas”, desrespeitando, assim, os direitos adquiridos, a exemplo dos precatórios, etc., verdadeiro crime contra a cidadania.

A “cuíca” tem que roncar nas costas dos “bacanas” que subtraem às escondidas a fazenda pública e se deleitam nas branduras do paraíso, em mansões luxuosas e na usurpação de ilhas marítimas e fluviais. De outra parte, impera a pobreza e  a desdita, e a penúria cerca os servidores públicos e os párias, cuja súplica não tem eco, a exemplo dos nossos humilhados professores e policiais, estes últimos com uma obrigação de correr risco de vida em nome do Estado.

Vamos, portanto, retirar o tecido que encobre a janela do eufemismo bestial, tapeação ou maquiagem! É preciso “jogar a toalha” e reconhecer que o Estado está sendo incompetente para dar aos brasileiros a paz de espírito tão sonhada.

Como posso aceitar que um preposto da polícia que é pago para manter a ordem pública, devendo ser um servidor impávido, tenha que esconder sua carteira de identidade profissional quando viaja em transporte coletivo; não envergar a farda da corporação onde reside por temer ser abatido por marginais. Não está certo! Isso não pode continuar por ser vergonhoso para o Estado.

Não desejamos o regime de força, o estado de exceção, entretanto, os valores da Cidadania devem constituir-se em esteio de uma Nação, que deve ser preservada, mesmo que se faça uso da força, pois a família brasileira merece respeito e não deve viver enjaulada em suas próprias casas, como bicho selvagem.

Basta! Chega! Precisamos de uma resposta do Estado, com urgência, pois nossa membrana fina não se estimula mais aos sons dos retóricos sofistas, sem solução concreta; infelizmente, a família brasileira constantemente chora lágrimas caídas com a perda violenta de seus entes queridos.

Geraldo Dias de Andrade é Cel. PM/RR – Bel. em Direito – Membro da Academia Juazeirense de Letras – Escritor – Cronista – Membro da ABI/Seccional Norte

publicado em 19 de Agosto / 2011 às 17:30

ESPAÇO DO LEITOR: ONDE ESTÁ O DINHEIRO DA PRAÇA DA JUVENTUDE?

Leitora do blog questiona a paralisação das obras de construção da Praça da Juventude em Juazeiro, depois de evento festivo realizado pelo prefeito Isaac Carvalho, para o lançamento da pedra fundamental do equipamento na Malhada da Areia. Confira:

Caro Geraldo,

Estou enviando fotos que eu mesma fiz no local onde era para estar construída a Praça da Juventude no meu bairro, Antonio Conselheiro, mais conhecido como Malhada da Areia, ao lado da Escola CAIC, onde o prefeito reuniu diversas autoridades, comunitários, assessores e políticos para mostrar o início das obras há vários meses atrás e dizer que a pedra fundamental estava lá...

De fato, caro Geraldo, "as pedras fundamentais" estão lá até hoje... Veja ai e divulgue no Blog para que o povo possa ver como a obra está andando a todo vapor.

Eu pergunto: ONDE ESTÁ O DINHEIRO DA NOSSA PRAÇA DA JUVENTUDE, TÃO ESPERADA PELA NOSSA COMUNIDADE CARENTE DE TUDO?

Queremos uma resposta urgente do poder público municipal.

Atenciosamente,

Ana Maria Ferreira Virgolino

Procurada pela reportagem do blog a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Juazeio enviou a seguinte nota de esclarecimento:

As obras da Praça da Juventude estão com os recursos assegurados. A obra foi iniciada, mas a empresa teve problemas protocolares que impediam a continuidade. A Prefeitura de Juazeiro convocou a empresa e após diálogo e resolução de problemas burocráticos, ainda este mês a construtora vai retomar a obra. A proposta da construção da Praça na região dos bairros Antonio Conselheiro, Malhada da Areia, Argemiro, CODEVASF e comunidades do entorno é democratizar a prática esportiva, levando saúde e qualidade de vida para toda população, principalmente de regiões mais carentes, onde a comunidade tenha acesso a esses benefícios.

