Publicidade
Blog do Geraldo José
 


 
Enquete

Enquete

Loading...

 
Links Úteis
- Accossf
- Blog Cego as Avessas
- Blog do Carlos Britto
- Blog do Cleber Vieira
- Blog do Meireles
- Blog do Willames Costa
- Blog Salão Juazeiro
- Campo Formoso Notícias
- Centro de Cultura João Gilberto
- Coelba
- Consepjua
- Elba Galindo
- Francisco Evangelista
- Instituto Idesa
- Jaguarari Acontece
- Liderança da Oposição BA
- Nas Ondas do Saber
- O Divã Dellas
- O Serventuário
- Portal Zap
- Portalsb
- Pref. Juazeiro
- Pref. Petrolina
- Rádio Web Juazeiro
- Rotina do Vale
- Sento-Sé Notícias
 
Redes Sociais
FacebookFeed RSSTwitter
 

  Blog do Geraldo José - Notícia com credibilidade e imparcialidade! ( Policial )
:: DESTAQUES DA SEMANA
 
POLICIAL

23/04
quarta-feira
Policial às 20:15
Policiais civis da Bahia decidem paralisar as atividades por 48 horas no mês de maio

A paralisação começa às 8h do dia 6 de maio e termina às 8h do dia 8 

Os policiais civis da Bahia irão paralisar as atividades por 48 horas em maio. A decisão foi tomada em assembleia na manhã desta quarta-feira (23), no auditório da Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB), no Dois de Julho. A paralisação começa às 8h do dia 6 e termina às 8h do dia 8. Será mantido 30% do efetivo trabalhando no atendimento para prisão em flagrante, levantamento cadavérico, crimes contra a criança e contra a vida, durante a paralisação.  

“Só vamos entrar em greve se as outras entidades também entrarem, como os professores, por exemplo”, afirmou Bernardino Gayoso, secretário-geral do Sindicato dos Policiais Civis (Sindpoc). Segundo ele, a categoria também aprovou indicativo de greve. No entanto, a greve será deliberada apenas em conjunto com os servidores estaduais de outros setores. “Elaboramos esse novo modelo de segurança como saída para reduzir a criminalidade. Ele está baseado na capacitação e valorização dos policiais e melhoria da estrutura da Polícia Civil”, diz o secretário. 

Na última semana, os policiais civis paralisaram as atividades entre as 8h de quarta-feira (16) e 8h de sexta-feira (18). De acordo com o Sindpoc, a aprovação do Projeto de Lei que define o reajuste dos funcionários do Estado parcelado em duas vezes desagradou os servidores. Os policiais reivindicam reajuste salarial, pagamento da URV, e aposentadoria especial para homens e mulheres. Segundo o secretário-geral, a categoria também elaborou um modelo de Segurança Pública que será apresentado do governo do Estado para aprovação. 

Correio da Bahia
[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog

23/04
quarta-feira
Policial às 13:00
Polícia Civil cumpre mandado de prisão por tráfico de drogas no Alto da Aliança

Nesta terça-feira, dia 22, policiais civis lotados no SI da 17° Coorpin prenderam na rua Carmen Costa a pessoa de Robério Rodrigues dos Santos, vulgo Bério, por ter em seu desfavor um mandado de prisão temporária da Comarca de Juazeiro 2° Vara Crime, sob acusação de trafico de drogas. A prisão aconteceu no Bairro Alto da Aliança por volta das 12:30h.

[ 1 ] comentário ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog

23/04
quarta-feira
Policial às 09:30
Policiais Federais devem parar hoje em prostesto contra atuação do Ministro José Eduardo Cardozo

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) marcou para hoje, quarta-feira (23), uma paralisação de  protesto contra a gestão atuação do Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, considerado pelas dirigentes da Federação  como “o pior ministro de todos os tempos”.

Na Bahia Policiais federais devem sair em manifestação com nariz de palhaço e com tinta vermelha nas mãos –representando o sangue das vítimas da violência no país.  Em nota o Sindipol informou que “Cardozo está incentivando a militarização da segurança pública brasileira, tornando-a ainda mais ineficiente e ultrapassada, indo na contramão dos planos criados pelo próprio PT, que tem ideais de desmilitarização, direitos humanos e modernização dos organismos policiais”.

O Blog está tentando um contato com a Polícia Federal, em Juazeiro, para obter informações sobre adesão ou não, dos servidores  locais ao movimento nacional.

[ 5 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog

22/04
terça-feira
Policial às 19:00
Engenheira civil atingida por tiros durante assalto não resiste e morre em Irecê

Uma tentativa de assalto, por volta das 15h desta terça-feira (22), no bairro da AABB, na cidade de Irecê (BA) resultou na morte da engenheira civil Érica Medrado Ferreira, de 29 anos. Segundo informações, Érica saia de casa quando foi surpreendida por dois bandidos armados a bordo de uma moto. A dupla tentou tomar a bolsa da vítima, ela teria reagido quando foi baleada por três tiros no abdômen. Érica passou por cirurgia no Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia recolhe imagens de câmeras de monitoramento na rua onde aconteceu o crime na tentativa de identificar os suspeitos. Esse foi o segundo crime registrado na delegacia local nesta terça. O primeiro ocorreu ao meio-dia, próximo à Praça Ayrton Senna, onde um homem foi morto a tiros. 

Informações: Irecê Repórter
[ 2 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
22/04
terça-feira
Policial às 17:35
Morre irmão de presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo

Foto: Reprodução Bocão News

O irmão do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) Marcelo Nilo, Luís Nilo, morreu na manhã desta terça-feira (22). De acordo com informações, Luís teria caído do 9º andar do edifício Cidade Jardim, na Pituba, em Salvador. O irmão do deputado era funcionário da Assembleia Legislativa da Bahia. Informações sobre o velório ainda não foram divulgadas pela família. Luís Nilo era casado e pai de uma menina.

A votação da urgência na ALBA para que sejam apreciados os projetos da Polícia Militar ainda está indefinida e, pelo ocorrido, corre o risco de não acontecer esta semana. O líder do governo, Zé Neto (PT), disse que, de todo modo, a votação não estava prevista. "Ainda temos que discutir alguns ajustes. Não votaríamos mesmo nesta terça", finalizou.

Bahia Notícias
[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
22/04
terça-feira
Policial às 13:00
6º BPM realiza condução à delegacia após lesão corporal

Policiais da 2ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar conduziram à delegacia Orlando de Souza, 55 anos, por lesão corporal, na quinta feira (17), às 22 horas, na Rua Rio Vermelho, Bairro Itamarati, em Senhor do Bonfim. Os policiais encontravam-se em rondas rotineiras quando avistaram um homem de 21 anos ensanguentado, acompanhado de seu pai, alegando que o acusado jogou uma pedra em sua cabeça. Vítima e acusado foram apresentados na delegacia de Polícia Civil para as medidas cabíveis.

[ 1 ] comentário ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
22/04
terça-feira
Policial às 10:30
Duas pessoas são presas portando entorpecentes em Bonfim

Policiais da CETO do 6º Batalhão de Polícia Militar conduziram à delegacia de Polícia Civil Gabriel dos Santos Santana, 31 anos, por porte de entorpecentes, no Bairro Bonfim III, em Senhor do Bonfim, no domingo (20). Após abordagem, os policiais encontraram com o acusado, duas trouxinhas de cocaína. Também em Senhor do Bonfim, a mesma equipe de policiais do 6º Batalhão apreenderam um adolescente de 15 anos com dois dolões de maconha, após abordagem no Bairro da Pêra, em Senhor do Bonfim, neste domingo (20). O adolescente foi apresentado na delegacia de Polícia Civil e seus familiares contatados.

[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
22/04
terça-feira
Policial às 08:30
Habeas Corpus de Prisco ainda não foi julgado pelo STF

O pedido de habeas corpus solicitado pela defesa do líder da Greve da Polícia Militar (PM-BA) e vereador, Marco Prisco (PSDB) ainda não foi julgado pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármem Lúcia. A previsão é de que o recurso seja apreciado pela magistrada na manhã desta terça (22), se não o caso deve voltar para o expediente normal nas mãos do relator original, o ministro Ricardo Lewandowski.  “A gente fica refém do plantão judicial”, reclamou o advogado de Prisco e coordenador jurídico da Associação de Policiais e Bombeiros e seus Familiares (Aspra). Caso o pedido de habeas corpus seja aceito, ele só deve ser liberado no próximo dia. Segundo o advogado, a família do vereador planeja visitá-lo no Complexo de Papuda nesta terça (22), dia autorizado pela unidade para que os detentos recebam visitantes. Prisco foi preso na sexta-feira (18) pela Polícia Federal, a pedido do Ministério Público, por crimes contra a segurança nacional. 

Ato Pacífico - A Aspra, Associação de Policiais Militares presidida por Marco Prisco, convocou ato público pacífico para essa terça, 22, às 9h na Praça Municipal, em frente à Camara de Vereadores de Salvador. O objetivo do ato é "a entrega de documento na Câmara de Vereadores, solicitando intervenção da mesa diretora da Casa a favor do líder grevista da PM, o vereador Marco Prisco (PSDB)", preso desde a sexta-feira (18) no Complexo de Papuda, no Distrito Federal. A Aspra entende que os vereadores teriam o direito constitucional de cumprirem prisão domiciliar ou na Câmara. A entidade reitera que não quer nova paralisação da polícia e faz um apelo para que todos os PMs cumpram suas escalas de trabalho. Também durante a manhã desta terça, está marcada uma reunião que deve decidir a situação do vereador preso na Casa.