Ascom PMJ

publicado em 19 de Agosto / 2011 às 10:30

Espaço do Leitor: A inconstitucionalidade da votação secreta pelo legislativo das contas anuais do chefe do executivo

Um país que se autoafirma com sendo democrático de direito logo no seu primeiro artigo do “texto magno”, não pode ter como regra o sigilo nas votações. Ao contrário, a regra geral é a votação em aberto, em consonância com o princípio da publicidade, previsto no art. 37 da Constituição Federal de 1988, que é aplicável a todos os poderes da república, em todos os níveis de governo. Assim, o sigilo só pode prevalecer nos casos em que a Constituição Federal expressamente prevê.

Por outro lado, o voto secreto é uma garantia fundamental apenas do eleitor, que não deve sofrer qualquer constrangimento, e, ao mesmo tempo, evita a possibilidade de compra do voto, o que garante a sua total liberdade de escolha.

Essa plena liberdade não existe nas votações parlamentares, motivo pelo qual não tem sentido algum estender a garantia do voto secreto aos mandatários políticos além daquilo que está taxativamente previsto na Carta Magna de 88, podendo-se afirmar serem inconstitucionais as normas legais e regimentais que estabelecem o voto secreto nos julgamentos anuais das contas dos chefes do executivo.

Quando, para preservar a liberdade de atuação se faz necessário garantir o sigilo, a Constituição expressamente afirma que o voto será secreto, além da situação acima citada, nos caso das decisões do tribunal do júri (art. 5º, XXXVIII); poderá também haver sigilo quando indispensável para preservar a intimidade, a vida privada e a imagem das pessoas (art. 5º, X); e, por último, quando do julgamento de Deputados e Senadores, por seus pares, no caso do § 2º, do art. 55 (quebra de decoro parlamentar). Somente nestes casos, para evitar constrangimentos e assegurar a livre manifestação de vontade é que, expressamente, se estipula o voto secreto. Onde não houver previsão expressa, deverá ser observada a regra geral da publicidade.

Registre-se que até mesmo no caso do “impeachment” do ex-presidente Collor, a votação foi nominal, o que quer dizer aberta, apesar da tentativa frustrada do mesmo em conseguir que a votação fosse secreta (Mandado de Segurança 21. 564-0/DF, STF).

Por fim, é de se observar que os agentes públicos, e especialmente os titulares de mandato eletivo, devem dar satisfação de seus atos, devem estar sujeitos ao acompanhamento e controle de suas decisões, visto que atuam, decidem ou votam exclusivamente na qualidade de representantes do povo (pelo menos em tese), o que, repita-se, não tem sentido algum estender a garantia do voto secreto aos mandatários políticos além daquilo que está expressamente previsto na “Constituição Cidadã” de 1988.

 Ualleson Pereira da Fonseca – Estudante de Direito da Universidade do Estado da Bahia em Juazeiro

publicado em 18 de Agosto / 2011 às 10:30

ESPAÇO DO LEITOR: ATÉ QUANDO?

 
Prezado Geraldo,
 
Gostaria de Saber do Poder Público até quando os moradores da Avenida Engenheiro Manoel Borges, que faz a Ligação entre os bairros João Paulo II e Parque Residencial, vão ter que conviver com buracos, esgoto e Lama?
 
A situação esta insuportável, quando acumula muita lama nos buracos, os carros que transitam por aqui acabam enchendo as calçadas e portões das residências de lama. O mais Interessante é que o boleto com a cobrança do IPTU, todos os anos chega para pagamento, e este dinheiro onde está sendo aplicado?
 
Peço providências a quem é de direito!
 
Murilo Ricardo - João Paulo II
Voltar ao topo
© Copyright Blog Geraldo José. 2009 - 2019. Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do autor.