BN
[ 2 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
22/04
terça-feira
Policial às 07:00
Sertão de Pernambuco - Acidente na Zona Rural de Lagoa Grande deixa 4 mortos

Um acidente envolvendo dois carros na rodovia PE-555, próximo à localidade de Barra Bonita, interior de Lagoa Grandea (PE), na tarde desta segunda-feira(21), resultou na morte de quatro pessoas e  deixou cinco pessoas feridas, entre elas, uma criança recém-nascida.  Segundo informações, o acidente ocorreu por volta das 15h, quando um Fiat Linea, que ia no sentido Petrolina, se chocou com um Punto, com destino a Juazeiro do Norte (CE). Segundo a Polícia Militar, um homem, uma mulher morreram no local. Um casal de gêmeos de 13 anos chegou ser socorrido pelo SAMU e encaminhado ao Hospital de Trauma (HU) em Petrolina, mas ambos faleceram. As quatro vítimas pertecem a mesma família e residiam em Petrolina. Segundo informações, o Corpo de Bombeiros e duas ambulâncias foram enviadas para socorrer as vítimas. O bebê recém-nascido sofreu escoriações leves. Uma menina de 5 anos está em estado grave no HU de Petrolina.

Do G1
[ 1 ] comentário ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
22/04
terça-feira
Policial às 06:28
Suspeito de assalto a posto de combustíveis em Varzea da Roça morre em confronto com a polícia

Um homem suspeito pelo assalto de um posto de combustíveis da cidade de Várzea da Roça, no centro-norte baiano, morreu após ser baleado durante confronto com a polícia na madrugada desta segunda-feira (21). Bruno Santos Pereira, que não teve a idade divulgada, foi encontrado em uma casa no povoado de Morrinhos, poucas horas após o crime. Ao receber voz de prisão, ele teria disparado contra os policiais e provocado a troca de tiros que culminou com sua morte. Com o rapaz, foram encontrados um revólver calibre 38, 15g de maconha, 37 pinos de cocaína e um Celta, com licença de Camaçari, município da Região Metropolitana de Salvador. Um segundo homem apontado como autor do assalto já havia sido preso, momentos antes, durante uma perseguição a um carro roubado, que ia em direção à cidade de Gavião. Quatro adolescentes suspeitas de participação no crime também foram apreendidas. Os detidos, os veículos e o material apreendido foram apresentados na Delegacia de Jacobina.
Bahia Notícias
[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
21/04
segunda-feira
Policial às 07:00
Prisco mudou para cela individual após defesa anunciar que ele corria riscos na Papuda

O vereador de Salvador e líder do movimento grevista dos policiais baianos, Marcos Prisco, preso há três dias no complexo penitenciário da Papuda, em Brasília, foi transferido ontem (20) para uma cela individual, após denúncias de estaria correndo risco de vida ao dividir uma cela com mais 16 presos de alta periculosidade.

A informação chegou aos órgãos de imprensa, Através de nota assinada pela defesa de Prisco e em seguida o vice-presidente da Aspra, Fábio Brito, comunicou que o vereador já não corria mais risco, por ter sido transferido para uma cela individual, após uma força tarefa que mobilizou a ex-ministra do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Eliana Calmon (PSB); o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM); o presidente da Câmara Municipal de Salvador, deputado estadual Paulo Câmara (PSDB); e o deputado estadual Capitão Tadeu (PSB), que é policial e também um dos lideres do movimento grevista.

Com o temor de Prisco ser reconhecido nesta terça-feira, dia de visita para os detentos, a defesa ingressou com pedido de habeas-corpus na Justiça Federal em Brasília e o TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) remeteu o caso ao Supremo Tribunal Federal. A ministra Cármen Lúcia deverá analisar o pedido. Advogados da Aspra informaram que “Prisco não está se alimentando na Papuda em função de ter que seguir  prescrição médica na alimentação. Ele possui problema crônico de estômago e coração. Vamos solicitar análise médica", informaram em nota.

O Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou, na noite deste sábado (19), o habeas corpus eletrônico requerido pela defesa do vereador de Salvador Marco Prisco (PSDB), um dos líderes da greve da Polícia Militar baiana finalizada na última quinta-feira (17).  O tucano responde a sete crimes dentro da Lei de Segurança Nacional, entre eles impedir, com violência ou grave ameaça, o livre exercício de qualquer dos Poderes da União ou dos Estados e praticar sabotagem contra instalações militares, meios e vias de transporte. Todos os delitos são referentes à paralisação da PM do estado ocorrida em 2012, quando o legislador também encabeçou o movimento.

Com o recurso deferido pela ministra Cármen Lúcia, Prisco pode deixar a qualquer momento o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília – onde está detido desde sexta (17) – e responder ao processo em liberdade. Governo estadual tem procurado se manter longe do fato e nega qualquer envolvimento na prisão de Prisco.

[ 12 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
20/04
domingo
Policial às 21:00
ACUSADO DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO PRESO POR POLICIAIS DO 5º BPM

Em operação conjunta entre policiais do NIS-04, Malhas da Lei e efetivo do GATI do 5º BPM, foi preso na manhã deste sábado (19) JAILSON DA SILVA, 28 anos, residente no bairro Jardim São Paulo/Petrolina-PE. Ele foi acusado de tentativa de homicídio contra Cleyton da Rocha ontem (18), o qual sofreu uma perfuração de arma branca (faca) desferida pelo imputado no bairro Cacheado. Foi encaminhado a Delegacia onde foi reconhecido pela vítima, ficando à disposição da autoridade Policial para providências.  

[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
20/04
domingo
Policial às 19:00
Bahia - bandidos explodem agência bancária em Gentio do Ouro

Uma agência do Banco do Brasil do município de Gentio do Ouro, no centro-norte da Bahia, foi atacada na madrugada deste domingo (20).  Segundo o site Irecê Repórter, os criminosos usaram dinamites para explodir três caixas eletrônicos da agência. Cerca de quatro bandidos chegaram em duas motocicletas e, após explodirem os caixas, saíram atirando contra comércios, carros e residências. Ainda segundo o site, duas pessoas que saiam de uma festa foram feitas reféns. Ninguém ficou ferido.

Investigadores da 14ª Delegacia de Polícia de Irecê informaram que policiais e a perícia técnica foram deslocados para Gentio do Ouro para ajudar nas investigações.  Não foi informado se os criminosos conseguiram levar o dinheiro. 

Informações: Pascoal Ferreira / IrecÊ Repórter
[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
19/04
sábado
Policial às 21:00
Entenda a prisão de Prisco

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) divulgou uma nota de esclarecimento em seu site, na tarde deste sábado (19), sobre a prisão preventiva do vereador Marco Prisco Caldas Machado, líder do movimento grevista da Polícia Militar da Bahia.

O Ministério Público diz que requereu a prisão para a garantia da ordem pública. Diretor-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), Prisco responde a uma ação penal por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional e praticados durante a greve realizada entre os dias 31 de janeiro e 10 de fevereiro de 2012, em processo que está em curso na 17ª Vara Federal da Seção Judiciária da Bahia.

“Mesmo denunciado pela prática de crimes contra a segurança nacional, continuou ostensivamente a instigar o uso da violência e da desordem e a liderar movimentos grevistas expressamente proibidos pela Constituição Federal, não só no Estado da Bahia, como em outras unidades da federação, apostando na política do terror”, diz a nota do MPF.

O Ministério Público afirma também que Prisco “liderou a realização de três greves ilegais de policiais militares no Estado da Bahia e de consequências nefastas para os cidadãos baianos”. Além disso, o MPF lembra que na última paralisação, entre os dias 16 e 18 de abril, “mais de cem pessoas foram assassinadas em Salvador, além de terem sido praticados saques, 'arrastões', roubos e a restrição ao direito de ir e vir dos cidadãos. Enfim, instalou-se entre a população baiana verdadeiro estado de pânico generalizado”.

Defesa - Prisco foi preso pela Polícia Federal na tarde de quinta-feira (18) - um dia após o fim do movimento – um resort do complexo hoteleiro Costa do Sauipe, no Litoral Norte, e transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

O advogado que defende o vereador, Fábio Brito, disse ter ingressado com um pedido de habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), na noite de ontem. “(A prisão) foi ilegal, porque o juiz concedeu a ordem devido à iminência da greve, para preservar a ordem pública, para evitar a greve. Perdeu o objeto, já que a greve acabou”.

Segundo ele, o pedido de prisão preventiva elaborado pelo MPF cita o Relatório de Inteligência 9800/2014, da Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP-BA). A procuradoria alega no pedido que o relatório “dá conta de que a situação (de greve) pode se repetir, sob a liderança do requerido (Prisco)”.

“O Estado disse que não ia perseguir ninguém, mas participou diretamente no pedido de prisão de um vereador eleito com mais de 15 mil votos”, reclamou Brito. Para os procuradores do MPF, o fim da greve não tira a eficácia da decisão judicial. A greve encerrada na quinta, para o MPF, é o exemplo de que Prisco voltou, e pode voltar, a reincidir em crimes pelos quais já responde.

Ainda segundo o MPF, como o vereador é acusado de “crime político grave”, qualquer recurso contra sua prisão só poderá ser ajuizado no Supremo Tribunal Federal (STF).

Veja abaixo as acusações na ação do MPF:

- Associação de mais de três pessoas, em quadrilha ou bando armado, para o fim de cometer crime 

- Impedir, com violência ou grave ameaça, o livre exercício de qualquer dos Poderes da União ou dos Estados  

- Apoderar-se ou exercer o controle de veículo de transporte coletivo, com emprego de violência ou grave ameaça à tripulação ou a passageiros  

- Praticar sabotagem contra instalações militares, meios e vias de transporte

- Paralisar, total ou parcialmente, atividade ou serviços públicos essenciais para a defesa, a segurança ou a economia do país

- Incitar à subversão da ordem política ou social

- Constituir, organizar, integrar, manter ou custear organização paramilitar, milícia particular, grupo ou esquadrão

- Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento

[ 1 ] comentário ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
19/04
sábado
Policial às 14:00
MPF divulga nota sobre prisão de Marco Prisco, líder do movimento grevista da PM da Bahia

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou uma nota na manhã deste sábado, 19, com esclarecimentos sobre a medida decretada pela Justiça Federal que culminou na prisão do vereador Marco Prisco, presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), ocorrida na tarde desta sexta-feira, 18.

Segundo o MPF, a prisão de Prisco foi realizada com o objetivo de garantir a ordem pública e preservar a sociedade, já que o presidente da Aspra responde por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional, em processo que corre na 17ª Vara Federal da Seção Judiciária da Bahia. "Mesmo denunciado pela prática de crimes contra a segurança nacional, continuou ostensivamente a instigar o uso da violência e da desordem e a liderar movimentos grevistas expressamente proibidos pela Constituição Federal, não só no Estado da Bahia, como em outras unidades da federação, apostando na política do terror".

Confira a nota na íntegra

A respeito da prisão preventiva de Marco Prisco Caldas, o Ministério Público Federal presta os seguintes esclarecimentos:

A medida foi requerida pelo MPF e decretada pela Justiça Federal na Bahia para a garantia da ordem pública.

Marco Prisco responde a ação penal por crimes previstos na Lei de Segurança Nacional, em processo que está em curso na 17ª Vara Federal da Seção Judiciária da Bahia. Mesmo denunciado pela prática de crimes contra a segurança nacional, continuou ostensivamente a instigar o uso da violência e da desordem e a liderar movimentos grevistas expressamente proibidos pela Constituição Federal, não só no Estado da Bahia, como em outras unidades da federação, apostando na política do terror.

O denunciado liderou a realização de três greves ilegais de policiais militares no Estado da Bahia e de consequências nefastas para os cidadãos baianos. Apenas entre os dias 16 e 18 deste mês de abril, período em que os policiais militares interromperam suas atividades, mais de cem pessoas foram assassinadas em Salvador, além de terem sido praticados saques, "arrastões", roubos e a restrição ao direito de ir e vir dos cidadãos. Enfim, instalou-se entre a população baiana verdadeiro estado de pânico generalizado.

Entre as hipóteses legais para a decretação da prisão preventiva estão a garantia da ordem pública e a necessidade de preservar a sociedade contra a possibilidade de que o réu continue a reincidir em práticas delitivas. Todos os elementos, portanto, para o pedido de prisão preventiva e seu deferimento pela Justiça Federal estão presentes em relação a Marcos Prisco.

O Ministério Público Federal, que tem entre suas missões assegurar a ordem pública e os direitos fundamentais de todos os cidadãos à segurança pública, à liberdade e à vida, promoverá todas as medidas necessárias para a proteção do Estado Democrático de Direito e da sociedade.

do A Tarde
[ 7 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
19/04
sábado
Policial às 07:31
Preso, Prisco manda recado e orienta PM a não retomar a greve

Apesar do impasse criado após a prisão do líder do movimento grevista da Polícia Militar na Bahia, o vereador Marco Prisco (PSDB), na tarde desta sexta (18), o clima parece ter se amenizado depois uma mensagem enviada pelo próprio Prisco aos membros da sua associação, a Aspra (Associação dos Policiais e Bombeiros da Bahia), onde orienta a não retomar a paralisação em protesto contra sua detenção. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a informação foi confirmada pelo advogado e por dirigentes da Aspra, durante uma reunião na noite de sexta, quando se discutiu a possibilidade de um retorno da greve. Cerca de 200 policiais estiveram reunidos na Praça Municipal, em Salvador, onde o diretor da Aspra (Ivan Leite) informou aos presentes que poderiam voltar para suas casas, pois não havia comando para que voltasse a paralisação, segundo informações do jornal A TARDE. O clima de tensão em torno de uma nova greve começou logo após o anúncio da prisão de Prisco, quando o deputado estadual Capitão Tadeu (PSB) conclamou uma nova paralisação e diz ter assumido o controle do movimento grevista, exigindo que o governador Jaques Wagner interceda a favor da libertação de Prisco. Já o governo respondeu, por meio de nota da Secretaria da Segurança Pública (SSP), que não participou da operação de prisão de Prisco, feita a pedido do Ministério Público Federal e executada pela Polícia Federal, e que também assegura o cumprimento de todos os itens do acordo firmado com as associações representativas da Polícia Militar (PM), quando do final da paralisação, no último dia 17 de abril. Prisco foi levado para o presídio da Papuda, em Brasília.

BN
[ 5 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
18/04
sexta-feira
Policial às 18:00
comandante da PM isenta estado de culpa sobre prisão de Marcos Prisco e descarta nova greve

O comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Alfredo Castro, isentou o governo do estado de qualquer culpa na prisão do líder do movimento grevista da categoria, o vereador de Salvador Marco Prisco (PSDB), e minimizou a possibilidade de uma nova paralisação dos policiais militares. “A prisão de Marco Prisco foi um pedido do Ministério Público Federal (MPF) por causa da participação dele na greve de 2012. E o governo do estado não tem nenhuma interferência numa determinação federal. Temos um compromisso com toda a tropa no sentido de trazer tranquilidade para a nossa população e cumprir o que foi acordado. Agora é um momento jurídico e não um momento de trazer nenhuma contestação e que não vai voltar à greve”, afirmou. 

Coronel Castro disse que tem o apoio da Polícia Militar para que a categoria, descontente com a prisão de um dos seus maiores líderes, volte a cruzar os braços. “Acredito nos meus policiais. Eles querem trazer tranquilidade para a nossa população e não vejo motivo de retrocesso. Teremos o apoio do Exército e da PM para reestabelecer a tranquilidade que já foi afetada nos dias de greve”, concluiu coronel Alfredo Castro.

do Boacão News
[ 1 ] comentário ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
18/04
sexta-feira
Policial às 16:47
Líder da Greve da PM, Marcos Prisco, é preso pela polícia federal

O vereador e cordenador-geral da Aspra (Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia), Marco Prisco Caldas Machado, líder do movimento grevista da Polícia Militar da Bahia, foi preso na tarde desta sexta-feira (18), a pedido do MPF-BA (Ministério Público Federal na Bahia). O pedido de prisão preventiva ajuizado pelo MPF foi concedido pela Justiça Federal em 15 de abril e a prisão foi realizada nesta tarde, pela Polícia Federal, em um resort onde Prisco se encontrava. De acordo com informações do MPF, o pedido foi feito na segunda-feira (14) dentro da ação penal movida em abril de 2013, que denunciou sete pessoas entre vereadores, soldados e cabos da PM por diversos crimes, a maioria deles contra a segurança nacional, praticados durante a greve realizada em 2012. A intenção do pedido de prisão preventiva é garantir a ordem pública, segundo o MPF. 

Prisco é processado por crime político grave, e qualquer recurso contra sua prisão só poderá ser ajuizado no Supremo Tribunal Federal. A prisão será cumprida inicialmente em presídio federal localizado fora do estado da Bahia. De acordo com o capitão Tadeu, o líder grevista foi encaminhado para Brasília.

 

Informações do R7
[ 3 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
18/04
sexta-feira
Policial às 09:00
CIPE-CAATINGA EM OPERAÇÃO CONJUNTA COM A PF ERRADICA PLANTIO DE MACONHA EM JUAZEIRO

No último dia 16, Policiais Militares da CIPE – CAATINGA, juntamente com agentes da Polícia Federal, em Operação conjunta, após levantamento realizado pelo Setor de Missões Especiais-SME, na região do distrito de Cachoeirinha, em Juazeiro, na ilha dos Couros, foi localizado e erradicado 01 (um) plantio da erva Canabis sativa, vulgo maconha, com 1.000 (mil) pés, em 280 (duzentos e oitenta) covas com altura de 80 cm (80 centímetros). Os responsáveis pelo cultivo da erva não foram identificados, sendo apreendidas algumas amostras e apresentadas na Delegacia de Polícia Federal/Juazeiro/BA, para as providencias legais. 

[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
17/04
quinta-feira
Policial às 19:30
Policiais do 6º BPM realizam prisão por tentativa de homicídio em Senhor do Bonfim

Ação conjunta da CETO e do Serviço de Informação do 6º Batalhão de Polícia Militar na tarde desta quinta-feira (17), resultou na prisão de um jovem por tentativa de homicídio, em Senhor do Bonfim. Cleidson Batista da Silva Martins, 19 anos, atingiu o rosto de um homem de 20 anos com um disparo de arma de fogo. Segundo a vítima, devia R$20,00 ao acusado que foi cobrar a quantia, como ele não tinha o dinheiro, o acusado saiu e retornou com a arma efetuando cinco disparos, sendo que um atingiu o rapaz. Os policiais conseguiram deter o acusado no exato momento em que saía do local. Cleidson estava acompanhado por uma mulher em um táxi, e de posse de um revólver calibre 38, com 5 munições deflagradas e uma intacta. Após a prestação de socorro à vitima para o hospital, Cleidson foi apresentado à Delegacia. O crime aconteceu na Rua São Cosme, no bairro Mutirão.

Informações 6º BPM
[ 0 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
17/04
quinta-feira
Policial às 19:00
ASPRA REGIONAL DE JUAZEIRO EMITE NOTA SOBRE FIM DA GREVE DA PM

Há cerca de um ano que negociamos com governo da Bahia uma pauta justa com a presença de todos os setores. Uma pauta extensa de propostas de modernização da categoria, porque existe uma necessidade histórica de mudar este modelo de gestão da segurança pública. O governador protelou e massacrou a corporação com pedidos de adiamentos da apresentação da proposta. Primeiro seria para o mês de março, depois para o mês de abril, quando nos apresenta uma pauta com somente 5%  do que fora discutido por quase um ano com o governo.

Um governo sério e preocupado com a segurança da população não achincalha servidores públicos ou ressuscita instrumentos jurídicos da ditadura dos militares para reprimir e coagir trabalhadores.

O governo teve que ceder, pois as propostas são legitimas e foram construídas coletivamente por todos os policiais ao longo de quase um ano. Dentre as quais destacamos: emancipação dos bombeiros (somente a Bahia e São Paulo não são), aposentadoria aos 25 anos para mulheres; regulamentação da insalubridade e alimentação; anistia aos policiais que participaram da paralisação de 2012; rever o código de ética e extensão de alguns benefícios para os policiais da reserva.

Encerramos a paralisação em respeito a população baiana, por entender que esta é que mais sofre com todo esse processo, pois o governador Jaques Wagner e todos os seus asseclas andam de helicópteros e  não sabem as dores de quem mora nas periferias e depende de transporte público para deslocar.

Sigamos firmes nas lutas por melhorias nas condições de trabalho e salários, mas, sobretudo, lutando pela democratização dos espaços dentro da corporação, assim como pela construção de um outro modelo de segurança pública, onde polícia e comunidade estejam juntas na construção de dias melhores para todos os cidadão, independente de cor, raça classe social ou religião, e principalmente de partido politico.

ASPRA – Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia. REGIONAL JUAZEIRO.

[ 10 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
17/04
quinta-feira
Policial às 14:30
Greve da PM - PMs encerram greve após nova assembleia

Reunião entre comando da PM e grevistas com dom Murilo Krieger apressou fim do movimento

Fim da Greve da PM na Bahia

A Polícia Militar da Bahia (PMBA) encerrou a greve na tarde desta quinta-feira, 17. A decisão foi tomada pela categoria, que permanecia em assembleia no Wet'n Wild desde quarta, 16, e aprovou a negociação com o governo. A última proposta, aceita pelos policiais e Governo do Estado, foi negociada durante uma reunião na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), na rua Carlos Gomes, que terminou por volta das 13h.

Participaram do encontro representantes do governo e das seis associações de classe que estavam unidas na mobilização, além do comandante-feral da PM, coronel Alfredo Castro. O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, também foi convidado a participar da reunião para abençoar um possível acordo. A greve causou muitos transtornos à população não só na capital baiana, mas em diversos municípios do interior do estado. Somente nesta quarta-feira, 16, a cidade de Feira de Santana registrou 32 homicídios. Em Brumado e Vitória da Conquista também houve mortes, inclusive de policiais. 

Segundo informações de um profissional do Instituto Médico Legal (IML) Nina Rodrigues, na manhã desta quinta havia cerca de 50 corpos no local, sendo que 34 foram vítimas de homicídio. As informações sobre o número de mortos em Salvador ainda não são precisas, mas foram registradas pelo menos 20 mortes na quarta. Já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) registrou 64 chamados de pessoas baleadas.

Prejuízos - Além dos homicídios, muitos estabelecimentos comerciais foram arrombados e saqueados durante a paralisação. O mesmo aconteceu com caminhões que transportavam produtos pelas rodovias.

Já na rodoviária, apesar do grande movimento, as empresas receberam centenas de pedidos de devolução da tarifa da passagem, por conta das pessoas que desistiram da viagem. Os motivos variavam da falta de ônibus para chegar à rodoviária ao medo das casas serem arrombadas. 

Greve ilegal

A Justiça Federal já havia determinado o fim imediato da greve na tarde de quarta, sob pena de multa diária que poderia ultrapassar R$ 1 milhão. Este valor deveria ser pago pelos réus da ação, entre eles o presidente Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), Marco Prisco - considerado o líder do movimento -, e diretores das outras associações. Eles também tiveram seus bens bloqueados para "garantir o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos, a exemplo do uso da Força Nacional de Segurança Pública para o estado".

Do A Tarde
[ 6 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
17/04
quinta-feira
Policial às 13:01
Justiça Federal determina fim da greve da PM sob pena de multa diária de mais de R$1 milhão

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), sediado em Brasília, concedeu liminar determinando a imediata paralisação da greve da Polícia Militar na Bahia, sob pena de pagamento de multa diária de 1,4 milhões de reais. Determinou, ainda, o bloqueio de bens de Marco Prisco, das associações envolvidas no movimento paredista e de seus dirigentes. 

Segundo a decisão, a multa deverá ser paga pelos 14 réus da ação ajuizada pelo MPF/BA, que tiveram seus bens bloqueados: Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM/BA), Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPM/BA - Força Invicta), Associação dos Oficiais Auxiliares da Polícia Militar do Estado da Bahia (AOAPM/BA), Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Polícia Militar Da Bahia – (ABSSO/BA), Associação dos Bombeiros Militares da Bahia (Associação Dois de Julho/Ba), Marco Prisco Caldas Machado, vereador e Diretor-Geral da Aspra/BA, Jackson da Silva Carvalho, presidente da ABSSO/BA, Agnaldo Pinto de Sousa, presidente da APPM/BA, Edmilson Tavares Santos, presidente da AOPM/BA - Força Invicta, José Alberto da Silva, diretor financeiro da AOAPM/BA, Nelzito Coelho Oliveira Filho, presidente da Associação Dois de Julho/BA, Ubiracy Vieirados Santos, presidente da AOAPM/BA e Paulo Sérgio Simões Ribeiro, diretor financeiro da AOPM/BA - Força Invicta.

A decisão, assinada na tarde de quarta-feira, 16 de abril, durante regime de plantão, foi tomada a partir de pedido urgente ajuizado por meio do Ministério Público Federal diante da deflagração da greve da PM baiana. O bloqueio de bens visa garantir o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos, a exemplo do uso da Força Nacional de Segurança Pública para o estado. 

Número para consulta processual na Justiça Federal: 13369-02.2014.4.01.3300.

* Com informações da Procuradoria da República na Bahia.

[ 3 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
17/04
quinta-feira
Policial às 11:30
Guarda Municipal apreende menor com drogas na Orla de Juazeiro

Na última terça-feira, dia 15, uma equipe da Guarda Municipal foi acionada pela central de vídeo-monitoramento dando conta de que havia uma pessoa suspeita comercializando drogas nas proximidades da Orla da cidade. A equipe ao realizar busca pessoal no menor A.W.S. encontrou com o suspeito 19 (dezenove) pedras de uma substância, supostamente crack. O menor também portava uma faca e estava de posse da quantia de R$79,00 (setenta e nove reais). O mesmo foi conduzido à delegacia para as medidas cabíveis.

[ 2 ] comentários ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
16/04
quarta-feira
Policial às 20:30
Operação Semana Santa - Batalhão da Polícia Militar da Bahia vai fiscalizar rodovias estaduais no feriadão

No feriado pascal deste ano, que emenda com o de Tiradentes, a Polícia Militar da Bahia, por meio do Batalhão de Polícia Rodoviária, informa que realizará, a partir das 8h desta quinta-feira (17), até às 8h de terça (22), a Operação Semana Santa, com o emprego de 548 policiais militares nas estradas baianas. A expectativa é de um aumento de 30% no fluxo de veículos nas rodovias baianas nesses seis dias de feriadão. Apesar de a operação ser iniciada nesta quinta (17), a atenção dos policiais do BPRV nos postos fixos começou a ser redobrada na tarde desta quarta (16). 

Os policiais vão fiscalizar equipamentos e de documentos de porte obrigatório do veículo e do condutor, verificar o uso de bebida alcoólica e substâncias psicoativas e realizar abordagens voltadas ao enfrentamento de crimes contra instituições financeiras, tráfico de armas, drogas e tráfico de pessoas, especialmente na modalidade de exploração sexual contra criança e adolescentes. Também será intensificado o policiamento de trânsito rodoviário, principalmente, na BA 001 (Bom Despacho, cobrindo a Feira de Caxixis); BA 099 (Estrada do Coco/Linha Verde); BA 210 (Juazeiro/Sobradinho); BA 878 (Saubara/Bom Jesus dos Pobres) e na rodovia delegada BR 324 (Jacobina/Miguel Calmon). 

Secom Bahia
[ 1 ] comentário ImprimirImprimir Enviar por email Enviar por email Postar no twitter Postar no twitter Regras do blog
 
PUBLICIDADE













BLOG DO GERALDO JOSÉ

COLABORADOR

BUSCA DE NOTÍCIA AVANÇADA